O Salvador - Irmandade da Adaga Negra, 17 - J.R Ward

5 de novembro de 2019

Título: O Salvador - Irmandade da Adaga Negra, 17
Autor: J.R Ward
Páginas: 528
Ano: 2019
Editora: Universo dos Livros
Gênero: Fantasia, Ficção, Literatura Estrangeira, Romance
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon
Nota:    
Sinopse: Os destinos de um vampiro e de uma cientista estão apaixonadamente entrelaçados neste best-seller internacional excitante e repleto de suspense. Na venerável história da Irmandade da Adaga Negra, um único macho foi expulso, mas porque a insanidade de Murhder não deu escolha aos Irmãos. Assombrado pelas visões de uma fêmea que não conseguiu salvar, ele, ainda assim, retorna a Caldwell numa missão para reparar o erro que o arruinou. Contudo, Murhder não está preparado para o que deve enfrentar nessa busca pela redenção. A doutora Sarah Watkins, pesquisadora de uma empresa biomédica, tem dificuldades em superar a perda do noivo, que também era seu colega de profissão. Então, quando o FBI começa a investigar a morte dele, a cientista leva as evidências ao limite para, enfim, tomar conhecimento de uma terrível verdade. Quando os destinos de Murhder e de Sarah se entrelaçam irrevogavelmente, o desejo se acende entre eles. Mas será que eles conseguirão forjar um futuro que cubra a distância que separa as duas espécies? E quando um novo inimigo surge na guerra contra os vampiros, será que Murhder retornará para a Irmandade... ou voltará para a sua existência solitária de uma vez por todas?


Este livro foi cedido pela Editora Universo dos Livros, porém as opiniões são completamente sinceras. Não sofremos nenhum tipo de intervenção por parte da Editora. 

Resenha:


“Aquele macho nascera sob uma estrela sombria. Parecia destinado a sofrer.”

E chegamos ao décimo sétimo livro da saga de vampiros Irmandade da Adaga Negra, da autora norte-americana J. R Ward, lançamento da editora Universo Dos Livros de outubro.

Por ser tratar de uma série vasta, esta resenha possui spoilers dos livros anteriores, que já foram resenhados aqui, e caso desejem conhecer um pouco mais, basta clicar na imagem abaixo.



Por onde começar esta resenha?

O livro é maravilhoso! Pronto, posso respirar...

Agora falando totalmente sério, este livro, além de ter uma história excelente, fechar um ciclo e iniciar outro para o universo da irmandade, também, foi o livro que eu tenho uma história pessoal de envolvimento, porque graças à linda parceria deste blog com a editora Universo dos Livros, eu pude acompanhar detalhes da publicação desta edição, o que tornou tudo muito especial para mim. É um prazer estar em contato com a equipe da UDL, são uns fofos!

Então vou começar falando da edição brasileira. A capa, segue um padrão muito mais bonito e que eu particularmente prefiro às demais capas dos livros anteriores, a antiga escolha para o designer acabava por restringir o livro, visualmente falando, a apenas um nicho do mercado, os livros com conteúdos hot, o que não é a realidade dos livros da IAN, não que não tenha muito hot, tem! E uns extremamente quentes. Porém, como eu sempre falo, os livros possuem muito drama, ação e envolve temas como amizade, lealdade e amor.

Então a capa mais clean, de O Salvador foi muito apreciada por esta aqui que vós escreve.

Sobre a diagramação, tradução do livro, só tenho elogios, a UDL tem mostrado um trabalho impecável nestes pontos, e inclusive posso atestar em primeira mão do cuidado que eles têm com os fãs da série. Que revisão linda!

Agora vamos ao ponto principal: a trama do livro.

Nos livros anteriores da irmandade, nós ouvimos falar de um misterioso irmão, Murhder, descendente de uma longa linhagem de Irmãos da Adaga Negra, filho de Murhder, melhor amigo de Darius e que foi além de amante de Xhex, o único irmão na história da Irmandade da Adaga Negra a ser expulso, quer dizer... Mais ou menos o único, porém, foi o único que partiu por ter enlouquecido.

“... Não existe uma resposta certa quando se trata de nos curarmos dos efeitos de uma tragédia. Você cuidou de si mesma. É o que importa.”

A cerca de vinte e cinco anos atrás Murhder, abandonou os irmãos sem dar explicações, sumiu por alguns meses e quando voltou, enlouquecido, foi acusado de crimes bárbaros, que obrigou que os irmãos a o expulsassem – o que em minha opinião foi um erro grotesco dos irmãos e fiquei com muita, muita raiva deles todos...

Vivendo como um recluso por todos esses anos, ele ressurgiu no final de A Ladra, e exigiu uma audiência com o rei da raça em troca de algo que a realeza desejava.

E é claro, que desde esse momento fiquei já esperando muita tensão, afinal os machos da raça são extremamente ciumentos quando vinculados, e atualmente Xhex, está vinculada com John Matthew, soldado da irmandade.

E com um passado e história entre eles que não foi encerrada corretamente, eu já esperava uma reunião entre Murhder e Xhex intensa e problemas para o casamento com John.

E que reencontro, meus caros... Que reencontro...

“- Se ele estiver morto – ouviu Xhex advertir naquela voz implacável -, vou matar cada um de vocês. Lentamente....- Murhder? Você está morto? – Ao sussurrar essas palavras, sua respiração saiu em lufadas conduzidas pelo ar frio.- Que pergunta estranha para se fazer a alguém – foi à resposta grasnada.Quando seus olhos arderam de alivio, ela olhou de relance na direção em que a BMW partira acelerada para esconder sua reação...”

Fechando um ciclo, criando um novo...

É claro, que essa nem de perto é a única trama importante do livro, Murhder, quer resolver todos os assuntos inacabados de sua vida, e deseja reparar um erro que cometeu no passado que o tem consumido, para isso sai em uma jornada de resgate emocionante, que trará muitas emoções à tona.

E o fará encontrar o destino previsto para a vida dele há muitos anos atrás.

“Bem, então prepare-se, ele pensou. Porque tenho quase certeza de que você também me pegou.”

E esse destino está entrelaçado a uma humana, que conquistou meu carinho. Sarah é uma pesquisadora médica talentosa, que deseja encontrar a cura para o câncer e lida com um luto que tornou sua vida triste e vazia, porém, ao descobrir um crime cruel, ela prova que tem dentro de si uma chama poderosa e altera para sempre o destino de mais de um vampiro.

“E ele a quis sentir mais. Queria senti-la em toda a sua pele nua, enquanto penetrava no sexo dela e a sentia se agarrando a ele em resposta...”

Que trama linda.



Como história secundária, dessa vez não temos um novo casal que irá ganhar destaque no próximo livro, e sim Ward, nos entrega uma nova reviravolta importante na luta da irmandade contra Omega, afinal, a profecia em que diz que Butch irá destruir Omega está próxima de ser concretizada, com isso, das esferas mais infernais, surge um novo inimigo.

“... O relacionamento entre eles entalhara runas nas pedras dos leitos de suas almas...”

Aqui mais uma vez o talento da autora se mostra, unindo de forma irremediável suas séries de livros, a Irmandade da Adaga Negra, se une aos acontecimentos de Fallen Angels, que eu só posso imaginar que para os próximos livros teremos a aparição de outros personagens da autora agora por aqui.

O Salvador, como podem imaginar é um livro com uma grande carga emocional, muita ação, e um casal que já entrou na minha lista de casais favoritos.

Murhder e Sarah são incríveis, e de certa forma apesar de serem de espécies diferente, e ainda ser proibido que vampiros se envolvam com humanos, não pude deixar de torcer por eles.

“... eu tenho o meu amor, e meu amor me tem...”

Acredito que Murhder, é um dos irmãos mais fortes, e tem todo o meu carinho. E Sarah é de uma complexa beleza, sua personalidade é muito bem trabalhada, e sem dúvidas, uma das personagens femininas que eu mais gosto da série.

E, além disso... Ah deixa para lá... Leiam para saber o que mais me deixou feliz... E rindo muito...

Eu simplesmente já quero o próximo livro!

Muita coisa para acontecer, uma vampira nova chegando com uma possível traumática transição, dois irmãos da série, prestes a ganhar uma nova irmã, inimigos novos, sombras maléficas, traições...

Sem dúvidas muito a ver nos próximos livros, não percam tempo e se rendam ao universo da irmandade da adaga negra.

Até a próxima.

Nota: como já sabem, nós temos um lindo projeto de leitura coletiva, aqui no blog, e muito em breve, vamos ter a leitura coletiva do primeiro livro da irmandade, quem ainda não leu e deseja participar conosco, fiquem atentos. O primeiro livro esta disponível no kindle unlimited. Venham ler conosco.

Vou deixar o link de Amante Sombrio: Amazon.

10 comentários

  1. Olá Vivian, de todas as histórias da série, essa para mim soa mais interessente. Um romance entre uma cientista e um vampiro, é mesmo muito surpreendente. Apesar de não curtir romance hot, adorei o enredo e os assuntos que possivelmente serão abordados nele. Achei a capa linda, mas minha favorita de todas é do livro "A Ladra". Achei bem romântico e fofo eles dois estarem passando por situações distintas, mas que se entrelaçam, como o enlouquecimento e a busca da cura do câncer. Parece ser uma trama cheia de ação e muita sensualidade.
    Ótima resenha,
    Beijinhos.

    ResponderExcluir
  2. Lá vem ela judiar dessa pobre leitora mais uma vez..rs
    A cada nova resenha desta saga,meu coração quase explode, ainda mais quando a obra é só elogios assim e tem aquela danada da pimentinha ali oh..rs
    A capa é realmente belíssima e fiquei aqui só imaginando como é ter uma obra desta em mãos.
    Como ainda não li nenhum dos livros(sim, por só ter o primeiro, digo isso toda vez) espero em breve me jogar nessa saga inteira e prometo a mim mesma que quando essa maré do desemprego passar, essa é a primeira saga que comprarei inteirinha!
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na Flor

    ResponderExcluir
  3. Olá Vivian!
    É incrível como essa série não fica saturada, mesmo com o grande número de livros que a compõem. De forma muito infeligente, Ward conduz a história e vai introduzindo novos elementos que, além de harmonizarem completamente com a dinâmica atual da trama, apliam mais ainda o universo.
    Como um estudante de biológicas, toda essa parte que envolve ciência é a que mais me chama atenção, e acredito que nesse volume a autora conseguiu equilibrar muito bem o romance, a ação e a parte científica, tudo de uma forma gradual para que o leitor possa assimilar.
    Deve ser o máximo acompanhar o processo de publicação de uma obra, e pela belíssima capa vê-se que tudo valeu a pena.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Menina eu preciso me render mesmo, só li uns quatro livros da série e amei, todos os quatro, fiquei encantada com o universo criado pela autora e tenho os outros livros da série comigo, só pegar e ler!
    Amei sua resenha!!

    Beijos Mila

    Daily of Books Mila

    ResponderExcluir
  5. Oi Vivian,
    Achei que as publicações no Brasil haviam parado no livro anterior, mas engano meu e aqui está mais uma obra dessa série que vem atormentando meus pensamentos a anos para que eu inicie as leituras. Se foi um erro ou não a expulsão de Murhder não sei, mas tem algo muito intenso e cativante em um personagem solitário e com tantos assuntos a serem resolvidos. Entre passado e presente acredito que a história desse volume é uma das mais interessantes, principalmente para quem vem acompanhando as publicações livro após livro. Também gostei bastante da capa deste livro e como você mencionou, esta série não é só uma série de livros de romance então acho que a capa deve retratar o real conteúdo e não vender a ideia errada ou incompleta aos leitores.

    ResponderExcluir
  6. Vivian!
    Primeiro quero parabenizá-la pela persistência e obstinação de continuar a ler a série e ain da tem mais...
    Tão bom quando o autor tem a criatividade em criar uma série com tantos livros e sempre se renovando, trazendo agora um novo ciclo e recomeço.
    Adoro quando tem trechos mais quentes...kkkk
    E que bom que o livro foi ainda mais especial para você pela parceria com a editora e tudo que rola pelas redes sociais.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  7. Oi, Vivian
    Menina, sabe que ainda não li nenhum dessa série!
    Mas quero muito! Muito mesmo!
    kkkkk
    Adorei demais sua resenha, me deu vontade de parar tudo e ler agora!
    O Murhder parece ser um personagem bem interessante, bem trabalhado e que vai afrontar horrores!
    Fiquei curiosa para ler mais sobre a Sarah, ela parece ser uma mulher incrível, uma personagem bastante cativante!
    Assim que der vou começar a série!
    bjs

    ResponderExcluir
  8. Olá! O que mais me encanta nessa série (imensa) é justamente a capacidade da autora em nos agraciar não apenas com o hot, mas também muita ação, mistério e aquele romance que a gente ama né! Estou só de olho, porque com esse empurrãozinho acho que finalmente vou voltar a essa leitura (amém).

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Eu já ouvi fala bastante dessa saga, mas fico nesse impasse se devo ler ou não. Tem uma enorme lista de livros em. Bom, a trama é interessante, me deixou bastante curiosa por ela. Espero que em algum momento eu decida ler né.

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir
  10. Oiii ❤ Mais uma vez a J.R Ward parece ter surpreendido, ainda mais por conseguir ligar duas de suas séries.
    Gostei que o romance é entre um vampiro e uma humana, achei legal por isso ser proibido e tudo mais.
    Realmente, as capas antigas pareciam ser apenas de livros hot, o que é uma pena já que a série parece ser mais do que só isso. A escolha desse novo estilo de capa foi ótima.
    Estou curiosa para saber o que Murhder fez em todo o tempo que ficou recluso e saber com detalhes o que ele fez para ser expulso.
    Quero também ver como o romance surge entre os personagens.
    Beijos ❤

    ResponderExcluir