Leitura Coletiva: 🔥 Império de Tempestades - Trono de Vidro, 5 (Tomos 1 e 2) 🔥 - Sarah J. Maas

21 de abril de 2019

Chegamos aos Tomos e já aviso que, assim como na resenha, falaremos desse livro com um só. Então aqui teremos comentários de tudo ok?

Quer acompanhar nossos surtos nessa Leitura Coletiva? Clica na imagem abaixo:



💖 Quotes & Citações - Mar de Tinta e Ouro - Traci Chee 💖

20 de abril de 2019


Para ler a resenha do livro, clique na imagem:


"Olá. Se você está lendo isto, então talvez saiba que deveria ler tudo. E talvez já julgue que deveria ler com atenção."

Esse é o poema inicial do livro e temos nele um acróstico importante na experiência de leitura... mas não o transcrevi inteiro, a magia está em "ler" os detalhes.

* Acróstico é uma composição escrita feita a partir das letras iniciais de palavras isoladas ou localizadas no início ou no interior de frases e de versos.
A partir dos acrósticos, que são lidos em sentido vertical, são formadas palavras ou frases. Eles refletem uma preocupação com a forma do discurso, motivo pelo qual são um dos recursos utilizados na função poética.*

"Uma dessas histórias raras falava de um objeto misterioso chamado livro, que guardava a chave para a maior magia que Kelanna jamais conhecera."

As histórias em Kelanna são passadas de forma verbal, de geração em geração... não existem palavras escritas... mas talvez esse não seja o jeito mais mágico de se conhecer o que aconteceu no passado??

"Livros são objetos curiosos. Eles têm o poder de aprisionar, transportar e, se você tiver sorte, até de transformá-lo. Mas, no fim, livros - até os mágicos - são apenas objetos montados com papel, cola e tinta. Essa era a verdade fundamental que os leitores esqueceram. Como o livro, na verdade, era vulnerável. Ao fogo. À umidade. À passagem do tempo. E ao roubo."

"Sefia olhou para o alto e percebeu a umidade no ar e a velocidade das nuvens que cruzavam o céu. Nin sempre sabia quando vinha chuva; dizia que era o frio em seus ossos."

"Sua mãe sempre lhe dissera que havia uma energia oculta no mundo, uma luz fervilhante logo abaixo da superfície. Sempre estava ali, girando invisível ao seu redor; e de vez em quando borbulhava, do mesmo modo que água brota de uma fissura na terra, um brilho dourado visível apenas àqueles especialmente sintonizados com ele."

"Dizem que o medo é um vazio no estômago, mas o que ela sentiu foi uma dissolução, como se a névoa estivesse queimando e se dissipando, deixando para trás apenas Sefia, exposta e indefesa, com nada a sua frente nem atrás, além de vazio."

 "Haveria sinais para cada uma das estrelas e grãos de areia na praia? Para árvore ou pedra ou rio? Para casa? Será que, pairando no ar, eles seriam tão bonitos quantos soavam?"

"Mas o livro era a chave, e ela sabia que, se conseguisse apenas descobrir como usá-lo, seria capaz de abrir a porta e ver - realmente ver - a magia que se agitava sem correntes invisíveis, além do mundo que ela experimentava com os ouvidos, a língua e a ponta dos dedos."

Sefia aprendendo sozinha a magia da leitura é algo de uma sensibilidade incomparável... já se imaginaram sem conseguir ler uma palavra sequer?

"Somos uma sociedade de leitores. (...) Fomos formados muito tempo atrás. Antes que qualquer um dos Historiadores possa se lembrar, quando cada onda da história apagava tudo o que tinha vindo antes. Tudo era caos e trevas, e nessas trevas nós nos tornamos a luz, encarregados da proteção de todos os cidadãos de Kelanna."

Aqui eu já me perguntava se era questão de proteção ou apenas controle de poder?

"Ele descreveu os feitos maravilhosos de magia que Lou poderia realizar caso de juntasse a eles. Iriam caminhar entre montanhas e através de mares, como os aventureiros e foras da lei que enchiam seus sonhos, todos cheios de oceanos, navios a vela e estrondos de canhões. Seus feitos trariam a paz a um mundo instável, preservado em lenda em meio às estrelas."

"Uma única pedra pode alterar o curso de um rio."

"É possível que qualquer coisa pudesse ser um livro, não havia limites para o que se podia aprender; se soubesse o que procurar. Seixos lisos formando palavras sobre um chão musgoso. Linhas desenhadas na areia, ou inscritas na lateral de um tronco caído, semiobscurecidas por gravetos e matéria orgânica: Isto é um livro."

Em vários momentos da leitura vamos nos deparar com essa frase: "Isso é um livro" e imagino que a intenção da autora seja nos mostrar que devemos prestar atenção em tudo que acontece a nosso redor, diariamente, pois cada pequeno detalhe faz parte de uma história não escrita que poderíamos passar de geração em geração...

Aliás...

"Ler era interpretação de sinais, e o mundo estava cheio deles. Cicatrizes, arranhões, pegadas. Se pudesse compreender o mundo iluminado, podia ler a história de cada marca com a mesma clareza com que lia uma frase em um livro."

E deixo, para encerrar o post, uma citação para refletir... sobre como às vezes deixamos de viver nossas vidas para invejar e imaginar como estaríamos na pele de outras pessoas... pensem nisso...

"Nós trabalhamos duro por nossas histórias. Elas são o que deixamos para trás quando morremos. Não são feitas para serem distorcidas por alguns vermes num bar em um beco escondido. Então, vão embora. Saiam daqui. Vão fazer alguma coisa digna de se contar, em vez de roubar de pessoas como eu."

Espero, de verdade, que vocês consigam vivenciar essa leitura deliciosa... beijinhos e até a próxima!!!!


Lançamentos do Mês: Companhia das Letras

19 de abril de 2019


COMPANHIA DAS LETRAS

Carta à Rainha Louca, de Maria Valéria Rezende


Sinopse: Mesclando linguagem histórica e uma crítica profundamente atual, Maria Valéria Rezende cria um romance sem par na literatura contemporânea, no qual mulheres mostram sua força frente às mais impensáveis repressões.Olinda, 1789. Isabel das Santas Virgens, presa no convento do Recolhimento da Conceição, escreve à rainha Maria I, conhecida como a Rainha Louca. Em suas cartas, ela, tida por muitos como também lunática, conta os destemperos cometidos pelos homens da Coroa – e por aqueles que galgaram tal posto – contra mulheres, escravizados e todos os que se encontravam mais vulneráveis. Por meio dos tormentos passados por ela e por sua senhora Blandina, nossa narradora expõe o pano de fundo da colonização brasileira e da situação da mulher que ousava desafiar.Com uma pesquisa histórica ímpar e usando o vocabulário próprio do setecentos mesclado a uma linguagem moderna, Maria Valéria Rezende recria com maestria a história de duas mulheres em um período conturbado do passado brasileiro. Como promete à rainha, Isabel conta “toda a verdade sobre o que em Vosso nome se faz nestas terras e a mim me fizeram.”

O verão tardio, de Luiz Ruffato
Sinopse: Uma narrativa poderosa sobre um homem e suas tentativas de reatar os fios do passado. Uma jornada às bordas de um Brasil cindido, em que o diálogo não parece mais possível.O verão tardio, sexto romance de Luiz Ruffato, é uma história de inadequação. Depois de mais de vinte anos, Oséias, um homem abandonado por mulher e filho, decide regressar a sua cidade-natal, Cataguases, em Minas Gerais. Durante seis dias, seguimos passo a passo suas andanças, visitas a familiares, encontros com velhos personagens locais. A sombra do suicídio de uma de suas irmãs, Lígia, e a comunicação falha com praticamente todos a sua volta acompanham suas tentativas de reatar os fios do passado. Em meio a um Brasil que parece ir do projeto à ruína a todo momento, O verão tardio propõe uma reflexão sobre uma sociedade em que as classes sociais romperam completamente o diálogo e, como afirma um de seus personagens, se tornaram “planetas errantes” prontos para entrarem em rota de colisão e se destruírem.

Antologia da literatura fantástica, de Jorge Luis Borges, Silvina Ocampo e Adolfo Bioy Casares
Sinopse: Clássico absoluto da literatura em língua espanhola, este volume reúne 75 contos fantásticos de todos os tempos, de mestres do gênero como Edgar Allan Poe, H. G. Wells, Franz Kafka e Julio Cortázar, entre outros.Numa noite de 1937, ao conversar sobre ficções fantásticas, três amigos — Jorge Luis Borges, Adolfo Bioy Casares e Silvina Ocampo — resolveram criar uma antologia com seus autores preferidos. Do filósofo Martin Buber ao explorador Richard Burton, passando pela tradição dos contos orientais, além de Cortázar, Kafka, Cocteau, Joyce, Wells e Rabelais, são 75 histórias — não só contos, como fragmentos de romance e peças de teatro — que nos apresentam uma literatura marcada pelo imaginário e por um modo diferente de representar a realidade. “A nossa sociedade — global, multilinguística, imensamente irracional — talvez só possa descrever a si mesma com a linguagem intuitiva da fantasia”, anota a escritora Ursula K. Le Guin no posfácio desta edição.

SEGUINTE

Querido Evan Hansen, de Val Emmich
Sinopse: Dos criadores do premiado musical da Broadway Dear Evan Hansen, esta é uma história emocionante sobre solidão, luto, saúde mental e amizades inesperadas.Evan Hansen sempre teve muita dificuldade de fazer amigos. Para mudar isso, decide seguir as recomendações de seu psicólogo e escrever cartas encorajadoras para si mesmo, com esperança de que seu último ano na escola seja um pouco melhor. O que não esperava era que uma das cartas fosse parar nas mãos de Connor Murphy, o aluno mais encrenqueiro da turma.Quando Connor comete suicídio e sua família encontra a carta de Evan, todos começam a pensar que os dois eram melhores amigos. Sem conseguir explicar a situação, Evan acaba refém de uma grande mentira. Ao mesmo tempo, graças a essa (falsa) amizade, o garoto finalmente se aproxima de Zoe, a menina de seus sonhos, e passa a ser notado no colégio. No fundo, Evan sabe que não está fazendo a coisa certa, mas se está ajudando a família de Connor a superar a perda, que mal pode ter?Evan agora tem um propósito de vida. Até que a verdade ameaça vir à tona, e ele precisa enfrentar seu maior inimigo: ele mesmo.  

A rainha aprisionada (Iskari, vol. 2), de Kristen Ciccarelli
Sinopse: No segundo volume da trilogia Iskari, uma nova heroína entra em cena para lutar pela liberdade de seu povo — e de sua irmã — em meio a um conflito que apenas começou.Firgaard foi governada durante décadas por um rei tirano e manipulador, capaz de condenar povos inteiros apenas para aumentar seu poder. Depois de uma grande batalha, Asha, sua filha, conseguiu derrotá-lo. E, assim, Dax, o primogênito, assumiu o poder ao lado de Roa, sua esposa.Roa é uma forasteira vinda das savanas — um território sob o domínio de Firgaard, que há anos é oprimido e está prestes a entrar em colapso. O maior desejo da nova rainha, mesmo sabendo que não é bem-vinda em seu novo lar, é mudar a vida de seu povo. O que ela não esperava era encontrar uma chance de alterar o curso do destino e trazer de volta à vida sua irmã gêmea, Essie, morta quando criança em um terrível acidente. O único obstáculo? O novo rei.

SUMA DE LETRAS

A metade sombria, de Stephen King
Sinopse: Após anos esgotado no Brasil, A metade sombria volta às livrarias como parte da Biblioteca Stephen King, coleção de clássicos do mestre do terror em edição especial com capa dura e conteúdo extra.
Criar George Stark foi fácil. Se livrar dele, nem tanto.Há anos, Thad Beaumont vem escrevendo, sob o pseudônimo George Stark, thrillers violentos que pagam as contas da família, mas não são considerados “livros sérios” pelo escritor. Quando um jornalista ameaça expor o segredo, Thad decide abrir o jogo primeiro, e dá um fim público ao pseudônimo.Beaumont volta a escrever sob o próprio nome, e seu alter ego ameaçador está definitivamente enterrado. Tudo vai bem. Até que uma série de assassinatos tem início, e todas as pistas apontam para Thad. Ele gostaria de poder dizer que é inocente, que não participou dos atos monstruosos acontecendo ao seu redor. Mas a verdade é que George Stark não ficou feliz de ser dispensado tão facilmente, e está de volta para perseguir os responsáveis por sua morte. 
  
EDITORA PARALELA

A viúva de safira, de Dinah Jefferies
Sinopse: Dinah Jefferies volta a retratar o Ceilão inglês do começo do século XX em mais um romance histórico de tirar o fôlego, com a participação especial de Gwendolyn, Laurence e outros personagens amados de O perfume da folha de chá.
O ano é 1935. No Ceilão, uma rica colônia britânica do sul da Ásia, Louisa e Elliot vivem um casamento feliz. Ela, filha de um importante comerciante da região; ele, um charmoso homem de negócios. Juntos, eles aparentam ser um casal que tem tudo. Exceto aquilo que mais desejam: um filho.Durante as diversas tentativas de Louisa de engravidar, seu marido parece cada vez mais distante, passando a maior parte do tempo em uma fazenda de canela das redondezas. Mas a morte repentina de Elliot — tão trágica quanto misteriosa — é seguida de revelações chocantes, atirando a jovem numa espiral de incertezas. Quem era, de fato, aquele homem? Por que ele tinha tantos inimigos? Como foi capaz de cometer uma traição tão terrível?Em busca de respostas, Louisa embarca em uma jornada devastadora. Quando finalmente descobre o terrível segredo por trás de seu casamento, seu mundo vira de cabeça para baixo. Será que ela encontrará forças para seguir em frente? Ou sofrerá, para sempre, as consequências do que parece imperdoável? 

Imperfeitos (Recomeços, vol. 2), de Lauren Layne
Sinopse: Será que Michael conseguirá encontrar um final feliz depois de ser rejeitado por Olivia? Uma comédia romântica surpreendente sobre como recomeços podem ser a cura para um coração partido.Quantas vezes um mesmo coração aguenta ser despedaçado? Essa é a pergunta que atormenta Michael St. Claire, o ex-bon vivant que, após ser rejeitado por Olivia e abandonado pelo melhor amigo, deixa o glamour nova-iorquino para trás e vai trabalhar num clube de tênis numa cidadezinha no Texas. Há um motivo secreto por trás dessa escolha geográfica: é lá que se encontram seu pai biológico e seu meio-irmão, Devon, que não fazem ideia de sua existência.O que o plano de Michael não previa era conhecer Chloe, a garota mais inteligente, sarcástica e original que ele já vira. Em pouco tempo, eles se tornam grandes amigos, e quando Michael descobre que Chloe é apaixonada por Devon ele resolve que irá ajudá-la. Mas será que dois corações rejeitados conseguem, juntos, construir um recomeço? Ou irão apenas se machucar, perdidos na eterna busca por aceitação e pertencimento?
CONTEÚDO ADULTO

COMPANHIA DAS LETRINHAS

Mortina, de Barbara Cantini
Sinopse: A pequena Mortina quer, como qualquer outra criança, fazer amigos. Mas há um detalhe: ela é uma menina-zumbi, e sua tia Fafá Lecida não a deixa sair de casa… Até que o Dia das Bruxas chega e, com ele, a chance de Mortina se aventurar fora de casa.Mortina é uma menina diferente de todas as outras: ela é uma menina-zumbi. Passa os dias no Palacete Decrépito com sua tia Fafá Lecida e seu inseparável amigo, o galgo albino Tristão.O maior sonho de Mortina é ter amigos de sua idade para brincar, mas sua tia nunca deixa que ela saia de casa, porque tem medo da reação dos humanos ao conhecerem a pequena zumbi.Para sua alegria, um dia a oportunidade perfeita aparece: o Dia das Bruxas, quando todas as crianças saem às ruas com as fantasias mais horripilantes. Mortina nem vai precisar trocar de roupa para encarar a maior aventura de sua vida.

ABCDelas, de Janaina Tokitaka
Sinopse: Conheça a vida de mulheres pioneiras em diferentes profissões neste livro ilustrado e empoderador.Este é um livro abecedário muito diferente. A cada letra, o leitor vai conhecer histórias raras e valiosas de mulheres que revolucionaram seus campos de atuação. Foram essas heroínas do dia a dia que contribuíram para que as mulheres de hoje pudessem trabalhar em diferentes áreas, mesmo em profissões que um dia foram consideradas “masculinas”.Cada história biográfica é apresentada na forma de um pequeno conto muito bem-humorado acompanhado de lindas ilustrações que homenageiam as mulheres retratadas. O leitor será convidado a descobrir a história da aviadora brasileira Anésia Pinheiro Machado, da bióloga inglesa Margaret Elizabeth Fountaine, da chef de cozinha francesa Eugénie Brazier e de tantas outras profissionais incríveis.



Mar de Tinta e Ouro - Traci Chee

Título: Mar de Tinta e Ouro 1: A Leitora
Autor:Traci Chee
Páginas:464
Ano:2017
Editora:Plataforma 21
Gênero: Fantasia
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon
Nota:    
Sinopse: Era uma vez um mundo chamado Kelanna. Um lugar tão maravilhoso quanto terrível, onde ninguém sabia ler. Lá, as histórias não eram registradas em papel como esta que você está prestes a ler, elas eram simplesmente transmitidas de geração a geração. Em uma dessas lendas, falava-se de um objeto misterioso que guardava a maior magia que o povo de Kelanna já conheceu: o livro. Quem soubesse interpretá-lo teria acesso a um poder inimaginável.

Após o assassinato de seu pai por uma organização misteriosa, a jovem Sefia recebe de herança um estranho objeto retangular, que pode ser a chave para desvendar seu passado. Para isso, ela precisará aprender a decifrá-lo para entender o que o torna tão valioso e se tornar uma leitora.

Magia e grandes perigos, como o terrível Flagelo do Leste e sua famosa frota de piratas, cruzarão seu caminho. Mas você se engana se acha que Sefia enfrentará tudo sozinha…

Se a Rua Beale Falasse - James Baldwin

18 de abril de 2019

Título: Se a Rua Beale Falasse
Autor: James Baldwin
Páginas: 224
Ano: 2019
Editora: Companhia das Letras
Gênero: Literatura Estrangeira, Ficção, Drama
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon
Nota:  
Sinopse: Lançado em 1974, o quinto romance de James Baldwin narra os esforços de Tish para provar a inocência de Fonny, seu noivo, preso injustamente. Livro que inspirou o filme dirigido por Barry Jenkins, vencedor do Oscar por Moonlight.
Tish tem dezenove anos quando descobre que está grávida de Fonny, de 22. A sólida história de amor dos dois é interrompida bruscamente quando o rapaz é acusado de ter estuprado uma porto-riquenha, embora não haja nenhuma prova que o incrimine. Convicta da honestidade do noivo, Tish mobiliza sua família e advogados na tentativa de libertá-lo da prisão.
Se a rua Beale falasse é um romance comovente que tem o Harlem da década de 1970 como pano de fundo. Ao revelar as incertezas do futuro, a trama joga luz sobre o desespero, a tristeza e a esperança trazidos a reboque de uma sentença anunciada em um país onde a discriminação racial está profundamente arraigada no cotidiano.
Esta edição tem tradução de Jorio Dauster e inclui posfácio de Márcio Macedo.