Caçadora – Kiersten White

25 de agosto de 2019


Título: Caçadora , A última Caça-Vampiros
Autor: Kiersten White
Páginas: 410
Ano: 2019
Editora: Plataforma 21
Gênero: Fantasia, Ficção, Jovem adulto, Literatura Estrangeira
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon
Nota:   
Sinopse: Nina e sua irmã gêmea, Artemis, estão longe de serem garotas comuns. Na verdade, é praticamente impossível ser quando se cresce numa escola de guardiões, que é um tanto diferente do tipo de escola que estamos habituados. Nela, os estudantes são treinados para guiar e proteger caçadoras – estas, Escolhidas capazes de enfrentar as forças da escuridão.
Mas, enquanto a mãe de Nina é membra do Conselho dos Guardiões, a jovem nunca incorporou o estilo violento que lhe é esperado… Em vez disso, segue seus instintos de cura e de cuidar, ganhando aos poucos seu espaço como a paramédica da escola. Até o dia em que a vida de Nina muda para sempre: a jovem torna-se uma Escolhida. E o pior: ela é a última Escolhida, para sempre. Ponto-final.
Tudo culpa de Buffy – a famosa caçadora que o pai da jovem morreu para proteger.
Assim, conforme Nina aperfeiçoa suas habilidades de caçadora com Leo, seu guardião em treinamento, há uma porção de eventos que a mantêm ocupada. Isso inclui demônios soltos por aí e uma criatura sombria que insiste em aparecer em seus sonhos… Mas é quando uma série de assassinatos começa a ocorrer que seus poderes são colocados à prova: ela sabe que alguém que ama poderá ser o próximo.
Para a jovem, não há dúvidas. Ser a Escolhida é fácil. Difícil mesmo é fazer as escolhas certas.
Uma verdadeira ode à clássica série Buffy, a Caça-Vampiros, escrita por uma de suas mais respeitáveis fãs – a autora best-seller Kiersten White. Os que se iniciam agora no buffyverso terão um novo e irresistível mundo a ser explorado; os fãs de longa data, um deleite que respeita todos os detalhes do legado e expande o universo da lendária Buffy.

💕 Quotes & Citações - Um Estranho Sonhador 💕

24 de agosto de 2019


Olá pessoal, voltei com mais uma seleção de Quotes & Citações, dessa vez vou trazer o meu queridinho dos últimos tempos, o lançamento da Universo dos Livros, Um Estranho Sonhador.
Aqui no blog já temos não somente a resenha, mas também, uma leitura coletiva com ele, caso queiram ver o que falamos dele, basta clicar na imagem abaixo.




Como sempre, vou colocar a citação e um pouco de como me senti ao ler, eu normalmente quando leio e escolho uma citação no mesmo momento acabo escrevendo como me sinto, para depois compartilhar com vocês.

Shrestha (SHRES-thuh) substantivo Quando um sonho se transforma em realidade – mas não para o sonhador. Arcaico; de Shres, o deus bastardo da sorte, que se acreditava punir os suplicantes por oferendas inadequadas, concedendo o desejo de seu coração a outra pessoa.

Assim que começa esse livro, e só por essa palavra e definição a autora já nos mostra um pouco do que podemos esperar nesse livro lindo.

“Proíba um homem de alguma coisa e ele a anseia como a salvação de sua alma, ainda mais quando aquela coisa é a fonte de riquezas incomparáveis.”


A autora Laini Taylor, tem uma escrita bem poética não acham? Eu fiquei fascinada com a verdade dessa frase, e senti um arrepio ao ler, já imaginando os problemas que Lazlo iria enfrentar.

“Não havia mais camelos, mais homens, mais maravilhas, e não havia mais histórias. Nunca mais. Essa foi a última que se ouviu sobre a cidade proibida, a cidade invisível, a cidade perdida, e esse foi o mistério que abriu a mente de Lazlo como uma porta.”

Quando temos um sonho, algo que nos alimenta e nos mantem vivo, em meio a situações de vida tão triste como é o caso de Lazlo, e isso é tirado de nós dá uma tristeza... pobre criança que perdeu algo importante, mas mesmo assim está tentando seguir em frente.

“A Grande Biblioteca não era um mero lugar para guardar livros. Era uma cidade murada para poetas e astrônomos e toda gama de pensadores entre eles. Ela abarcava não só os vastos arquivos, mas a universidade também, além de laboratórios e estufas, salas de cirurgia e salas de música, e até um observatório celeste. Tudo isso ocupava o que havia sido o palácio real”

Que lugar mágico...

“– A biblioteca tem uma mente própria – o velho Mestre Hyrrokkin disse-lhe, levando-o de volta pelas escadas secretas. – Quando ela rouba um menino, nós permitimos que ela o guarde.”

Acho que também fui roubada por uma biblioteca uns 30 anos atrás...

“Acreditava em magia, como uma criança, e em fantasmas, como um camponês.”

E quem não acredita?

“Lazlo era sonhador de uma forma mais profunda do que sequer imaginavam. Em outras palavras, ele tinha um sonho – um sonho persistente e que o guiava, era parte de si como uma segunda alma dentro da pele. A paisagem de sua mente era toda devotada ao sonho.”

Que descrição mais linda... tem como não se encantar por alguém descrito dessa forma?

“– A vida não vai simplesmente acontecer a você, garoto – disse ele. – Você tem de fazer acontecer a vida. Lembre-se: o espírito fica preguiçoso quando negligencia as paixões.”

Ou seja, sai e viva a vida, e não somente fique lendo sobre ela... importante dizer que isso é muito real...

“Era impossível, é claro. Mas quando é que isso impediu qualquer sonhador de sonhar?”

Nunca!

“Pode não parecer nada – ou pior, pode ser uma surpresa que ele só tenha dito isso uma vez em todos aqueles anos. Mas Lazlo sabia que garotos como aquele eram treinados a apenas dar ordens, e quando Thyon ergueu os olhos do tratado e falou aquela simples palavra, com seriedade e sinceridade –“obrigado”–, o bibliotecário brilhou de orgulho.”

Às vezes, algo simples como um obrigado, pode ser tão importante, por isso acredito que a gentileza é a base do que deveria mover a humanidade.

“– São apenas livros – disse a si mesmo. Apenas papel e tinta. Papel, tinta e anos. Papel, tinta, anos e seu sonho.”

Eu chorei aqui... não eram apenas livros...

“Este era o primeiro: que ele nunca encontraria provas de que a magia existe. O segundo: que ele nunca descobriria o que aconteceu em Lamento. O terceiro: que ele sempre seria tão sozinho quanto era agora.”

Esses medos são de partir o coração, principalmente o terceiro...

“Cinza como a chuva, você era, mas sua cor se tornou normal com o tempo.”
Hummmmm



“Amor que acende a alma como a primavera e a torna madura como o verão. Amor como raramente existe na realidade,”

Ah o amor... Laini é maravilhosa para o descrever.


“Nome roubado. Céu roubado. Filhos roubados. Anos roubados. O que os Mesarthim foram, Lazlo pensou, foram ladrões em uma escala épica.”

Terríveis...


“E é assim que você segue em frente. Você dá risada das partes sombrias. Quanto mais partes sombrias, mais você tem de rir. Com rebeldia, com despreocupação, com histeria, da forma como puder.

O importante é sobreviver e não desistir de seguir em frente.


Como podem ver eu ainda estou muito empolgada com esse livro, e ansiosa pelo segundo... Vem logo Musa dos Pesadelos... 


A Rosa do Inverno - Rawlings, 1 - Patricia Cabot

23 de agosto de 2019

Título: A Rosa do Inverno - Rawlings, 1
Autor: Patricia Cabot
Páginas: 416
Ano: 2019
Editora: Essência
Gênero: Romance de Época
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon
Nota:  
Sinopse: Uma única coisa separava Edward, lorde de Rawlings, e uma vida de devassidão libertina: uma solteirona. Pior ainda, a filha altamente educada e superprotegida do vigário – além de guardiã do jovem Jeremy, o verdadeiro herdeiro do título que Edward não queria. Se Jeremy não assumisse o ducado, Edward deveria assumi-lo, aceitando um destino de extrema responsabilidade e tédio absoluto.

Como nunca houve uma mulher que não pudesse encantar, Edward tinha certeza de que conquistaria a cinquentona. Mas Pegeen MacDougal não era nem velha nem moça – era toda mulher, com uma língua afiada, olhos verdes infernais e uma sensualidade que o deixava louco.

Pegeen sabia que poderia resistir ao dinheiro de Edward, a seu poder, a sua posição... a seu mundo inteiro. Foi o seu beijo, no entanto, que se mostrou sua ruína.

Em A rosa do inverno Patricia Cabot nos fala de uma paixão arrebatadora e indevida, de destino e de escolha. Mas, sobretudo, é uma história que levanta o debate sobre a condição feminina, o papel, os desejos e os temores de uma mulher ao confrontar o instinto de se entregar a um homem e a decisão de manter sua independência.

Amante Meu - Irmandade da Adaga Negra, 8 - J.R Ward

22 de agosto de 2019

Título: Amante Meu - Irmandade da Adaga Negra, 8
Autor: J.R Ward
Páginas: 608
Ano: 2012
Editora: Universo dos Livros
Gênero: Erótico, Fantasia, Ficção, Literatura Estrangeira, Romance
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon
Nota:   
Sinopse: Nas sombras da noite em Caldwell, Nova York, desenrola-se uma furiosa guerra entre vampiros e seus assassinos. Há uma irmandade secreta, sem igual, formada por guerreiros vampiros defensores de sua raça.
John Matthew já percorreu um longo caminho desde que foi encontrado vivendo entre os humanos, quando sua natureza vampírica ainda era desconhecida. Recolhido pela Irmandade, ninguém poderia adivinhar qual a sua verdadeira história ou a sua real identidade: uma encarnação de Darius. E John terá de recorrer a essa personalidade em uma luta sem precedentes para saciar sua sede de vingança.
A bela Xhex tem lutado a todo custo contra a atração que sente por John, pois já viu a loucura consumir o amor uma vez, quando um macho se deparou com a escuridão de sua vida dupla. Mas o destino provará aos dois que o amor é inevitável para as almas gêmeas.

Luz, Câmera, Ação!!! The Last Kingdom

21 de agosto de 2019

Diretor ou produtor: Chrissy Skinns
Ano Início: 2015
Ano do Término: Em andamento
Temporadas: 4
Gênero: Ação, Drama, Romance
Elenco: Alexander Dreymon, David Dawson, Tobias Santelmann, Emily Cox, Adrian Bower, Thomas W. Gabrielsson, Joseph Millson, Simon Kunz, Harry McEntire, Helen Monks, Charlie Murphy, Rune Temte, Brian Vernel, Amy Wren, Matthew MacFadyen, Ian Hart
Nota: 
Sinopse: The Last Kingdom é uma série de televisão histórica baseada no livro Crônicas Saxônicas de Bernard Cornwell. A série estreou em 10 de outubro de 2015 na BBC America, e no Reino Unido na BBC Two em 22 de outubro de 2015. A segunda temporada da série foi co-produzida pela Netflix após a saída da BBC America, começou a transmitir na BBC Two no Reino Unido.
A série é ambientada em 872, quando muitos dos reinados que hoje compõem a Inglaterra caíram nas mãos dos vikings. Sob o comando do Rei Alfredo, o Grande, o Reino de Wessex é o único que resiste aos ataques. Em uma mistura de heroísmo, política, religião, coragem, amor, lealdade, e a eterna busca por identidade, a série mistura figuras reais que fazem parte da História com eventos e personagens fictícios.
A história acompanha o jovem Uhtred, um nobre que perdeu os pais em um dos ataques viquings. Levado e criado por eles, Uhtred cresce e se torna um guerreiro. Mais tarde, ele parte com a missão de conquistar as terras onde nasceu. Enquanto isso, o Rei Alfredo enfrenta problemas políticos e religiosos para unificar os reinos e transformá-lo no que hoje é a Inglaterra.