Luz, Câmera, Ação!!! Homem-Aranha no Aranhaverso

17 de fevereiro de 2019

Diretor ou produtor: Bob Persichetti, Peter Ramsey
Ano (filmes): 2019
Gênero: Animação, Aventura
Elenco: Shameik Moore, Jake Johnson (XVI), Hailee Steinfeld.
Nota: 
Sinopse:
Miles Morales é um jovem negro do Brooklyn que se tornou o Homem-Aranha inspirado no legado de Peter Parker, já falecido. Entretanto, ao visitar o túmulo de seu ídolo em uma noite chuvosa, ele é surpreendido com a presença do próprio Peter, vestindo o traje do herói aracnídeo sob um sobretudo. A surpresa fica ainda maior quando Miles descobre que ele veio de uma dimensão paralela, assim como outras versões do Homem-Aranha.

Love Is In The Air (Londres) - Eva Zooks, Tamires Barcellos, Catarina Muniz e Paula Scott

16 de fevereiro de 2019

Título: Love Is In The Air I: Londres
Autor: Eva Zooks, Tamires Barcellos, Catarina Muniz e Paula Scott
Páginas: 264
Ano: 2017
Editora: Ler Editorial
Gênero: Contos Eróticos
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon
Nota:   
Sinopse: Ah, o Amor! As dificuldades, os calafrios, os encontros inesperados, os pensamentos loucos...
Nos quatro contos de Love is in the air você vai conhecer lindas histórias, românticas e quentes, sobre esse sentimento cheio de altos e baixos.
Eva Zooks, Tamires Barcellos, Catarina Muniz e Paola Scott apresentam contos ambientados em Londres — a terra da Rainha, do chá e de cenários incríveis — para você se apaixonar como nunca antes..

Quotes: Fernão Capelo Gaivota - Richard Bach

15 de fevereiro de 2019

Olá, bom dia!!!!

Falando com uma amiga sobre livros preferidos da vida, lembrei de uma leitura que fiz a muitos anos atrás e que, na época, não alcancei o verdadeiro significado desta obra... em 2017 eu o reli em um projeto de Livro Viajante e fiquei apaixonada pela profundidade das palavras ali expostas.

Tanto que marquei vários quotes dele e hoje vim aqui para compartilhar isso com vocês, espero que gostem!!!!!!



"Para essa gaivota, porém, o que importava não era a comida, mas o vôo."

"Desejou, debilmente, que seu peso pudesse ser exatamente o necessário para puxá-lo devagar para o fundo e acabar com aquilo tudo."


"Deste momento em diante, jurou, seria uma gaivota normal. E essa decisão deixaria todos mais felizes (...) Mas, não, pensou, estou farto de ser o que sou, estou farto de tudo que aprendi. (...) Não haveria mais laços, a partir deste momento, com a força que o impulsionara a aprender; não haveria mais desafios e nenhum outro fracasso."

"Aprendeu a voar e não se arrependeu pelo preço pago. Fernão Gaivota descobriu que o tédio, o medo e a raiva são as razões pelas quais é tão curta a vida das gaivotas, e, com essas limitações longe de seus pensamentos, viveu, na verdade, uma longa vida."

"... porque você aprendeu. Um estudo terminou e chegou a hora de começar outro. Como havia luzido para ele durante toda a vida, a compreensão iluminou-o naquele momento. Tinham razão. Ele podia voar mais alto e era hora de voltar para casa."

"Você tem ideia de quantas vidas tivemos de viver antes de nos ocorrer a primeira ideia de que há mais na vida do que comer, brigar, ou ter poder no Bando. Mil vidas, Fernão, dez mil! E, depois, mais cem vidas até que começamos a aprender que há algo como perfeição, e mais outros cem anos antes de nos ocorrer a ideia de que nossa finalidade em viver é encontrar e ostentar essa perfeição. A mesma regra se aplica agora a nós, claro: escolhemos nosso próximo mundo por meio do que aprendemos neste aqui. Nada aprenda e o próximo mundo será como este, com todas as mesmas limitações e pesos de chumbo para superar (...) Você, no entanto, Fernão, aprendeu tanto em uma única vez que não teve que passar por mil vidas para chegar a esta."


"O céu não é um lugar e também não é um tempo. O céu é um ser perfeito."

"Todo número é um limite, e a perfeição não tem limites. A velocidade perfeita, meu filho, é estar lá."

"As gaivotas que desprezam a perfeição e se concentram na viagem não vão a lugar algum, devagar. As que esquecem a viagem e se concentram na perfeição vão a qualquer lugar, instantaneamente."

"O macete era saber que sua verdadeira natureza viva, tão perfeita como um número não escrito, em toda a parte e ao mesmo tempo no espaço e no tempo."

"Se nossa amizade depender de coisas como espaço e tempo, então, quando dominarmos os dois, teremos destruído nossa fraternidade! Mas supere o espaço e tudo que nos sobra é o Aqui. Supere o tempo e tudo que nos sobra é o Agora. E entre o Aqui e o Agora, você não acha que a gente pode se ver de vez em quando?"


"Temos liberdade para ir aonde quisermos e ser o que somos."

"Você tem liberdade de ser você mesmo, seu verdadeiro ser, aqui e agora, e nada pode detê-lo. Esta é a Lei da Grande Gaivota, a Lei que É."

"A única verdadeira lei é a que leva à liberdade."

"... apego ao formalismo e às superstições daqueles que preferiam ir atrás de desculpas para o fracasso em vez de trabalhar árduo para atingir a excelência."

"Milhões de cascalhos não poderiam fazer de mim um santo, se eu não merecesse."

"Ela tinha noção daquilo que eu me recusava a aceitar: que os poderes dos governantes e dos nossos rituais aos poucos, lentamente, iriam matar nossa liberdade de viver da forma como queremos."





Memória Falsa - Trilogia Falsa, 1 - Dan Krokos

Título: Memória Falsa - Trilogia Falsa, 1
Autor:  Dan Krokos
Páginas: 320
Ano: 2015
Editora: V&R Editoras
Gênero: Ficção Científica
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon
Nota: 
Sinopse:
Miranda acorda sozinha em um banco do parque, sem memória. Em pânico, ela libera uma energia misteriosa que incita puro terror em todos ao seu redor. Exceto Peter, um menino que não está de todo surpreso com a capacidade chocante de Miranda. Deixada sem escolha a não ser confiar neste estranho, Miranda descobre que ela foi treinada para ser uma arma e fazer uma parte de uma força de elite de adolescentes geneticamente alterados que possuem habilidades de combate impecável e poderes fortes o suficiente para destruir uma cidade. Mas ajustar à sua antiga vida não é fácil, especialmente com Noah, o namorado que ela não consegue lembrar que ama. Quando Miranda descobre uma verdade sombria sua equipe precisa fugir. De repente, seu passado não parece importar quando não se pode ter certeza de um futuro...

A Bruxa Não Vai Para a Fogueira Neste Livro - Amanda Lovelace

14 de fevereiro de 2019

Título: A Bruxa Não Vai Para a Fogueira Neste Livro
Autor: Amanda Lovelace
Páginas: 208
Ano: 2018
Editora: Leya
Gênero: Poesia norte-americana. Autorrealização (Psicologia) em Mulheres - Poesia. Mulheres - Poesia.
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon
Nota: 
Sinopse: Aqueles que consideram “bruxa” um xingamento não poderiam estar mais enganados: bruxas são mulheres capazes de incendiar o mundo ao seu redor. Resgatando essa imagem ancestral da figura feminina naturalmente poderosa, independente e, agora, indestrutível, Amanda Lovelace aprofunda a combinação de contundência e lirismo que arrebatou leitores e marcou sua obra de estreia, A princesa salva a si mesma neste livro, cujos poemas se dedicavam principalmente a temas como relacionamentos abusivos, crescimento pessoal e autoestima. Agora, em A bruxa não vai para a fogueira neste livro, ela conclama a união das mulheres contra as mais variadas formas de violência e opressão. Ao lado de Rupi Kaur, de Outros jeitos de usar a boca e O que o sol faz com as flores, Amanda é hoje um dos grandes nomes da nova poesia que surgiu nas redes sociais e, com linguagem direta e temática contemporânea, ganhou as ruas. Seu A bruxa não vai para a fogueira neste livro é mais do que uma obra escrita por uma mulher, sobre mulheres e para mulheres: trata-se de uma mensagem de ser humano para ser humano – um tijolo na construção de um mundo mais justo e igualitário.