Resenha: Alta Fidelidade - Nick Hornby

Autor:Nick Hornby
Páginas:312
Ano:2013
Editora:Companhia das Letras
Gênero:Literatura pop, Contemporânea
Adicione: Skoob
Onde Comprar:Livraria Cultura
Nota:      
Sinopse: Rob é um sujeito perdido. Aos 35 anos, o rompimento com a namorada o leva a repensar todas as esferas da vida: relacionamento amoroso, profissão, amizades. Sua loja de discos está à beira da falência, seus únicos amigos são dois fanáticos por música que fogem de qualquer conversa adulta e, quanto ao amor, bem, Rob está no fundo do poço. Para encarar as dificuldades, ele vai se deixar guiar pelas músicas que deram sentido à sua vida e descobrir que a estagnação não o tornou um homem sem ambições. Seu interesse pela cultura pop é real, sua loja ainda é o trabalho dos sonhos e Laura talvez seja a única ex-namorada pela qual vale a pena lutar.

Resenha: Eleanor & Park - Rainbow Rowell

Autor: Rainbow Rowell
Páginas: 325
Ano: 2014
Editora: Novo Século
Gênero: Ficção Contemporânea
Adicione: Skoob
Onde Comprar:  AmericanasSaraiva, Submarino
Nota:         

Sinopse:Eleanor & Park é engraçado, triste, sarcástico, sincero e, acima de tudo, geek. Os personagens que dão título ao livro são dois jovens vizinhos de dezesseis anos. Park, descendente de coreanos e apaixonado por música e quadrinhos, não chega exatamente a ser popular, mas consegue não ser incomodado pelos colegas de escola. Eleanor, ruiva, sempre vestida com roupas estranhas e "grande" (ela pensa em si própria como gorda), é a filha mais velha de uma problemática família. Os dois se encontram no ônibus escolar todos os dias. Apesar de uma certa relutância no início, começam a conversar, enquanto dividem os quadrinhos de X-Men e Watchmen. E nem a tiração de sarro dos amigos e a desaprovação da família impede que Eleanor e Park se apaixonem, ao som de The Cure e Smiths. Esta é uma história sobre o primeiro amor, sobre como ele é invariavelmente intenso e quase sempre fadado a quebrar corações. Um amor que faz você se sentir desesperado e esperançoso ao mesmo tempo.

Resenha: As melhores histórias de Viagens no Tempo - Vários Autores

Autor: Vários Autores
Páginas: 464
Ano: 2016
Editora: Jangada
Gênero: Ficção científica norte-americana
Adicione: Skoob
Onde Comprar: AmericanasSaraiva
Nota:                      
Livro Cedido Pela Editora
Sinopse: Dentre as temáticas do universo sci-fi, nenhuma delas é tão popular, envolvente e plural quanto as viagens no tempo. Esta coletânea reúne, em um único volume e pela primeira vez no Brasil, dezoito contos de alguns dos gigantes do universo sci-fi, abrangendo cinco décadas, de 1940 a 1990, e incluindo desde Um Som de Trovão, de Ray Bradbury, que inspirou o nome da famosa teoria do Efeito Borboleta, até Ursula K. LeGuin, em Outra História ou um Pescador do Mar Interior, ou mesmo uma ideia impensável, como no conto do premiado Jack Dann Inversão do Tempo, que propõe respostas surpreendentes para uma pergunta perturbadora: e se todos viajassem no tempo, menos você? 




Resenha: 

Esse livro reune diversos contos de vários autores consagrados de ficção científica. Alguns, poucos, eu conheço, bem como a Ursula K Le Guin, Arthur C. Clarke, Ray Bradbury, enfim entre tantos, só alguns mesmo.

Antes de começar os contos temos uma breve introdução de um dos organizadores do livro e que também são escritores de ficção científica.

Cada história é bem diferente, não só no tamanho, mas também se é no passado, no presente ou até no futuro...rsrsrs

Aqui vai o resumo dos contos que eu realmente gostei.

Ontem foi Segunda-feira:

Viajar no passado e descobrir que o passado não existe mais é um tema popular do gênero. "Ontem foi Segunda-feira", um de seus contos mais reimpressos, é também uma das primeiras histórias de viagem no tempo publicadas após a era pulp, onde a ênfase não indica tanto na ciência quanto na estranheza. Nela, o sentimento do surreal é captado com perfeição. O fato de o protagonista ser uma pessoa comum, e não um cientista ou inventor, que acorda em seu próprio passado constitui uma mescla inusitada de viagem no tempo e fantasia.

Estou com medo:

É um dos clássicos de Finney, a história de um homem comum (como em muitas de suas obras) às voltas com um episódio de terror espacial que o leva à única saída possível. Como em muita ficção especulativa da década de 1950, a ênfase não recai tanto em explicações técnicas ou teorias científicas quanto na evocação das atitudes e do cenário. Essa talvez seja a razão pela qual o silenciou clima de terror se entretece completamente com o tema da história: a saber, que não existe explicação para os acontecimentos descritos.

Um Som de Trovão:

Foi uma das primeiras histórias a extrapolar um evento do passado que muda o futuro de um modo inimaginável. Se uso da famosa borboleta tem um corolário na Teoria do Efeito Borboleta, postulada inicialmente em 1963 e aperfeiçoada em 1972, embora as asas de seu inseto tenham tido um efeito bem mais permanente no universo de sua histórias.

A Nave da Morte:

Um tema muito explorado nas histórias de viagens no tempo é o do protagonista que encontra a si mesmo no futuro ou no passado. "A Nave da Morte", de Matheson, leva a ideia um passo adiante, fazendo os heróis exploradores do espaço do conto se depararem com eles próprios num tempo futuro perigoso. Essa história foi um dos episódios da série televisiva original Twilight Zone, em 1963, com Jack Klugman e Ross Martin no papel de dois dos astronautas.

Rainbird:

É uma das primeiras histórias de R. A. Lafferty, mas já mostra as amplas influências que moldariam sua ficção futura. A ideia de voltar ao passado para "corrigir" enganos que seriam cometidos pela pessoa raramente foi explorada com tanta vivacidade e imagincação quanto na aventura de Rainbird e seu "retrogressor". Lafferty, é claro, também tece um comentário oblíquo sobre o que pode acontecer quando alguém decide mexer demais com o passado.

Projeto de Aniversário:

É uma das poucas histórias, nesta coletânea, que descrevem uma viagem ao futuro - viagem que, nas mãos de Joe Haldeman, se torna realmente fascinante. Como foi publicada em 1975, os acontecimentos então recentes da Coreia, Vietnã e anos seguintes desempenham um papel surpreendente no desenrolar da trama, embora a maior parte da ação ocorra um milhão de anos no futuro.

Outra História:

Que se passa no mundo de seu ciclo Hainish, é uma chave apropriada para fechar este livro, com a ideia de viagem no tempo veiculada por meio de um tema comum de Ursula K Le Guin, o do folclore local. Ela combina elementos do passado, do presente e do futuro numa visão homogênea que também, como muitas destas histórias fizeram, explora um sonho longamente acariciado pelos homens: a capacidade de voltar e corrigir os erros cometidos.

Esses foram os contos que gostei, que achei a história concisa e muito bom. Creio que para quem gosta de ficção científica vai amar muitos dos contos e sim eu recomendo muito. Cada história é única e passa o que cada autor que nos mostrar.

LANÇAMENTO - DARKLOVE


Muitas guerras começam dentro de nós.

Este é um daqueles romances que você lê com um nó no peito, sorrisos no rosto e lágrimas nos olhos entre um parágrafo e outro. Uma obra sobre as muitas batalhas que precisamos vencer para conquistar um lugar no mundo.

Combinando a ternura de Em Algum Lugar Nas Estrelas, outro título da coleção DarkLove, com a realidade angustiante de O Diário de Anne Frank, A GUERRA QUE SALVOU A MINHA VIDA apresenta uma perspectiva da Segunda Guerra Mundial vista pelos olhos de uma menina que se transforma em refugiada no seu próprio país. Mais uma oportunidade perfeita para emocionar corações de todas as idades e relembrar os valores do companheirismo e da amizade em todos os momentos da nossa vida.


Autor: Kimberly Brubaker Bradley
Páginas: 240
Ano: 2017
Editora: DarkSide Books
Adicione: Skoob
Sinopse: Ada tem dez anos (ao menos é o que ela acha). A menina nunca saiu de casa, para não envergonhar a mãe na frente dos outros. Da janela, vê o irmão brincar, correr, pular – coisas que qualquer criança sabe fazer. Qualquer criança que não tenha nascido com um “pé torto” como o seu. Trancada num apartamento, Ada cuida da casa e do irmão sozinha, além de ter que escapar dos maus-tratos diários que sofre da mãe. Ainda bem que há uma guerra se aproximando.
Os possíveis bombardeios de Hitler são a oportunidade perfeita para Ada e o caçula Jamie deixarem Londres e partirem para o interior, em busca de uma vida melhor.
Kimberly Brubaker Bradley consegue ir muito além do que se convencionou chamar “história de superação”. Seu livro é um registro emocional e historicamente preciso sobre a Segunda Guerra Mundial. E de como os grandes conflitos armados afetam a vida de milhões de inocentes, mesmo longe dos campos de batalha. No caso da pequena Ada, a guerra começou dentro de casa.
Essa é uma das belas surpresas do livro: mostrar a guerra pelos olhos de uma menina, e não pelo ponto de vista de um soldado, que enfrenta a fome e a necessidade de abandonar seu lar. Assim como a protagonista, milhares de crianças precisaram deixar a família em Londres na esperança de escapar dos horrores dos bombardeios.
Vencedor do Newbery Honor Award, primeiro lugar na lista do New York Times e adotado em diversas escolas nos Estados Unidos.

Resenha: Dupla Face - Rodrigo Marques

Autor: Rodrigo Marques
Páginas: 127
Ano: 2015
Editora: Autografia
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Autografia
Nota:                      
Sinopse: Daiana conhece Zinho, o novo amigo de seu irmão, e acaba se envolvendo bem mais que esperava e passa a ficar intrigada com o seu jeito misterioso. Embora não soubesse nada da vida do rapaz, sente-se despertada para uma paixão maior do que seu temor das reais intenções dele. Zinho agita a vida rotineira de Daiana, virando tudo ao avesso. A dúvida sobre o caráter dele a faz se sentir culpada por estar tão atraída. A recatada menina tenta decifrá-lo enquanto problemas familiares, até então adormecidos, são despertados.