Amante Vingado - Irmandade da Adaga Negra, 7 - J.R.Ward

7 de agosto de 2019

Título: Amante Vingado - Irmandade da Adaga Negra, 7
Autor: J.R.Ward
Páginas: 720
Ano: 2011
Editora: Universo dos Livros
Gênero: Erótico, Fantasia, Ficção, Literatura Estrangeira, Romance
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon
Nota:     
Sinopse: Nas sombras da noite de Caldwell, Nova York, desenvolve-se uma furiosa guerra entre os vampiros e os seus assassinos. Há uma Irmandade secreta, sem igual, formada por guerreiros vampiros defensores de sua raça. Enquanto eles defendem seu clã dos redutores, a lealdade de um vampiro especial será posta a prova - e sua perigosa natureza será revelada...
Rehvenge sempre manteve distância da Irmandade, pois guarda um letal segredo que poderia fazer dele uma arma na guerra contra os redutores. E enquanto as conspirações dentro e fora da Irmandade ameaçam revelar a verdade sobre o ele, Rehv se aproximará da única luz que clareia seu mundo de escuridão e jogos de poder, Ehlena, uma vampira que nunca conheceu a corrupção e traição... é a única que pode salvá-lo da destruição eterna.


Resenha:

“– Já ouviu falar em septicemia?
– Aquela banda independente? Claro, mas não poderia imaginar que você tivesse ouvido falar dela.
Ela lhe lançou um olhar. – Septicemia é uma infecção grave do sangue.
– Hum, poderia se inclinar sobre a escrivaninha e desenhar para mim um quadro explicativo? – seus olhos vagaram, descendo pelas pernas. – Acredito que isso seria… muito educativo.
Se qualquer outro macho tivesse se saído com uma dessas, ela teria esbofeteado até ele ver estrelas. Infelizmente, quando era aquela voz celestial que falava e aquele olhar penetrante de ametista que percorria seu corpo, não se sentia ofendida.
Sentia-se acariciada por um amante.
...
– Continue assim e logo estarei nu.
Ehlena afastou rapidamente o olhar e desejou com todas as suas forças poder considerá-lo desprezível. Certamente seria bom poder se injetar uma dose de indignação que lhe ajudasse a defender-se dele.
– Sabe, não sou tímido – disse com uma voz grave tão sua. – Pode olhar se quiser.
– Não, obrigada.
– Pena – acrescentou em um tom mais obscuro. – Não me importaria que me olhasse.”
Esta é a nossa sétima resenha da série Irmandade Da Adaga Negra, da autora J.R Ward, publicada pela editora Universo dos Livros, por se tratar de uma série de livros, nesta resenha contem spoilers dos livros anteriores, todos já resenhados aqui no blog, para ler elas basta clicar nas fotos abaixo:




Após os acontecimentos revolucionários do sexto livro, temos novas dinâmicas na mansão, a presença constante de algumas escolhidas, e sem contar o retorno do irmão e comandante da adaga negra Tohr, cujo desespero e dor pela perda de sua shellan o devastaram...

Porém, nada disso é o foco principal desse livro e sim, o personagem Rehvenge, o macho que comanda não somente uma boate, seu comercio sexual ilegal e sim o trafico de droga na cidade, e é nada menos que o irmão mais velho de Bella, shellan do irmão z, e para fechar com chave de ouro, ele é um mestiço!

“Rehv – ou Reverendo, como lhe chamava a clientela humana – era um senhor das drogas e cafetão que não dava a mínima para a maioria das pessoas. O que significava que era capaz de fazer qualquer coisa que quisesse e fazia isso com freqüência.”

Como eu disse anteriormente a mitologia criada pela autora para os vampiros é bem complexa, e cheia de castas e raças, uma delas são os sympathos, ou como são chamados freqüentemente os Devoradores De Pecados. Vampiros, cujos poderes diferem dos demais vampiros, e cujas habilidades os tornaram páreas e temidos por todos. Os sympathos, tem não somente outro rei a quem servem, de sua própria espécie, como se encontram obrigados a ficarem na colônia sympatho, presos, longe e proibidos de contatos com a sociedade. É um crime abrigar um sympatho.

“A questão com os sympathos é que eles adoram muito a maldade em si mesmos para que os outros possam confiar neles.”

Podem achar isso um pouco drástico, porém, para quem já leu os livros até aqui sabem, que eles foram responsáveis, por sequestros de fêmeas, que eles buscam para satisfazer suas necessidades sexuais e de procriação; manipulação de emoções e outros delitos.

Mas se algo que aprendemos nessa vida é que a espécie ou raça de alguém, não dita a sua personalidade, honra ou comanda totalmente a bondade em seus corações.

“Todos os reis são cegos. Os bons enxergam isso e utilizam mais que sua visão para governar.”

Rehv é um grande exemplo de macho, apesar de suas ações e trabalhos escusos, em seu cerne é um macho honrado que faz o que é necessário para proteger sua mãe, sua irmã e seu circulo próximo de amigos.

Seu circulo de confiança é formada pela Xhex, sua amiga, confidente e com quem ele sempre pode contar e vice e versa, seus seguranças pessoais, os gêmeos sombras (outra subdivisão da raça vampira, extremamente poderosa) Trez e iAm, os três são os únicos que conhecem os segredos e motivações pessoais de Rehv, para fazer o que faz e são de uma lealdade inabalável. As outras três mulheres da vida dele, são suas mãe, irmã e sobrinha.

Ele se tornou aos poucos um dos mais fortes aliados da irmandade e sempre se mostrou disposto a oferecer sua proteção a quem precisou. Afinal, ele inclusive ofereceu sua casa a Phury, para viver com sua shellan e as escolhidas após a reviravolta que Phury criou, libertando elas da servidão a Virgem Escriba.

“Em alguns momentos da vida, entre a miríade de decisões corriqueiras como o que comer, onde dormir e o que vestir, surge uma verdadeira encruzilhada. Nesses momentos, quando a névoa da aparente irrelevância surge e o destino requer o livre-arbítrio, existem apenas duas opções, a da esquerda ou a da direita… Não é possível forçar e seguir em frente entre os dois caminhos, não é possível negociar com a escolha que lhe é imposta. Você deve responder ao chamado e escolher seu caminho. E não há volta.”

Nesse livro vamos conhecer melhor sua história, desde a tristeza de sua concepção, e os sacrifícios que fez para manter o segredo de sua real origem.

É em uma situação de fragilidade física, que ele conhece Ehlena, enfermeira da clínica onde ele se trata: das feridas causadas pela pessoa que o chantageia a vinte e cinco anos, e onde consegue as drogas que usa para amortecer seus poderes sympathos.

Ehlena, é uma das fêmeas mais queridas da série, ela é batalhadora, dedica sua vida não somente a ajudar a quem precisa na clinica como também a cuidar do seu pai. Ela é a uma das única enfermeiras que aceita tratar Rehvenge e não se intimida com ele e sua postura de mafioso.

“Tocá-lo era sempre uma experiência estranha, e esfregou a mão no quadril para se preparar. Não ajudou. Como sempre, quando entrou em contato com seu pulso, a corrente que subia pelo braço correu até aterrissar em seu coração, fazendo que a maldita coisa pulsasse até que as batidas lhe obrigassem a respirar fundo.”

O relacionamento entre eles é maravilhoso, o elo é construído aos poucos e as conversas entre eles são as melhores. Porém, são um casal que elevou o poder do vinculo, afinal...
Não falarei mais deixa para que leiam e conheçam a forma envolvente que eles se apaixonaram e mudaram a vida um do outro.

São uns dos meus casais favoritos, e gosto muito de como o relacionamento deles tem um toque de humor, e mesmos as conversas mais profundas e sentimentais, tem um ar de leveza.

“Às vezes, sem aviso, alguém alcança esse lugar quieto onde você passa seu tempo sozinho e muda a forma como vê a si mesmo.”

O romance deles, é a trama principal, porém este livro, tem além da trama secundária, uma terciária. Enquanto eles se apaixonam, Rehv precisa também lidar com sua inimiga e chantagista, a princesa sympatho, que exige cada vez mais dele, para manter o segredo de Rehv e de Xhex, longe do conhecimento publico. Em contrapartida, temos uma evolução na luta contra a sociedade redutora.



Omega, agora possui ao seu lado, seu próprio filho, criado em resposta a profecia do destroyer, e Lash, provando que a maldade que jazia dentro dele era muito pior do que imaginávamos, é um inimigo a altura da irmandade. Desde o terceiro livro, não tivemos uma real ameaça a irmandade como ele.

Criado com os vampiros, ele sabe exatamente como atingir para causar mais estragos, e isso vai redefinir a luta contra os irmãos, e trazer muitas desgraças.

O final desse livro tem um ritmo frenético e mesmo a vitoria, parece amarga ao percebermos o que foi perdido.

Ou seja, amante vingado, traz a vingança e luta pela liberdade e muita ação, amores sendo forjados, elos sendo quebrados e muito sangue derramado. Para agradar aos faz de romance e ação. Um livro bem intenso, com casais maravilhosos.

Como já rotineiro, nesse livro tem o gancho para o próximo, que terá foco no macho John Matthew, filho adotivo de Tohr e da fêmea por quem se apaixona, a melhor amiga e braço direito de Rehv, a meia sympatho Xhex, uma das guerreiras mais fantásticas da série.
E é com esse livro que eu volto na próxima resenha.
Até lá.

7 comentários

  1. Acho que já mencionei que cada vez que leio uma resenha desta saga, olho pro meu filho único na estante..rs
    Só tenho o primeiro livro, então me nego a ler ele até que tenha todos(e olha que são livros hein?) mas a cada nova resenha, a gente vai percebendo que a autora trouxe não somente um universo intenso de vampiros, castas e jeitos, mas também colocou romances e brigas, muitas disputas entre clãs e afins!
    Acho que por isso, os livros podem até parecer grandes, mas passam tão rápido que nenhum leitor se dá conta disso!
    Espero de coração ainda ter mais livros para começar a ler todos!
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha eu tô torcendo muito para mais livros dessa série surgirem aí!
      Beijos

      Excluir
  2. Olá! Mas gente esses “...” me deixaram aqui em cólicas! Ainda falta um pouquinho para eu chegar nesse livro, mas depois dessa resenha até bateu vontade de dar uma furada na fila (risos). Mas são tantos personagens e tantos acontecimentos importantes que eu tenho certeza que ia ficar perdida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Elizete
      Super te entendo.
      Rehvenge é um macho que te faz querer furar várias filas e quebrar regras!
      Mas ler fora de ordem pode te deixar perdida mesmo.
      Espero que logo tu possa conhecer esse vampirão de olhos de a ametista!
      Beijos

      Excluir
  3. Oiii ❤ A cada resenha lida sobre IAN, sinto que preciso começar essa série imediatamente, ainda mais por ela ter duas coisas que gosto muito juntas em livros: romance+ação,muitos de meus livros favoritos têm essa junção.
    Uma coisa que chama a minha atenção sobre essa série é que sempre tem um drama por trás da história dos personagens, sua personalidade parece bem trabalhada e a mitologia criada pela autora é sensacional, ainda mais por utilizar castas, coisa que nunca vi em outras obras que falam sobre vampiros.
    Achei legal que Rehv parece um personagem que se distingue um pouco de outros, pois tem essa coisa de ele comandar o tráfico e tudo mais.
    Elehna parece mesmo uma personagem incrível, já gostei dela por ter a coragem que outros não têm de tratar Rehv. Gostei de saber que o romance entre eles surge aos poucos e suas conversas têm leveza.
    Beijos ❤

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rayane
      Acho que tu irá amar esse livro.
      Tem de tudo! E o casal principal é maravilhoso!!!

      Beijos

      Excluir
  4. Olá! ♡ Adorei a resenha, preciso conhecer essa série o mais rápido possível. A cada resenha que leio minha curiosidade aumenta. Creio que vou gostar bastante desses livros, já que misturam romance e ação, para mim essa é uma combinação perfeita.
    Rehv parece um personagem bem intenso e parece se distinguir um pouco dos personagens dos livros anteriores. Mal vejo a hora de conhecê-lo.
    Logo de cara já gostei da Elehna, ela é batalhadora, tem um bom coração e não se intimida fácil, uma personagem maravilhosa com certeza! Também quero muito conhecê-la.
    Fiquei curiosa para saber mais sobre esses poderes symphatos.
    Enfim, a autora parece ter feito um ótimo trabalho nesse livro, como nos anteriores.
    Obrigada pela indicação! Beijo! ♡

    ResponderExcluir