A Hora das Bruxas I - A Saga dos Bruxos Mayfair - Anne Rice

21 de julho de 2020

Título: A Hora das Bruxas, Volume I
Autor: Anne Rice
Páginas: 492
Ano: 2009
Editora: Rocco
Gênero: Fantasia, Ficção, Horror, Literatura Estrangeira, Romance, Suspense e Mistério, Terror
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon
Nota:    
Sinopse: Em "A Hora das Bruxas", é narrada a saga de uma família que em quatro séculos vive entre feitiçaria e forças ocultas. A família Mayfair, é o ponto central de uma dinastia de bruxos, que cresceu e prosperou dedicando-se à magia negra. Entre os Mayfair, convive-se pacificamente com o incesto, os assassinatos e com o espírito meio divindade celta, meio demônio, chamado Lasher. O romance se desenrola cronologicamente para a frente e para trás, passando por Nova Orleans e São Francisco atuais e deslocando-se até o Haiti ou a um castelo na França de Luís XIV.

Resenha:



“Eu sou paciente. Vejo muito longe. Estarei bebendo o vinho, comendo a carne e conhecendo o calor de uma mulher quando de você não restarem nem os ossos.”

Olá pessoal, estamos imersos no Projeto Lendo Anne Rice por aqui, para dividir com vocês todas as maravilhosas estórias dos vampiros mais famosos de New Orleans.

Os livros da Anne Rice são publicados no Brasil pela Editora Rocco, e caso queiram ler as resenhas anteriores do projeto Lendo Anne Rice basta clicar nas imagens abaixo:


                           

                              
A última resenha foi do sexto livro das crônicas, o vampiro Armand...

Porém, Anne Rice é conhecida por ser uma das grandes autoras referenciais dentro da literatura sobrenatural, especialmente com livros vampirescos, ela vai mais além, com livros muito bem descritos e com personagens complexos, ela amplia e explora muito bem o mundo sobrenatural como um todo, vampiros, bruxas, paranormais, lobisomens etc... Muitas criaturas fantásticas. E tudo isso podemos ler em seus livros.

E nesse ponto temos as crônicas vampirescas se unindo de forma definitiva com os personagens do núcleo da bruxaria da autora.

A saga da família Mayfair em A Hora das Bruxas, que apenas com dois livros roubou meu coração e a posição de meus livros favoritos da rainha Anne Rice é intensa e soberba!

A trama foi dividida em dois livros aqui no Brasil, porém, é na realidade, uma historia única que alguns anos depois, foi expandida ganhando outros dois livros para complementar a saga: Lasher e Taltos.

Por acreditar que os acontecimentos nesses livros causam um impacto nos próximos das crônicas vampirescas, eu trarei as resenhas deles seguidas e depois voltamos aos vampiros e suas historias. Que incluirá os muitos Mayfairs.

A Hora das Bruxas é mais do que uma história sobre bruxas, acompanharemos nos volumes I e II a historia de uma família repleta de mulheres poderosas, que no decorrer de mais de 400 anos, precisaram enfrentar o inimaginável para sobreviver, e não somente sobreviver, pois elas são fortes, inteligentes e ambiciosas. Desejam que após tudo o que sofreram, possuam tudo o que podem sonhar. E sua ancestral foi a primeira a decidir que para viver realmente e não apenas existir, não haveria preço caro demais a ser pago. Unindo não somente a si mesma, mas todas as suas descendentes em um pacto com um misterioso espírito, ser que será o elo entre todas as bruxas da família, responsável tanto por ajudar suas preciosas bruxas, como atormentar todas as gerações da família.
O primeiro volume é apenas o começo de uma história repleta de magia negra, sortilégios e feitiços.






A Hora Das Bruxas I, começa nos apresentando Aaron Lightner, um membro do Talamasca – um grupo de estudo do paranormal que sempre observa a historia e participa de muitos momentos dos livros de Anne, que nesse livro para a minha imensa felicidade receberá a atenção devida –, ele está em New York coletando mais uma história de fantasma, quando eventos começam a atrair sua atenção para Michael Curry, um arquiteto talentoso que passa por uma experiência de quase morte, e após sobreviver ele adquire um dom, ao tocar em qualquer objeto ou superfície ele pode sentir este objeto, ver o passado. Isso o torna um recluso, quase enlouquecendo com seus novos dons. Por isso, Aaron, vai até ele com a proposta de ensiná-lo a lidar com seus poderes. E enquanto isso, Michael está lidando com suas próprias memórias da experiência traumatizante, e acredita que se encontrar a pessoa que o salvou tudo será explicado. 

É aqui que sua vida se mescla as das bruxas Mayfair, - mesmo que ele receba avisos para que não faça isso... – Rowan Mayfair, uma linda e brilhante cirurgiã, foi que ao passear com sua lancha em um dia de tempestade salvou a vida de Michael. Eles rapidamente se vêem atraídos um pelo outro. Só que tudo isso muda quando Rowan precisa ir para sua cidade natal e casa ancestral após a morte de sua mãe, uma mãe que ela nunca conheceu.

Rowan volta a New Orleans e descobre que além de perder sua mãe, e receber uma herança material, ela recebeu um espírito e legado.

“Sinto a escuridão junto a mim. Sinto a luz brilhando. E com a maior nitidez sinto o contraste entre as duas.”

É Aaron o grande personagem responsável por conduzir Rowan para o caminho de conhecer o legado de sua família, mostrando a ela, o que o Talamasca juntou nos últimos 400 anos sobre todas as bruxas e bruxos da família.

É a partir desse momento que a trama se divide em linhas temporais diferentes. Vamos conhecer a primeira bruxa Mayfair: Suzanne Mayfair e todas as bruxas de cada geração. Enquanto isso Rowan vai precisar aprender sobre quem ela é.

O primeiro volume vai ate Stella, a bruxa da família que viveu no auge dos anos 20, uma chama incandescente.


A trama da vida dos Mayfair é muito rica, possui uma evolução ligada a magia e feitiçaria, além de alguns temas difíceis, como incesto, assassinatos e crianças predestinadas e amaldiçoadas, o que torna a trama possivelmente pesada, contundo o talento inegável da escrita de Anne torna a leitura simplesmente viciante, ela usa todo o seu talento para na criação desses personagens, complexos, e com múltiplas camadas de personalidades. A trama é muito bem escrita e todos os acontecimentos são muito bem amarrados, não tem nada por acaso, por mais grotesco que possa parecer, se lembrem, é uma história que possui elementos de magia negra e espíritos, nem toda magia nele será boa.
Como podem perceber sou muito fã desses livros.

Indico para todos que gostam de tramas de fantasias sobrenaturais, tramas intricadas, com personagens manipuladores, cheios de mistérios e magias. Que gostem uma narrativa bem descrita e de história no geral, pois é fascinante acompanhar a vida de uma família através dos séculos.

Volto em breve falando sobre o segundo volume de a hora das bruxas, onde... Ah deixa... Falo mais sobre as reviravoltas em breve.

Até mais.

Curiosidades

Mansão Rosegate.

Anne ama New Orleans, e por ela amar a cidade, ela a descreve de forma riquíssima em seus livros, neste não é diferente, eu me sinto caminhando com os personagens pela cidade e pelos bairros, como o distrito francês, onde existe a mansão Rosegate, que inspirou a mansão Mayfair em detalhes. Meu sonho é ir pessoalmente até lá e ver onde viveu Antha, Deidre, Stella e o meu favorito Julien...

Vou deixar aqui uma foto da mansão Rosegate para vocês terem uma ideia da beleza do local.


14 comentários

  1. Eu fico doida quando vejo essa leitura de Anne nesse nível aqui no blog! A Rocco bem que poderia lançar um box(custando um rim né? rs)
    Eu amo aquela pimentinha nos livros dela e outro fator que me chamou atenção foi isso da riqueza de detalhes,da verdade que a autora tão lindamente coloca em seus livros!!!
    Vou continuar sonhando em ler todos!!!
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na Flor

    ResponderExcluir
  2. Olá Vivian!
    Antes de conhecer essa serie eu achava que os vampiros mais famosos de Nova Orleans eram os Mikaelson de The Originals haha. Fico pasma ao ver o quanto eu estava perdendo ao não conhecer as séries da autora, pois sou muito fã de livros com essas criaturas sobrenaturais. Num primeiro momento essa vai e volta na história pode confundir um pouco o leitor mas tudo isso é necessário para Rowan conhecer o seu legado e assim podemos acompanhar toda a dinastia Mayfair. Adorei essa curiosidade, a mansão é linda mesmo. Ansiosa para a resenha do próximo livro.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Vivian!
    Falar que Anne Rice é uma expert nesse estilo chega a ser até redundante, mas o melhor é que ela sabe construir qualquer trama e bem escrita, com qualquer tipo de ser fantástico, seja vampiro ou bruxa.
    Não li ainda essa série dela, mas fiquei com aquela vontade, como se fose quase uma bruxaria.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  4. Adoro pegar uma resenha do primeiro livro de uma série, assim consigo ver as opiniões e confesso que sou bem influenciada pelos posts dos blogs literários. Continuo dizendo que amo esse universo de bruxas, vampiros e lobisomens, então estou feliz de acompanhar esse projeto aqui!
    Pelo que percebi, a autora consegue juntar muito desse universo, né? E o que falar de personagens fortes, mesmo que bruxas? hahaha eu adoraria conhecer tudo isso :) Outra coisa é que parece ser uma história densa, com muitos personagens, talvez isso explique a quantidade de páginas.
    Ficarei na espera de mais uma resenha, abraços.

    ResponderExcluir
  5. ola
    tenho acompanhado as resenhas dos livros dessa autora e apesar de não ser ler esse genero reconheço a habilidade da autora de criar tramas sobrenaturais de alto nivel .
    para os fãs da autora deve ser puro deleite

    ResponderExcluir
  6. Olá Vivian!
    Anne Rice realmente é dona e proprietária do gênero sobrenatural, não é verdade? Nesta série a autora constrói uma trama culturalmente rica e que une vários elementos para criar uma mitologia envolvendo bruxas original e que chama atenção.
    É importante ressaltar também o grande protagonismo feminino presente na obra, com mulheres poderosas que me remetem bastante a American Horror Story: Coven (será que a própria série tem inspiração das Bruxas de Mayfar? Acredito que sim!).
    E essa ambientação em Nova Orleans praticamente surte toda uma aura de magia para a história, incrível.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acho que foi inspiração sim, para a série
      E muitos autores usam os livros de Anne como referência
      Rainha que fala, não é?!!!

      Excluir
  7. Essa ambientação em Nova Orleans é tudo pra mim. Anne Rice é incrivel mesmo nesse genero né? Ainda não li essa serie mas conheço varias obras da autora e é dificil negar

    ResponderExcluir
  8. Eu tenho vontade de ler alguma coisa da autora, e confesso que tenho muito mais vontade de ler essa série do que a de Vampiros, eu gosto mais de histórias com bruxas. E eu acho esse enredo muito legal, e acho que vou amar esses personagens. Quero muito ler logo.

    Bjss ^^

    ResponderExcluir
  9. A hora das bruxas me pareceu o livro mais intrigante da série até agora, com arcos importantes, caminhos decisivos, e uma história maravilhosa envolvendo bruxas, mais especial ainda sendo as bruxas Mayfair. E, claro que a Anne Rice não deixaria de abordar temas bastantes pesados nessa história, o que acredito que enriqueça ainda mais a trama. Gostei!

    ResponderExcluir
  10. Olá! Eita que bateu até uma vontade de começar por esse livro, será que teria algum problema?! Eu gosto bastante de histórias com bruxas e essa parece ser completa hein, definitivamente meu tipo de leitura, já estou para lá de curiosa para saber mais sobre.

    ResponderExcluir
  11. Com certeza é uma autora que vai entrar para a minha lista de desejados, seus livros parecem ter histórias muito ricas, cheias de detalhes que nos transportam para o ambiente que ela descreve hein, e tem mistura melhor do que vampiros e bruxas!

    ResponderExcluir
  12. Oii
    Eu nunca li nada da Anne Rice, mas eu tenho muita vontade de ler os livros dela. E acho que vou gostar muito dessa série também. Eu amo livros com bruxas e vampiros. Achei essa história muito legal, e acho que vou gostar dos personagens. Só tenho medo de ficar perdida com essas linhas temporais. E adorei saber que essa mansão realmente existe, realmente deve ser muio legal ir lá.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  13. Oi, Vivian
    Nossa, sou louca para ler os livros da Anne.
    Acredita que não li nenhum ainda kkkkkk
    Eu não sabia que ela tinha livro de bruxas também, pensei que eram só de vampiros.
    Quero pra ontem! Amo livros sobrenaturais e pelo vou amar esses todos.
    Ainda mais esse que mostra toda a geração das bruxas Mayfair.
    Assim que der vou comprar.
    Bjs

    ResponderExcluir