Luz, Câmera, Ação!!! Killing Eve

6 de maio de 2020

Produtora: Phoebe Waller-Bridge
Ano Início: 2018
Temporadas: 04
Gênero: Suspense, Drama, Crime
Elenco: Sandra Oh, Jodie Comer, Fiona Shaw, Darren Boyd, Owen McDonnell, Kirby Howell-Baptiste, Sean Delaney, David Haig, Kim Bodnia, Nina Sosanya, Edward Bluemel
Nota:   
Sinopse: Eve (Sandra Oh) trabalha como segurança em uma empresa, mas seu emprego estável e dentro de quatro paredes não sucumbe o desejo dela de se tornar uma espiã. É por isso que quando a primeira oportunidade surge, a jovem não pensa duas vezes e mergulha em uma caçada incansável contra um assassina. Agora, seu alvo é Villanelle (Jodie Comer), uma criminosa tão elegante quanto perspicaz.


Resenha:

Killing Eve é uma série britânica inspirada nos romances de suspense e espionagem de Luke Jennings, o primeiro livro foi publicado na Brasil pela SUMA, e já temos resenha dele aqui.
Para ler sobre Codinome Villanelle, basta clicar na imagem abaixo:

                                                                       

Killing Eve tem duas temporadas já lançadas, e uma terceira já gravada. Sem contar que a quarta temporada já está garantida. Sim, como podem perceber a série tem sido um sucesso. Ganhando vários prêmios de atuação para as suas protagonistas. Eve que é vivida pela atriz Sandra Oh, famosa por viver Christina Yang em Grey’s Anatomy e Villanelle vivida pela atriz Jodie Comer, que eu pelo menos nunca tinha visto ainda. Com um sucesso também nas criticas especializadas, sempre com muitos elogios para os roteiros. Além das duas personagens principais, temos outros atores brilhantes com Fiona Shaw que ganhou prêmios por sua atuação como coadjuvante, e conhecida atriz britânica – sempre será um pouco odiada por mim, graças à tia petúnia de Harry Potter...
A série possui apenas showrunner mulheres, sendo que a cada temporada temos uma profissional responsável pela condução da trama.

Com 08 episódios por temporada, é uma série que não enrola muito. A investigação segue o rastro de morte de Villanelle por vários países e temos uma excelente fotografia. Eu fico sempre apaixonada pelas escolhas de paleta de cores para cada episodio.



Killing Eve, tem em sua trama a história de Eve Polastri, uma investigadora da inteligência britânica, Eve, tem um cargo burocrático e seguro, porém, possui uma obsessão. Ela esta mapeando uma série de assassinatos misteriosos que ela acredita estarem sendo realizada por uma assassina profissional, quando uma das mortes acontece em Londres, sua unidade é envolvida em uma ação para a proteção da única testemunha. Eve, que deveria apenas proteger a testemunha até a chegada de especialistas para um interrogatório, resolve ela mesma com ajuda do marido – que traduz para ela as respostas da testemunha – perguntar detalhes com uma jovem ainda em choque.

Seguindo uma pista, Eve, tira os olhos da testemunha apenas por uns momentos, mas é o suficiente para Villanelle resolver o problema.



É ai que se inicia uma perigosa e empolgante caça entre as duas. Ambas acabam desenvolvendo uma obsessão pela outra, é o que vai dar o tom da série.

As personalidades tanto de Eve como Villanelle são bem diferentes uma da outra. Como dois opostos que se atraem, e impossível não tentar imaginar o que vai acontecer quando elas estão frente a frente.

Com atuações que nos fazem ficar atentas as personagens, temos ótimos personagens e um interessante plot secundário ocorrendo. Se na primeira temporada o foco é em descobrir se existe mesmo uma assassina profissional agindo pela Europa, no segundo temos uma expansão da trama, com a organização misteriosa que move Villanelle para destruir seus oponentes tendo uma posição maior na trama.



Com algumas reviravoltas que só podem ter sido criadas com intuito de nos fazer ficar sem entender para onde a trama está indo, temos tanto na primeira como segunda temporadas, episódios que apresenta um final eletrizante e um pouco surpreendentes.

Uma série que indico para gosta de séries de suspense, com poucos episódios e tramas ágeis. Com uma carga dramática e uma exploração dos relacionamentos e natureza humana.

No Brasil, a série está disponível pelo serviço globo play.



Agora vamos a uma comparação série VS livro, então possível alerta de spoilers leves.

A maior diferença que pude perceber após ler o livro codinome Villanelle é que a personalidade de Villanelle é bem diferente entre livro e série.

Se no livro até o momento – porque ainda só li o começo das aventuras dessa assassina – Villanelle é muito fria e controlada, ela apesar de gostar de realizar suas missões de forma criativa, não me parece tão irresponsável e carente de atenção como a Villanelle da série que gosta de fazer tudo de forma muito chamativa. Ela não é discreta na série. E parece muito infantil em alguns momentos.


Personagens que existem na série até o momento não existem nos livros.

Inclusive o personagem da atriz Fiona Shaw, que ganhou prêmios não existe nos livros, sendo um personagem masculino o chefe de Eve na caçada a Villanelle.

Nos livros Eve é a chefe de seu setor, na série ela é a assistente de Bill.

Bill nos livros só é citado.

Algumas mortes são diferentes, e apenas alguns detalhes em geral foram adaptados.

Por isso estou vendo ambas as obras sem comparar, já que sequer imagino se na série estão seguindo a trama oficial dos demais livros. Curiosa aqui.

Ambas, porém, são muito boas em suas áreas. Mas sem surpresas, prefiro os livros, já que a Villanelle dos livros é muito mais interessante.

Beijos e até a próxima.

11 comentários

  1. Ah!!!Eu amo muito tudo isso!
    Eu vi a primeira temporada da série tem poucos dias e já estou aqui ansiosa pela segunda(fico vendo mil séries e filmes ao mesmo tempo,aí imagina o tamanho da fila? rs)
    Mas eu verei, essa tá guardadinha com carinho.
    Eu amei demais a primeira temporada e como fã de Greys, ver Sandra atuando de outra forma,me ganhou imensamente.
    Agora fiquei com vontade ler o livro, pois confesso, que não sabia dessa diferença toda. Aliás sendo bem sincera, achei que era apenas um pedaço da série e nada mais.
    Lá vai ela agora me deixar desejando mais um livro. rs
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na Flor

    ResponderExcluir
  2. OLA
    não sou de acompanhar muitas series até gostaria de assistir maos mas não consigo
    eu assisto uma ou duas e está bom para mim e essa reune elementos que faz com que eu me interesse realmente para assistir que é suspence, poucos episodios e uma trama agil
    mas antes tenho que terminar uma outra que estou assistindo logo então assistirei essa

    ResponderExcluir
  3. Quero MUITO mesmo assistir porque Sandra Oh meu amor todinho, mas estou decidindo se leio primeiro o livro e tentando me atualizar primeiro nas outras 500 séries que já assisto hahahaha

    ResponderExcluir
  4. Olá Vivian!
    Killing Eve foi uma surpresa maravilhosa em 2018 e desde então se configura como um dos melhores shows da atualidade, principalmente pela qualidade do elenco.
    E eu NÃO ACREDITO que a Villanelle do livro não possui a mesma personalidade, pois o que eu mais gosto da personagem (na série) são seus disfarces chamativos e peculiares (impagáveis na segunda temporada, principalmente a rippie de The Hungry Caterpillar).
    Aparentemente temos uma adaptação beeeeeeeeeem pincelada, mas livro e série se complementam muito bem para construir essa incrível atmosfera de perseguição entre as personagens.
    A terceira temporada por enquanto está bem morna, e espero que não comece a ficar cansativa e seguir rumos abruptos só pra causar.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Vivivan!
    Assisti os primeiros apítulos da primeira temporada, mas achei que teria mais ação do que realmente teve, mas é como falou, na primeira temporada é como se fôssemos conhecer as personagens e porque chegam às suas aobssessões.
    Achei Villanelle muito infantil em alguns momentos, mas também, muito má e fria, ela nem pisca para matar e até sem grandes motivos.
    Vou ver se consigo continuar a série.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Estou ansiosa para assistir essa série, ainda mais que tem poucos episódios, prefiro muito mais assim.
    Uma coisa que detesto em adaptações é quando mudam a personalidade de um personagem icônico do livro. Dá uma raiva, né?!
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  7. Não tinha conhecimento sobre a série, até que nas últimas semanas estou vendo bastante propaganda dela na TV. Gostei bastante do enredo, e até tinha pensado em começar a assistir, mas ainda não consegui começar rsrs
    Não sabia sobre o livro, mas já vou procurar saber mais sobre dele.

    ResponderExcluir
  8. ingriD Figueiredo09/05/2020 22:06

    Geralmente, o livro é melhor que o filme ou a série de TV, mas receio que não seja assim com este livro. É como se os roteiristas pegassem a trama central de um livro de boa qualidade e a transformassem em algo incrível para a TV. Se você quer ok, leia o livro, se você quiser espetacular, assista a série de TV

    ResponderExcluir
  9. Olá Vivian!
    Meu irmão assiste a série, e toda vez que vejo a Sandra Oh na TV eu digo: Cristina! Pois morro da saudade dela em Grey's. Apesar de algumas diferenças achei a série bem parecida com o livro (comparando a resenha dos dois aqui no blog). E adorei saber da maioria feminina na trama. Particularmente gosto de personagens excêntricos e chamativos. Nada me tira da cabeça que vai rolar um romance entre essas duas, vamos esperar pra ver.
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Olá! Nunca é surpresa quando a gente prefere os livros (risos). Ainda não acompanho a série, mas reconheço seu imenso sucesso e pretendo em breve assistir e prestigiar o trabalho da eterna Cristina Yang. E vai ser ainda mais interessante quando eu começar a fazer as comparações entre série e livros #alouca.

    ResponderExcluir
  11. Não conhecia a série e como não conheço os livros achei interessante e gostaria de assisti. É uma pena o filme ser tão diferente do livro, pois quem conhece nota a diferença, mas infelizmente é difícil encontrar tudo parecido com o original. Mesmo assim gostaria de ter a oportunidade de assisti.

    ResponderExcluir