Cinder - Crônicas Lunares, 01 - Marissa Meyer

5 de maio de 2020

Título: Cinder - Crônicas Lunares, 01
Autor: Marissa Meyer
Páginas: 448
Ano: 2013
Editora: Rocco Jovens Leitores
Gênero: Distopia, Ficção científica, Jovem adulto, Literatura Estrangeira, Romance, Fantasia
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon
Nota: 
Sinopse: Num mundo dividido entre humanos e ciborgues, Cinder é uma cidadã de segunda classe. Com um passado misterioso, esta princesa criada como gata borralheira vive humilhada pela sua madrasta e é considerada culpada pela doença de sua meia-irmã. Mas quando seu caminho se cruza com o do charmoso príncipe Kai, ela acaba se vendo no meio de uma batalha intergaláctica, e de um romance proibido, neste misto de conto de fadas com ficção distópica.

Primeiro volume da série Crônicas Lunares, Cinder une elementos clássicos e ação eletrizante, num universo futurístico primorosamente construído.



Resenha: Queria ler os livros da série a muito tempo, mas acabava sempre passando outro na frente. Ou porque já não é lançamento, ou porque simplesmente tinha preguiça!

Então em abril eu encalhei. Nada que lia agradava (acredite, li somente três livros). Então a Marcinha sugeriu fazer uma Leitura Coletiva dele (dos quatro, aliás) e como eu não resisto a uma LC, encarei!


Comecei lendo lentamente, no pouco tempo que conseguia me concentrar. Fui teimosa, já que não ia deixar as meninas na mão né, e valeu a pena!

"Ouvi dizer que, quando os cidadãos são desobedientes, em geral há uma boa razão para isso."

Cinder é uma história realmente diferente de tudo o que eu já li na vida! Cinder, de Cinderela, como o título sugere, é uma releitura do conto Cinderela. Tem tudo a ver  e ao mesmo tempo, nada a ver com o conto original.

Cinder foi criada pela madrasta e vivia com as duas filhas dela, era preterida, claro. Mas diferente da Cinderela original, ela havia sido adotada pelo marido da madrasta, que morreu logo depois. A menina é mecânica, e das boas, e meio ciborgue. Partes dela foram substituídas por partes mecânicas depois de um acidente. Já desde o início eu meio que percebi quem seria verdadeiramente essa criatura, e não é que eu acertei? Mais ou menos!

"...mas se havia uma coisa que ela aprendera ao longo dos anos como mecânica era que certas manchas nunca saíam."

Obviamente, temos um príncipe, e um baile....mas nem tudo são flores na vida da nossa protagonista. Pelo contrário, ela mais se dá mau do que bem, tadinha!

É uma distopia futurista. Não é nada do que você pode esperar e não é por acaso que eu não estou dando mais detalhes sobre o livro. Mas posso contar que, neste futuro, há uma epidemia (que hora para ler esse livro também né gente...) e é um vírus bastante mortal quem ataca as pessoas. Mas parece que o vírus se comporta de maneira diferente com os lunares, mas e com os ciborgues? Já que a menina é apenas parte mecânica, como ficarão as coisas?

“Vaidade é um fato, mas é mais uma questão de controle. É mais fácil induzir os outros a acreditar que você é lindo se você puder se convencer de que você é lindo. Mas espelhos têm um jeito incomum de dizer a verdade.” 

É um livro realmente surpreendente! Não esperava nada do que li e posso dizer que gostei bastante! Quando comecei, achei que cada um dos quatro livros seria uma história independente da outra, mas descobri que não são! É uma saga que vai reunindo cada uma das princesas dos contos de fadas que conhecemos e pelo que entendi, elas vão se conhecendo e vivendo, ou fugindo, juntas, a cada livro, uma outra se junta às outras. Em busca dos seus finais felizes! Cinder ainda não teve o seu, mas espero que ela e Kai acabem juntos no final!

"Se o dr. Erland estivesse certo, então tudo que ela sabia sobre si mesma, sua infância, seus pais, estava errado. Uma história inventada. Uma garota inventada."
Ah, e a vilã desta história, Levana, tenho a impressão que a veremos muito nos próximos livros!


12 comentários

  1. Este livro está dando o que falar desde seu lançamento. Eu amo releituras, ainda mais quando há esse ponto de vista totalmente diferente do conto original, apenas remetendo à história.
    Já fiquei curiosa em relação a vilã.rs(eu sempre torço por eles)
    Espero poder ler esta obra e claro, vou ficar no aguardo das próximas resenhas!!!
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na Flor

    ResponderExcluir
  2. As Crônicas Lunares é uma das minhas séries de livros favoritas, pois além de ser uma releitura bem criativa (futurista com androides, ciborgues e vida na lua!) tem um grupo de personagens bem queridos!

    Beijão
    https://deiumjeito.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Oi, Denise
    Eu adoro esse livro, é uma das séries preferidas da minha vida e sempre fico nostálgica quando vejo alguém lendo também. Espero que goste mais dos outros!
    Beijo
    https://www.capitulotreze.com.br/

    ResponderExcluir
  4. confesso que acho essa mistura meio confusa ,distopia ficcão cientifica ,romance fantasia tudo junto? não é algo que me chamou tanta a atençao mas que bom que a leitura foi otima para voce
    quem sabe futuramente eu leia

    ResponderExcluir
  5. DENISE!
    Vários fatores me deixam curiosa por fazer essa leitura.
    Primeiro porque adoro releitura dos contos de fadas e essa parece uma daquelas bem modificadas e interessantes.
    Depois porque gosto muito de ficção fantasia e ver que a protagonista é uma ciborg que se envolverá com um humano e ainda mais em país asiático, é simplesmente genial.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  6. Eu gostei MUITO desse livro, e não dava nada por ele quando peguei para ler hahahah
    Scarlet também vale muito a pena! Pretendo finalizar essa serie ainda esse ano <3

    ResponderExcluir
  7. Ola Denise!
    Primeiramente gostaria de dizer que FUI EU QUE PEDI A RESENHA SIM!
    Sou muito suspeito para falar da série, pois é uma das minhas queridinhas da vida. A maneira com a qual Meyer reconstitui a história da Cinderela neste primeiro volume é sensacional, e tão original que a única coisa a fazer é aclamar de pé. SOU MUITO CACHORRINHO DA MARISSA SIM!
    E a série só melhora de um livro para o outro, embora o meu preferido seja Cress. Ah amiga, espere só até conhecer as outras protagonistas, dá vontade de entrar no livro e abraçá-las.
    E eu espero que na nova trilogia da autora, que chega no Brasil este mês (yayyyyyyy) contenha easter eggs e quem sabe participações especiais, visto que vai se passar no mesmo universo de As Crônicas Lunares.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Olá! Ahhh eu também estou protelando para começar esse livro, sempre tenho uma desculpa para não começar e olha que eu adoro contos de fadas, e suas releituras são sempre muito interessantes, essa é bem diferente do que eu já vi por aí, a capa do livro é bem bonita, e a história parece ser bem envolvente.

    ResponderExcluir
  9. Oi!
    Quando li a sinopse, na hora já lembrei de Cinderela, e nem havia passado pela minha cabeça a associação com o nome do livro, acredita?!
    Não sei dizer se gosto ou desgosto de releituras, mas essa em questão eu fico com um pé meio atrás pois nunca gostei de nada que envolvesse ciborgues, robôs e essas coisas. Tenho é medo kkkk

    ResponderExcluir
  10. ingriD Figueiredo09/05/2020 22:04

    é um livro alucinante, cheio de reviravoltas e descobertas, além de um universo bastante diferente e curioso.
    Me apeguei muito aos personagens e, óbvio, sofri com eles.
    Estou louca para continuar a série

    ResponderExcluir
  11. Olá Denise!
    Eu amo esse série, a gente vai se apaixonando mais a cada livro. Admiro o seu tato, eu não saquei logo de cara quem Cinder era. Nesse livro Levana é pouco citada mas nos próximos ela vai aparecer mais mesmo, e só posso dizer que essa rainha má é uma das minhas personagens preferidas, e tem até um livro todinho dela. Realmente a semelhança com a realidade é assustadora. Torço muito pelo final feliz de Cinder e Kai.
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. O que mais me chama a atenção é a capa, pois além de linda, ela ja mostra o que trata o livro, isso na minha opinião, pois ele de certa forma entrega história. Mas nao deixa de ser um excelente livro, algo que pela resenha me deixou bem claro e querendo ler esse livro.

    ResponderExcluir