Codinome Villanelle - Luke Jennings

30 de abril de 2020


Título: Codinome Villanelle
Autor: Luke Jennings
Páginas: 216
Ano: 2020
Editora: Suma
Gênero: Crime, Ficção, Literatura Estrangeira, Suspense, Mistério
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon
Nota:    
Sinopse: O surpreendente thriller que deu origem à série de sucesso Killing Eve, um drama de espionagem diferente de tudo o que você já viu.
Villanelle (um codinome, é claro) é uma das assassinas mais habilidosas do mundo. Uma psicopata hedonista, que ama sua vida de luxo acima de quase qualquer coisa... menos a emoção da caçada. Especializada em matar as pessoas mais ricas e poderosas do mundo, Villanelle é encarregada de aniquilar um influente político russo, e acaba com uma inimiga determinada em seu encalço.
Eve Polastri é uma ex-funcionária do serviço secreto inglês, agora contratada pela agência de segurança nacional para uma tarefa peculiar: identificar e capturar a assassina responsável e aqueles que a contrataram. Apesar de levar uma vida tranquila e comum, Eve possui uma inteligência rápida e aguçada – e aceita a missão.
Assim começa uma perseguição através do globo, cruzando com governos corruptos e poderosas organizações criminosas, para culminar em um confronto do qual nenhuma das duas poderá sair ilesa. Codinome Villanelle é um thriller veloz, sensual e emocionante, que traz uma nova voz à ficção internacional.

Este livro foi cedido pela Editora Suma das Letras, porém as opiniões são completamente sinceras. Não sofremos nenhum tipo de intervenção por parte da Editora. 


Resenha:

“Para Villanelle, o que importava era que havia se escolhida como instrumento de uma organização todo-poderosa que compreendia, assim como ela mesma sempre soubera, que ela era diferente.”

Codinome Villanelle é um livro do autor britânico Luke Jennings, o livro é um lançamento da SUMA, para o mês de abril de 2020, e nós como parceiros recebemos acesso ao livro antecipadamente para uma leitura. O livro é um suspense, que inspirou uma série de sucesso, a Killing Eve, que já conta com duas temporadas. Vamos trazer uma resenha e comparação da série e do livro em breve para vocês.

Codinome Villanelle é um livro para quem gosta de dramas de espionagem e personagens com múltiplas nuances de personalidades. Vamos acompanhar a trama pelo ponto de vista de Villanelle uma jovem russa, filha de um ex-oficial do exercito russo o Spetsnaz, um especialista em combate corporal, que pouca coisa fez pela filha, além de garantir que ela poderia se defender.

“- Então, o que você quer de mim? – perguntou ela. Konstantin falou, com riquezas de detalhes, o que aconteceria. E conforme ela escutava, foi como se toda a sua vida tivesse sido conduzida para aquele momento. A expressão em seu rosto não vacilou nem por um instante, mas a empolgação que se espalhou por seu corpo era tão ávida quanto a fome.”

No começo do livro, temos duas linhas temporais, a primeira: uma missão que ela está trabalhando e uma linha no passado que explica como ela chegou até aquele momento.

Porque muitas coisas em sua vida a levaram a ser uma assassina profissional, e esse primeiro livro é justamente focado em Villanelle e sua jornada pessoal. Conheceremos um pouco melhor como funciona sua mente e alguns dos seus segredos.

É somente do meio do livro em diante que conhecemos a outra protagonista dos livros Eve, uma funcionária da inteligência britânica, responsável por analisar situações de riscos e decidir quem deve ou não receber uma escolta do governo para proteção. Porém, mais do que isso ela se encontra um pouco entediada. E possui um interesse peculiar: assassinos profissionais, com foco em mulheres assassinas, então quando uma missão de Villanelle esbarra com um serviço de Eve, uma caçada internacional começa.

“Assassinas profissionais são muito raras...”

A dinâmica entre as duas protagonistas é muito interessante, e uma obsessão nasce entre elas. Enquanto Villanelle marca Eve como sua inimiga, Eve, deseja a todo custo a prender... E sim, tem muito mais por trás de ambos os desejos, mas como todo bom livro de suspense, eu deixo esses intrigantes detalhes de fora, para que possam ler e se surpreender.

Codinome Villanelle, é um primeiro livro de uma série de suspense que tem tudo para ser ótima. O autor tem uma escrita bem fluida, e não enrola, tudo no livro tem um motivo, as pequenas relações entre os personagens dão uma profundidade maior, para que não somente possamos os entender, como ter uma empatia por suas histórias. O estilo de escrita do autor é recheado de um humor negro, o que torna alguns momentos que deveriam ser muito sombrios, algo mais leve, só que não deixa de tornar a narrativa séria nos momentos em que deve ser, principalmente nos momentos onde existe as tomadas de decisões de Villanelle e onde ela usa sua criatividade e inteligência nos assassinatos.



Villanelle é uma protagonista muito interessante, a incapacidade dela de sentir emoções e o modo como ela vai vivendo sua vida, são bem fascinantes, principalmente para quem gosta de personagens com distúrbios de comportamento. Confesso que gosto muito mais de Villanelle no livro do que sua adaptação para as telas. Apesar de que imagino que os próximos livros haja um maior equilíbrio no protagonismo, esse livro foi toda da Villanelle, que de longe é a que tem um melhor desenvolvimento e tempo nas páginas. Por isso, acredito que se tornou minha personagem favorita, coisa que não era na série.

“Villanelle sente a ansiada onda de poder. A sensação de invencibilidade que o sexo promete, mas só o assassinato bem sucedido proporciona de fato...”

Eve é uma bagunça, muito inteligente e focada, porém, sinto que ela ainda não se encontrou, com um objetivo de vida... Pelo menos não ate agora, então estou muito curiosa de como será os próximos livros.

“Preto, branco e vermelho. Trevas, neve e sangue. Talvez apenas uma pessoa russa consiga entender o mundo assim.”

Um livro muito bom, que me empolgou, apesar de ser um livro que serve mais para apresentar os personagens e suas motivações do que tudo. As investigações, assassinatos estão apenas no começo. Sem contar que existe uma poderosa e misteriosa entidade por trás de Villanelle e suas missões assassinas...

Indico para quem curte livros de suspense, espionagem, humor negro e obsessões.

Até a próxima 😘

8 comentários

  1. Eu consegui ver a primeira temporada da série estes dias e até comentei que preciso ver a segunda urgente. Oh, é uma série muito boa, mas muito mesmo!
    Não sabia da existência dos livros e mesmo apenas uma apresentação das personagens, se seguir a linha da série, o bicho vai pegar.
    Por isso, claro que se puder, quero dar aquela conferida básica!!!rs
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na Flor

    ResponderExcluir
  2. Olá Vivian!
    O primeiro livro da série se destaca por fazer uma boa introdução dos personagens, explorando principalmente o passado de Villanelle para que o leitor possa compreender de forma mais aprofundada as motivações da protagonista.
    Não ficou claro se a Eve do livro tem descendência asiática como nos é apresentado na adaptação, mas acredito que nos próximos volumes teremos a oportunidade de conhecê-la melhor.
    E sem sombra de dúvidas o ponto alto da trama é essa estranha conexão/obsessão que uma protagonista tem pela outra. Há uma grande tensão que nos deixa ansiosos para conferir o que vem a seguir.
    EU ADORO a série, principalmente pelo talento de Sandra Oh e Jodie Comer, que representam muito bem seus papéis em cena e não à tão foram reconhecidas nas maiores premiações da televisão mundial. UM VERDADEIRO HINO JÁ RENOVADO PARA A QUARTA TEMPORADA.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Tá ai um livro que quero muito ler. Ainda não vi a série e agora fico na dúvida de por qual começar. hahahaha

    ResponderExcluir
  4. ola não conhecia a serie e nem o livro mas a premissa me deixou super curiosa acho que no momento é facil eu ver a serie do que ler o livro
    mas livros de suspences é um dos meus generos favoritos então surgindo uma oportunidade quero ler tambem

    ResponderExcluir
  5. Olá Vivian!
    Eu sinto que existe livro de TUDO ultimamente, e sempre sou a última a saber rs. Já ouvi falar da série mas não assisto. Como gosto deEtrillers achei a trama bem inovadora, pelo menos pra um livro, já que conheço poucos com assassinas de aluguel. Achei que a personalidade de Villanelle combina com a sua nacionalidade, pois acho os russos misteriosos. Dizem que o ódio se transforma em amor, então vamos ver como vai desandar essa perseguição entre as mulheres.
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Olá! Ahhhh e para aquelas pessoas que querem variar um pouco sua leitura neh, tipo eu! Para variar não conhecia o livro, mas já gostei de tudo que li (quer dizer quase tudo), ter que esperar a continuação talvez me faça sofrer um pouco (risos), por isso, acho que o mais seguro é esperar um pouquinho. Não conhecia a série, mas também colocarei na lista, quem sabe eu não me empolgue ainda mais.

    ResponderExcluir
  7. Vivivan!
    Curto muito esse estilo de livro com suspense, mistério, brigas e por aí vai.
    Parece um policial muito bem escrito, mesmo que esse primeiro livro seja para apresentação.
    Gosto quando tem passado e presente.
    Assisti alguns capítulos da primeira temporada da série, preciso continuar.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  8. Olá
    Virei fã da série, atualmente estou vendo a terceira temporada que está de arrasar. As atuações estão demais tanto de Jodie Comer como da Sandra Oh, apesar de achar a personagem Eve um pouco apagada e perdida depois do desfecho da segunda temporada, ao contrário da Villanelle que acaba ganhando destaque e tendo um episódio que fala da sua origem. Muito bacana.
    Estou super curiosa para ler o livro não tinha conhecimento deste até assistir á série.

    ResponderExcluir