Stalker - Joona Linna, 5 - Lars Kepler

2 de janeiro de 2020

Título: Stalker - Joona Linna, 5
Autor: Lars Kepler
Páginas: 560
Ano: 2019
Editora: Alfaguara
Gênero: Crime, Ficção, Suspense e Mistério
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon
Nota: 
Sinopse: O Departamento Nacional de Investigação Criminal de Estocolmo recebe um intrigante vídeo de uma mulher sozinha em seu quarto vestindo uma meia-calça. Ela não sabe que está sendo vigiada, e a polícia não leva as imagens a sério até ela aparecer assassinada. Quando o próximo filme chega, a detetive Margot Silverman tenta identificar a vítima, mas é tarde demais. Fica então claro que um assassino em série aterroriza Estocolmo. Como um voyeur, ele observa e filma suas vítimas dentro de casa, coloca os vídeos no YouTube, e as mata de modo brutal. A polícia chama o psicólogo e hipnotista Erik Maria Bark para ajudar no caso, mas uma sequência de reviravoltas torna a investigação muito mais complexa e perigosa. Será que o enigma pode ser revolvido sem o obstinado detetive Joona Linna, que todos acreditam estar morto?

Stalker é aterrorizante, mas uma ótima leitura. Você deve demorar um pouco para dormir depois de terminá-lo. ― Daily Express

Sombrio, complexo e inteligente, Stalker te prende desde a primeira página. ― Meg Gardiner
Este livro foi cedido pela Editora Companhia das letras, porém as opiniões são completamente sinceras. Não sofremos nenhum tipo de intervenção por parte da Editora. 

Resenha: Eita, eita, eita!
Lembram que na resenha do terceiro livro eu falei que aquele era fundamental para entendermos o próximo??? Pois então, tem igual importância para Stalker também. Tudo porque O Homem de Areia terminou de forma inesperada!

Para relembrar das resenhas anteriores, basta clicar nas imagens abaixo:



"A palavra stalker existe desde o início do século XVIII. Naquela época, significava rastreador ou caçador ilegal. [...] Hoje, um stalker é alguém que padece de fixação obsessiva em monitorar atividades de outro indivíduo."

Bom, vai ficar meio complicado falar aqui porque tudo parece spoiler, então vou começar com algo que, apesar de parecer, não é, já que está até na sinopse. Joona Linna está morto!

Pois é, depois dos acontecimentos em O Homem de Areia, onde a detetive Saga Bauer finalmente matou o serial killer que os assombrava, Joona foi ferido enquanto tentava salvar a vida de Disa, sua namorada. Depois de tudo terminado, Disa está morta e Joona numa cama de hospital, sem esperanças e sem a certeza de que o cara está realmente morto, ele some. Evapora sem deixar sinal de vida. Simples assim ele desaparece, deixando falsas pistas de um suicídio.

"Quase dez por cento da população será submetida a alguma forma de perseguição ao longo da vida."

Começamos então Stalker com uma nova detetive no seu lugar, Margot Silverman. Ela tenta identificar um assassino que filma suas vítimas e momentos depois elas aparecem mortas, com o rosto completamente desfigurado em cenários de extrema violência.

Erik Maria Bark, o Hipnotista lá do primeiro livro é chamado para ajudar com uma testemunha e devo dizer que Erik será bem ativo nesse livro viu.... Sua vida está completamente mudada, ele se divorciou e tenta seguir em frente sem os remédios que costumava tomar para ajudar a dormir.

Enquanto isso Saga, que pediu licença a mais de um ano da polícia, desde que Joona sumiu, procura incansavelmente o corpo do assassino que tanto os atormentou em O Homem de Areia. Ela encontra provas de que o cara está realmente morto e vai a procura de Joona, que agora vive a mais de mil quilômetros de onde vivia. Quando sumiu, ele foi em busca da esposa e da filha que havia escondido e tenta viver os últimos meses de vida da mulher que está muito doente.


Já que o caminho está livre, e sua filha vai estudar em paris, ele volta, mas não faz mais parte da polícia e está completamente destruído, sua saúde está muito debilitada, mas não é nada que Erik não consiga ajudar a arrumar...

Só que o Joona sendo o Joona, vai se meter na investigação e provar mais uma vez que ele é que estava certo o tempo todo e que os policiais sempre deixam passar detalhes que ele jamais deixaria de ver.

"Joona está pensando que o assassino é um voyeur, um stalker que conhece suas vítimas e escolhe captar em seus vídeos um momento recorrente na vida delas."

Obviamente , ele vai descobrir quem é o assassino, e a reviravolta que temos em torno disso é surpreendente. Gostei muito da forma como o personagem (assassino) foi desenvolvido e foi ganhando forma ao longo da leitura. ao ponto de eu não conseguir adivinhar quem era, mesmo estando na minha cara!

É um livro muito bom, que eu me arrependo de não ler tão logo o recebi. Estou ansiosa agora para saber os próximos passos do Joona porque mais uma vez as coisas terminaram de forma surpreendente!!!!

6 comentários

  1. Essa série deve ser sem sombra de dúvidas, incrível!!!Pude acompanhar todas as resenhas que saíram até o momento e não a hora de poder conferir livro a livro!
    Pelo que pude entender, nesta história o ritmo continua meio que frenético e a detetive vai passar por poucas e boas!
    E já tem gancho pro próximo né?
    Claro que já quero..todos!!!
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na Flor

    ResponderExcluir
  2. Olá Denise!
    Confesso que o "Você vai demorar um pouco para dormir" na sinopse me assustou um pouco, pois é sinal de que o livro mexe profundamente com a nossa mente. Eu não conhecia essa série de romance policial, apear de gostar bastante da série. E quando o assassino é quem menos esperamos a trama fica ainda mais interessante, adoro ser surpreendida assim. Já vi que não está nada fácil a vida para os detetives, parece que o perigo está sempre à espreita, por isso é impossível não sentir empatia por Joona.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Uau, não sabia que esse livro fazia parte de uma serie, pensava que era único.
    Ao ler a resenha fiquei bem curiosa por ela, tem uma ótima premissa. A trama é bem no estilo que adoro. Espero conseguir ler!

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir
  4. Olá Denise!
    Um bom thriller é aquele que faz com que o leitor não consiga decifrar toda a verdade, surpreendendo no final com revelações bombásticas.
    Stalker parece ser exatamente assim, e a escrita instigante de Kepler, principalmente no que se refere aos atos do assassino, prende completamente quem está lendo, e tudo vai virando uma bola de neve de intrigas e perseguição, para a satisfação dos amantes do gênero.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Denise!
    Nossa! Quanta coisa acontece não apenas nesse livro, mas na série toda.
    Gosto quando personagens de outros livros voltam e ainda vem maduros e com a vida completamente alterada para melhor.
    Curiosa por saber o paradeiro de Joona.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  6. Olá! Eita que não dá para negar que a história só vem ficando melhor hein, será que vai ser dessa vez que vou mudar de ideia (risos). Num primeiro momento fiquei assustada com essa “morte” do nosso detetive, mas já estou mais tranquila. Mesmo sem qualquer preceptiva de que vou iniciar a série já me sinto intima dos personagens só de acompanhar aqui no blog.

    ResponderExcluir