Eu devia estar sonhando - Michel Bussi

4 de setembro de 2021

Título:
Eu devia estar sonhando
Autor: Michel Bussi
Páginas: 384
Ano: 2021
Editora: Arqueiro
Gênero: Romance, Suspende
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon
Nota:   
Sinopse: Vinte anos atrás, em um voo para Montreal, a comissária de bordo Nathalie encontrou a chance de viver um grande amor que abalou sua vida tranquila como esposa e mãe. Um amor cujo desfecho ela até hoje não ousa confessar.

Agora, estranhos sinais sem causa aparente vêm se acumulando. Ela é escalada para os mesmos três voos de vinte anos antes. Na mesma ordem: Montreal, Los Angeles, Jacarta. Com a mesma equipe, coisa rara de acontecer. Uma música no rádio, pequenos elementos que se repetem, um passageiro cantando versos que só ela poderia conhecer. Quem – ou que força misteriosa – estará por trás dessas supostas coincidências?

Quando passado e presente são repetidos a ponto de desafiar uma explicação racional, Nathy se vê forçada a enfrentar seu passado, mesmo tendo jurado jamais olhar para trás.

Em um jogo de espelhos entre 1999 e 2019, Eu devia estar sonhando percorre uma trilha surpreendente, repleta de paixão e suspense, e prova que as mais belas histórias de amor nunca morrem.


Resenha: Nathalie é uma comissária de bordo já há uns 20 anos e sempre gostou dessa liberdade, apesar de ser casada um bom homem e ter duas filhas, uma já casada e a outra mais nova. Ela almeja continuar nessa profissão que tanto ama, porém assim que ela chega no aeroporto e dá de cara com algumas coincidências, acaba pensando que não está em seu juízo perfeito. 


No ano de1999 ela fez uma escala para Montreal - Los Angeles - Jacarta, o que ela não imaginava é que muitas coisas mudariam depois do primeiro embarque.

"Você tem mesmo que ir? Vai muito além disso, significa: Você tem mesmo que continuar nessa droga de profissão de comissária de bordo?"

A coincidência mais estranha é que há anos atrás ela, uma amiga comissária de bordo, o piloto estão no mesmo voo e mais estranho de tudo os mesmo voo estão iguais, porém Nathalie embarca, todavia uma música que ela ouve a remete para o passado, sua bolsa aparece com uma pedra que ela recebeu como presente em um determinado país, o qual é o destino do voo. Em vários momentos, imaginei de fato, que ela não estava sã, entretanto suas ações me chocaram....

"Há mulheres que preenchem e mulheres que são preenchidas."

Um pouco da narrativa...

É em primeira pessoa na maior parte, então imaginamos e compreendemos tudo pela narrativa da protagonista, mas em alguns capítulos está em terceira pessoa para que possamos compreender tudo que aconteceu muitos anos atrás. 


Alguns capítulos são no presente que intercalam com outros que remetente ao passado dela. É uma leitura bem fluida com algumas partes mais descritivas que outras para melhor ambientação e entender onde, quando e as emoções que a fizeram tomar diversas decisões. (Tenho que dizer que apesar do final ser flores e encantado, não aceito nenhuma das decisões da protagonista, creio que namoramos com o intuito de casar com a pessoa e formar família ou viver com o escolhido, sim, casar é uma escolha).

"Quando o dia tiver nascido
Quando os lençóis estiverem lavados
Quando os pássaros tiverem voado
Da clareira onde nos amávamos
Nada restará de nós"

Nathalie lutou muito para esquecer o que ela fez no passado e voltar para seu lar, marido e filha, porém a medida que vamos lendo e entendendo mais da sua história, realmente, parece que alguém sabe muitos detalhes do que ela fez todo o possível para esquecer e deixar no passado. 

Confesso que de uns 11 capítulos para frente a leitura ficou arrastada e queria saber logo o que ela não queria relembrar...o pedido que a pessoa do seu passado fez. Que pedido. Duvido que quem é mãe teria feito isso na vida real. Ao meu ver foi um gancho para o final e para fazer algum sentido nas diversas coincidências e que eram muitas. 

"Não nos banhamos duas vezes no mesmo rio, como dizem os gregos, os japoneses, ou sei lá que povo supostamente cheio de sabedoria."

O que me encantou e fez continuar a leitura foram os lugares por os quais Nathalie fez seus voos. Cada cenário bonito e com descrições incríveis, do que fazer ou visitar. Isto me prendeu na leitura do livro. E também as músicas. Cada início de capítulo tem uma parte da letra que no final vamos entender o que é e para quem ela foi escrita e cantada. 



Alguns personagens são bem rasos e não me fizeram gostar deles e nem prestar muita atenção quando eles apareciam, que são a amiga dela comissária de bordo, o piloto, a que comanda as comissárias de bordo, o marido de Nathalie. Creio que como tem muito suspense do que aconteceu no passado dela, a impressão era que os personagens não acompanharam esse desenvolvimento.

"Vemos os sinais que queremos ver, mesmo que de maneira inconsciente."

O livro tem boas frases. Marquei todas que fizeram sentido para mim e para a história. No começo e até um parte em diante segue uma boa narrativa. Até um pouco depois do que sabemos que aconteceu em 1999. 

É meu primeiro livro lido do autor, acredito que terá pessoas que vão gostar do livro e tudo bem, pois o suspense que o escritor nos apresenta é bom, mas chega uma hora que parece que enrola, tentando te prender na leitura, mas haja suspense, tem que ter um limite. Tem romance, drama e afins, mas não foi um livro que me cativou.

7 comentários

  1. Um dos lançamentos que mais tem causado divisão, ao menos nas resenhas que li até o momento. Eu gosto desse lance do tempo. Eu gosto muito quando há esse intercalar na história!
    Eu quero muito ler, ao menos para saber se vai funcionar para mim ou não!!!
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na flor

    ResponderExcluir
  2. Eu Devia Estar Sonhando é o hype do momento! Está se falando muito nele.
    Até que me despertou interesse, afinal a sinopse é bem diferente.

    ResponderExcluir
  3. Meu deus, que legaal! Eu fui lendo a sinopse e pensando "quero esse livro pra já!" me lembrou algumas séries que já assisti. Eu gosto muito quando intercala presente e passado. Uma pena que não funcionou pra você :( eu fiquei animada, mesmo com as críticas.

    ResponderExcluir
  4. Esse livro tem dividido opiniões. Como toda leitura, agrada uns, desagrada outros.
    Fiquei curiosa para saber qual o mistério dela, e qual será o impacto dessa volta ao passado tantos anos depois.

    Danielle Medeiros de Souza
    danibsb030501@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  5. Raquel!
    Gosto quando tem mais de uma pessoa narrando e quando tem passado e presente, ainda mais que o suspense vem do passado.
    Fiquei curiosa para saber o que foi e porque a protagonista não se lembra.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  6. Olá,

    Não estava sabendo desse livro ainda. E confesso que fiquei um pouco confusa com a história, não entendi muito bem.
    Mas se tem mistério, já fico interessada.

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Oiii
    Eu não conhecia o livro, mas achei a história dele bem interessante. Fiquei bem curiosa pra saber o que ela fez no passado, e fiquei curiosa pra saber porque você não gostou tanto do final. Só é uma pena que o livro seja arrastado em alguns momnetos...

    Bjss ^^

    ResponderExcluir