A Rainha do Nada - O Povo do Ar, 3 - Holly Black

3 de janeiro de 2021


Título: A Rainha do Nada - O Povo do Ar, 3
Autor: Holly Black
Páginas: 294
Ano: 2020
Editora: Galera Record
Gênero: Fantasia
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon
Nota:  
Sinopse: Ele será a destruição da coroa e a ruína do trono.

O poder é mais fácil de adquirir do que de manter. Jude aprendeu a lição mais difícil de sua vida quando abdicou do controle do Rei Cardan em troca de um poder imensurável.

Agora, ela carrega o outrora impensável título de Grande Rainha de Elfhame, mas as condições são longe de ser ideais. Exilada por Cardan no mundo mortal, Jude se encontra impotente e frustrada enquanto planeja reivindicar tudo que Cardan tomou dela.

A oportunidade surge com sua irmã gêmea, cuja vida está em perigo. Para salvá-la de uma situação tenebrosa envolvendo Locke, Jude decide voltar ao Reino das Fadas se passando por Taryn. Antes disso, porém, ela precisa confrontar os próprios sentimentos contraditórios pelo rei que a traiu.

No entanto, ao voltar a Elfhame, Jude constata que tudo mudou. A guerra está prestes a eclodir, e ela caminha próximo a seus inimigos. Será que ela vai ser capaz de resgatar a Coroa e o amor incondicional de Cardan, ao mesmo tempo que destrói os planos de seus inimigos? Ou será que tudo está perdido para sempre?

A rainha do nada é o épico desfecho da trilogia O Povo do Ar, da renomada autora Holly Black. Com intrigas palacianas, reviravoltas inesquecíveis e uma construção de universo ao mesmo tempo complexa e crível, Holly Black se consagra mais uma vez como a rainha do Reino das Fadas e um dos nomes mais icônicos da fantasia para jovens adultos.



Resenha: Estou tão triste por ter acabado esta trilogia, nem creio que li tão rápido 😭. Mas vamos parar de lamentações e ir ao que interessa. 

"Era uma vez, uma menina que se imaginava uma cavaleira montada em um corcel, coberta de glória em competições de habilidade e honra. Pena que meus talentos seguiram uma direção completamente diferente."

Cuidado amigos, a partir daqui é possível que eu fale mais que as tamancas e solte alguns spoilers📣, afinal este já é o último livro da trilogia, aliás, para ler os anteriores, basta clicar nas imagens:

                                         

Jude perdeu seu chão, sua dignidade e tudo que mais amava e desejava ao ser traída pela irmã gêmea Taryn, e exilada no mundo humano pelo Grande Rei e marido, Cardan. Isso mesmo meus amigos, eles se casaram secretamente (Pasmem comigo!). Mas numa jogada inacreditável, o Rei a exila e expulsa do mundo das fadas depois de prometê-la um poder inimaginável como rainha de Elfhame.

Mas Jude não entendeu direito a mensagem, viveu pelo tempo que deu com dignidade e bravura no mundo onde ela já não existia mais... onde para todos havia morrido a muito tempo.  Porém surge uma inesperada oportunidade de voltar, de poder rever as criaturas a qual sempre quis conquistar... A talvez confrontar aquele que a "enganou" com a maior de todas as charadas, seu querido marido.

"Tento não sorrir, mas senti tanta falta da onda de poder que acompanha aquele tipo de joguinho, de estratégia e malícia. Odeio admitir, mas senti falta de arriscar o pescoço. Não há espaço para arrependimentos quando se está ocupada tentando vencer. Ou, pelo menos, não morrer."

Para ajudar sua irmã, aquela que a traiu sabem? Ela volta a Elfhame, e ao chegar descobre que seu padastro está cada dia mais poderoso e cheio de aliados, dentre eles um poderoso ferreiro mágico capaz de construir armas poderosíssimas. A grande Rainha, que se passa por sua irmã gêmea logo se põe a maquinar sobre como poderia defender seus súditos... seu povo de um soberano nada honesto nem misericordioso. É aí que vários segredos são descobertos. E ela passa a entender o real motivo de ter sido exilada, nada foi o que ela imaginou. Pra alívio desta que vos fala 😅.

"Ela é minha esposa - revela Cardan, a voz se espalhando pela multidão. - A Grande Rainha de Elfhame por direito. E, definitivamente, não exilada."

Eu quase gritei ao ler isso, hahah. O romance nessa trilogia é bem fraco,  quero dizer, eles se gostam, se amam até, mas essa parte só fica mais em evidência do meio para o fim. A autora frisa mais as questões políticas, os joguetes , as intrigas da corte... Em um desses momentos uma certa maldição vem a tona, nosso mocinho passa por uma transformação inacreditável, e somos levados a acreditar que tudo estará perdido. Mas nossa Rainha é valente, forte e muito inteligente. No fim se mostra uma mulher de poderes grandiosos e um coração que bate pelo que é justo, pelos que ama. Sua família e seu grande amor.

"Bom, ele fez com que me vissem como mais que apenas a rainha mortal, certamente. Agora, eles me veem como a rainha assassina."

O final foi incrível, tudo é posto em seu lugar. De um jeito rápido e criativo Holly Black transforma uma história já grandiosa em algo lindo e ainda maior.  A Grande Rainha que tinha tudo para governar um Nada, tem em suas mãos um mundo repleto de criaturas e coisas grandes. Ilhas, povos...o reino das fadas. Graças a uma sábia decisão de proteger seu povo, Jude restaura  a paz. Traz de volta quem achava que  estava perdido, e põe em seu lugar aqueles que trataram contra sua vida, contra a coroa. 
Deixa eu parar por aqui, senão soltarei mais spoilers🤣. Agora vou ali pesquisar mais sobre outras obras da Holly, essa mulher me ganhou viu, ela escreve com maestria e devo admitir: ela é como disse a Leigh Bardugo, a rainha da fantasia.

10 comentários

  1. Primeiro: Mah eu sempre me apaixono pelas suas fotos! Amo demais a forma delicada que compõe elas e sempre fico desejando os livros!
    Aliás, estou influenciada por você e já tô com eles preparados para leitura esse mês!
    Empolgada para poder conversar contigo! Só me aguarde!

    Amei tudo! tu arrasou 🖤

    ResponderExcluir
  2. Tão bom quanto p sentimento que fica ao terminar uma trilogia é a saudade e que a história cumpriu seu dever.
    Como já falei por aqui, não sou de ler fantasia maaas é impossível não conhecer a luta de Jude, visto que a trilogia teve um grande hype e foi impossível não ver um dos ou os três livros em blogs e igs literários

    ResponderExcluir
  3. Eu dei somente aquela passadinha na resenha desse terceiro livro, pois os dois primeiros livros estão na estante só me esperando juntar moedinhas para comprar esse último que fecha a trilogia do Povo do Ar!
    E vou admitir que estou ansiosa, já que foram livros elogiados demais e eu sei que por amar uma boa fantasia, eu vou amar conhecer a história geral!!
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na Flor

    ResponderExcluir
  4. Não li por completo a resenha, por conta dos possiveis spoilers, mas preciso dizer que estou louca pra ler essa trilogia. Amo qualquer fantasia que tenha fada, elfos no meio kkkk, e sempre dizem que pra quem curte cassandra vai gostar bastante da holly entao, to muito bem pelo menos nisso. Espero ler esse ano!

    ResponderExcluir
  5. Todo santo dia eu me pergunto porque ainda não li esses livros HAHAH Não li sua resenha toda por causa de spoilers, mas só esse finalzinho já deixou minha expectativa maior do que ela já é. Com certeza essa série não vai sair da minha lista em 2021.

    ResponderExcluir
  6. ola
    confesso que fantasia não leio frequentemente ,estou pensando em ler mais nesse ano ,e essa autora está sempre sendo elogiada.
    que bom que a trilogia encerrou assim de um jeito que já te deixou com saudades . tomara que voce encontre outros livros da autora para compartilhar conosco .
    ah a fotos ficaram lindas !

    ResponderExcluir
  7. Márcia!
    Quando eu leio um livro de fantasia, as partes que mais me deixam empolgado são as que envolvem intriga política, e esse terceiro volume só parece frisar que a trilogia PRECISA entrar na minha meta de leitura o quanto antes.
    A evolução de Jude, e sua ascensão ao poder, são os aspectos mais impactantes aqui, de modo que é satisfatória acompanhar a protagonista chegando ao topo e trazendo a tão sonhada paz a esse universo dominado pelo mal.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Márcia!
    Nossa! Ser enganado pelo próprio marido, é o fim.
    Pena o livro não focar muito no romance, porém gosto quando fala mais sobre a política, as intrigas e maldições.
    Poder é sempre importante nos livros e na vida real também.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  9. Não lembro de ter acompanhado as resenhas dos outros livros, mas achei essa capa linda e o pouco que li e entendi achei bem legal, mesmo não curtindo muito fantasias. Mas é um boa opção para futuramente.

    ResponderExcluir
  10. Olá! Em pensar que eu quase descartei essa trilogia, ainda bem que mudei de ideia, porque pelo visto iria perder uma baita história e agora fiquei aqui para lá de curiosa e empolgada para finalmente começar mais essa aventura, ai ai minha lista de leitura que me perdoe, mas sim, ela vai ser alterada mais uma vez (risos).

    ResponderExcluir