Elevador 16 - As Crônicas dos Mortos, 2.5 - Rodrigo de Oliveira

1 de julho de 2020

Título: Elevador 16 - As Crônicas dos Mortos, 2.5
Autor: Rodrigo de Oliveira
Páginas: 60
Ano: 2014
Editora: Faro Editorial
Gênero: Contos, Horror, Literatura Brasileira
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon
Nota:  
Sinopse: Estamos em 2017.
Cientistas descobrem um planeta vermelho em rota de colisão com a Terra. Depois de muito pânico nos quatro cantos do mundo, eles asseguram que passaria a uma distância segura. E todos ficam tranquilos acreditando que nada iria acontecer...
Mas não podiam estar mais enganados.
No dia em que o planeta estaria mais visível, enquanto todo mundo se preparava para observar o fenômeno a olho nu, um grupo seguia para um compromisso chato: trabalhar num sábado na empresa de processamento de dados, pois estavam com muitos projetos atrasados.
Na hora do almoço, 16 pessoas entram no elevador... mas ele para entre dois andares. As comunicações não funcionam, nem alarmes, nem celulares, ninguém aparece para ajudar. E eles não sabem que, em todo o mundo, algo muito estranho aconteceu. Em poucos segundos, 10 pessoas caem num surto coletivo, como que desmaiadas. Entre o desespero, tentativas de busca por ajuda, um deles começa a abrir os olhos, mas eram olhos vazios, olhos do mal...
Este livro conta uma história que ocorre no exato momento em que o nosso mundo se transforma. Traz personagens que vivem o intenso evento cósmico que mudaria a Terra para sempre.

Para ler as resenhas dos dois livros anteriores, clique nas imagens abaixo:

                                              


Resenha: Eu deveria ter lido esse conto antes de ler O Vale dos Mortos, mas não o fiz! Primeiro porque eu realmente pensei que esta era a ordem, ele viria depois, segundo porque de qualquer maneira a curiosidade para ler o Vale era imensa!

Mas olha, mesmo ele tendo sido publicado primeiro, você pode ver isso lá no final do conto, ele deve ser lido entre o segundo e o terceiro, vai por mim, faz mais sentido!

Bom! É um conto, de 60 páginas, li em meia tarde, de tão rapidinho que é!

O conto traz a história de um grupo de colegas de trabalho, que estava preso ao escritório a fim de colocar as coisas em dia, em pleno sábado.

" O gigantesco planeta, descoberto pelos astrônomos no ano anterior, pusera toda a humanidade em pânico. Em todos os países, milhões de pessoas foram para as ruas, certas de que a aproximação do misterioso corpo celeste iria destruir a terra, visto que Absinto tinha mais de vinte vezes o tamanho do nosso planeta."

Mariana estava ansiosa por saber o resultado do teste de gravidez que acabara de fazer. Dependendo do que apareceria ali sua vida viraria um caos. Raul, seu futuro ex-namorado estava longe de ser o pai desejado para um filho seu. Eram colegas de trabalho e estavam sempre em meio à idas e vindas!

Um drama e tanto para a vida de uma moça solteira de 24 anos não é? Pois ela não poderia estar mais enganada, tudo poderia piorar. Dito isso, adivinhem se não piorou? O planeta intruso escolheu exatamente esse momento para se aproximar da terra e instalar o caos!

Hora do almoço, um grupo de 16 pessoas decide sair do prédio para almoçar, e eis que o elevador pára, a luz acaba e 10 pessoas dentro daquela caixa minúscula desmaiam, E elas vão acordar! Mortas....todas as 10!


Quem não desmaiou ou foi mordido, precisa desesperadamente salvar sua vida. Precisa fugir de dentro de um prédio cheio de zumbis, sem energia elétrica e sem esperar que a ajuda venha... Não há mais ajuda!!!!

"Mariana se arrepiou com o uso do termo "zumbi". Ela nunca tinha sido adepta de histórias de terror, mas de uma coisa tinha convicção: zumbis não existiam. Eles pertenciam à mesma categoria dos vampiros e dos lobisomens; não passavam de invenções de pessoas interessadas em ganhar dinheiro dando sustos nos outros."

Elevador 16 foi uma grata surpresa que eu li em ebook,  (está de graça na Amazon, basta clicar aqui e baixar).  Foi uma leitura rápida e bem reveladora, não adianta nada sobre a história em si, mas mostra como foi a mudança de rumo da vida de um grupo de amigos. Mostra o valor da amizade e o sacrifício em nome da mesma. E mostra, acima de tudo, que nada na vida está tão ruim que não possa piorar! Mariana que o diga!!! E eu tenho a impressão que veremos Mariana ainda....

Leitura super recomendada à todos que, como eu, gostam do gênero!!!!

8 comentários

  1. Lá vem ela passar vontade em mim;/ Eu ainda não li nenhum dos livros do Rodrigo,mas essa saga dos mortos é muito elogiada desde o começo e deu uma alegria ao ver a foto de todos juntinhos ali.
    Gostei de saber do contos "de grátis", apesar de que acho que se ler ele sem os demais, não vai ficar legal não. rs
    Mas eu ainda tenho esperança de ter todos os livros e me jogar nesse universo de zumbis de uma vez!!!!
    Viva nossa literatura nacional!!!
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na Flor

    ResponderExcluir
  2. O melhor que li até agora dele! Eu fiquei morrendo de agonia de me imaginar presa no elevador com os mortos. Já ia morrer que capaz wue eu ia conseguir passar pelo buraco da porta do elevador com a minha coluna ferrada!!
    TERROR PURO!
    Sem falar que a Mariana é uma sobrevivente! Adorei o elo com o Personagem do segundo livro também!

    Muito bom! 😱💀

    ResponderExcluir
  3. OLA que bom que os autores nacionais estão se saindo muito bem em diversos generos .
    esse não é um genero que eu curto ,mas posso imaginar o terror dessa personagem que não acreditava em zumbis .eu tambem não acredito rsrs

    ResponderExcluir
  4. Olá Denise!
    Ufa! Então Mariana sobreviveu? Que bom, já simpatizei com ela. Mas vamos combinar que nada de bom acontece num elevador, né? Sinceramente estou cogitando ler esse conto para conhecer o a escrita do autor e ver se gosto da série (zumbis não são o meu forte, mas vai que eu goste) pois com tantos elogios de vocês aqui do blog fiquei bem curiosa.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá Denise!
    Este conto traduz exatamente o que significa o pânico, ver a sua vida mudar de uma hora pra outra e não ser capaz de processar o que está acontecendo. Na verdade só dá tempo de correr, né rsrsrsrs. Mesmo não complementando diretamente os livros principais da série, essa pequena história é importante para que vejamos as consequências deste apocalipse zumbi sob uma nova perspectiva (e vamos cominar, quando gostamos do universo de um livro sempre queremos mais).
    Fiquei é com pena da Mariana...coitada da mulher, se já estava desiludida só por causa dessa gravidez imagina se ver no meio de uma corrida pela sobrevivência com essas criaturas pavorosas. Espero realmente que a vejamos novamente (viva, de preferência).
    E a Amazon FAZ TUDO disponibilizando o conto pra gente, amo.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Oi Denise!

    Esse conto está na minha lista faz algum tempo, e sempre fiquei confusa com onde ele se encaixa n o resto da história, agora eu sei HAHAHAH

    Fique ainda mais curiosa para ler logo :)

    ResponderExcluir
  7. Denise!
    Já tive oportunidade de ler esse conto/livro há alguns anos atrás e confesso que na época fiquei bem impactada, não podia imaginar em tanto risco e em tantas mudanças durante toda a história, teve hora que foi aterrorizante, entretanto, uma ótima leitura.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  8. Nossa, quantos livros! Já vi em algumas redes sociais literárias sobre esses livros, mas nunca me aprofundei tanto por causa do gênero. A capa é bem assustadora, né? kkk acho que por isso que eu lembrei de já ter visto sobre o autor.
    Adoro séries que vêm com esses contos e acabam explicando mais um pouquinho da história. os fãs devem ter ficado muito felizes hahahaha
    Até mais!

    ResponderExcluir