Luz, Câmera, Ação!!! Apocalipse V (V Wars)

15 de janeiro de 2020

Diretor ou produtor: Thomas Vencelides, William Laurin, Glenn Davis, Brad Turner, Eric Birnberg, Thomas Walden, James Gibb, Ian Somerhalder, Lydia Antonini, Matthew McCluggage, Paul Harb, Ted Adams, Jonathan Maberry
Ano Início (série): 2019
Ano do Término: Em andamento
Temporadas: 1
Gênero: Ficção Científica, Terror, Suspense, Drama
Elenco: Ian Somerhalder, Adrian Holmes, Jacky Lai, Nikki Reed, Laura Vandervoort, Kyle Harrison Breitkopf, imberly-Sue Murray, Kandyse McClure
Nota: 
Sinopse: V Wars é uma série de televisão de terror e ficção científica canadense-americana, baseada na série homônima de Jonathan Maberry, estrelada por Ian Somerhalder, Adrian Holmes, Jacky Lai, Kyle Breitkopf, Peter Outerbridge, Kimberly-Sue Murray e Sydney Meyer. A série estreou na Netflix em 5 de dezembro de 2019.
V Wars segue a história de um cientista e seu melhor amigo, enquanto enfrentam a crise em evolução de um surto mortal que divide a sociedade em facções opostas, potencialmente evoluindo para uma guerra futura entre humanos e vampiros



Resenha: Quando vi que iria sair uma série de vampiros com o Ian Somerhalder, logo imaginei que seria no mesmo estilo de The Vampire Diaries, não que eu não goste, até assisti, apesar de nunca ter visto o final, mas sinceramente, já está meio batido esse tipo de filme ou série né? Minhas suspeitas aumentaram quando vi que teria a participação como convidada especial a esposa de Ian, Nikki Reed que é a mesma atriz que interpretou a Rosalie da saga Crepúsculo....

“A ciência não tem fronteiras.”

Enfim, eu não poderia estar mais errada. A trama não tem nada de vampirinhos brilhantes romantizados como em Crepúsculo e nem vampiros com "alergia" a Verbena como em TVD, veja bem, não vá brigar comigo, eu gosto do filme e da série, só acho que já está meio saturado.


Mas bom, já começamos com o Daemon, ops, o Dr. Luther Swann (Ian), todo mauricinho, bem diferente do que estamos acostumados, dando uma palestra, logo em seguida é chamado para resolver um problema numa base de pesquisa remota, para isso chama seu melhor amigo Michael Fayne (Adrian Holmes).


Chegando lá, são expostos a um vírus ainda desconhecido, os dois. Quando retornam, acabam ficando em quarentena, mas como nenhum sintoma se pronunciou, alguns dias depois, acabam sendo liberados, e é justamente quando os sintomas aparecem, em Michael. Por algum motivo Luther é imune.

“As lendas tem que vir de algum lugar.”


Mortes começam a acontecer e todos imaginam ter um serial Killer à solta, no início nem Michael sabia que ele estava matando, até que se dá conta que fez alguma coisa e chama Luther, então a correria começa, amigos se tornam inimigos, já que ao que tudo indica, estão em lados opostos da "cadeia alimentar".


Luther tem um filho com sua ex esposa problemática Rachel Swann, e é em busca da proteção desse menino e da cura do amigo que ele vai. Acontece que ele é um médico, avesso à violência e com algumas limitações que não cabem num mundo onde agora vampiros se multiplicam como ratos.

“Às vezes, a vida pode ser cruel.”


Não se sabe mais quem é vampiro ou quem é humano, não há nada que os diferencie. Aquela coisa de não poder ir no sol, esquece, não é assim, vampirinhos bonitinhos e com dentinhos lindinhos...Não....são feios ao se transformar!

Junte isso à espécies diferentes de vampiros: os violentos que querem matar e os que só querem sobreviver, como Mila Dubov (Laura Vandervoort), uma vampira justiceira que mata todos os malvadões e temos uma série bastante interessante, que me deixou bem curiosa para ler os livros, é uma pena que ainda não tem nenhuma editora publicando aqui no Brasil, coisa que eu espero que mude logo...


O último episódio nos entregou um Luther completamente diferente, tivemos um vislumbre do que será a próxima temporada na última cena, ele sofreu...perdeu... e mudou pra caramba!


Recomendo, gostei bastante da série!




5 comentários

  1. Meu crush eterno Ian Somerhalder 😍❤❤❤❤
    Eu gosto muito do Ian, acompanho seu trabalho tanto como ator como ativista e sou fã
    Então me empolguei bastante quando soube que ia ter uma nova série dele. E ainda mais que ele não é o vampiro dessa vez (e olha que que amava o Damon ❤)
    A série me fisgou também gostei bastante do que vi. Só falta assistir aos dois últimos episódios mas essa semana pretendo terminar

    Adorei e estou louca para saber do que você está falando do episódio final. 😉

    ResponderExcluir
  2. Acho que a única série recomendada aqui no blog que ainda não vi. rs
    Não que não a tenha visto por aí, pelos sites de cinema e séries que passo diariamente(ow vício danado),mas apesar de sim, ter visto o trabalho de Ian, povo só recomendava a série pela beleza do cara. Tá, ele é lindo mesmo. Mas só isso???
    Nunca vi o final de Diários também e nem sinto falta.
    Mas prometo que agora, tendo uma crítica de verdade da série, verei com certeza.
    Obrigada por ser tão de verdade tudo que tem aqui no blog!!!!

    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na Flor

    ResponderExcluir
  3. Olá Denise!
    Uau, a série tem um elenco de peso e todos já são mais que graduados no mundo vampiresco, o que facilita um pouco as coisas, embora sejam diferentes. Eu adoro TVD (Crepúsculo nem tanto) e vampiros bonitinhos mas acho que também vou curtir essa pegada maia séria. Já simpatizei com essa vampira justiceira. É uma pena mesmo nao termos os livros por aqui.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Denise!
    Vampiros são seres execepcionais e quando conseguem trazer um filme com a forma originárias dessas criaturas macabras e sanguinolentas, é inédito, só por isso já vale assistir e conferir Ian Lindão Somerhalder.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  5. Olá Denise!
    Essa série chama atenção justamente por fugir dos clichês envolvendo vampiros, sendo que a história se inclina bastante para ficção científica, e o resultado parece ser uma combinação interessante que inevitavelmente faz o expectador maratonar de uma vez, né?
    V Wars gerou um certo buzz por conta da presença de Ian Somerhalder no elenco mas quando lançou passou meio despercebida. Só espero que a Netflix não cancele.
    Beijos.

    ResponderExcluir