👠 Leitura Coletiva: Stepsister - Jennifer Donnelly 👠

6 de novembro de 2019




Olá, vocês devem ter visto o post convidando-os para participar da nossa Leitura Coletiva e entrar no grupo da leitura no Whats né?
Bom, se não viram, clica na imagem abaixo e você verá do que estou falando:


Então, o grupo cresceu, a Leitura aconteceu e foi a melhor experiência possível! Eu adorei, de verdade!

Alguns comentários aleatórios feitos no whats ao longo da leitura, não vou colocar os nomes de quem comentou o quê, apenas alguns "surtos da leitura":
Começamos no dia 15 de outubro, como combinado...

👠 Quem começou e não consegue parar?

🗡 O primeiro capítulo é foda, me fez chorar

👠 Comecei e não consigo parar

🗡 Verdade. É muito louco como é possível sentir a dor dela.

👠Senti as dores daqueles pés em mim

🗡 Mas tô querendo é chorar, esse livro é ótimo

👠Aquele dilema: sentir pena ou não da Isabelle 

🗡 Só digo uma coisa.... Esse livro deveria ser leitura feminina obrigatória

👠 Candidato a melhor do ano pra mim

🗡 Esse com certeza vai entrar no post dos melhores esse fim de ano

👠 Por Deus, mais alguém apaixonada pela Tavi e seu cérebro? Ela é incrível!

🗡 Com uma mãe como Maman, quem precisa de inimigo 

👠 E eu estou surtando com o capítulo 114. Misto de chocada com eu já sabia. E na torcida que agora vai.

🗡 Quero socar metade dos personagens

👠 Achei muito legal a ideia do livro contar o lado das "irmãs feias". Sempre é sobre a Cinderela perfeita, fofa, agradável, etc


Tem muito...muito mais, mas se eu colocar tudo aqui vai ficar um post enormeeee...



E desta vez, vamos fazer um pouco diferente, a Vivian colocou essas perguntas para o povo responder:

Meninas vou mediar o bate papo com 3 perguntas para me responderem para colocar no post especial da LC que a De vai fazer

1. O que vocês consideram o legado desse livro para vocês?

2. Vocês acreditam que Isabelle terá uma vida onde ela vai seguir se tornando a melhor versão de si mesma? 


Então, finalmente, vamos à opinião dos participantes:

Fabi: 
1. Para mim fica a lição de como as influências externas moldam sim nosso caráter. Mas no fim, nossa essência acha uma brecha, se dermos a chance, e desabrocha com segurança, auto estima e realização.

2. Eu acredito que sim, que ela encontrou seu caminho. Lógico que deslizes tem uma probabilidade gigante de acontecer mas no geral eu acredito que sim.

Elizete: 
1. Acho que a mensagem que fica é que todos somos maravilhosos, independente dos padrões exigidos/instituídos pelo mundo. Que é importante seguirmos sempre nosso coração e não nos deixarmos influenciar pelas coisas (pessoas) ruins ao nosso redor.

2. Mas lógico que sim, acredito que ela tenha ganhado várias batalhas por aí a fora, conquistado a admiração de ainda mais pessoas, e posso até afirmar que ela virou madrinha de uma das filhas da Ella (imaginação vai a mil).

"Ela era destemida. Ela era forte. Ela era linda."

Márcia: 
1. Que beleza realmente não é tudo,  que podemos ser feliz fora dos padrões de beleza imposto pela sociedade; e que a nossa importância está no que trazemos dentro de nós e em nossos atos...

2. Acredito, até porque ela mesma viu que isso é possível,  e quando acreditamos em nós mesmos podemos dominar o mundo🤣🤣

"Isabelle conseguia fazer o impossível porque ela tinha um dom - um dom que era muito mais valioso do que um rosto bonito ou pés delicados.
Isabelle tinha uma determinação inabalável."

Jordana:
1. Que não devemos julgar uma pessoa antes de conhecê-la de fato. Desde sempre nos foi mostrado que a Cinderela era a perfeitinha injustiçada, a boa, linda, exemplo de mulher a ser seguido. E podemos ver que na verdade não é bem assim. Nem sempre aquele rostinho bonito quer dizer que é inocente. Podemos conhecer o outro lado, saber ser uma mulher forte, de opinião, e que uma pessoa pode ser bonita de diversas formas, não apenas fisicamente. E principalmente, que não devemos nos acomodar e aceitar o destino que muita das vezes nos foi dado, e sim trilharmos o nosso próprio caminho, pois o legado que deixaremos para trás só depende de nós mesmos.

2. Acredito que sim. Durante todo o livro a personagem vai se descobrindo, percebendo suas falhas e defeitos, os pontos onde precisa melhorar, ações que deve tomar para proteger aqueles que ama e para que pudesse encontrar a própria felicidade. Ela batalha e corre atrás, não foge de suas responsabilidades e busca se redimir por todos os erros que cometeu. É super perceptível a evolução dela.

"O que está feito, feito está. Seja para você ou por você, e você não pode mudar isso. Mas o que não foi feito, feito não está. E é aí que estão a esperança e o perigo. Acredite que pode traçar seu próprio caminho. Ou não. De todo modo, você está certa. Toda guerra é diferente, mas ainda assim toda batalha é igual. O inimigo é apenas uma distração. A coisa contra a qual você luta, sempre, é você mesma."

Raquel: 
1. O legado dela é que mesmo com as adversidades da vida. Podemos e temos que confiar em nós mesmas para conhecer no interior e assim seguir com o tudo que nos faz bem.

2. Com certeza, a partir do momento que ela aceitou que ela é, e o que ela realmente queria e que estava adormecido nela. Ela se viu suficiente para seguir em frente.

Vivian: 
1. Foi um livro que me motivou a rever o modo como eu me vejo de certa forma, porque quantas e quantas vezes, por desejo de atender aos que os outros querem não vamos perdendo partes dos nossos corações? Sejamos corajosas para nos amar como somos é o legado que ficou para mim

2. Acredito que sim! A jornada dela está só começando, porém, ela finalmente fez as pazes consigo mesma e acho que seguirá tentando ser uma pessoa boa. Humana e errando como todos, mas boa

Julie Anne:
1. Além de ver Cinderela com outros olhos 😬... Acho que NÃO desistir de seu sonhos, por mais difícil que pareçam.

2. Eu acredito. Pois o olhar dela para si no espelho do palácio, demonstrou o quanto ela cresceu e se conheceu.

“Mudar é um beijo no escuro. Uma rosa em meio à neve. Uma estrada solitária em uma noite de vento”

“Acho que todos cometemos erros. O que importa é não deixarmos nossos erros nos definirem”

Kalpurnia:
1. A força da personagem e o modo como ela aprendeu que nem sempre o que se deseja, é o que se quer e precisa.

2. Sim, mas apenas se ela continuar a se desafiar e se descobrir.

"O príncipe ama outra pessoa; ele a deseja, pensou Isabelle. Se eu continuar com isto, não estarei ganhando um marido, e sim criando um prisioneiro."


Lívia: 
1. Primeiro que não da para fugir de quem você é a vida inteira. Em algum momento, você será confrontado por si mesmo e pelas pessoas a sua volta. As responsabilidades não deixarão de existir.  
E mudar requer coragem e principalmente saber quem és e o que deseja realmente.

2.  Sim, haverão altos e baixos mas seguirá fiel as suas convicções e desejos. Ela reencontrou a si mesma (Cena do espelho)

"Mortais não gostam de incertezas, não gostam de mudanças. Mudar é assustador. Mudar é um beijo no escuro. Uma rosa em meio a neve. Uma estrada solitária em uma noite de vento. Monstros vivem no escuro. Rosas morrem na neve. Garotas se perdem em estradas solitárias. (...) Mas chance não desistia."

"Quantas vezes ela havia cortado fora partes de si mesma por ordem de sua mãe?"

Denise: 
1. A beleza está dentro de nós. De nada adianta uma aparência linda sendo feia por dentro. A beleza acaba. A inteligência, o amor ao próximo, a compaixão, a força e a coragem, são belezas internas que nunca acabam, que não envelhecem, que permanecem conosco e só melhoram a cada momento.

2. Acredito que a vida de qualquer pessoa tende só a melhorar, a cada dia, uma nova versão nossa imerge, melhorada ou piorada. Isabelle melhorou. Acredito que sua vida será uma melhora constante. Somos uma metamorfose, melhoramos dia após dia.

"Você pode me conter tanto quanto pode conter um furacão."



Aí eu fiz uma pergunta final:
O QUE VCS ACHARAM DO LIVRO?

Vivian: Um dos livros que mais gostei de ler esse ano. Conta uma história interessante e que me fez refletir muito

Fabi: Um dos meus favoritos da vida, um que estou indicando para todas as mulheres que conheço

Elizete: Uma experiência inesquecível, um dos melhores livros do ano que além de uma história maravilhosa, também me trouxe ainda mais força para continuar sendo simplesmente eu ❤❤

Marcia: Achei maravilhoso!! Uma história que nos faz pensar em quanto nós mulheres podemos ser fortes e capazes de tudo quando temos fé em nós mesmas. Que há valores muito mais importantes do que apenas aparência...

Lívia: A leitura é leve, mesmo quando traz passagens intensas, a leitura flui. Foram momentos adoráveis de viagem literária.  As personagens traziam  a tona reflexões que muitas vezes fazemos questão de manter sob panos quentes.

Jordana: Leitura maravilhosa. Escrita leve, fluida e cativante. Nos faz pensar sobre diversas questões da vida e que muitas vezes não existe uma verdade absoluta, tudo depende do ponto de vista, por isso devemos aprender a conhecer uma história antes de julga-la.

Denise: Leitura maravilhosa! A cada página, a cada dissabor da Isabelle...sofremos com ela, torcemos por ela, nos mostra como é fácil julgar sem antes conhecer a história de cada um. 



Ah, e durante a leitura elas foram colocando quotes no grupo! Muitos Quotes, trouxe uns poucos para você ver:

"É isso que fazemos com nossa dor. - observando a borboleta voar mais alto - nós a transformamos em algo belo.
- Nós a transformamos em algo significativo
- Fazendo com que tenha importância."

"- Preciso de um nome para esta tinta - um nome para a sensação que se tem ao rever uma pessoa. Depois de muitos anos. Alguém que você tinha perdido ou achava ter perdido. E você se lembra dessa pessoa de certa maneira; em sua mente, ela nunca envelhece. Mas de repente essa pessoa aparece de novo. Mais velha, mudada pelo tempo. Diferente, mas exatamente igual.
- Essa pessoa significou alguma coisa para você?
- Talvez. Poderia ter significado. Quase significou. Teria significado. Se o momento fosse o certo. Se você tivesse sido mais esperto, mais ousado, melhor.
(...)
- Maravilhamento. Este é o nome."

"Os livros de História dizem que reis, duques e generais dão início a guerras. Não acredite nisso. Nós as iniciamos, você e eu. Toda vez que viramos as costas, ficamos calados, não nos envolvemos – nos comportamos. A coisa errada, a coisa covarde, a coisa fácil. Você faz isso depressa. Você a deixa para trás. Acabou, você diz a si mesmo enquanto se afasta rapidamente. Para você, essa coisa acabou. Mas essa coisa talvez não ache que tenha acabado."

Além das fotos e prints, claro, que não foram poucos!







Enfim, não há palavras para descrever o quão foi prazerosa essa leitura!
Estamos acostumadas a fazer Leitura Coletiva no blog, mas pela primeira vez abrimos para o público e o retorno foi incrível. Conhecemos novas pessoas, mulheres incríveis que fizeram a diferença na vida de cada participante. Com seus comentários, surtos, "xingamentos" aos personagens, nossa leitura se tornou uma experiência sem igual!

Importante: Todos os comentários aqui foram autorizados pelas participantes.

7 comentários

  1. Ah meu deus que post lindo!
    Deu pra sentir toda a energia que foi essa leitura com vocês
    Amei demais.
    Sem dúvidas que ler esse livro foi marcante.
    Ler com vocês então!
    Muito maravilhoso

    Mas me aguardem que foram tantos quotes que marquei... impossível chegar a um só
    Logo trago meus surtos lendo e separando as citações de todas!

    Adorei o post ficou lindo

    ResponderExcluir
  2. Denise!
    Imagino que a experiência deve ter sido bem bacana e diferente mesmo. Vocês estão de parabéns!
    Fiquei um pouco perdida, porque não li o livro, mas os comentários finais, foi quase unanimidade que amaram o livro e foi uma das melhores leituras do ano.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  3. Um dos livros que mais desejo ler nos últimos tempos e justamente por opiniões como estas acima!!!Que delícia esse levar mais gente para dentro da conversa. De colocar todos os tipos de leitores juntos e envolvidos com uma história e oh, que história!
    O padrão da beleza colocado de uma forma única, quase sim, beirando um conto de fadas. Além da capa maravilhosa, enredo lindo, o livro causou em todas que leram esse furor gostoso e tenho certeza, pelo que li acima, lições importantíssimas!!!
    Espero ler a obra em breve!!!
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na Flor

    ResponderExcluir
  4. Olá! Minha primeira leitura coletiva e só posso dizer que amei (e quero mais). Esse livro já tinha me fisgado com essa capa e durante a leitura foi me conquistando ainda mais, foi um desespero para descobrir o final, mas ele veio e me deixou com um sorriso bobo no rosto (e algumas lágrimas não derramadas), do jeitinho que a gente gosta. Foi bom demais fazer parte de tudo isso meninas!!!

    ResponderExcluir
  5. Oi Denise,
    Acho até que eu já comentei isso, mas quando vi a capa deste livro eu não tinha ideia de que assuntos o enredo iria abordar e depois de acompanhar a resenha aqui no blog, vi o quanto este livro é o ideal para uma leitura coletiva. Há tanto para ser discutido e compartilhado, pois a história oferece muitos elementos importantes. Adoro acompanhar as reações de outros leitores e mesmo que eu, ainda, não tenha lido o livro, não tenho dúvidas de que algumas dessas reações seriam compartilhadas por mim.

    ResponderExcluir
  6. Oi, Denise
    Eu já participei de leitura coletiva e amei também!
    Eu não conhecia esse livro, mas adorei os comentários de vocês, parece ser uma história interessante e profunda, e principalmente que ensina a não julgarmos ninguém por sua aparência, tema que adoro e acho superverdadeiro!
    A capa é linda - tô julgando kkk e vou querer lê-lo com certeza!
    bjos

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Nossa, pena que não tenho o livro, se não eu participaria. Bom, só de ler os comentários, trechos fiquei bem curiosa por essa leitura. É interessante ver que há uma historia das irmas da Cinderela.

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir