Um Acordo de Cavalheiros - Lucy Vargas

4 de setembro de 2019

Título: Um Acordo de Cavalheiros
Autor: Lucy Vargas
Páginas: 350
Ano: 2017
Editora: Bertrand Brasil
Gênero: Romance de Época
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon
Nota:  
Sinopse: Um romance sensual e arrebatador repleto de intrigas, morte e desejo.

Tristan Thorne, o Conde de Wintry, não é um homem para brincadeiras. Com uma vida de segredos, amado e odiado na sociedade, ele não é o parceiro ideal para uma dama. Dorothy Miller não sabe o que há por trás de suas motivações, apenas que ele é bastante intenso. Os jornais dizem que ele bebe demais, joga demais e ama escandalosamente. E até mata. Como uma dama determinada a ser dona do próprio destino como Dorothy Miller acaba em um acordo com um homem como Lorde Wintry? Você teria coragem de guardar um segredo com o maior terror dos salões londrinos? Lembre-se: Nunca faça acordos com ele, pois o conde sempre volta para cobrar.

Resenha: 

"As pessoas não precisavam ser iguais. Não tinham que desejar e almejar os mesmos objetivos e meios de vida. Elas deviam ter liberdade para seguir o que quisessem."

Estava com esse livro a um tempão para ler, mas sempre passava outro na frente e lá ia o coitado para o fim da lista de novo. faço tanto isso... e não deveria porque acabo deixando de ler livros realmente bons! Além disso, sempre é ótimo dar chances para os nacionais né???

Para quem tem conta no Unlimited, tem o ebook lá também, é só clicar no link lá em cima!

"Ambos ficaram surpresos ao descobrir um ao outro e ver que não eram tão ruins quanto pensavam. Dorothy percebeu que Lorde Wintry, o suposto terror de qualquer dama respeitável, apelidado de demoníaco pelos medrosos, não era assim tão terrível. Tristan descobriu que ela não era uma daquelas damas respeitáveis, criaturas aterrorizantes das quais ele corria mais do que assombrações." 

Romance de época tem um lugar comum na literatura...já sabemos meio como são e sempre sabemos que, no final, o amor vence e o casal que se apaixona e nos faz suspirar ganham seu "felizes para sempre", e isso é algo que eu adoro nesse tipo de leitura porque, por mais que vejamos encontros e desencontros, sabemos como termina.



E esse não foi tão diferente assim, apesar de ter umas diferenças bem legais!

Começamos com Doroty acordando em uma cama, que não é a sua, quase sem roupas e com um homem, Tristan, se vestindo, no mesmo quarto que ela.

"-Vamos nos encontrar no vão depois da sala de jogos, em cinco minutos.
- Nem que eu estivesse louca.
- Você é louca Dot. Se não fosse não teria acordado na minha cama."

Acontece que ela havia bebido na noite anterior e não lembrava o que tinha acontecido e como foi parar ali! (sem vergonha, lembrava sim...kkk...só não quis admitir).

Então, conversa vai, conversa vem, eles acabaram naquela situação, sem que houvesse nada de mais...a princípio...entre os dois. Só que Tristan não se convence e agora quer "namorar" Doroty, nada além disso porque ele não quer casar, e na verdade, nem ela quer!

"Lembre-se: Nunca faça acordos com o lorde mais diabólico de Londres. Ele sempre volta para cobrar."

Mas é claro que ter apenas um envolvimento durante uma temporada não pode dar certo né? Obviamente, o coração não gosta de brincar assim e acaba enganando os dois, eles então acabam se apaixonando, sem confessar para o outro o que sentem, vão ter que saber lidar com esses sentimentos, ao mesmo tempo que Tristan, no meio de uma vingança, descobre que ou tem sua vingança, ou seu amor!

"Uma vez, enquanto andava pelo campo, senti o melhor perfume de flores da minha vida. Eram coloridas, entre azul e algo mais quente. E você cheira a flores que não sei nomear mas residem na mais bela paisagem campestre que já vi."

Enfim, é um livro com muito romance, uma certa quantidade de ação e muitas, muitas cenas mais picantes, e foi isso que me fez dar apenas três estrelas. Gosto do romance e até nem me importo com algumas cenas mais quentes. Mas eu achei muito exagerado a quantidade de cenas "hots" nesse livro, poderia ter muito menos a ainda assim, seria bastante.

Tirando isso, a história é maravilhosa, os personagens são ótimos, a escrita da autora é bem gostosa, o que nos faz ter uma leitura fluída e agradável. Eu recomendo facilmente, ainda que com as ressalvas que falei!

"-sei que consumimos uma certa quantidade de vinho esta noite, mas eu já estive em situações parecidas. Já presenciei uma dama depois de algumas doses a mais de licor. Conheço algumas que bebem mais do que eu e já estive com conhecidas que apreciaram bastante vinho durante o jantar."

7 comentários

  1. Fiquei só dando um olho na resenha enquanto o outro olho olhava o livrinho ali na estante. Como ainda não o li, tentei dar uma evitada em surpresas.
    Ainda não conheço as letras da autora, mas tudo que já li a respeito do trabalho dela, é incrível.
    Eu tenho dois livros dela a serem lidos, Um Acordo Entre Cavalheiros e A Perdição do Barão!!
    Espero chegar neles o quanto antes.
    Hot, hot??? Adoro.rs (tá,mesmo também achando que tudo que é demais, acaba estragando um pouco)
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Oi Denise, nunca li os livros da Lu, to para ler desde que ela lançou o primeiro livro, te confessar que esse hot exagerado me desanimou, não gosto quando exageram nesse quesito. Uma pena!
    Eu adorei a capa, é linda e adorei sua resenha!

    Beijos Mila

    Daily of Books Mila

    ResponderExcluir
  3. Oi Denise,
    Romances de época estão tomando seu espaço em meio aos autores nacionais e tenho achado isso maravilhoso. Um acordo de cavalheiros vem para trazer um pouco de inovação ao gênero. Com uma protagonista mais experiente do que as moças de outros livros e propostas inusitadas, Lucy Vargas conseguiu chamar minha atenção. Tristan faz o típico protagonista misterioso e com charme de sobra, que cativa o leitor mesmo não querendo um relacionamento sério. Eu não sabia que o livro focasse tanto nas cenas hot e é algo que eu não esperava para o gênero e, mesmo gostando de livros assim, acho que para este tipo de trama não é tão necessário. Essa é uma indicação muito bem vinda e espero realizar a leitura em breve.

    ResponderExcluir
  4. Os romances de época no Brasil está mesmo com tudo.
    Eu gostei do que foi dito (apesar das ressalvas ao excesso), pretendo dar uma chance ao romance!
    Porque gostei da parte de ter ação!
    Beijos 😘😘😘

    ResponderExcluir
  5. Denise!
    Gosto muito desse estilo de livro e quanto mais trechos hots melhor, na minha opinião.
    Fiquei curiosa por saber como esse romance acontece e como irá terminar, afinal, nenhum dos dois quer se comprometer definitivamente, pelo menos é o que dizem, mas como todo romance, acredito que no final, acaba dando tudo certo.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  6. Eu sou bem tolerável em questão dos hots no livro.
    É sempre bom dar espaço para livros nacionais sim! Esse é um clássico onde ambos não admitem estarem apaixonados, mas depois se entregam a paixão que os consome. Eu adoro finais felizes, por isso amo romances de época, tão previsíveis no fim.

    ResponderExcluir
  7. Olá! Eita que comigo aconteceu a mesma coisa, estava eu toda empolgada e ansiosa para ler esse livro, tanto que o comprei naquela promoção da Saraiva do dia da mulher (faz um tempão) e até agora nada, acabo sempre passando algum outro na frente. Eu gosto bastante da escrita da Lucy e a resenha só me fez perceber que estou bobeando (e muito). O jeito é correr atrás do prejuízo, afinal romance de época é o meu queridinho entre os gêneros literário.

    ResponderExcluir