Faixa Amarela - Débora de Mello e G. J. Moreira

10 de agosto de 2019

Título: Faixa Amarela
Autor: Débora de Mello e G. J. Moreira 
Páginas: 120
Ano: 2019
Editora: Constelação Editorial
Gênero: Suspense
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Constelação Editorial
Nota: 
Sinopse: Uma parceria entre o governo estadunidense e o brasileiro permite a vinda dos tenentes John Hale e Payne Hastings ao Brasil perto do carnaval de 2018. O que parecia um simples treinamento para depois se tornar uma viagem de férias se complica quando o detetive Alan Sampaio recebe uma ligação misteriosa que o leva, juntamente com a jornalista Vivianne Medeiros, a um crime onde as respostas podem estar onde menos se espera. Entre técnicas de resolução de crimes, burocracia, diferenças culturais, samba, faixas amarelas e muitas pistas, essas quatro pessoas devem se unir para resolver um caso complicado.
Este livro foi cedido pela Editora Constelação Editorial, porém as opiniões são completamente sinceras. Não sofremos nenhum tipo de intervenção por parte da Editora.

Resenha:

“Vou pegar a tal faixa amarela. Bordada com o nome dela. E mandar incendiar
Na entrada da favela.”

O romance de suspense policial das autoras G. J. Moreira e Débora de Mello, é publicado pela Constelação Editorial.

Apresenta-nos ao investigador da homicídios, e policial do Rio de Janeiro Alan Sampaio, que foi escolhido para participar de um seminário com dois detetives famosos americanos, especializados em casos de seriais killers e com vasta experiência. São eles os tenentes John Hale e Payne Hastings.
Em primeiro momento, nem Hale ou Sampaio parecem empolgados, um em dar o seminário e o outro em assistir, mas isso logo muda.

Durante a apresentação, os tenentes norte americanos, ao passar o passa a passo para uma investigação dentro dos parâmetros da lei e da melhor forma para colher informações das cenas de crime, ele é confrontado pelo investigador brasileiro, apontando as dificuldade da policia brasileira, tanto em proteger cenas de crimes, como com os recursos para investigar corretamente as pistas e obter as provas necessárias.

“O detetive Sampaio admitiu que era uma grande oportunidade estar na mesma sala que aqueles agentes da lei. O caso do artista de Houston ganhara fama mundial. Não havia duvidas que aquela dupla sabia fazer bem o seu trabalho, mas isso era mais simples em um local onde se possuíam condições para trabalhar.”

Isso aproxima os três policiais, e quando Alan se vê recebendo ligações misteriosas de um provável criminoso que deixa pistas para ele através de uma musica de samba, Alan reluta, porém, acaba pedindo uma assessoria aos experientes detetives.




Durante a investigação, Alan, apresenta sua namorada uma jornalista brasileira que já tinha o ajudado antes em seus casos e os quatro começam a investigar.

A investigação ocorre de uma forma muito rápida, e por isso senti falta de um suspense mais detalhado, ou que fosse um real desafio, não me surpreendi com a descoberta que quem estava matando, mas, gostei muito dos detalhes usados pelo criminoso.

Ao usar musicas de sambas, grupos tradicionais e escolas de samba do rio de janeiro, as autoras souberam utilizar fatos reais para darem as pistas, a cultura do samba no rio é muito forte e ficou claro no livro que é algo muito rico.

Por ser um livro curto, os personagens não possuem um maior desenvolvimento pessoal ou psicológico, gostei dos três policias, apesar de que muitas coisas que acontecem na trama, eu não conseguir ver em no dia a dia de uma investigação, a personagem vivi, a jornalista, eu simplesmente tive a impressão de ela ser uma adolescente, pela forma como ela falava, ou como se expressava em momentos que pediriam uma maior seriedade, a escolha de torná-la assim muito intima e pessoal de todos, pode ter sido uma escolha das autoras para demonstrar uma personalidade amigável e alto astral, mas acabou que comigo não funcionou muito bem. Já gostei bem mais da personalidade dos tenentes americanos e do investigador.

“- Mas nós somos a lei! – esbravejou Hale. – Deviam se sentir seguros com policiais por perto.- Não é bem assim e imagino que nem mesmo no seu país seja assim.”

Este é um livro de suspense para que gosta de literatura brasileira, principalmente que se passa no Brasil e utiliza de forma inteligente a cultura nacional. E para quem curte histórias de crimes onde o criminoso, é inteligente e gosta de jogar com os detetives.

Até a próxima, e tenham uma boa experiência de leitura com este livro assim que possível, vale a pena ler.
Beijos.

Nota.
Até mesmo eu que sou apenas uma mera fã ocasional do samba, – torço há anos pela salgueiro, e acompanho sempre que posso os desfiles dela – adorei as informações históricas que as autoras trouxe, me lembrou, grupos de rodas de samba, que sempre gostei do som e talento e há anos não ouvia, afinal, acabei desgostando do que é lançado atualmente nesse estilo, mas como apreciadora, da boa musica brasileira, fiquei feliz em ver isso em um livro atual.

8 comentários

  1. E viva nossa literatura nacional!!! Adorei o enredo que li acima. Isso de investigações, mistérios e claro, ser passado num lugar tão conhecido por todos. O título também é maravilhoso. E mesmo não sendo assim tão fã de samba e nem de Carnaval, fiquei bem curiosa, pois a parte histórica disso tudo é fantástica e sempre merece louvor!!!
    Com certeza se tiver oportunidade, quero muito poder conferir!
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie, realmente eu adorei que a história tenha se passado no Brasil e tenha usado de forma tão legal um pouco da nossa cultura.
      Beijos

      Excluir
  2. Olá! É aquele livro que sem dúvida vale a pena dar uma oportunidade, afinal estamos falando de autoras nacionais, o que já é um baita incentivo, além disso, saber que vou encontrar uma ótima história que além de tudo vai trazer um pouco da história do samba (que por sinal, não sou muito íntima, mas admiro bastante, principalmente as escolas do Rio), ai deu match neh (risos).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então não perca esse match e caia no samba desse livro!
      Vamos incentivar a literatura nacional!

      Excluir
  3. Oiii ❤ O que mais me chama atenção sobre a obra é ser um livro de investigação que se passa no Brasil, nunca vi um livro desse gênero que se passasse em nosso país, então, com certeza, vou querer fazer essa leitura.
    Gosto que o livro envolva aspectos do país, como o samba. Isso é um ponto bem positivo.
    É uma pena que a investigação ocorre rapidamente, pois nesse tipo de livro, adoro ver detalhes, que muitas vezes são o ponto chave pra resolver o crime.
    Mas, mesmo assim, parece uma boa leitura e que prende a atenção.
    Beijos ❤

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rayane

      Sim, a leitura compensa apesar de ser bem curta a parte do suspense.
      Vale a pena ler e dar uma chance para esse nacional.

      Beijos.

      Excluir
  4. Olá! ♡ Achei a trama bem interessante, já que nunca li um suspense que se passa no Brasil, achei isso muito interessante e o fato de que as autoras souberam utilizar de modo satisfatório a nossa cultura me agradou demais!
    Um dos fatores que mais gostei é o criminoso ser inteligente e gostar de brincar com os investigadores, pois já vi casos em que o vilão da história era pouco construído e inteligente. Para mim se é para construir uma trama que envolva um vilão, ele tem que ser bem trabalhado e claro ter as características que o tornam um vilão bem fortes e aparentes na história.
    É uma pena que o suspense e nem o desenvolvimento dos personagens foi bem trabalhado, já que o livro conta com apenas 120 páginas, um suspense bem pequeno se compararmos a outros livros do gênero.
    Enfim, a trama me deixou bem curiosa, com certeza vou dar uma chance para o livro.
    Obrigada pela indicação! Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rayssa
      É um livro bem interessante. Curtinho mas com potencial para agradar
      Espero que possa o ler em breve.

      Beijos.

      Excluir