A Rainha Aprisionada - Iskari, 2 - Kristen Ciccarelli

12 de julho de 2019

Título: A Rainha Aprisionada - Iskari, 2
Autor: Kristen Ciccarelli
Páginas: 369
Ano: 2019
Editora: Seguinte
Gênero: Fantasia
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon
Nota: 
Sinopse: No segundo volume da trilogia Iskari, uma nova heroína entra em cena para lutar pela liberdade de seu povo ― e de sua irmã ― em meio a um conflito que apenas começou. Firgaard foi governada durante décadas por um rei tirano e manipulador, capaz de condenar povos inteiros apenas para aumentar seu poder.

Depois de uma grande batalha, Asha, sua filha, conseguiu derrotá-lo. E, assim, Dax, o primogênito, assumiu o poder ao lado de Roa, sua esposa. Roa é uma forasteira vinda das savanas ― um território sob o domínio de Firgaard, que há anos é oprimido e está prestes a entrar em colapso.

O maior desejo da nova rainha, mesmo sabendo que não é bem-vinda em seu novo lar, é mudar a vida de seu povo. O que ela não esperava era encontrar uma chance de alterar o curso do destino e trazer de volta à vida sua irmã gêmea, Essie, morta quando criança em um terrível acidente. O único obstáculo? O novo rei.


Este livro foi cedido pela Editora Seguinte, porém as opiniões são completamente sinceras. Não sofremos nenhum tipo de intervenção por parte da Editora. 


"O amor verdadeiro é o aço mais forte que existe. É uma lâmina que pode ser derretida, cuja forma pode ser alterada a cada batida de um martelo. Mas ninguém é capaz de quebrá-la. Nem mesmo a morte."

Resenha: Ano passado, me encantei com a capa do primeiro livro e o quis sem nem conhecer a sinopse! Claro que eu sempre faço dessas né, não é novidade. E o engraçado é que é raro eu não gostar da escolha só pela capa. E foi assim com A Caçadora de Dragões. Para ler a resenha, clica na imagem abaixo:



Bom, quando saiu o segundo livro fiquei doida pra ler, obviamente, mas aí eu li a sinopse! Não sei, de verdade, pra que eu fiz isso.

Na sinopse fala que A Rainha Aprisionada era sobre Roa. E Dax.

"Elas vieram em silêncio, segurando uma na outra. Como se não precisassem de nada além do que a gêmea oferecia. Como se, desde que estivessem juntas, não haveria nada a temer."

Acontece que eu não tinha gostado nem um pouco daquela garota que vivia com um falcão no ombro feito uma doida! Ainda que ela tenha ajudado Asha a fugir da morte certa por ter cometido regicídio.


Enfim, Roa é uma forasteira, ela veio das savanas, que era um território sob o domínio de Firgaard, que há anos é oprimido. O povo é solidário, extremamente altruísta e bondoso. Mas sei lá. Impliquei com a garota de cara.

Para destronar o rei, lá no primeiro livro, Dax pede ajuda a Roa. Quando crianças eles eram amigos. Mas quando a morte da irmã gêmea de Roa acontece, em parte por culpa de Dax, eles se afastam. Mas voltando, ele pede ajuda daquele povo que, oprimido, precisa de um rei bom no lugar do monstro que era o pai de Dax a Ascha.

"- Quer saber a terceira regra de deuses e monstros?....
....Nunca subestime um tolo."

Roa ajuda e, como parte do acordo, eles casam. Mas se odeiam. Dax é mulherengo e Roa ama outra pessoa. Ou é isso que imaginamos à princípio, até ver a interação desses dois. As coisas não são bem assim não!

Acontece que no meio disso tudo, temos Essie, a irmã morta de Roa, que agora vive na forma de um falcão, porque quando a menina morreu, não fez sua passagem e ficou ali com a irmã! Só que essa passagem deveria ter sido feita e o falcão, aparece e desaparece, porque precisa partir ou voltar ao mundo dos vivos. E o único modo de isso acontecer é matando a pessoa que deveria ter morrido no lugar dela. Dax.


Então Roa se vê no meio de uma baita conspiração para derrubar o rei, seu marido, e agora vai ter que escolher se quer a irmã de volta ou o marido que ela está aprendendo a amar!

"Tudo o que sei sobre o amor, aprendi com você - ela sussurrou, sua visão turvando. - Você me ensinou que às vezes amar significa agarrar firme.....
- ....e que às vezes....
- ...às vezes significa deixar partir..."

E como não poderia ser diferente, comecei a gostar da Roa e do Dax. Dela eu não gostei porque impliquei meio que sem motivos e dele, eu não gostei porque o achei pateta demais, dissimulado demais e mulherengo demais. Isso que dá julgar apenas, sem conhecer a pessoa. Quando o conheci e entendi suas motivações, tudo fez sentido e passei a gostar do cara. Ele se mostrou um rei justo e forte e agora eu não consigo imaginar o que está por vir no próximo livro! Sério, se me dissessem que terminou neste segundo eu aceitaria numa boa pois o final foi bem fechadinho, mas eu vi que o terceiro livro da trilogia se chama The Sky Weaver (A Tecelã do Céu, em tradução livre) e tem lançamento internacional previsto para novembro desse ano. Torcendo para chegar aqui rapidinho!!!

Neste segundo livro, a Tecelã do Céu tem uma participação bem importante e isso me deixou curiosa para saber porque essa "lenda" seria o título do próximo livro.

Bom , apesar das minhas ressalvas com a Roa, que nunca confia em ninguém e quando confia, é na pessoa errada, gostei bastante do livro. É uma fantasia super bem construída, numa leitura bem fluída e com personagens cativantes e muito interessantes, o que me deixou esperando ansiosa pelo próximo!

"Porque era exatamente como Dax dissera. O amor resistia a tudo. Até a morte.
Especialmente à morte."

*Esta foto foi tirada de um site de resenhas "gringo". Não é bem a imagem que eu faço da Roa, mas é uma boa ilustração da personagem.

5 comentários

  1. Como não li o primeiro livro desta série e pretendo fazer isso em breve, andei só passando por cima da resenha, apesar de oh, não me prender a isso de spoilers não.rs Sou um fiasco com nomes.
    E oh, vou admitir que também não fui muito com a "fuça" de Roa não, ao menos nas resenhas que li do primeiro livro(mesmo que citada bem pouco)
    Mas com certeza, ainda quero muito começar esta saga e fiquei encantada com a capa deste segundo trabalho(não tinha visto ainda)
    Lerei com certeza!!!
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. *---*
    Que quotes maravilhosos!
    Preciso ler logo esses livros. A história parece ser daquelas que te pegam de jeito mesmo e você mergulha no livro!
    As capas são lindas, eu já vinha de olho nelas tem um tempo!
    Adorei ❤

    ResponderExcluir
  3. Acho muito doido quando a gente não vai muito com a cara de uns personagens e depois vem um livro falando mais deles e as ideias mudam. Quando podemos entender melhor, ver o outro lado, as histórias e motivações e essas coisas. Isso anima. Mudar aquela primeira impressão. Vou dizer que esses livros ainda não chamaram tanta atenção, mas gostaria de ver tudo deles pra saber se vale a pena ler. Quando lançarem tudo. Esse já deixou uma curiosidade a mais, gostei dos rumos que parece estar tomando porque o primeiro e as coisas que vi dele me deixaram meio encima do muro. Mas ta legal, pode ficar ainda melhor e parece valer a pena ficar de olho.

    ResponderExcluir
  4. Olá Denise!
    Embora Roa seja uma protagonista difícil de engolir por sua personalidade irritante, é notável que a mitologia envolvendo dragões criada pela autora continua sendo bem desenvolvida nesta sequência, a qual também impressiona pela belíssima capa. Espero que a editora termine de publicar a trilogia e não faça que nem a trilogia Echo, pois estou esperando até hoje o terceiro livro e NADA.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Olá! Foi amor à primeira vista com essa história e estava ansiosa pela continuação e pelo jeito já vou ter que fazer campanha pelo próximo, sem ao menos ter começado o primeiro, pois pelo que vi (li) aqui a história tá babado hein. Eu tenho mania de implicar com alguns personagens e muitas vezes no final da história sempre entro para o fã clube, com direito a carteirinha e tudo (risos).

    ResponderExcluir