Infelizes para Sempre - (A Escola do Bem e do Mal, 3) - Soman Chainani

1 de outubro de 2018


Título: Infelizes para Sempre - A Escola do Bem e do Mal, 3
Autor: Soman Chainani
Páginas: 416
Ano: 2017
Editora: Gutenberg
Gênero: Ficção,  literatura infanto-juvenil
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon
Nota:  
Sinopse: Sophie e Agatha estão lutando contra o passado para conseguir mudar o futuro, em busca de um final perfeito para seu conto de fadas. Elas acreditavam que sua história havia chegado ao FIM no minuto em que se separaram, quando Agatha foi levada de volta para Gavaldon com Tedros, e Sophie ficou para trás com o lindo e renascido Diretor da Escola. Mas nada no mundo dos contos de fadas é tão simples. Agora inimigas, elas tentam se acostumar com suas novas vidas, mas a história das duas pede para ser reescrita... E isso pode afetar quem elas menos imaginam. Com as garotas separadas, o Mal assume o poder e os vilões do passado ressurgem das trevas em busca de vingança, sedentos por uma segunda chance de transformar o mundo do Bem e do Mal em um reino de escuridão, com Sophie como rainha. Agora, apenas Agatha e Tedros podem apelar ao poder da amizade e do amor do Bem para impedir a dominação do Mal e evitar que todos sejam infelizes para sempre. Mas... qual é a linha tênue que separa o Bem e o Mal?


"A pessoa mais perigosa num conto de fadas é aquela disposta a fazer qualquer coisa por amor." ( Merlin)
Obs: Pode conter spoilers!

Resenha: Para quem chegou até o fim do segundo livro as protagonistas, Agatha e Sophie ficaram, cada uma ficou com seu menino e a amizade delas,  que fazia gosto, pareceu ter terminado de uma maneira bem triste para cada uma, a sua maneira.

"Durante milênios, o Bem nos disse o que é o amor. Já tentamos amar do jeito deles, e só acabamos sofrendo, ele disse. Mas, e se houver outra forma de amor? Um amor mais sombrio que transforma a dor em poder. Um amor que só pode ser compreendido pelas duas pessoas que o compartilham. Por isso você retribuiu nosso beijo, Sophie. Porque eu a vejo como realmente é e a amo assim, quando ninguém mais consegue fazê-lo. Porque o que sacrificamos um pelo outro está além do que o Bem jamais poderá imaginar. Não importa se eles não chamam isso de amor. Nós sabemos que é, assim como sabemos que os espinhos fazem parte da rosa tanto quanto as pétalas."

Já nesse terceiro livro, como poderemos ver haverão reviravoltas com as nossas duas meninas e também veremos o que difere quem é do bem e quem é do mal. Será que todos nós não temos os dois lados dentro de si e transpassamos aquilo que nos convém, ou seja, nossa essência prevalece?

Agatha e Tedros pensando que Sophie está com o mal contra sua vontade vão até onde ela está, para ver o que está acontecendo, porém eles têm uma surpresa Sophie, não só, não está mantida contra sua vontade, como também gosta do poder e pretende ser a rainha do mal junto com seu príncipe.

"A pessoa mais perigosa num conto de fadas é aquela disposta a fazer qualquer coisa por amor."

Como supracitei a história, a guerra e afins vão dar muitas reviravoltas e juntamente com essas reviravoltas, veremos muitos personagens clássicos entrando e confrontando nessa guerra de bem e mal, assim como Merlin, Pinóquio, João e Maria, entre outros e farão um papel influente na obra.

Dá série, esse é o livro mais longo até agora e acredito que em muitas partes não foi necessário tanto prolongamento e ao meu ver tem um bom final, caso esse fosse o último. Todavia esse é o terceiro e acredito que o quarto pode agregar em alguns pontos, mesmo que o nesse livro o autor tenha respondido muitos questionamentos e perguntas sem respostas lá do segundo livro.

Portanto, é uma boa continuação e logo mais venho falar o que achei do quarto e último livro. Espero que ele feche com chave de ouro essa história com belos reecontros e perspectivas diversas de várias histórias infanto-juvenis clássicas.

“Quando você luta pelo amor, às vezes você acha que está contra o mundo. Você fica amedrontado. Você vê o que não existe.”

5 comentários

  1. Oi, Raquel,

    O título é bem sugestivo. Chama a atenção a Sophie estar mais em destaque nesse volume, pois a mesma apresenta vários meios para ser explorado. O que também abre caminho para que temas importantes sejam ampliados e perceptíveis ao leitor.

    Estou cada vez mais convencida de ler essa série.

    ResponderExcluir
  2. Raquel!
    Não li ainda nenhum dos livros da série, mas achei fantástica a ideia da mudança de personalidade e como é mostrado o quanto somos formados por nossas experiÊncias e como elas vão definir quem somos de verdade.
    Pena o livro ter se tornado longo pelo fato de trechos desnecessários.
    Desejo um mês abençoado e uma semaninha de luz e paz!
    “A gratidão é o único tesouro dos humildes.” (William Shakespeare)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA OUTUBRO - 5 GANHADORES –
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  3. Olá! Confesso que conheci essa trilogia a bem pouco tempo e apesar de ser para o público mais adolescente, tem elementos no enredo que eu gosto bastante na hora da leitura, por isso, fiquei com aquela vontade de iniciar a leitura e saber mais sobre a história e o seu desfecho, além disso, amo livros de fantasia.

    ResponderExcluir
  4. Oi Raquel!
    Não tive oportunidade ainda de conhecer os livros, somente através de resenhas e essas me deixaram curiosa pra ler, conhecer a escrita, o desenvolvimento de cada livro.
    Torcendo pra que surja uma oportunidade em breve.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Eu já li resenha sobre esse livro e vejo uma historia muito boa..Criaram um mundo bem diferente entre há uma escola que ensina a ser mal e bem..Tem uma ótima premissa e quero muito poder ler.

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir