Luz, Câmera, Ação!!! Filme: Pais e Filhas

30 de setembro de 2018

Título Original: Fathers & Daughters
Onde Assistir: Netflix
Diretor: Gabriele Muccio
Ano Início: 2015
Gênero: Drama
Classificação: 14 anos
Elenco: Russell Crowe, Amanda Seyfried, Aaron Paul

Nota: 
Sinopse: Um escritor viúvo é obrigado a abandonar sua filha para fazer um tratamento de saúde. Anos depois, ela ainda enfrenta os demônios de uma infância problemática.


Resenha:

Katie é ainda criança quando perde sua mãe em um acidente de carro, nesse acidente, somente ela e seu pai Jake, que é um escritor promissor, sobrevivem. Esse fato faz com que a pequena se apegue demais ao pai, o que é de se esperar. Mas a vida não pretende ser muito justa com Katie.

Após o acidente, o pai da jovem sofre de alguns problemas, vindo a desenvolver ataques epiléticos e espasmos musculares sem explicações. Em busca de uma vida melhor e tentando prevenir tudo o que poderia ocorrer com tais episódios tornando-se frequentes, ele atende o pedido do médico e aceita a internação em hospital psiquiátrico.

Nesse hospital, Jake fica por longos 7 meses. Ao retornar para buscar a filha, diversos fatores familiares mal resolvidos começam a criar empecilhos gigantescos na vida dos dois. Já tenso sido afastado da única pessoa que lhe restou na vida, ele luta dia após dia para não precisarem se afastar novamente. Para que tudo dê certo dali para frente, ele precisa produzir mais textos, o que infelizmente os afasta um pouco, mas não o suficiente para o amor de sua filha ser perdido.

A história é contada sem uma ordem cronológica muito definida, a história de Katie é narrada junto a história de seu pai, a vemos pequena até certa fase e em seguida já adulta e exercendo muito bem sua profissão, desse ponto em diante a vida da jovem mescla entre passado e presente, afim de explicar os fatos atuais. - O que pra mim, não adiantou muita coisa, já que essa história indo e voltando falha miseravelmente no quesito explicação e consegue ser o mais superficial possível!

Inevitavelmente, ainda assim, a história emociona, a forma como Jake se empenha para que tudo dê certo é o real cenário da vida de um adulto, que sem sombra de dúvidas é um verdadeiro dilema: trabalhar muito para ver o filho crescer bem, mas ralar tanto a ponto do filho crescer sem que se possa aproveitar a fase. - Problemas do mundo capitalista, mas o que seriamos sem ele afinal?

Pais e Filhas foi um filme lindo e ao mesmo tempo frustrante, pois era uma história que tinha toda a densidade necessária para ser especialmente épica, e acabou ficando no raso por não ser melhor explorado. Existe uma carga psicológica fortíssima que senti que faltou ser abordada, como as repetições de padrões que a protagonista cria como defesa bem como as dores que a levam a ter um comportamento destrutivo. Essas são coisas que ficam muito vagas, principalmente quando chegamos ao final do filme. - A música Close To You salvou o filme todo, fim. rs

Ainda assim, não me arrependi de tê-lo visto e recomendo pra você que curte um romance meio dramático. Mas aviso, não espere grandes desfechos e explicações elaboradas, pois ficará frustrado como eu. Certo? Agora fique com o trailer do filme e divirta-se!
bjs e bom filme :*


4 comentários

  1. Oi Jéssica!
    Nossa parece ser lindo esse filme....Vou tentar ver essa semana e me emocionar com a história.
    bjs!

    ResponderExcluir
  2. Olá! Muito chato quando o filme não agrada tanto assim, mas apesar de alguns problemas a história é realmente muito linda e vale a pena assistir, mas agora com bem menos expectativas.

    ResponderExcluir
  3. Oi Jéssica.
    Parece um bom filme, que tinha tudo para ser ótimo.
    No momento não fiquei com vontade de ver, pois estou procurando ver filme mais leves e divertidos para distrair um pouco da rotina do dia-a-dia.
    Adoro essa música também!
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Eu já vi trailer do filme e estou bastante curiosa para assistir, sei que é uma historia muito linda.

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir