Eu Perdi o Rumo - Gayle Forman

2 de outubro de 2018

Título: Eu perdi o rumo
Autor: Gayle Forman
Páginas: 340
Ano: 2018
Editora: Arqueiro
Gênero: Romance
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Saraiva | Amazon | Livraria Cultura
Nota:   
Sinopse: Freya perdeu a voz no meio das gravações de seu álbum de estreia. Harun planeja fugir de casa para encontrar o garoto que ama. Nathaniel acaba de chegar a Nova York com uma mochila, um plano elaborado em meio ao desespero e nada a perder.
Os três se esbarram por acaso no Central Park e, ao longo de um único dia, lentamente revelam trechos do passado que não conseguiram enfrentar sozinhos. Juntos, eles começam a entender que a saída do lugar triste e escuro em que se acham pode estar no gesto de ajudar o próximo a descobrir o próprio caminho.
Contado a partir de três perspectivas diferentes, o romance inédito de Gayle Forman aborda o poder da amizade e a audácia de ser fiel a si mesmo. Eu Perdi o Rumo marca a volta de Gayle aos livros jovens, que a consagraram internacionalmente, e traz a prosa elegante que seus fãs conhecem e amam.
Resenha: A famosa autora, Gayle Forman, traz mais uma preciosa história que vai mexer com a cabeça e com o coração de cada um. Faz-se até difícil colocar em palavras todos os sentimentos que o livro traz, eu mesmo ainda estou completamente envolvida neste maravilhoso lançamento da Editora Arqueiro. 

"Freya pensa em música, silêncio e solidão completa.
***
Harun pensa em amor, família e Sai da minha vida, (...).
***
Nathaniel pensa no pai, em Sam e Frodo, numa casa sendo engolida pela floresta."

O enredo traz o ponto de vista de três jovens. Assim é possível conhecer primeiramente Freya, uma cantora que perdeu sua voz quando estava prestes a gravar seu álbum de estréia. Em seguida, há Harun, que planeja fugir de sua família para encontrar o garoto que tanto ama. Por fim há Nathaniel, completamente confuso ao chegar em Nova York. O trio, até então desconhecido, por um acaso acabam se encontrando, no entanto se unem por algo em comum: a perda.




Os três personagens foram construídos de forma espetacular pela autora. A história de cada um, que aos poucos vão sendo revelada, demonstra o quão diferente cada um é em suas características, seus costumes, suas famílias... sua vida! Mesmo com todas essas diferenças o leitor consegue mergulhar na trajetória dos protagonistas e se afogar na medo, no amor, na amizade, na tristeza e na redenção no qual os rodeiam.

"Os três podem ser perfeitos desconhecidos, com vidas diferentes e problemas diferentes, mas ali (...), estão medindo a tristeza da mesma forma. Estão medido em perdas."

"Eu perdi o rumo" pode ser considerado, até então, o livro mais leve da autora, mas sem perder a profundidade das questões nele abordadas. A escrita se mantém fluída e elegante, impecável, como já é reconhecido por todos os apaixonados pelas obras de Gayle. Além de tudo isso, há ainda o destaque a volta de Forman a narrativa juvenil.

Há ainda essa capa simples, mas que representa completamente a confusão na vida de Freya, Harun e Nathaniel. No entanto vem apresentando, também, a forma como esses caminhos se cruzam um no outro. 

"Uma mentira deslavada. Quando é que está tudo bem?
Mas as pessoas engolem. Elas sorriem. Seu alívio é sempre palpável e sempre doloroso (...)"

Quanto ao leitor, ele se vê como qualquer um dos personagens: perdendo o rumo. Meu coração ficou em constante aperto a cada virar de página dessa obra incrível e posso afirmar que o misto de emoções ainda está presente aqui, mesmo ao terminar o livro. Simplesmente devorei a obra (li em apenas cinco horas), mas o final deixou aquela sensação de quero mais e me pergunto se a autora ainda nos presenteará com uma sequência.

"É a esperança que faz doer.
Harun sabe disso.
***
Nathaniel sabe disso.
***
Freya também sabe."

O livro nos faz refletir sobre a necessidade de nos descobrirmos, de nos assumirmos para nós mesmo e para o mundo, de superarmos a perda e, por fim, desvendar nossa trajetória.  Finalmente, este livro é ótimo para que todos vejamos que nem sempre é preciso enfrentar o mundo sozinho. Até um desconhecido, às vezes, pode te ajudar a encontrar seu rumo. 


5 comentários

  1. Oi, Andressa,

    A forma utilizada pela autora - através dos três personagens - sem dúvidas causa uma nuance de sentimentos maior no leitor. É bem elaborada.

    Já vou depositar minhas expectativas nesse livro. Tem tudo para me fazer gostar.

    ResponderExcluir
  2. Andressa!
    Já li outros livros da autora, mas achei esse bem diferente.
    Importante vermos a busca interior e na vida, retratada através das personagens e ainda melhor, podermos aprender e refletir sobre nossa própria vida.
    Desejo um mês abençoado e uma semaninha de luz e paz!
    “A gratidão é o único tesouro dos humildes.” (William Shakespeare)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA OUTUBRO - 5 GANHADORES –
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  3. Olá! Muito bom descobrir que temos novidades da autora e melhor ainda saber que a história é simplesmente maravilhosa. Certeza que vou acabar me identificando com alguma situação pela qual esses três passaram.

    ResponderExcluir
  4. Oi Andressa!
    Segunda resenha que leio desse livro, estou bastante curiosa pra conhecer a escrita da autora, confesso que com um pouquinho de expectativa já que o enredo me prendeu atenção.
    Espero ler em breve.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Faz um tempinho que ando observando esse livro mas não parei para ler sobre ele..Tem uma premissa ótima, me deixou com uma curiosidade bem intensa sobre ele e a historia.

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir