Luz, Câmera, Ação! Tempestade: Planeta em Fúria

Diretor ou produtor: Dean Devlin, Danny Cannon
Ano (filmes): 2017
Gênero: Ficção
Elenco: Gerard Butler, Abbie Cornish, Jim Sturgess, Ed Harris, Daniel Wu, Andy Garcia, Eugenio Derbez, Robert Sheehan, Zazie Beetz, Alexandra Maria Lara, Mare Winningham, Drew Powell, Jeremy Ray Taylor, Talitha Bateman, Gregory Alan Williams, Amr Waked, Adepero Oduye, David S. Lee, Randall P. Havens, Ritchie Montgomery 

Nota:   
Sinopse: A ocorrência cada vez mais frequente de eventos climáticos capazes de ameaçar a existência da humanidade faz com que seja criada uma extensa rede de satélites, ao redor de todo o planeta, de forma a controlar o próprio clima. Apelidado de "Dutch Boy", este sistema construído a partir da cooperação de 17 países é coordenado pelo engenheiro Jake Lawson (Gerard Butler). Após anos de dedicação, ele é afastado da função devido a questões políticas e, em seu lugar, é nomeado seu irmão caçula, Max (Jim Sturgess). Três anos depois, quando a coordenação do "Dutch Boy" está prestes a ser transferida dos Estados Unidos para a ONU, falhas pontuais provocam uma forte nevasca em pleno deserto no Afeganistão e altíssimas temperaturas em Hong Kong, que matam centenas de pessoas. Jake é então convocado para descobrir o que está acontecendo e, enviado para a estação internacional, desvenda uma imensa conspiração ao mesmo tempo em que precisa deixar para trás os atritos existentes com Max.



Resenha: Em 2019 as catástrofes são uma constante, o clima, que aliás chegou ao ponto que chegou por culpa do homem está cada vez pior. Então dezessete países se unem para criar uma intrincada rede de satélites que tem por finalidade deter o avanço do clima descontrolado. Jake dedica sua vida e por fim, seu casamento, para coordenar a criação do Dutch Boy, nome dado à esse estranho sistema construído. Que funciona afinal. Tudo funciona muito bem, só que Jake é meio difícil de lidar, é teimoso e arrogante e sabe que entende melhor do que ninguém do que construiu.



Mas é demitido por seu irmão, o que causa um enorme desconforto entre eles e, claro, deixam de se falar.

Passados três anos, é chegado o tempo de entregar à ONU o Dutch Boy, faltam duas semanas para isso e, sem explicação, uma parte do deserto do Afeganistão congela instantaneamente, causando a morte, por congelamento, de toda uma aldeia. Não sobrou uma única pessoa viva ali. Foi realmente uma cena bem interessante de ver, em um momento os soldados estão reclamando dos escaldantes 50 graus e no momento seguinte estão tirando os pés da areia e colocando no gelo, foi bem inesperado!


Então, um defeito  com o Dutch Boy causa a morte de um dos homens que trabalha lá (interessante, parece que antes de morrer, ele descobriu alguma coisa...😉).

Mas o presidente diz que não vai entregar nada quebrado à ONU, já que aquilo que aconteceu no Afeganistão não teve uma explicação convincente. Resolve chamar o criador do Dutch Boy, Jake que, arrogante e insubordinado ou não, conhece o satélite e é capaz de descobrir o que aconteceu afinal. Jake vai ter que, de alguma maneira, resgatar a amizade e a confiança do irmão, Max, já que os dois acabam se vendo numa armadilha, organizada por alguém que eu não vou contar, a fim de matar o máximo de "inimigos" que puder para depois se firmar como o homem mais poderoso do mundo. Não importando quantos precisam morrer para isso.

Cenas muito legais vão acontecendo e a minha vontade é de contar cada uma, na ordem, mas aí vai estragar a surpresa de quem for assistir.

Pessoas estão aproveitando um lindo dia na praia no Rio de Janeiro, de repente uma onda enorme chega, essa onda vai se congelando e adivinhem o que acontece com os pobres cariocas????

Uma explosão sem precedentes acontece em Hong Kong. Tempestade de raios nos Estados Unidos, e por aí vai...




E assim, vão acontecendo catástrofes aqui enquanto Jake tenta descobrir o que está causando isso lá em cima, dentro do Dutch Boy e Max faz o mesmo aqui na terra. Quase tarde demais eles descobrem que estão sendo sabotados, que tem alguém causando tudo o que está acontecendo e as suspeitas recaem é claro no Presidente, já que ele é o único que tem todos os códigos necessários para acabar com tudo isso. O que eles não esperavam era que vão ter que destruir o Dutch Boy, porque a próxima catástrofe que ele irá causar é justamente o que dá o nome do filme: uma Geostorn, uma destruição global que trará todos os tipos de catástrofes conhecidas, é, até então, estão acontecendo aos poucos, agora, virá tudo ao mesmo tempo, a não ser que os irmãos consigam chegar ao Presidente a tempo de pará-lo ou de descobrir se ele é ou não, o vilão!

Uma coisa muito interessante nesse filme é que tem uma grande trama política acontecendo, tem uma estória! Não só "a natureza se rebelou e está desenfreada" como geralmente vemos nos filmes desse estilo. Veja bem, não é uma reclamação sobre os filmes assim, são os meus preferidos, é só que eu achei isso bem diferente, e gostei!

Amei o filme, uma estória que atrai, e que não é impossível de acontecer, um elenco incrível, cenas maravilhosas, fotografia perfeita e cenas de tirar o fôlego, super recomendo! A estréia foi no dia 19 de outubro e ainda dá tempo de assistir! E recomendo que o faça em 3D...


16 comentários

  1. Caraca... Só por esse trailer quero ver esse filme.
    Que show!! A resenha está arrasadora... Beijo

    ResponderExcluir
  2. Olá, apesar de temas sobre catástrofes climáticas já serem veteranos (e clichês) no cinema, esse longa chama atenção pela organização política que possui bastante ênfase na história, sem contar que os efeitos especiais somados ao efeito 3D devem proporcionar uma experiência audiovisual inesquecível aos espectadores. Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Desde a primeira vez que vi o trailer me deu uma vontade imensa de assistir. Adoro esses filmes apocalipticos, são uns dos meus favoritos haha, vou separar um tempinho pra ir conferir, não sabia que já tinha estreado. Amei super a dica. Beijos

    ResponderExcluir
  4. Eu já ouvi falar desse filme, e estou com bastante vontade de ver ele. Eu gosto bastante de filmes assim, e gosto muito desse ator. Só não sabia que também tinha uma trama policial, eu achava que realmente seria a natureza se rebelando hahaha
    Já está na minha lista pra assistir :)

    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Humm, bem interessante esse filme. Gosto de umas coisas loucas assim e pelas cenas catastróficas chama bem atenção. Achei interessante esse negócio politico na história. Muda um pouquinho né. A gente tá tão acostumado a ver tudo relacionado a natureza que fica um pouco diferente conferir algo assim. Parece um filme interessante e tem uns nomes legais nesse elenco, gostei dele.

    ResponderExcluir
  6. Oi Denise.
    Eu lembro de ter visto falar do filme e confesso que a premissa me chamou muito a atenção, eu adoro o fato de que tem toda uma investigação relacionado ao que aconteceu, para todos morrerem congelados dessa forma e aparentemente sem explicação, enfim, eu quero muito ler.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  7. Olá! Gosto de filmes do tipo para refletir o que pode ocorrer se continuarmos sendo negligentes com o planeta. O diferencial do filme é mesmo essa trama política entre os países e os efeitos especiais que estão maravilhosos. Vou dar uma passada no cinema pra conferir. Beijos

    ResponderExcluir
  8. Oi Denise.
    Eu não gosto muito de filmes apocalípticos pq geralmente só há desastres, pessoas tentando se salvar e nenhuma história.
    Então fiquei bem feliz em saber que nesse filme tem uma trama. Parece que os efeitos especiais foram bem feitos e estou curiosa para saber quem está por trás de toda essa destruição e o motivo de fazer tudo isso.
    Bjs

    ResponderExcluir
  9. Denise!
    Muito bom ver um filme de ficção que pode realmente se tornar real em pouco tempo. Mexer com a natureza não é brinquedo não, ela cobra seu estrago e em pouco tempo.
    Acredito que os efeitos visuais sejam maravilhosos!
    Sem contar que adoro o Gerard Butler.
    Quero poder assistir.
    Desejo um maravilhoso e florido final de semana!
    “Para saber uma verdade qualquer a meu respeito, é preciso que eu passe pelo outro.” (Jean-Paul Sartre)
    Cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  10. Adoro esses tipos de filmes (A falha de San Andreas é atualmente o meu preferido) . Estou apaixonada por esses filme desde que vi o trailer. Estou super ansiosa para assistir.

    ResponderExcluir
  11. Olá! Tenho ouvido muito sobre esse filme, mas não me interessei em assistir porque honestamente já estou meio cansada de filmes apocalípticos depois da overdose deles que tivemos há alguns anos. Não consigo ver muita diferença entre um e outro, infelizmente. Também é um tema que eu não curto muito. Sei que não é impossível de acontecer, mas não consigo me sentir atraída a assistir.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  12. Eu não conhecia este filme, gosto de filmes de ficção, achei legal a história não se tratar somente de desastres da natureza, mas também ter uma trama política na história, pelo trailer e seus comentários este filme parece ser muito bom, pretendo assistir Tempestade: Planeta em Fúria.

    ResponderExcluir
  13. Ainda não tinha ouvido falar desse filme, também gosto bastante de filmes de catástrofes naturais e acho que esse deve ser muito bom exatamente pelo o que você falou de mesmo ser uma catástrofe natural, não é natural e sim causado pelo homem.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Já tinha visto o trailer, não tinha me chamado muita atenção mas sempre arrumo um tempinho pra avaliar (assistindo e claro) os filmes que costumam sair

    ResponderExcluir
  15. Nosso amei essa indicação de filme!! Adoro estórias desse tipo!! Achei bem legal as fotos também!!
    Bjoss

    ResponderExcluir
  16. Olá!
    Não conhecia esse filme, mas gostei bastante da história. Tem uma premissa muito boa, com certeza uma ficção científica já que acontece coisas de forma natural, da naturaleza. Estou bem curiosa por ele e com certeza irei procurar para assistir!

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir