Cores de Outono - Keila Gon

Título: Cores de outono - Descobrindo a Magia - Trilogia Cores, Volume 1
Autor: Keila Gon
Páginas: 408
Ano: 2016
Editora: Mundo Uno
Gênero: Romance, Fantasia
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon
Nota:       
Sinopse: O inesperado, o impossível, o destino... Quem ama escolhe seus caminhos, vence o medo, ultrapassa a razão, duela com a dúvida entre o certo e o fácil para seguir seu coração. Melissa encontrou em um olhar as revelações de toda uma vida e longe da lógica escolheu o caminho confuso, mas surpreendente do amor. Ela chegou à pequena cidade da montanha com a responsabilidade de cuidar de Alice, sua irmã caçula, esperando uma vida simples. Mas se viu envolvida por Vincent, um estranho arrogante, dono de irresistíveis olhos turquesa que vai levá-la através da sombra e da luz para revelar surpresas inimagináveis de um Mundo Mágico perigoso e fascinante. A cada encontro este homem misterioso amedronta e encanta; desperta sentimentos e a faz duvidar de sua coragem. Mas, antes que Melissa seja arrebatada por esse amor, ela precisa enfrentar elfos, magos e intrigas em um mundo inóspito que testará seu coração. Cores, de outono é o primeiro volume de uma saga mágica que vai instigar emoções e paixões.  Cores de outono é o primeiro volume de uma trilogia mágica que vai instigar emoções e paixões.
Resenha:



Melissa queria recomeçar, arrancar o desalento instalado em seu peito desde a morte de sua mãe e padrasto em um acidente de carro. Ela decide se mudar para a casa do seu avô materno e com 21 anos se torna responsável pela criação e bem estar de sua irmã Alice de apenas 5 anos.

George, avô de Melissa, reside na cidade de Campo Alto, uma região montanhosa envolvida por belas paisagens, misticismo e bisbilhotices a respeito dos moradores que residem o topo da montanha, os Von Berg. Tido como esquisitos por todos da cidade os Von Berg são temidos e vivem uma calmaria velada.

A vinda das netas seria um recomeço para todos, George vivia muito sozinho e a família Casella, residentes da casa ao lado, lhe ajudavam como podiam, fazendo companhia. Melissa poderia assim ocupar-se melhor do avô e de sua encantandora irmã que merecia ter uma vida normal após tantas perdas.


O único temor de Melissa era se reencontrar com Arthur Casella, seu amigo de infância e o responsável por lhe roubar seu primeiro beijo. Ainda guardava ressentimento do acontecido e não queria uma reaproximação com seu desafeto, no entanto Arthur parece pensar diferente e logo começa a fazer parte do seu dia a dia mostrando um nítido interesse por ela.

Mas Arthur não seria sua única fonte de problema, Melissa se surpreende por Vicent Dippel, o cara mais estúpido e assustador da cidade. Ele mora com os Von Berg é intimidador, irascível e todos na cidade o temem. Ao mesmo tempo em que Melissa se enfurece com o novo vizinho que quase passa por cima dela com sua SUV BMW preta logo no seu primeiro dia da cidade, ela se sente atraída por seus incríveis olhos turquesa, seu corpo altivo e a incrível atração que ele desperta.
"O brilho em seu olhar estava lá de novo, sedutor e irresistível... Recheado de segredos. Mergulhei nos oceanos turquesa tentando desvendar apenas um de seus mistérios e fiquei hipnotizada pela figura intimidadora.”
Melissa não sabe que Vincent é um enigma maior que seu poder de compreensão, e enfeitiçada por ele, não enxerga o perigo que ele pode trazer para sua vida e a de sua irmãzinha Alice. Todavia nenhuma ameaça parece remover Melissa de se relacionar com Vicent, que acaba se revelando um homem cuidadoso e apaixonado por trás de toda a fachada detestável. Juntos enfrentarão forças místicas, um mago vingativo, a condenação de toda uma cidade e a reprovação da família.
“Às vezes... Não há alternativas. O destino complica as coisas contra nossa vontade e precisamos encarar as mudanças. Isso está além do nosso controle.”
A leitura é muito leve e descomplicada e os personagens foram bem desenvolvidos. Embora Melissa tivesse qualidades adoráveis ela era uma chata de galocha, o que não foi de todo ruim, pois acabou despertando mais interesse na trama. O livro é de fantasia e os indivíduos que compuseram a narrativa são fascinantes e prenderam minha atenção. Elfos, magos, ninfas, sereias e outros seres foram introduzidos com muita leveza e perspicácia fazendo com que o enredo se desenrolasse com fluidez.


Curti muito o primeiro livro da trilogia cores escrito pela autora brasileira Keila Gon, mas senti uma influência da sua escrita com a saga crepúsculo. Para mim não foi um problema mesmo que sua história se mostrasse em certo ponto previsível. Uma boa opção para os fãs de romance e fantasia.
"Sentia-me adormecida, como uma árvore no outono, quando o destino mostrou novas cores, novas possibilidades. Ele colocou em meu caminho um cavalheiro sombrio, um amor improvável. E entrei em seu mundo inimaginável, desafiador, imprevisível... mágico! Com todas as definições reais e irreais da palavra. E agora tenho novos medos, muito mais perigosos. Preciso proteger as pessoas que amo, enfrentar sombras, magos, elfos... mas também aprender a confiar e não desistir. Pareço louca ao admitir que tudo isso seja real, mas o calor que aquece meu peito só cresce, mostrando que estou mais louca ou mais apaixonada do que jamais imaginei um dia.”

15 comentários

  1. Já vi muita coisa legal desses livros e parece ser uma leitura agradável mesmo. Se gosta de fantasia é uma boa pedida e tem ali um romance bem bacana pelo jeito. Gosto de personagens que se mostram mais do que aparentam à primeira vista e esse Vicent parece bem interessante. Achei engraçado falar que a Melissa é chata e por isso a curiosidade na trama fica maior xD
    Só lendo pra entender isso... Mas parece um livro legal ^^

    ResponderExcluir
  2. Oi Nádya.
    Ainda não li nada da autora e me interessei por esse primeiro livro da trilogia.
    Os personagens e a trama parecem ter sido bem desenvolvidos, o que é ótimo!
    Gostei de ser um livro de fantasia com romance. Espero que não tenha triângulo amoroso (mas parece ter). Cansei de triângulos amorosos.
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Olá Nádya! Adorei a sinopse do livro, uma mistura de suspense e fantasia que fazem com que o leitor fique ávido pelo enredo. Prevejo um triângulo amoroso e muitas reviravoltas nesse história. Por gostar muito de Crepúsculo sua observação me fez ter vontade de ler a trilogia Cores. A capa é uma graça, combina super com o título. Beijos

    ResponderExcluir
  4. Parece um livro muito bom, adoro livros de fantasia então já é um ponto positivo. Espero que Me lista não seja muito chata porque isso num personagem me irrita bastante. Fiquei com vontade de ler esse livro, espero que seja muito bom.

    ResponderExcluir
  5. Olá, apesar de ser uma fantasia cheia de seres batidos e mais do que conhecidos, a escrita ágil da autora não deixa a trama ficar monótona e transforma a história em um clichê gostoso de se ler. Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Olá. Infelizmente não me senti muito atraída a ler, e confesso que a sua referência a Crepúsculo no final foi decisiva pra eu realmente me afastar dessa leitura, rs. Não gosto de clichês e de romance.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  7. Pelo começo da resenha, eu achava que o livro seria um romance normal, e eu acho que teria me interessado mais por ele se não fosse de fantasia. Ele parece ser um pouco clichê, e também parece que vai ter um triângulo amoroso (e isso é uma coisa que eu odeio). Não fiquei muito interessada pelo livro :/

    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Que amor essa resenha, o livro parece ser muito bom, romance e fantasia, seres misticos, um conjunto harmonioso, dica super anotada. Beijos

    ResponderExcluir
  9. Oi Nadya.
    Fiquei em dúvida se tenho não triângulo amoroso aí nessa Trama porém confesso que a preguiça me chamou bastante atenção achei vários pontos bem Clichê e não sei se isso é de um todo agradável para mim mas no contexto geral achei a premissa bem interessante e acho que esse é sem sombra de dúvidas um livro que eu desfrutarei bastante lendo.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  10. Fiquei um pouco indecisa se quero ou não ler esse livro, adoro fantasia mas não estou muito na vibe de clichês e esse livro parece ter alguns, além disso, não gosto de protagonistas chatinhas, acabo perdendo o interesse no livro.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Nadya!
    Gosto muito de ficção/fantasia que traz Elfos, magos, ninfas, sereias e muita magia.
    Mesmo que tenha achado a protagonista uma chata, acredito que a leitura deva ser enriquecedora, no sentido das descobertas que são feitas no decorrer da trama e por prender o leitor.
    Desejo um maravilhoso e florido final de semana!
    “Para saber uma verdade qualquer a meu respeito, é preciso que eu passe pelo outro.” (Jean-Paul Sartre)
    Cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  12. Eu não conhecia este livro, mas acabei ficando bem curiosa para ler ele após ler sua resenha, que bom que a leitura é leve e os personagens foram bem desenvolvidos, gosto de livros de fantasia, então quem sabe futuramente eu leia Cores de Outono.

    ResponderExcluir
  13. Ainda não conhecia essa Trilogia Cores, achei bem interessante a estória mas não sei se leria um livro tão parado nesse momento. Principalmente quando a protagonista é uma chata de galocha!kkk
    Bjoss

    ResponderExcluir
  14. não li porém achei a capa belíssima (lá vai eu de novo ler os livros por conta disso)

    ResponderExcluir
  15. Olá!
    Eu não conhecia essa livro. A história é bem interessante, os personagens são bem construído porém fiquei curiosa pelo personagem masculino ser tão misteriosos assim, sempre há uma história por trás disso. Gostei da capa e estou super ansiosa por conhecer mais.

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir