A Garota Perfeita - Mary Kubica

Autor: Mary Kubica
Páginas: 336
Ano: 2016
Editora: Planeta
Gênero: Romance
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon, Submarino, Saraiva
Nota:      
Sinopse: Mia, uma professora de arte de 25 anos, é filha do proeminente juiz James Dennett de Chicago. Quando ela resolve passar a noite com o desconhecido Colin Thatcher, após levar mais um bolo do seu namorado, uma sucessão de fatos transformam completamente sua vida. Colin, o homem que conhece num bar, a sequestra e a confina numa isolada cabana, em meio a uma gelada fazenda em Minnesota. Mas, curiosamente, não manda nenhum pedido de resgate à família da garota. O obstinado detetive Gabe Hoffman é convocado para tocar as investigações sobre o paradeiro de Mia. Encontrá-la vira a sua obsessão e ele não mede esforços para isso.Quando a encontra, porém, a professora está em choque e não consegue se lembrar de nada, nem como foi parar no seu gélido cativeiro, nem porque foi sequestrada ou mesmo quem foi o mandante. Conseguirá ela recobrar a memória e denunciar o verdadeiro vilão desta história?
Resenha:


A narrativa gira em torno do sequestro de Mia, uma jovem professora de Arte, de 25 anos, que vive afastada da família, além de ser a filha de um proeminente juiz de Chicago. O martírio de Mia se desdobra em capítulos alternados entre o antes do rapto, o presente e o pós rapto que após ser resgatada retorna para casa com amnésia seletiva e respondendo apenas para o nome Chloe. 

Cada capítulo avança na história com uma perspectiva diferente: Eve Dennett, uma mãe desestruturada que passa grande parte do tempo desejando ter feito as coisas de maneira diferente, o detetive repleto de boas intenções chamado Gabe Hoffman, e sequestrador Colin, um homem amargurado, com uma mãe doente, que embora não seja uma má pessoa, e fez cometeu um crime hediondo ao sequestrar Mia.

O que dá vida a narrativa são os personagens, seus pensamentos e suas reações. O nível de suspense não é tão alto, mas os personagens são profundos. Tornou-se uma tarefa fácil sentir suas emoções, suas naturezas e como eles oscilam entre o certo e o errado.

É um thriller psicológico forte, onde o leitor explora a fundo o relacionamento de Mia com Colin, e se questiona quem é vítima ou criminoso e até onde precisamente a culpa fundamenta-se. O final da história é surpreendente e sinceramente foi o ponto alto da narrativa.

Gostei da história e recomendo para os fãs do gênero. A capa e a diagramação combinam de maneira harmoniosa com toda a obra.

Um comentário

  1. Thriller já está para entrar na minha lista a muito tempo, agora com essa resenha só depertou minha vontade de ler mais livros desse gênero.
    Adorei a resenha, Nádya! ❤
    Um Beijão!! 💋

    ResponderExcluir