Luz, Câmera, Ação!! Filme: Fragmentado

Diretor ou produtor: M. Night Shyamalan
Ano (filmes): 2017
Gênero: Thrller/Terror
Elenco: James McAvoy, Anya Taylor-Joy e Betty Buckley.
Nota:    
Sinopse: Kevin possui 23 personalidades distintas e consegue alterná-las quimicamente em seu organismo apenas com a força do pensamento. Um dia, ele sequestra três adolescentes que encontra em um estacionamento. Vivendo em cativeiro, elas passam a conhecer as diferentes facetas de Kevin e precisam encontrar algum meio de escapar.



Resenha:
O filme se inicia com Casey (Anya Taylor-Joy) e suas colegas de escola numa festa de aniversário, ela é a 'diferentona' do grupo, pois enquanto todos estão tirando fotos e se divertindo ela está sozinha numa mesa e aparentemente entediada. É claro que ela foi convidada por educação (tadinha). Quando a festa acaba os responsáveis por ela não aparecem e o pai da aniversariante é obrigado a levá-la para casa, o que deixa a aniversariante e sua melhor amiga, chateadas. Aí eu já imaginei coisas sobre os pais da Casey😶. Mas as coisas ficam feias no estacionamento quando Kevin
(James McAvoy) substitui o lugar do pai da garota. Hahaha, é até engraçado quando as meninas percebem que quem assumiu o volante não era o senhor simpático e atencioso, mas sim um homem estranho e meio apático.

Tudo acontece rápido, Kevin ou melhor, Dennis, usa uma droga em spray e apaga as três meninas. Quando estas acordam, estão num quarto pequeno, sem janelas e apesar disso, muito limpo😏. E é aí meus amigos que o show começa a acontecer.

Num primeiro momento vemos o mentor das outras personalidades, o Dennis, mas no decorrer do filme vamos nos deliciando com as mudanças de um para outro.

Em uma cena onde ele está com sua psicóloga, Dra. Fletcher (Betty Buckley), ela o investiga com atenção para saber com quem está lidando naquele momento, se com Kevin, Dennis ou qualquer outra de suas personalidades. E aí eu tive que tirar o chapéu para o ator James McAvoy, sua postura muda em segundos, as mudanças faciais são de deixar-nos de queixo caído. O homem foi feito para o papel. Não quero dar spoilers, senão contaria o que a Dra. está procurando 😊.

Enquanto isso as meninas procuram uma forma de escapar de seu cativeiro. Até conseguem sair do tal quartinho, porém descobrem que o lugar é muito maior e quase impossível de sair...

Aos poucos vamos nos envolvendo na trama, confesso que tomeis uns sustinhos bem interessantes, mas também fui entendendo melhor sobre o transtorno de identidade dissociativo (DID) .

Só sei que num dado momento percebemos o que o Dennis e a Patrícia, as personalidades dominantes, queriam. Eles estavam se preparando para mais uma, a 'A Besta'. Quando eles falam sobre ela a gente meio que quer rir. Mas quando Ele, Kevin/Dennis, se transforma nesta 24a. personalidade, não há mais risos ou piadinhas😑

Apenas corações acelerados e boas doses de gritinhos.

As garotas sofreram e posso dizer que há umas mortes. Mas Casey foi esperta, e por causa de um detalhe do seu passado, se livrou de um final sangrento e nada agradável.

Gostei desse filme. Achei esclarecedor sobre os transtornos de identidade, há uma parte bem explicativa no filme sobre esse assunto.

A atuação a do James foi maravilhosa, assim como a Dra. e a Casey, que se mostraram muito inteligentes e perspicazes na hora de ler o "Kevin".

Tirando o mico que paguei dando um grito na hora errada, adorei ter ido ver este filme, kkkkkk!!
O recomendo a todos que curtem um mistério e recheado de thriller psicológico.
Já aviso a quem se aventurar a ir assistir: não vá sozinho.

Bjs e até a próxima😚




Um comentário

  1. Adoro esses tipos de filmes,e depois dessa resenha deu mais vontade de assistir...
    =)

    ResponderExcluir