Heaven - Alexandra Adornetto


Título: Heaven (Halo, 3)
Autor: Alexandra Adornetto
Páginas: 330
Ano: 2013
Editora: Agir
Gênero: Romace sobrenatural
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon
Nota: 
Sinopse: Bethany, um anjo enviado à Terra, e seu namorado mortal, Xavier, foram para o inferno e voltaram. Mas agora seu amor será posto ao seu maior teste até agora, já que eles desafiam a lei Celeste e se casam. Eles não contam aos irmãos arcanjos de Beth, Gabriel e Ivy, mas os anjos saberão em breve, e a punição vem de uma forma aterradora: os Sete, que são desonestos anjos empenhados em manter Beth e Xavier distantes, destruindo Gabriel e Ivy, e escurecendo o poder angelical nos céus. A única maneira de Bethany e Xavier poderem fugir dos Sete é esconderem-se a céu aberto, e se misturar com os outros mortais da mesma idade. Gabriel e Ivy os põem na faculdade, onde eles não podem revelar seu relacionamento, e onde ainda há perigo em cada esquina. Será Bethany chamada de volta para o céu - para sempre - e capaz de deixar o amor de sua vida?

Resenha: Finalmente o desfecho dessa trilogia!
Ler a resenha dos livros anteriores: Halo - Uma amor que ultrapassa barreiras Hades (Saga Halo)

  Em Heaven, Bethany e Xavier decidem juntos que chegou a hora de darem o próximo passo no relacionamento deles, o matrimônio. Com a ajuda do Padre Mel e contra o céu e o inferno, eles se unem diante de Deus, selando suas vidas e almas em uma só. Contudo, esse ato acarreta consequências irremediáveis não apenas a eles, mas também para todos a sua volta.

  Ao saber do matrimônio, os Sete, anjos meio que "justiceiros", decidem ir atrás do casal e puni-los, separa-los levando Beth de volta ao céu.  A partir disso, inicia-se uma caça onde Bethany, Xavier, Gabriel e Ivy passam a ser "foragidos", e em meio isso tudo os irmãos decidem que o melhor lugar para os jovens se esconderem é na universidade. O que eles não imaginavam é que o perigo estava os rondando e não daria trégua.

  Quem lê uma trilogia espera que ao final dela haja uma evolução dos personagens, que aparentem ser mais maduros e mais sensatos, e isso é tudo o que não acontece em Heaven. Bethany continua sendo insensata e agindo de forma individualista sem medir consequências a ela e pior, colocando seus irmãos em risco a todo o momento para salvar o amor cego que ela tem por Xavier. Podemos citar como exemplo o casamento, que ao meu ver foi o estopim de toda essa confusão, pois qual era a pressa deles se casarem naquele momento em meio a tanta turbulência? Beleza, casados, mas quem vai corrigir ou tentar conter as consequências disso tudo? Gabriel, que passa o livro inteiro corrigindo os erros dela, correndo atrás de soluções para as atitudes erroneas da Beth. O matrimônio foi apenas um deles, mas há coisas piores e riscos maiores até o desfecho do livro, e todos eles ocasionados por ações bobas que poderiam ter sidos evitadas. Vemos o mesmo anjo do primeiro livro, inexperiente, egoísta e ingênua.
"Sabia que deveria me sentir grata a Gabriel por ter nos socorrido, mas estava cansada naquele momento e fui percebendo que as minhas atitudes dele só me irritavam cada vez mais. Ele estava agindo da maneira como agia antes, olhando para nós como se fôssemos criminosos, repreendendo-nos como se fôssemos crianças. Eu podia ser uma das suas servas, mas qual era o direito que o céu tinha de ditar a vida de Xavier? Ele era humano e no seu mundo, nossas atitudes eram verdadeiras, até louváveis. E o mundo dele era o único com que eu me preocupava. Talvez tivéssemos sido apressados e impulsivos, mas isso não justificava os olhares de reprovação que estávamos recebendo. O que dava aos meus irmãos o direito de me julgar? Não precisávamos nos sentir envergonhados."
 "Talvez" não Bethany, com toda a certeza vocês foram precipitados! Esse trecho só exemplifica o modo como ela age e pensa sobre as atitudes protetoras do irmão. Se ela não quer ser tratada como criança, aja como adulta, é simples! Eu afirmo a vocês que se ela tivesse ouvido o irmão e tivesse seguido seus conselhos, muitas coisas não teriam acontecido, como por exemplo o fato de Gabriel sempre insistir que eles não ficassem pelas ruas sozinhos, pois correria o risco de os Sete os encontrarem, mas não! "Vamos ficar perambulando por aí sozinhos  aguardando eles virem nos pegar, e vamos envolver mais pessoas nessa confusão como sua família, Xavier!" Por favor né? Ou pior, "vamos agir egoisticamente e consumar nosso casamento em meio a protestos dos meus irmãos, dizendo que isso nos traria mais problemas. O que eles são né? São apenas um Arcanjo e um Serafim, qual experiência eles tem?". 



  Vou confessar que dei uns ataques de raiva com esse livro, quis arremessa-lo longe, ou esganar a Bethany e o Xavier que não contribuíram para mudar minha visão sobre eles. As cenas que mais valiam a pena eram quando envolviam os irmãos, que eram as pessoas mais sensatas, e a Molly que é uma personagem divertida e que passa por um drama intenso nesse livro. Mas também, há personagens desnecessários a trama, como por exemplo um personagem (que eu não posso citar qual, porque seria um spoiler) que surge em meio a um climax mega intenso fazendo piadas e brincadeiras!  O QUE? Juro que fiquei completamente perdida naquele momento, pois estávamos em um acontecimento chocante (mais uma vez por culpa da Bethany) e vem um personagem do nada fazendo piadas? O humor naquele momento não foi uma boa escolha, com certeza.

  Para não ficar apenas nas sensações ruins, o livro em si é muito fluído, menos detalhista que o anterior, com uma linguagem mais leve e por isso foi mais fácil desenvolver a leitura. O que estragou foram pontos que não foram fechados, pois já que é o último livro da saga o mínimo que o leitor espera é a conclusão de alguns acontecimentos, ou o fim de tal personagem; A cena final deixou a desejar e mais uma vez ficou focado apenas no casal principal e esse amor doentio. Parece que as últimas páginas foram feitas as pressas, sabe? Foi um final fraco.

   Pois bem, quero que as pessoas que leram o livro e gostaram, não fiquem chateadas comigo, mas é que não foi fácil ignorar os erros presentes em toda a saga. Aos que tinha a intenção de ler, não se baseiem apenas na minha opinião, vejam outras, ou melhor, leiam o livro e analisem se vale a pena, pois as vezes os livros não funcionaram para mim, mas podem funcionar muito bem para vocês. Espero que eu não tenha ganho nenhum hater. 😉

Vejo vocês na próxima! Um grande beijo e boa livroterapia 💕


Nenhum comentário

Postar um comentário