Resenha: Halo - Um amor que ultrapassa as barreiras do Céu e do Inferno - Alexandra Adornetto

Autor: Alexandra Adornetto
Páginas: 468
Ano: 2010
Editora: Agir
Gênero: Infanto juvenil
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Americanas, Submarino
Nota:                   
Sinopse: Três anjos são enviados à Terra com planos de se misturarem aos humanos para assegurar a paz e trazer a bondade: Gabriel, o Herói de Deus, um antigo guerreiro que se disfarça de professor de música; Ivy, serafim abençoada com poderes de cura; e Bethany, a mais nova e inexperiente do grupo, enviada como uma jovem estudante para aprender sobre a humanidade. Após Bethany se encantar com a vida humana, ela começa a viver todas as experiências de uma adolescente normal, até se apaixonar por um rapaz e colocar toda a missão em risco. As forças do mal se aproveitarão dessa situação para pôr seus planos malignos em prática. Um romance de tirar o fôlego, que responderá a pergunta: será que o amor é forte o suficiente para vencer as forças do mal?
Resenha: Nessa história conhecemos os anjos Ivy, Gabriel e Bethany, que são enviados a terra para uma missão na cidadezinha de  Venus Cove. Ivy possui o dom da cura, Gabriel era conhecido como Herói de Deus, guerreiro chefe do Reino - esse Gabriel mesmo que sempre ouvimos falar - e  Bethany, um arcanjo mais inexperiente, nova em missões na terra. Eles foram mandados para esse local, para tentar deter os acontecimentos estranhos, algo que pode está relacionado as forças das trevas.

  Em um primeiro momento do livro, observamos a ambientação dos irmãos à vida terrena. Para Bethany, tudo é novo. Após esse primeiro momento, eles começam a por em prática sua missão e começam a conviver com os humanos. Bethany, a pessoa que é responsável por narrar a história, é mandada para uma escola, e lá começa a socializar com os adolescentes, fazer amizades, como uma forma de saber melhor o que há de errado na cidade. E é nesse clima escolar que ela conhece Xavier Woods, o garoto que roubaria seu coração. Mas, é claro que anjos não podem namorar humanos, e por isso, um relacionamento entre eles iria contra todas as regras estabelecidas antes de eles descerem dos Céus para cumprir a missão. O amor entre Bethany e Xavier é evidente, e chega um momento que se torna inevitável. Proibir esse relacionamento só deixaria as coisas mais complicadas, então com a autorização do anjo mais velho e experiente, seu irmão Gabriel, eles começam um namoro.

  Xavier é um príncipe, LITERALMENTE! O romance deles é digno de conto de fadas, ela a mocinha indefesa, e ele o cavalheiro na armadura brilhante, pronto para salva-lá. Ao meu ponto de vista, chegou até ser meio possessivo, como por exemplo, o fato dela ter amigas antes e quando Xavier entra em sua vida, ela se afasta de tudo e todos, e passa a viver para ele, pensar nele a todo estante. O namoro deles é uma história de romance clássica, a protagonista frágil e o namorado super protetor.
"[...] - Você teria mesmo entrado numa briga por minha causa?
- Claro - Respondeu sem hesitar.
- Mas eles eram quatro.
- Beth, eu enfrentaria o exército do Megatron para proteger você."
   Estava tudo bem. O namoro, a escola, os preparativos para o baile, entretanto em dia nublado, o cheiro de encrenca estava forte pelos corredores da escola. Como diria Taylor Swift: "Cause I knew you were trouble when you walked in" e a encrenca tinha o nome de Jake Thorn. 
"[...] Afinal, as coisas vinham correndo bastante bem, e era de se esperar que houvesse alguma pedra no caminho. Só não contávamos que ela fosse tão grande. A pedra veio da Inglaterra e tinha nome: Jake Thorn."


   Todos tinham noção do quão perigoso esse menino poderia ser, mas todos o admiravam, se encantavam por Jake. Ele possuía um olhar penetrante, as pessoas ficavam pressas a ele, e Bethany também não ficou fora disso. Rolava um encanto entre os dois, e uma ligação que está acima do normal. Jake é sedutor e sabe jogar com as pessoas. Algo me diz que as coisas devem mudar na cidadezinha de Venus Cove.

   Halo foi uma história bem complicada de ler, pelo fato de ser muito descritiva. Não sei se vocês gostam, mas quando o personagem tem a mania de descrever tudo, cada sentimento, cada buraquinho na parede, me deixa completamente entediada, e Bethany é dessas bem descritivas (como a Bella, de Crepúsculo). Com o tempo, eu me acostumei com esse estilo, e a leitura fluiu mais. A história é muito boa e tem certos pontos que te prende ao livro, certos clímax que te fazem devorar as páginas, para balancear os momentos mais calmos. 



  Bethany é uma protagonista muito boa, e muito inocente quanto a vida terrena. Ver ela se descobrindo é muito interessante. Seus irmãos são os personagens que eu mais gostei em todo o livro. 

Eles são compreensíveis quando ela decide ceder aos sentimentos humanos (Gabriel inicialmente nem tanto) e são atenciosos com ela e muito empenhados a essa família. Ivy é meio que apaziguadora do grupo, sempre doce e dedicada a eles, e aos afazeres na igreja e com a população. Ela está sempre ligada de alguma forma a sua missão. Gabriel, se torna o professor de música da escola em que Beth estuda. Sempre compenetrado, ele se dedica ao máximo e passa a visão de um chefe de família. Bonito como uma "anjo", ele desperta paixões entre as adolescentes, e entre elas a melhor amiga de Beth, Molly. Mas Gabriel não está disposto a ceder as tentações da terra. Todos possuem suas peculiaridades, porém eles são muito unidos e dispostos a enfrentar o que for por seus irmãos.   

  Além dos seus irmãos, Beth está disposta a enfrentar o que for pelo amor de Xavier. Os dois são claramente almas gêmeas, todavia como isso será possível já que ela é um anjo, e em um momento ela terá que retornar ao Céu? Há alguma possibilidade deles ficarem juntos? Tenho que dizer que, o amor deles é bem forte para enfrentar o Céu e até mesmo, o Inferno. 

  Como a história não para por aí, - ainda temos mais dois livros - temos muito o que descobrir desses anjos, dessa cidade e quais são os planos que o destino, ou uma força superior ao destino, reservaram para esse romance. 


     Espero que tenham gostado, e nos vemos em breve! 😍😄

Um comentário

  1. O livro parece ser bem legal :)
    Adoro esse gênero fantasia.

    Beijos,
    Juliana.
    Fabulônica
    Fanpage
    Instagram

    ResponderExcluir