Resenha: Veneno (Signos do Amor) - Mia Sheridan

Autor: Mia Sheridan
Páginas: 352
Ano: 2016
Editora: Arqueiro
Gênero: Romance, Ficção
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Saraiva
Nota:         
Sinopse: Cada livro da coleção Signos do Amor é inspirado nas características de um signo do Zodíaco. Esta história se baseia na mitologia de Escorpião e fala sobre os acasos da vida.Grace Hamilton tem 23 anos e é estudante de direito. Após as dificuldades enfrentadas na infância, ela faz de tudo para não decepcionar o pai, segue todas as regras, é dedicada e cheia de planos. Porém, após viajar para uma conferência de direito em Las Vegas e conhecer Carson Stinger, ela começa a repensar a vida.Sexy e impulsivo, Carson é um ator que gosta de curtir o momento e nunca se apegou a ninguém. Mas isso muda quando seu caminho cruza com o de Grace, uma universitária certinha e diferente de todas as mulheres que ele já conheceu.Ao longo de um fim de semana inesquecível, eles superam os próprios preconceitos e se entregam ao desejo. Pela primeira vez na vida, Grace se permite quebrar as regras e Carson se deixa envolver de verdade. Quando se despedem, nenhum dos dois é mais o mesmo, mas ambos têm certeza de que jamais voltarão a se ver.Contudo, anos depois eles estão de novo frente a frente: ele, apoiando o amigo acusado de homicídio; ela, sendo a promotora encarregada do caso. Mais uma vez a chama da paixão se acende em Carson e Grace e as circunstâncias parecem afastá-los. Se a vida nem sempre pode ser planejada, será que o acaso conseguirá ajudá-los a ficar juntos?
Resenha: 
 "#Escorpião é a personificação da intensidade. É morrer por dentro quantas vezes for preciso, só pra poder renascer mais forte, como uma fênix. É ser um labirinto humano, entra quem tiver coragem. É ser oito ou oitenta: ir ou ficar, soltar ou agarrar, amar ou odiar. É ter memória de ferro. É ser calmaria por fora e mar revolto por dentro. Sentir muito e não demonstrar nada. É ser um paradoxo: o veneno que cura." 👌
Grace Hamilton está eufórica, ela nunca saiu de sua vida programada para se divertir. Ela não podia, pois tinha que fazer tudo certinho, queria ser uma filha perfeita, e uma futura advogada. Não existia tempo para diversões, viagens, desfrute da vida. Mas surgiu um congresso de Direito que ela não podia deixar de ir. E ele seria em Las Vegas, num hotel super badalado e lindo. Grace fez um esforço e foi. (E que esforço, kkkkk)

De cara ela dá uma trombada com o cara dos olhos mais lindos que já viu. E fica toda sem jeito, mas ele não é nada tímido e faz logo uma piada sobre a situação. Quando Grace retorna a seus sentidos, o que não foi fácil, percebe que se trata de um homem que só podia ser de alguma revista. Até eu queria trombar com um cara lindo assim 😊, mas voltando a resenha... Ela descobre quem ele é e fica toda nervosa querendo sair dalí, pois se tratava de Carson Stinger, ator pornô, heterossexual, (kkkk), era o que dizia seu crachá.
"[...]Talvez eu precisasse apenas parar de tentar definir as coisas no que ia dar. Mas eu era péssima nisso... Ansiava por estrutura, definiçoes e controle. E ali estava eu, jogando tudo ao vento. Por sexo. Com um ator pornô.[...]" 
E esse foi o primeiro contato dos dois. Quando ela já estava a caminho de seu quarto, depois de ter feito o registro de sua estadia, eles se cruzam novamente, pois iriam pegar o mesmo elevador, haaaa!! Daí o inesperado acontece, o elevador trava e os deixa presos por varias horas. Mas como o destino joga sem dó nem piedade, eles logo largam pra lá a estranheza do primeiro encontro e acabam se conhecendo melhor... Quando digo se conhecendo melhor, quero muito melhor, hehehe. Grace e Carson de longas conversas acabam fazendo um acordo. Passariam o fim de semana juntos, e tentariam fazer algo completamente diferente do habitual. Ela pararia de fazer tudo programado, e ele iria se envolver sem desconfiança. Iriam se diverti.

Ah mais é claro que isso não daria certo. Carson logo descobre que com Grace ele teria que agir de forma bem diferente do que estava acostumado. Ela era amável, inocente, alguém que tinha planos para um futuro... E ele de repente se vê querendo o mesmo, ser diferente, alguém que faria algo importante na vida.
E o fim de semana foi o melhor de suas vidas, tão bom que mudou os destinos dos dois. Mas não deixar de frisar que as duas criaturas pareciam coelhos no cio. Minha nossa!! Mas tudo que é bom dura pouco, já dizia o poeta, rsrs. E quando o fds acaba, os dois se veem tristes pela despedida, mas vão embora mesmo assim.
"Eu não podia confiar em mim no que dizia respeito a Grace Hamilton. Ela era como um imã, me atraindo em sua direção. E eu era incapaz de resistir a essa atração." 
Anos mais tarde como já disse que o destino não brinca, e ele provou que não está aqui a passeio. Grace agora promotora, se vê trabalhando como louca. Mas está feliz. Tem um trabalho que ama, a família esta bem, tem até um noivo. E Carson ao sair daquele hotel decidiu deixar os filmes pornos de lado e se alistar na Marinha. E claro depois de tanto sofrimento conseguiu o tao desejado cargo de SEAL. Eles se encontram da maneira mais inesperada possível e ambos logo de cara se veem desejando um ao outro.

Gente adorei este livro, mas ele meio que ficou faltando algo. Ele começa bem e depois dá uma parada, fica chato,e do meio pro fim melhora. Não pude deixar de comparar com os outros, rsrs. Me desculpem se estou sendo chata na avaliação desse livro.
Os personagens fazem jus a descrição do escorpião. São determinados, aprendem rápido, mesmo na dificuldade. E apesar das adversidades seguem com a cabeça erguida. O livro tem uma mensagem muito bonita, sobre superação e mudança. O que me fez amar os personagens, principalmente o Carson.

Mas achei que faltou algo. Pode ser coisa da minha cabeça, kkkkk!! Mesmo assim o recomendo, pois ele é lindo. Tem até umas pegadas clichês, e isso eu meio que gosto 😉
"Puxei Grace mais para perto de mim e soube, sem sombra de dúvida, que a amava. Estava apaixonado pela mulher que tinha nos braços."

Um comentário

  1. Sinceramente senti que faltou um pouco mais de paixão, de passionalidade. Pensei que essa narrativa seria a mais sexy...não foi, embora a história seja muito bonita.

    ResponderExcluir