Resenha: Amor Imenso - Penelope Ward

Autor: Penelope Ward
Páginas: 272
Ano: 2017
Editora: Essência
Gênero: Erótico, Literatura Estrangeira, Romance
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon
Nota:    
Sinopse:
Desde garoto, Justin amava Amelia, que odiava Justin desde que ele se mudou para a casa vizinha à da sua avó, em Rhode Island. Não, nada disso. Amelia também amava Justin, mas um mal-entendido o fez pensar que a garota mais incrível do mundo não correspondia ao seu amor e, pior, o odiava.Os anos se seguiram, e os dois tomaram caminhos distintos até que o destino – e um empurrãozinho de Nana, avó de Amelia – os reuniu novamente na casa onde se conheceram quando eram adolescentes. Obrigados a compartilhar o mesmo espaço, Justin – que aparece na casa de praia de Nana com a namorada – e Amelia vivem como cão e gato. Orgulhosa, a princípio ela não dá o braço a torcer ao amor que sempre sentiu pelo vizinho e reluta o quanto pode contra os encantos de um Justin, agora, mais maduro e... muito mais atraente. Será que ambos resistirão à paixão e ao desejo que os incita desde a adolescência?




 Resenha:

Quando um mal-entendido vira combustível para uma tórrida história de amor.

Após a morte de sua avó, Amélia descobre que recebeu de herança uma casa de praia, onde passou muito tempo de sua infância. Mas a casa não pertence apenas a ela, agora a casa também pertence a Justin, seu ex melhor amigo e único amor.
Imaginei que esse livro seria bem clichê, daqueles que dois adolescentes se envolvem, depois acabam brigando e ficam anos sem contato. É mais ou menos isso, porém não é isso. Eu sei, é confuso no início. Pois muito bem, Amélia foi praticamente criada por sua avó materna, afinal sua mãe nunca agiu como uma. A avó de Amélia começa a cuidar do filho dos vizinhos, Justin. 
Quando se conhecem, já viram melhores amigos, Amélia bastante tímida e Justin muito bem humorado e diferente.
Foi então que percebi que Justin Banks era metade maluco, metade adorável.
(...)
Senti meu coração mais acelerado do que jamais havia estado. Pensando bem, esse foi o exato momento em que Justin Banks se tornou meu melhor amigo. E esse também foi o primeiro dia em que ele me deu um apelido que me acompanharia por toda a adolescência: Tapa-Olho.
A amizade entre os dois cresce aos passar dos anos, porém antes que realmente vire algo mais sério eles brigam. Amélia acaba sendo infantil e precipitada, mas o que esperar de uma garota que está apaixonada pelo seu melhor amigo ? E ainda por cima sente um medo enorme de perdê-lo por amá-lo de uma maneira não fraternal ? Vou te dizer que acaba em corações quebrados. Amélia magoa não apenas Justin mas também a si mesma. Ela sabe que Justin tem todos os motivos do mundo para odiá-la, mas ela só oferece gentileza em troca.
Eu amava Justin. Mais que a um amigo, mais que tudo. E estava furiosa comigo mesma. Meu maior medo era perdê-lo. E eu entendi que isso algum dia ia acontecer.Talvez já estivesse acontecendo.
Amélia resolve passar o verão na casa que herdou, sem antes falar qualquer coisa com Justin, afinal ela sequer sabe como encontrá-lo. Após algumas semanas de total tranquilidade, Justin aparece com sua namorada Jade. Depois de nove anos sem qualquer contato, Amélia não esperava ver Justin tão diferente, mas perfeitamente igual ao garoto que ela tanto amou.

Justin está lindo de morrer e super sexy, Amélia sente de imediato uma forte atração, tudo o que ela sentiu na adolescência e achou que havia sido enterrado volta como uma enxurrada. Deixando-a completamente à mercê de um Justin cheio de ódio. Desde o momento em que revê Amélia, Justin a trata com total indiferença. Por várias vezes ele é grosso e rude, mas Amélia sempre responde com gentileza, mesmo querendo falar poucas e boas.
A verdade era que, por mais que eu o desejasse fisicamente, ainda não dava para comparar esse desejo com a saudade que eu tinha do meu velho amigo. Em algum lugar escondido sob os músculos e a beleza, eu sabia que ele ainda estava lá, e isso me frustrava.
Jade e Amélia acabam se tornando amigas, e trabalham a noite em um restaurante local, que algum tempo depois Justin começa a tocar.  Jade que é uma atriz, vai para Nova York, pois consegue um papel importante. Justin e Amélia acabam se suportando durante as semanas seguintes, em um dado momento, eles acabam desabafando e contando tudo um para o outro, como foi para cada um a separação.
Achei que depois disso, eles ficariam juntos, Justin largaria Jade e tudo certo. Acabou. Porém a autora nos revela uma outra perspectiva, Justin continua com Jade e Amélia descobre que está grávida de seu ex namorado, que a traiu. Ao fim do verão, Justin e Amélia seguem seu caminho e pronto. Ele mantém contato por telefone e só isso, não chegam a se encontrar nem nada disso.

Quando Bea nasce, o mundo de Amélia vira de cabeça para baixo, ela é uma mãe solteira, pois seu ex Adam não quis saber de Bea. Ela acaba voltando para a casa de praia algumas semanas antes do verão, quando já está instalada, Justin aparece, achando que passaria algum tempo sozinho. Essa visita inesperada acaba sendo uma benção para Amélia. Que com Justin por perto consegue se alimentar melhor e até tomar banho.

Esse livro é faceiro e muito delicioso de ler. Amélia narra a história com uma delicadeza tão linda que é impossível largar. O amor entre os dois é visível e palpável, mas eles sabem que ainda tem um longo caminho para percorrer.

A interação entre os dois é muito verdadeira e intensa, quando começam a esquecer o passado, conseguem viver pacificamente e apreciar a companhia um do outro. Senti que Justin saiu mais magoado, ele é bem introspectivo e não revela seus sentimentos a toda hora, algumas coisas apenas ficam no ar. Mas algo que não posso negar é o quanto ele é fofo e cuida de Amélia e Bea. Esse livro me surpreendeu muito, está na lista dos melhores de 2017. Algumas coisas acontecem em nossas vidas e achamos que não tem um porque, esse livro mostra que sim, tudo tem um porque, que será revelado no dia e hora certa! Não deixe de conferir essa linda história de amor que vai te deixar suspirando e com vontade de saber mais sobre esse trio super diferente!
" Era assim (Bea) que tinha que ser"
Beijos 😘

6 comentários

  1. Oi!
    Tenho visto uma avalanche de resenhas e opiniões positivas desse livro que à primeira vista me pareceu somente mais um romance erótico mas que pelo visto é um romance muito bonito. Confesso que a sinopse e a capa não me atraem em nada, mas após tantas indicações fiquei extremamente curiosa e com vontade de conhecer a história e os personagens que parecem ser encantadores.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Oi,
    Não conhecia o livro, mas fiquei bastante curiosa. Primeiro pq você disse que era um dos melhores livros que vc leu esse ano. Segundo pq amo livros que parecem clichê e conforme vc vai lendo vai descobrindo surpresas. Vou anotar a dica!!
    Bjs!
    Fadas Literárias

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem?

    Que alvoroço esse livro está causando! Acho que, pelo menos pelo que percebi até agora, devo ser a única que não curtiu muito. A Penélope escreve muito bem. A história flui, é engraçada e hot....Mas o Justin é tão opressor às vezes, e a Amélia tão sem noção que não consegui me conectar com eles. Acredita?

    Mas que bom que você gostou, é ótimo quando o livro supera nossas expectativas ;)

    beijo

    Leitoras Inquietas

    ResponderExcluir
  4. Oi Yohanna, sua linda, tudo bem?
    Assim que esse livro foi lançado eu me apaixonei só lendo a sinopse, mas não podia fazer ideia de que o livro seria muito mais d que imaginei. Gostei muito da autora não ter feito dar certo no início, só no final, quando enfim, parece que irão amadurecer. É uma saída diferente do que estamos costumados a ver nos livros. Adorei sua resenha, estou louca para ler!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Que delícia esse livro, amei sua resenha e com certeza vou le-lo. Não resisto a um romance cheio de altos e baixos ;)

    ResponderExcluir
  6. Oi, Yohanna.
    Personagens de apaixonarem na adolescência, se separarem e tal chama voltar a reascender depois de anos é algo que já vi ser abordado em outras obras.
    Amor Intenso tem uma pegada diferente e realista ao mostrar uma mãe solteira criando uma filha sendo que em outros livros no mercado mostram famílias estruturas e tudo certinho.
    A capa não me diz muito sobre a obra, mas o modelo é lindo.
    Parabéns pela resenha.

    ResponderExcluir