Resenha: Guerra do Velho - John Scalzi



Autor: John Scalzi
Páginas: 368
Ano: 2016
Editora: Aleph
Gênero: Ficção científica, Literatura Estrangeira
Adicione: Skoob
Onde Comprar: AmericanasSaraiva
Nota:     
Sinopse: A humanidade finalmente chegou à era das viagens interestelares. A má notícia é que há poucos planetas habitáveis disponíveis – e muitos alienígenas lutando por eles. Para proteger a Terra e também conquistar novos territórios, a raça humana conta com tecnologias inovadoras e com a habilidade e a disposição das FCD - Forças Coloniais de Defesa. Mas, para se alistar, é necessário ter mais de 75 anos. John Perry vai aceitar esse desafio, e ele tem apenas uma vaga ideia do que pode esperar. "Guerra do Velho" é frequentemente comparado a um dos maiores clássicos da ficção científica: Tropas Estrelares, de Robert Heinlein. O próprio Scalzi já confirmou que Heinlein é uma das suas maiores influências e que a obra foi escrita seguindo os princípios que ele acredita serem próprios da escrita do autor que tanto admira. Scalzi é um dos principais nomes da ficção científica contemporânea. Ganhador dos prêmios Hugo e Locus, o autor conquistou público, crítica e mercado. Em fevereiro de 2015, fechou um contrato com a editora Tor Books de cerca de $3,4 milhões, para publicar 13 livros nos próximos 10 anos. O canal SyFy está produzindo uma série de TV – chamada Ghost Brigades – como adaptação do livro, e a Paramount já comprou os direitos para levar a história para as telas do cinema.
Resenha: Faz um bom tempo que eu não li um sci-fi e, um tão bom.

O livro é protagonizado por John Perry que como todos os alistados homens ou mulheres cansados e sem a sua falecida esposa vai em missão para ajudar na guerra em outros planetas. Tem várias condições e uma delas é que ele não volte para Terra. Por quê? Porque ninguém voltou.

A história, os personagens, as piadas, o contexto todo é sensacional. Ri muito de todas as piadas ditas por ele, os personagens são ricos e bem definidos de uma forma muito boa, cada um tem uma função e elementos que complementam as histórias contadas. Das piadas, não têm como não rir. Você acaba lendo e daqui a pouco começa a rir e não consegue se controlar.

John faz seis amigos e a partir daí, mesmo estando distantes porque vão para outros planetas eles continuam conversando e criam laços mesmo, entre muitas batalhas alguns deles se vão e além de John sobram dois e um que achava que não veria nunca mais, ou isso ou é alguém muito parecido.

Recomendo, com toda a certeza é o melhor livro lido esse ano, por enquanto. Vale a pena ler e se divertir. A história vale muito a pena. Não pensei em outro final. Esse com certeza vai ficar guardado na memória.

2 comentários

  1. Adorei a resenha!
    Adoro ficção científica, e esse está na minha lista
    com certeza!
    =D

    ResponderExcluir