Resenha: A Guardiã de Histórias (The Archived, 1) - Victoria Schwab

Autor: Victoria Schwab
Páginas: 322
Ano: 2016
Editora: Bertrand
Gênero: Fantasia, Ficção, Young Adult
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon
Nota:            
Sinopse: Cada corpo tem uma história para contar, uma vida disposta em imagens que apenas os Bibliotecários podem ler. Aqui, os mortos são chamados de Histórias, e o vasto domínio em que eles descansam é o Arquivo. Mackenzie Bishop é uma implacável Guardiã, cuja tarefa é impedir Histórias – geralmente violentas – de acordar e fugir do Arquivo. Naqueles domínios, os mortos jamais devem ser perturbados, mas alguém parece estar, deliberadamente, alterando Histórias e apagando seus trechos essenciais. A menos que Mac consiga juntar as peças restantes, o próprio Arquivo sofrerá as consequências.
Resenha:
“Imagine um lugar onde, como livros, os mortos repousam em prateleiras...”

Uma leitura única, Victoria Schwab criou um mundo repleto de magia com muitos mistérios e segredos. Uma escrita natural e muito fluente. Nesse mundo fascinante, os mortos são chamados de Histórias. Em vida, memórias, momentos e experiências são guardados no corpo, mas quando as pessoas morrem tudo que estava contido nesse invólucro é transferido para o Arquivo.

Confuso? Nem tanto! Imaginem um mundo dividido em três partes distintas: o Exterior que é onde as pessoas vivem, o mundo normal; o Arquivo, uma biblioteca dos mortos que é para onde as Histórias vão; e os Estreitos que são uma separação entre os dois, um lugar de pesadelo e escuridão intensa. No meio disso tudo temos o Guardião, que é a pessoa designada a mandar de volta Histórias, muitas vezes violentas, que saem pelas fendas do Arquivo e entram nos Estreitos.

Mackenzie Bishop se tornou uma guardiã ainda jovem com apenas 12 anos de idade e foi treinada por seu avô, um homem que ela amava e respeitava profundamente e que também foi um guardião. Atualmente ela e sua família estão de mudança para um antigo hotel desmoronando chamado Coronado. Seu avô faleceu há quase quatro anos e Ben seu irmão caçula os deixou prematuramente há quase um anos atrás. A vida dela não está sendo fácil. Ela não consegue superar a perda do seu irmão e sua mãe parece alheia a tudo, e sempre parece em busca de sonhos impossíveis de alcançar.
"Mas, depois de um ano levando a vida na ponta dos pés, tentando não disparar lembranças como minas terrestres, meus pais resolvem desistir, mas chamam de mudança. Chamam de um novo começo. Dizem que é exatamente o que a família precisa. Eu chamo de fugir."
Em meio à dor da perda ainda tão latente, Mac (Mackenzie), agora é uma Guardiã mais habilitada e herdou de maneira definitiva a posição de seu avô Da e sua tão preciosa chave. Infelizmente com a obrigação vieram também dificuldades como se esquivar do toque humano, ficar cada vez mais sozinha além de contar mentiras para camuflar suas ausências.
"Os mortos são silenciosos, e os objetos, quando guardam impressões, nada dizem até que os toquemos. Mas o toque dos vivos é ruidoso. Pessoas vivas não foram compiladas, organizadas - o que significa que são um amontoado de lembranças, pensamentos e emoções, tudo misturado e mantido a distância apenas pelo anel de prata no meu dedo.
É então no Coronado que a vida de Mac realmente dá uma guinada, pois acontecimentos inquietantes começam a descortinar. Histórias estão despertando a cada dia num ritmo fora do comum e alguém vem corrompendo lembranças do passado. O passado fatídico do Coronado e seus casos de assassinato, mortes e destruições fazem parte do mistério que Mac deve descobrir o mais rápido possível antes que o Arquivo seja danificado de maneira letal.

O que falar da leitura? Simplesmente sensacional. É realmente um livro muito bem escrito, com uma premissa de tirar o fôlego. Narrado por Mac e intercalado por lindas lembranças que ela tinha do seu avô, a obra é comovente, amarga em certos pontos mas completamente intoxicante.
"- Meu avô costumava dizer que toda tempestade começa com uma brisa."
O início se dá de maneira preguiçosa, mas não me causou desconforto. Gostei desse compasso o que acabou me preparando para o desfecho da história. Necessito da continuação, pois adorei Mac e o perigo contido por trás das Histórias. Sei que reviravoltas e grandes revelações estão por vir e espero poder mais uma vez caminhar pela atmosfera ricamente criada e explorada, junto com sua heroína apaixonante.

Nenhum comentário

Postar um comentário