Resenha: Cilada Para Um Marquês (Escândalos e Canalhas - 1) - Sarah MacLean

Autor: Sarah MacLean
Páginas: 320
Ano: 2016
Editora: Gutenberg
Gênero: Ficção, Literatura Estrangeira, Romance
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Livraria Cultura
Nota:   

Sinopse: “De todas as bobagens incríveis que ele já tinha visto as mulheres fazendo ao longo de sua vida, aquela era, sem dúvida, a pior.”
Sophie Talbot é conhecida pela Sociedade como uma das Irmãs Perigosas – mulheres Talbot que fazem de tudo para se arranjar com algum aristocrata. O apelido chega a ser engraçado, pois se existe algo que Sophie abomina é a aristocracia. Mas parece que mesmo não sendo uma irmã tão perigosa assim, o perigo a persegue por todos os lugares.
Quando a mais “desinteressante” das irmãs Talbot se torna o centro de um escândalo, ela decide que chegou a hora de partir de Londres e voltar para o interior, onde vivia antes de seu pai conquistar um título. Em Mossband, ela pretende abrir sua própria livraria e encontrar Robbie, um jovem que não vê há mais de uma década, mas que jura estar esperando por ela.
No entanto, ao fugir de Londres, seu destino cruza com o de Rei, o Marquês de Eversley e futuro Duque de Lyne, um homem com a fama de dissolver noivados e arruinar as damas da Sociedade. Rei está a caminho de Cumbria para visitar o odioso pai à beira da morte e tomar posse de seu ducado. Tudo o que ele menos precisava era de uma Irmã Perigosa em seu encalço.
O Marquês de Eversley está convicto de que Lady Sophie Talbot invadiu sua carruagem para forçá-lo a se casar com ela e conquistar um título de futura duquesa. Já Sophie tenta provar que não se casaria com ele nem que fosse o último homem da cristandade. Mas e quando o perigo tem olhos verdes, cabelos claros e a língua afiada?
Essa viagem será mais longa do que eles imaginavam…



Resenha:   
                                   Encantador. Único. Divertido. Inesquecível.

É incrivelmente gratificante terminar uma leitura com vontade recomeçá-la. Sabe quando você não consegue largar o livro? Mas sente que se ler em uma noite, vai se arrepender por não ter apreciado mais? Eu me senti assim, e durante uma semana li Cilada para um Marquês. E foi a semana mais deliciosa de todas, em cada capítulo me vi viajando em cabriolés e carruagens.

Apreciando a vista, a comida, as aventuras e claro as novas amizades e descobertas. Sobre romances de época, primeiro: não sou de ler livros de época pelo simples fato de : a) não me prende (começo a achar incrivelmente chato antes mesmo do quinto capítulo) e b) as mocinhas são tão irritantes, ingênuas, bobas, chatas... já disse chatas? Segundo... não curtia mesmo e pronto.
Porém, acabei por ler esse, e não me arrependo. Aliás, sim me arrependo, de não ter lido logo!Que leitura deliciosa!
"  - Você é o próprio retrato da decência.
 - Eu não negocio decência, amorzinho."
Sophie não se encaixa na sociedade aristocrata de Londres, sua família e principalmente suas irmãs, estão sempre envolvidas em algum escândalo, sendo intituladas irmãs perigosas. A história começa em uma festa, onde Sophie está com todos os olhos voltados para si, quando derruba em um tanque de peixes o marido traidor de sua irmã.

Sophie me surpreendeu, ela é forte, decidida, incrivelmente corajosa. Desde as primeiras páginas, isso me agradou, e quando o Marquês de Eversley praticamente cai em cima de Sophie ao fugir por uma janela, as coisas ficam super divertidas ! O Marquês, claro não é qualquer um, é o mais canalha, destruidor de corações e claro, de  casamentos de toda Londres. Depois do desastre que aconteceu na festa, Sophie decide que já é hora de partir, mas não pode fazer isso passando pela festa, ou saindo com a carruagem de sua família,então ao encontrar o Marquês, pede uma carona, e ele é claro nega.
Ela acaba encontrando o cocheiro do Marquês, e compra sua roupa, e vai na carruagem como clandestina.

A interação entre esse dois é muito divertida, a todo momento " Rei " alfineta Sophie, que não deixa por menos e sempre responde à altura.
" - Eu também nunca disse que você era desinteressante, Rei contestou.
- Não. Creio que você usou o termo desdivertida, que é ainda mais insultuoso, pois parece que eu sou tão entediante que preciso ser definida por uma palavra que até hoje não existia."
Várias discussões depois, tiros, sim teremos tiros nesse livro, e apesar de não gostarem um do outro, a química é forte, e aos poucos aprendem a se respeitar e mudar a visão que tinham um do outro.
" - Você não deveria morder a mão que te alimenta," ele disse.
 " - Você está me chamando de cachorro?"
"- Não", ele respondeu. " Cachorros são dóceis e obedientes de um jeito que você jamais conseguirá ser."
Rei aos poucos percebe que Sophie é muito mais do que os jornais dizem, e claro Sophie, percebe que Rei não é o que aparenta ser, ou o que dizem que ele é. Esse é um daqueles livros em que você se pega com aquele sorriso bobo e preguiçoso no rosto, é daqueles que você suspira, daqueles divertidos ao ponto de uma gargalhada! Cilada Para um Marquês é leve, romântico, incrivelmente fofo, as cenas mais picantes (calma, são poucas!) são tão ... íntimas, de uma escrita ímpar.

Esse livro tem alma, corpo e opinião! Não deixem de ler!

4 comentários

  1. Oi! Eu amo a escrita da Sarah, e sou a louca dos romances de época. Esse foi um dos que ainda não li, mas eu desejo fazer isso o quanto antes.
    Beijo! Leitora Encantada
    Participe do Sorteio de Natal

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Nunca li romance de época, acredita? Mas ainda bem que vi a sua resenha, porque não sabia que as mocinhas costumavam ser chatas e ingênuas.. sempre fui doida para ler algum! hehe vou anotar esse para começar!! :)
    beeijo

    http://lecaferouge.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Confesso que também não gostava, mas a autora me fez ficar encantada!

      Excluir