Resenha: Métrica (Slammed - 1) - Collen Hoover

Autor: Collen Hoover
Páginas: 304
Ano: 2013
Editora: Galera Record
Gênero: New Adult
Onde comprar: Submarino,  Livraria Folha
Adicione: Skoob
Nota:                  
Sinopse: O romance de estreia de Colleen Hoover, autora que viria a figurar na lista de best sellers do New York Times, apresenta uma família devastada por uma morte repentina.
Após a perda inesperada do pai, Layken, de 18 anos, é obrigada a ser o suporte tanto da mãe quanto do irmão mais novo. Por fora, ela parece resiliente e tenaz; por dentro, entretanto, está perdendo as esperanças. Um rapaz transforma tudo isso: o vizinho de 21 anos, que se identifica com a realidade de Layken e parece entendê-la como ninguém. A atração entre os dois é inevitável, mas talvez o destino não esteja pronto para aceitar esse amor.


Chega aqui que a resenha está ótima! 

Resenha:

Métrica superou minha expectativa. É um livro que fala, entre outras coisas, sobre perdas, pois todos os personagens evolvidos perderam ou perderão algo e isso parece um ciclo vicioso. Apesar de tristes, existe compreensão na dor, uma certa beleza e magia dependendo do ângulo que se olhe...

Além de nos envolver com os dramas dos personagens, a autora nos contempla com lições reais e aplicáveis a vida. E sem dúvidas esse, apesar de ser um livro de 2013, foi minha melhor leitura de 2016!

Narrado em primeira pessoa somente a partir do ponto de vista de Layken, Métrica possui também no início de cada capítulo, um trecho de alguma música (que sempre se encaixa muito bem com o capítulo) de sua banda preferida.

Logo de cara lidamos com a morte do pai de Lake e Kel e também com a mudança forçada por dificuldades financeiras. São duas perdas: a do pai e a da identidade daquela casa como lar. Como Lidar?

A vida ás vezes bate sem dó. Mas ter uma amiga como a Eddie é sorte para poucos...
Do Texas a Ypsilanti, uma cidade do Michigan, Lake se vê entre ser forte por sua mãe e seu irmão Kel de 9 anos, ou agir como a adolescente que é e bater o pé que quer voltar para o Texas.

- por sorte ela é sensata e não dificulta a situação...

Depois de algumas horas de viagem, ao chegar ao destino, Kel já desce do caminhão de mudança fazendo amizade com um garotinho, seu vizinho Caulder. Enquanto isso, Will se aproxima para se apresentar aos novos moradores da casa de frente a sua e inevitavelmente observa a menina com olhar triste no caminhão.

- aparentemente clichê você deve estar pensando "mas já?". Que nada, senta que lá vem história.

De maneira suave e despretensiosa, Lake e Will criam um laço de amizade respeitoso enquanto ele se propõe a ajudar e situações inusitadas acontecem. Óbvio que me peguei torcendo por uns beijos entre os dois logo no primeiro contato. Mas Will é um fofo e faz o tipo sério e bom ouvinte.

Em poucas semanas já rola uma química entre os dois e eles se curtem muito. Will apresenta a Lake seu Hobbie: apresentações de Slamm e ela conta um pouco de sua antiga vida e de seu pai amado para ele.

Tudo lindo mas a essa altura eu já esperava um desastre monstruoso que afastasse os dois. Não é normal num livro New Adult tudo começar e Permanecer tão lindo. E essa autora sabe dar um rumo ruim e inusitado as histórias!

Depois de algumas semanas sem aula em razão da mudança, finalmente Lake conhece seu novo colégio e até faz uma nova amizade com uma menina chamada Eddie. Mas o que estava legal termina aí, pois ela e Will descobrem que são PROFESSOR E ALUNA e a relação dos dois precisa acabar.

- fiquei revoltada! Era só ela mudar de escola ou ele. Porém, apesar de ser uma história, a autora parece que quis ser tão dura quanto a vida e algumas coisas inviabilizam essas trocas. Para os dois só resta se afastarem.


E o boy magia que tem o Slamm como Hobbie (encontros de poesia falada (spoken word) e performática, geralmente em forma de competição com júri popular e tudo o mais), é justamente o professor de poesia da turma de Lake. Por esse motivo o nome original do livro é Slammed. Na realidade, tanto um título quanto o outro cabem super bem para o livro. Pois Métrica refere-se ao ritmo e a organização do verso, da estrofe e do poema como um todo.

E se você não curte poesia pode ficar tranquilo, pois a poesia apresentada nesse livro é extremamente interessante e necessária. Através dela alguns personagens expressam o que sentem.

Como citei, esse livro fala sobre perdas, mas não somente disso, sim como lidar com ela e as aulas do Sr Cooper, o Will, acabam ajudando a compreender esse processo de aceitação da perda.

Apesar de ser professor de turmas do ensino médio, Will tem apenas 21 anos e  responsabilidade de um gigante que lhe foram impostas pela vida.

Não diria que eles unem forças nas adversidades e Will ensine lições do que aprendeu para Lake. Mas indiretamente é isso que ocorre. A realidade é que as pessoas só aprendem algo quando se dispõe e Will sabe disso.

Eu passei o livro todo torcendo que Lake conseguisse absorver um pouco da maturidade de Will, pois ao mesmo tempo que ela é forte, ás vezes consegue ser mais imatura que seu irmão Kel. E com a relação dos dois proibida pela mãe dela, pelo o bem de Will, Lake se torna muito chatinha. Mas dentro do aceitável. Mas porque pelo bem de Will?

O livro não trata somente desses personagens, fala também sobre amizade, tanto a amizade sincera dos irmãos mais novos do pseudo casal, Kel e Caulder, como Eddie, a nova melhor amiga de Lake que é órfã e nos dá lições e mais lições de gratidão.

Diálogo entre Eddie e Lake recebendo uma bronca conjunta por serem tão linguarudas. Eu me derreti? Sim!

Só pra constar, tem emoção de sobra nesse livro e eu chorei. bjs
A história fica cada vez mais interessante e descobertas de Lake sobre segredos de sua mãe, fazem com que a relação delas mude completamente. Enquanto sua possível relação com o Sr Cooper só se distância mais deles dois.

O que não falta em Métrica é surpresa! Um livro de superação, extremamente sensível, humano e doce. Tirei algumas lições e me vi em muitas ações, principalmente nas ações da fofa da Eddie e confesso que adoraria ter uma amiga como ela.

O livro possui início, meio e fim e o final é avassalador, assim como meio.

Bjs e boa leitura :*

10 comentários

  1. Oi!
    Amei sua resenha porque pra mim descrevi muito bem o livro. O livro fala de perdas e da nossa dificuldade de aceitar que coisas ruins acontece na nossa vida, mas é através desse acontecimentos ruim que a gente percebe a nossa força e amadurecimento. Amei a leitura, é com certeza um dos meus livros favoritas.
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  2. aaaahhh, essa trilogia é muito amorzinho!!! Li a alguns anos atrás e fiquei simplesmente apaixonada!!
    Espero que goste dos próximos.
    Parabéns pela resenha!!

    #Ana

    https://literakaos.wordpress.com

    ResponderExcluir
  3. Sinceramente, numa livraria esse título não me atrairia. Mas depois que li a resenha fiquei bem curiosa pelo livro. Se tem emoção de sobra vai me cativar!
    Bjs.

    ResponderExcluir
  4. Ooi! Tudo bem?
    Eu não senti interesse por esse livro, mas já vi falando sobre ele em outros lugares, e também elogios para com a escrita da autora.
    Mas, mesmo assim, obrigada pela dica e pela resenha!
    Beeijos

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Eu estou morrendo de vontade de ler esse livro, e gostei de você ter citado que a poesia é interessante e necessária, porque eu não gosto e isso me desanimaria com a leitura. Mas agora depois da sua resenha mal posso esperar para ler.
    Beijos.
    http://arsenaldeideiasblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  6. Meniinaaaa, para tudo! Amei essa resenha! Métrica foi o primeiro livro da CoHo que li, e desde então ela se tornou minha autora favorita nesse estilo. Sim, como você disse, tem drama. E não é qualquer dramazinho não... Mas são personagens tão humanos, é tudo tão real e tão cru, que a gente se apaixona mesmo. Chora, ri, inquieta. Amo essa trilogia com todo o meu coração!

    Parabéns pela resenha, representou muito bem a beleza do livro!

    Beijo

    www.leitorasinquietas.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oi Jéssica...
    A Colleen é diva!!! Não tem nem o que falar ou discutir!
    Eu estou louca para ler esse livro e espero de verdade conseguir realizar essa leitura em breve. Sua resenha está muito bem escrita e completa.

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  8. OOi!
    Acredita que nunca li nada da autora?
    Tenho muita vontade de ler Métrica, parece ser ótimooo. Dizer que ele é repleto de surpresas aumentou ainda mais minha vontade, amo quando o autor me surpreende. <3
    Ótima resenha!

    Beijoos!

    ResponderExcluir
  9. Oi, Jessica!
    Eu tinha um pouco de dúvida em ler esse livro, não sabia se gostaria da história. Quando li só me arrependi por não ter lido antes. Gostei muito da história e dos personagens, fiquei apaixonada pela escrita da autora. ;)

    Beijos,

    Rafa [ blog - Fascinada por Histórias]

    ResponderExcluir
  10. Ainda não sei porque não terminei de ler esse livro. Comecei a ler pelo Kindle, mas não pude terminar. E isso me irrita. Preciso logo comprar todos os livros e ler o quanto antes.

    ResponderExcluir