Luz, Câmera, Ação: O que vi da Série Skins - Visão Geral

Título: Skins
Criadores: Jamie Brittain e Bryan Elsley
Formato: Série
Temporada: 7 temporadas - Cada Temporada possui aproximadamente 9 episódios
Número de Episódios: 61
Apresentação: Inglês com Legenda em Português
Gêneros: Drama Teen, Comédia, Comédia dramática
Ano: 2007 a 2013
Classificação: 18 anos
Elenco: Diversos  
Nota: 
Sinopse:
Skins é um drama teen inglês que focaliza em um grupo de adolescentes, que mora na cidade de Bristol. A série mostra as angústias dos personagens e os seus problemas pessoais, enquanto eles precisam lidar com questões relacionadas a raça, religião, sexualidade, drogas e transtornos alimentares.



Elenco da Primeira Geração <3

Ultimamente Netflix tem feito minha alegria, não é propaganda, mas lá tem vários filmes e séries ótimos e estou alegrinha com minhas últimas descobertas, dentre elas a Série Skins que possui todos os capítulos disponíveis lá. Iniciei a maratona com o Mozão que já havia assistido essa Série na época que lançou e nos divertimos com a mudança de perspectiva que rolou no decorrer dos capítulos.

Skins é uma série britânica de 2007, que possui 7 temporadas que terminaram em 2013. No Brasil, passou no VH1 Brasil (1ª e 2ª temp), na MTV Brasil (apenas a primeira temp) e no HBO Plus (até a 6ª temp). Hoje você consegue assistir no Netflix todas as 7 temporadas ou no YouTube. O elenco da série é ENORME, pois a cada 2 temporadas conta a história de um determinado grupo de jovens estudantes do ensino médio. E em cada 2 temporadas todo o elenco muda, pra não generalizar, um ou dois personagens do elenco anterior permanece.

Skins foi o frenesi da época de lançamento, rodeado de polêmica, pois além de possuir muito palavrão, a série apresenta de maneira quase explicita as relações de um determinado grupo de amigos lidando com sexo, drogas, transtornos alimentares (a famosa anorexia) e problemas familiares, ao contrário das Séries Adolescentes da época que eram bem água com açúcar. Não há de se espantar que tenha sido considerada +18, né?

Eu poderia discorrer sobre cada personagem e sobre cada temporada (e eu havia feito), mas chegando ao início da terceira temporada, decidi que essa publicação deveria ser diferente, pois informações sobre o conteúdo da Série tem aos montes pelo mundo cibernético e acredito que chegar e assisti-la sem saber o que esperar de cada personagem é bem mais interessante.

Algumas páginas antigas de Skins fazem comparação a Malhação e gente, não tem muito a ver. Malhação segue uma linha de abordagem com temas contemporâneos. Ou seja, se tiver um meteoro caindo no Brasil, Malhação vai falar de adolescentes em relação ao meteoro. Já em Skins não. As abordagens de tema da Série são quase todas de cunho psicológico, algo bem mais fundo do que se aborda em Malhação que trata somente de como adolescentes lidam com seus problemas de maneira superficial.


Trailer da primeira temporada - Minha Favorita.

Alguns pontos podem e devem ser destacados sobre Skins, gostaria de deixar claro que a classificação etária da Série é mais que válida, porém, eu classificaria de outra maneira. Não sei dizer exatamente como. Mas provavelmente você tem uma prima, primo, irmão ou irmã que tem menos de 18 e uma maturidade a frente de sua idade. Então é isso.

Independente da idade, não indico Skins para pessoas sem maturidade e se você considera que não tem, não assista, pois existe de monte, quem não entenda a Série além do óbvio e siga as "cagadas" que os jovens fazem ou diga simplesmente "Isso é um manual de insanidades aos jovens".

Skins funcionou comigo de maneira reflexiva e dissociativa no que tange o ser como igual, antes eu já não achava que um determinado acontecimento causaria a mesma reação em pessoas diferentes, depois da Série isso ficou ainda mais claro. Ninguém é igual e cada ser humano enfrenta as diversidades de maneiras diferentes.

"Mas Jessica, não vou assistir algo com esse pensamento" - Bem, nem eu. Mas o negócio mexeu comigo dessa forma. Talvez você assista a Série e depois venha me dizer "Poxa, não consegui ver nada disso" e vou te responder que isso é normal, talvez num outro momento eu veja o que você viu e você veja o que vi. Faz parte.

Pensamentos profundos a parte, a Série Skins aborda alguns dramas adolescentes de maneira bem real, enquanto outros são mais fictícios mesmo. A maioria dos dramas, se não todos eles, ocorrem pois de alguma maneira todos os jovens são negligenciados pelos pais. E destaco que existem vários fatores agravantes, mas a maioria rola por falta de percepção dos pais para as necessidades dos filhos.

Usando a referência do Sr Gray, os jovens dessa série "são fodidos em 50 tons de cinza" e apesar da dor e da luta que cada um possui, eles ainda precisam aprender o que é crescer, valorizar uma amizade e lidar com perdas. Esse é bem o cenário da vida real de todo mundo, porém com bem menos drama que em Skins. rs


Música tema de abertura <3

Com personagens muito bem construídos e temas ousados, consegui rir, chorar, torcer e brigar com a tela da TV enquanto assistia Skins. Considero a Série maravilhosa, dei somente 4 estrelas pois gostaria de pelo menos mais um capítulo sobre a galera da primeira temporada (eles estão nas duas primeiras temporadas e alguns aparecem nos demais episódios e principalmente na sétima temporada).

Sendo assim, só posso sugerir que assistam. Caso queiram saber um pouco mais sobre os personagens e sobre a série, clica aqui, mas cuidado, tem MUITO SPOLIER.

Bjs :*

Nenhum comentário

Postar um comentário