Resenha: Alice no País das Armadilhas - Mainak Dhar

Autor: Mainak Dhar
Páginas: 256
Ano: 2015
Editora: Única
Gênero: Fantasia
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Americanas, Cultura, Submarino
Nota:
Sinopse: O planeta Terra foi devastado por um ataque nuclear, e boa parte de sua população se transformou em Mordedores, mortos-vivos que se alimentam de sangue e, com sua mordida, fazem dos humanos seres como eles.
Alice é uma jovem humana de 15 anos que mora no País das Armadilhas, nos arredores da cidade que um dia foi Nova Déli, na Índia. Ela nasceu nessa nova realidade aterrorizante e teve de aprender a se defender sozinha desde cedo.
As coisas mudam quando Alice decide seguir um Mordedor por um buraco no chão: ela descobre a estarrecedora verdade por trás da origem das criaturas e se dá conta da profecia que ela mesma está destinada a consumar — uma profecia que se baseia nos restos chamuscados do último livro encontrado no País das Armadilhas, uma obra chamada Alice no País das Maravilhas .
Uma mistura incomum de mitos, teorias conspiratórias e Lewis Caroll, Alice no País das Armadilhas pode parecer mais uma história de zumbi, mas é uma metáfora instigante de como tendemos a demonizar aquilo que não compreendemos.

Resenha: Se há uma coisa que eu geralmente não faço, é ler sinopses! É muito raro eu as ler, então, quando vi esse livro, gostei do título e da capa, que na maioria das vezes é o que me ganha, além das resenhas e o peguei para ler.

Qual não foi a minha surpresa ao ver que a obra trazia "mordedores"? Isso mesmo, zumbis....juro! Não sabia que era disso que se tratava! Se soubesse já teria lido a muito tempo pois como já falei antes, eu adoro os zumbis!

Alice é uma menina diferente das que conhecemos. É destemida, corajosa, cresceu em meio às armas ao invés das bonecas. Sua mãe estava grávida quando a insurreição aconteceu. Para ela, lutar pela sobrevivência é como se alimentar, normal...comum e o esperado!

A menina vive em um acampamento, com sua irmã, dez anos mais velha, sua mãe e seu pai, que é o líder dali, onde comanda muita gente e impede, ou tenta impedir que Zeus, uma "Facção de Mercenários", que tenta constantemente recrutar a todos, principalmente os mais jovens a se alistar e defender o mundo dos tais mordedores.

Os mordedores são irracionais, certo? eles andam feito zumbis apenas mordendo a torto e a direito apenas para saciar a fome de carne humana! Pois era isso mesmo que todos pensavam até que Alice, ao seguir um "zumbi com orelhas de coelho" cai em um buraco e vai parar na toca dos mordedores!

Em meio à luta na toca, tentando sobreviver, a menina dá de cara com uma imagem que retratava a antiga história de "Alice no País das Maravilhas". Ela se vê então, no mais improvável cenário agora, já que os zumbis acham que ela é parte de uma profecia! É sequestrada pelo zumbi "coelho" e levada direto à rainha, no País das Armadilhas!

A rainha zumbi tem como guarda um zumbi com um chapéu grande, (chapeleiro maluco?), era uma grande pesquisadora e guarda segredos de como a epidemia realmente começou...e ela conversa, como ser humano!

Juntas, Alice e a rainha terão que lutar contra a Guarda Vermelha, a história se passa na Índia... Guarda Vermelha, Rainha Vermelha..... Adoro isso! Essa referências dão um toque ótimo à trama.

Diferente do que eu esperava, novamente, aqui me surpreendi ao constatar que o livro não trata dos zumbis, meros mordedores que tentam comer humanos, ou de humanos que tentam sobreviver aos zumbis. A trama por trás das fugas e matanças é bem maior do que percebemos a princípio e o jogo político é muito presente desde antes da infestação. As explicações para o que aconteceu são bem construídas e percebemos que para conseguir o poder, o ser humano é capaz de tudo, tanto no mundo que conhecemos, quanto no mundo distópico criado pela autora!

Eu li em ebook, ainda assim, não encontrei erros, adorei a capa, sinistra e que tem tudo a ver com a leitura.

Se recomendo? Ora, é de zumbi! Claro que recomendo! São 256 página de ação, conspiração, zumbis e conto de fadas! Se gosta do gênero, não espera não, porque já tem o segundo livro, que eu estou louca pra ler. O final é, na minha opinião, estranho, não esperava aquele final para Alice e não vejo a hora de saber como ficaram as coisas na vida da menina!

Um comentário

  1. Já estava com vontade de ler esse livro por causa dessa capa maravilhosa, nem sabia do que o livro se tratava akakak mas depois dessa resenha com certeza está nas minhas próximas leituras

    ResponderExcluir