Resenha: A queda dos anjos ( Fim dos dias 1) - Susan Ee

Autor: Susan Ee
Páginas: 279
Ano:2016
Editora: Verus
Adicione: Skoob

Sinopse: Quando o mundo que conhecemos está prestes a ser arrasado, é preciso apostar tudo na redenção
Os anjos do apocalipse chegaram e vieram para aterrorizar a humanidade e acabar com o mundo moderno. Gangues de rua tomam conta do dia, enquanto o medo e a superstição dominam a noite. Quando anjos guerreiros sequestram uma menininha indefesa, sua irmã mais velha, Penryn, fará o que for preciso para salvá-la. Até mesmo um acordo com um anjo inimigo. Raffe é um guerreiro caído, que perdeu as asas. Depois de eras lutando suas próprias batalhas, ele é resgatado de uma situação desesperadora pela jovem Penryn, que concorda em ajudá-lo desde que ele mostre a ela como encontrar sua irmã. Viajando por um mundo sombrio e perigoso, eles podem contar apenas um com o outro para sobreviver. Juntos, vão em direção à fortaleza dos anjos em San Francisco, onde Penryn arriscará tudo para resgatar sua irmã, e Raffe se colocará à mercê de seus piores inimigos pela chance de voltar a ser inteiro.
Resenha: Então o mundo já não é mais mundo! Pelo menos não o que estamos acostumados… Anjos estão revoltados com a humanidade e, de repente, a luta diária para viver se torna uma batalha pela sobrevivência! O caos dos anjos do Apocalipse se instala pela Terra e se intensifica o conflito entre eles e também entre os poucos homens que conseguiram subsistir.
Sair às ruas no então desolado mundo passa a ser um verdadeiro desafio, forçando os refugiados a não encararem a noite. O objetivo agora é encontrar lugares menos chamativos e óbvios para se esconder e a busca por alimentos.
Mas Penryn acredita que a noite seja o melhor momento para a sua busca pela sobrevivência.
"Eu também guardo facas afiadas nos bolsos da cadeira de rodas de Paige . Eu hesito antes de colocar uma dentro do carrinho de compras da mamãe na sala de estar, mas faço mesmo assim. Eu as coloco em meio a pilhas de bíblias e uma pilha de garrafas vazias de refrigerantes. Coloco umas roupas em cima quando ela não está olhando, esperando que ela nunca tenha de saber que está lá."
Esse é o cenário que dá início à história onde Penryn, uma garota de 17 anos, luta pela vida junto a sua mãe e a sua irmã Paige.
O fato de estar em meio á uma insana batalha para fugir do caos que se tornou a Terra por si só já  seria o suficiente para enlouquecê-la, mas esse fardo é ainda mais pesado, pois, sua irmã depende de uma cadeira de rodas para se locomover e  sua mãe já não pode ser considerada como a pessoa mais sã do planeta, sofre de esquizofrenia e conversa com “demônios”. Já em sua infância, Penryn foi treinada para um verdadeiro combate, pois sua mãe sempre a matriculou em diversos cursos para autodefesa, algo que Penryn nunca entendeu.
O livro nos apresenta irmãs com personalidades opostas, porém que se completam. Paige é doce e frágil, já Penryn, apesar de sua pouca idade, é corajosa, determinada, enfrenta batalhas e carrega em suas costas a família.  Retrata uma mãe conturbada que demonstra em suas ações uma individualidade distinta e sem conexão com a realidade.
A história já inicia com uma grande dose de adrenalina. As três estão tentando achar um local mais seguro para permanecer por algum tempo, se esgueirando pela escuridão quando, subitamente, se veem em meio á uma luta de anjos cujas asas se distinguem na cor. Porém, mesmo com todo o cuidado para não serem descobertas, acabam por fazer um barulho que denuncia a presença delas no local.
Mais do que rápido, Penryn toma a decisão de chamar a atenção dos anjos, dando tempo á mãe de fugir com sua irmã. Mas é pega de surpresa sendo atingida por um anjo. Ao acordar vê que, por algum motivo que não consegue entender, Paige é largada para trás e sua mãe não está protegendo-a como o esperado… mas já faz algum tempo que ela não procura mais compreender as atitudes de sua mãe.
"Eu o irritei o bastante para ele machucar Paige por puro despeito.
Minha culpa me faz muito mais frenética para salvá-la.
Burnt grita:
— Corra, macaco! Corra!
Suas mãos alcançam abaixo e pegam Paige.
— Não!
Eu grito enquanto eu tento alcançá-la.
Ela é levantada ao ar, gritando meu nome.
— Penryn!"
Infelizmente todo o seu plano vai por água abaixo e Penryn vê sua indefesa irmã ser levada pelo anjo. Agora o que lhe resta é ficar com o anjo Raffe, cujas asas com cor de neve foram arrancadas. Afinal, ele deve saber para onde Page foi levada.
E assim começa um pacto inicialmente forçado onde o anjo que se vê dependente de Penryn, pois, sem ela, não conseguirá chegar a lugar algum machucado, debilitado e sem asas, e Penryn necessita do anjo para reencontrar aquela a quem deveria proteger. A segurança de sua mãe não a preocupa, afinal, ela sempre soube se cuidar.
Começa então uma longa jornada onde grandes obstáculos dificultam a caminhada, mas não fortes o suficiente para abater Penryn e seu anjo e desviá-los de seu objetivo final.

Eis que me deparo com anjos que fogem do padrão conhecidos por mim. Esses aqui são maus, alguns sem escrúpulos e com sua beleza escultural exaltada! Brincadeiras a parte, Susan soube trazer um mundo de anjos novo para mim.
Uma história com ação na maior parte do tempo e uma ambientação detalhada que fez eu me sentir no meio da trama.
No decorrer do livro muitas batalhas são travadas, garantindo ação e batimentos cardíacos acelerados, rsrs.
Susan me encanta e me prende com a ligação criada entre Penryn e Raffe, que foge do padrão de romance meloso, e com o sentimento tão profundo de Penryn por Paige que chega a emocionar. E me incita a desconfiança em relação à mãe de Penryn, que sempre se antecipa e some nas batalhas, deixando como rastro um ovo podre.
“O carrinho está entulhado de garrafas vazias, cobertores de bebê da Paige, pilhas de revistas e bíblias, cada camisa que papai largou no armário quando ele se mudou, e claro, caixas dos preciosos ovos podres dela. Ela também preenchera cada bolso de sua blusa e jaqueta com os ovos.”
Será que os demônios estavam apenas em sua cabeça?
Me resta apenas esperar ansiosamente pela leitura da sequência para tirar minhas dúvidas e espantar os fantasmas de minha mente!

Nenhum comentário

Postar um comentário