Resenha: Extraordinário - R.J.Palacio

Autor: R. J. Palacio
Páginas: 320
Ano: 2013
Editora: Intríseca
Adicione: Skoob
 
Sinopse: August Pullman, o Auggie, nasceu com uma síndrome genética cuja sequela é uma severa deformidade facial, que lhe impôs diversas cirurgias e complicações médicas. Por isso, ele nunca havia frequentado uma escola de verdade... até agora. Todo mundo sabe que é difícil ser um aluno novo, mais ainda quando se tem um rosto tão diferente. Prestes a começar o quinto ano em um colégio particular de Nova York, Auggie tem uma missão nada fácil pela frente: convencer os colegas de que, apesar da aparência incomum, ele é um menino igual a todos os outros.R. J. Palacio criou uma história edificante, repleta de amor e esperança, em que um grupo de pessoas luta para espalhar compaixão, aceitação e gentileza. Narrado da perspectiva de Auggie e também de seus familiares e amigos, com momentos comoventes e outros descontraídos, Extraordinário consegue captar o impacto que um menino pode causar na vida e no comportamento de todos, família, amigos e comunidade. Um impacto forte, comovente e, sem dúvida nenhuma, extraordinariamente positivo, que vai tocar todo o tipo de leitor. 

"Todo mundo deveria ser aplaudido de pé pelo menos uma vez na vida, porque todos nós vencemos o mundo. August Pullman"


Extraordinário trás uma história muito envolvente e uma ótima lição. Confesso que estive um tanto resistente no início. Acreditei que o enredo, por se tratar das diversidades e superações de uma criança, seria algo infantil. E que sorte dar uma chance à Extraordinário! Infantil foi meu julgamento prévio...

Auggie é um garotinho de dez anos que possui uma síndrome rara que lhe causou algumas deformidades faciais e algumas cirurgias para correção das mesmas. Uma das características dessa síndrome, segundo o livro é o "lábio leporino", que você pode ver aqui; o lábio da criança não fecha sem intervenção cirúrgica. De maneira caricata a capa do livro nos mostra o formato do rosto de uma criança que possui essa síndrome. Mas por sorte o filme já está chegando, não é?

Narrado em primeira pessoa e intercalado entre familiares e amigos de Auggie, Extraordinário consegue transmitir os medos e anseios de todos os personagens envolvidos. Dessa maneira, te transporta para a cabecinha de cada um deles, porém, de maneira bem natural. Esse tipo de leitura é sempre interessante, é ótimo ver a história a partir de outros pontos de vista.

Quando se trata de criança, nós adultos sabemos bem o quanto elas podem ser bem duras e cruéis com o jeito de brincar e fazer piada e muitas vezes isso não se dá por maldade, sim pela noção de certo e errado que é desenvolvida com o tempo, de acordo com o meio em que se vive. Auggie por ser "diferente", sempre foi protegido por seus familiares para que não sofresse em escalas maiores com essas brincadeiras. Mas chega a hora que todo passarinho quer voar. rs... E o legal do livro é que ele consegue nos remeter a infância, nessa época onde todos nós já sofremos algum tipo brincadeira que nos magoou.

Seus pais e sua irmã Via tentaram de tudo pra que ele não sofresse por ser diferente. O que eles fazem? Mantém Auggie distante do convívio com outras crianças e apesar dessa super proteção ele possui uma maturidade enorme, levando em consideração as privações sociais e ser super protegido. Christopher, seu único amigo até então nunca havia feito pouco caso com ele, porém, ao se mudar os interesses também mudam e a distância trata de romper o laço de amizade. Até que ponto?

A proteção entorno do pequeno termina quando ele, que havia sido alfabetizado em casa, decide que quer frequentar uma escola, como citei, ele quer voar. As coisas não serão assim tão simples. Toda a realidade, olhares feios, piadas e maldades que ele havia sido protegido até então virão de uma só vez. Foi inevitável não sentir medo por ele. E surge a dúvida: será que a proteção é de fato a saída para isso? Esse questionamento permaneceu tão forte que algumas vezes fiquei bem zangada com os pais e irmã de Auggie. E deixo a dica: Se você é pai, mãe, responsável, tutor de uma criança "diferente", esse livro ajudaria e muito a sua compreensão acerca das "lutas" na vida da criança. Aquela parte que não dá para ninguém fazer por ele (ou ela), é preciso enfrentar! E Auggie enfrenta... Uff, é de emocionar!

Auggie sofre o chamado bullyng e sente vontade de desistir. Claro,quem não sentiria? Escola nova, pessoas novas, gente demais te olhando, amigos não tão amigos participando de brincadeiras para te excluir, amigos sofrendo pressão por ser seu amigo e se distanciando por medo, todo mundo parecendo que quer te esmagar, triste não? Também achei.

Ponto forte do livro e muito bem aplicado são os "preceitos" do Sr Browne, o professor de inglês da turma de Auggie. O professor explica que devemos ser lembrados pelas coisas que fazemos. E deixa uma espécie de "pensamento" em toda aula. Até que esses preceitos passam a fazer parte da matéria, fazendo com que os alunos busquem os seus próprios preceitos. Assim, juntamente com todas as emoções que cada personagem nos transmite, esses preceitos, comigo, somaram bem mais a mim que a conclusão do enredo.

Auggie aprende e muito, mas quem aprende ainda mais com ele são as pessoas que o cercam. Ele não precisa de superproteção, o que ele precisava desde o inicio era liberdade assistida. O livro não tem um GRANDE FINAL, se é que pode ser dito assim. Extraordinário é uma junção de diversas lições e sentimentos, superação. Logo, não teria como ser aplicado um final Extraordinário, pois a história ainda não acabou.

Livro lindo, emocionante e EXTRAORDINÁRIO!

17 comentários

  1. Olá!!

    Esse livro foi um dos melhores que li e olha que eu também não dava tanto antes de ler.
    Li em um dia e fiquei semanas com ele na cabeça, mexeu muito com minhas emoções.
    Concordo, os preceitos do Sr Browne foram fantásticos, tanto que comprei o outro livro para tê-los <3
    Uma história linda e muito emocionante.
    Parabéns pela resenha!

    bjs
    Fernanda
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oiiii, tudo bem?
    Infelizmente ainda não tive oportunidade de ler essa obra e até então fiquei super encantada pela sua resenha, sei que quando eu for ler chorarei até não aguentar huahaauahua dica super anotada.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  3. Ola Jess não há uma pessoa que leia esse livro e não se encante menina, eu sou daquelas que ainda não leu o livro, preciso me retratar e ler, estou tão curiosa com esse professor que ganhou até um livro depois, sem contar com o filme que quero assistir quando lançar. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Je!
    Olha, só AMOR por esse livro. Eu amei cada instante dessa leitura, e no fim, eu não queria dizer adeus. Eu queria saber mais do Auggie, saber como ele ia ficar. <3 SERIO. AMO. Tanto que comprei os outros dois livros que sairam sobre Extraordinário. To doido pra ler Auggie e Eu. Vou ler esse ano ainda.

    Abraços
    David
    http://territoriogeeknerd.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi. Esse livro se tornou um dos meus favoritos. Amo demais, se deixar eu leio mais de uma vez. É lindo e com uma bela mensagem. Estou ansiosa pelo filme.

    ResponderExcluir
  6. Eu tenho muita curiosidade com esse livro mas tenho uma certa preguiça para começar a ler e nem sem direito explicar o porque. Gostei de ver suas impressões com a obra e espero que eu leia logo para matar a curiosidade.

    ResponderExcluir
  7. Oie, eu sempre ouço falar nesse livro mas ainda não dei uma chance para ele, não sei por qual motivo. Mas adorei saber que ele trata de temas como bulling e permite que mergulhemos na vida de vários personagens. Acho que o livro vai ficar bem bacana nas telinhas e espero que antes de ele ser lançado eu possa ler.

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Eu tenho esse livro, mas ainda não o li.
    Assim como você, eu acreditava que era um livro infantil, mas é bom saber que não é bem assim.
    O livro parece ser maravilhoso e passar uma mensagem importante aos leitores.
    Tenho certeza que vou me apaixonar por Auggie.
    Ótima resenha!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Oie
    muito legal sua resenha, eu adoro o livro e não vejo a hora de assistir ao livro, espero amar e que adaptem super bem, muito legal saber sua opinião pois é um assunto muito legal de debater

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Ganhei esse livro maravilhoso de presente de aniversário e foi uma das melhores coisas que já ganhei, comecei a ler o livro sem expectativa nenhuma e me emocionei demais, quando vi que iria sair o filme fique muito empolgada mas não gostei muito do rosto do Auggie no filme, eu imaginava algo totalmente diferente, mas espero que o resto do filme compense isso.

    ResponderExcluir
  11. Oi Jess, sou apaixonada por esse livros, pelos seus ensinamentos e principalmente pelo Auggie. Sua história é completamente emocionantes e envolvente e os preceitos do sr. Browne são realmente fantásticos.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  12. Oi
    Tem um tempinho que estou muito interessada nesse livro, mas sempre acabo adiando e adiando e ainda nada. Eu quero ler, porque acho que quem trabalha com crianças e adolescentes precisa sempre de novas formas de lidar com a cabecinha deles! Adorei a sua resenha! Quero esse livro!
    Bjs

    ResponderExcluir
  13. Hi baby, tudo bem? fico até com vergonha de dizer que nunca li esse livro hehe mas quero muito, de acordo com a sua resenha e tantas outras é definitivamente um livro bem tocante <3 tenho que ler antes de assistir ao filme

    Lilian Valentim
    http://speakcinema.blogspot.com.br/
    beijinhos

    ResponderExcluir
  14. Olá.
    Li esse livro em 2013 ou 2014 não lembro muito bem, mas foi uma leitura maravilhosa, um livro que o titulo o descreve perfeitamente, todo mundo deveria ler esse livro e estou mega ansiosa pelo filme. Acho que esse livro deveria ser incentivado a leitura nas escolas principalmente.
    Amei sua resenha, e também adorei os preceitos do Sr Browne, foi realmente um ponto alto no livro.

    ResponderExcluir
  15. Oi que resenha linda e completa!!
    Eu tenho muita vontade e curiosidade de ler e conhecer mais a fundo essa história que é mundialmente conhecida e amada.

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  16. Oi,
    Eu ainda não esse livro, mas estou cada vez com vontade de conhecer esses ensinamentos que tanto falam e saber até onde é extraordinário.
    Nunca vi uma resenha negativa e tenho certeza que vou amar.
    Parabéns pela resenha
    beijos
    Daya

    ResponderExcluir
  17. Olá!

    Eis aí um livro que deveria ser obrigatório nas escolas, além de ajudar a lidar e conviver com as diferenças, ajudaria a diminuir o bullying e aumentaria a inclusão. Sou apaixonada por esta história, que é emocionante e muito linda ❤️

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir