Lançamento: Harry Potter e a Pedra Filosofal ilustrado

Vi no site da Rocco e não resisti! Tive que trazer para todo mundo ler um pedacinho também!!!

Primeiro livro da série que se transformaria no maior fenômeno do mercado editorial de todo o mundo, com traduções em 75 idiomas e mais de 450 milhões de exemplares vendidos, Harry Potter e a pedra filosofal, que apresentou ao mundo o menino órfão que se descobre herói do mundo bruxo, chega às livrarias em edição ilustrada. Perfeita para a legião de fãs da série de J.K. Rowling e para as novas gerações que estão descobrindo a leitura, a nova edição é ilustrada pelo britânico Jim Kay, ganhador da Kate Greenaway Medal, que fez um trabalho minucioso ao recriar o universo de Harry Potter em imagens e cores. O livro tem capa dura com sobrecapa e miolo em papel couché.
Harry Potter é um garoto cujos pais, feiticeiros, foram assassinados por um poderosíssimo bruxo quando ele ainda era um bebê. Ele foi levado, então, para a casa dos tios que nada tinham a ver com o sobrenatural. Pelo contrário. Até os 10 anos, Harry foi uma espécie de gata borralheira: maltratado pelos tios, herdava roupas velhas do primo gorducho, tinha óculos remendados e era tratado como um estorvo.
No dia de seu aniversário de 11 anos, entretanto, ele recebe uma carta e descobre sua verdadeira história e seu destino: ser um aprendiz de feiticeiro até o dia em que terá que enfrentar a pior força do mal, o homem que assassinou seus pais. O menino de olhos verdes, magricela e desengonçado, tão habituado à rejeição, descobre, também, que é um herói no universo dos magos. E a única pessoa a ter sobrevivido a um ataque do tal bruxo do mal, causa da marca em forma de raio que ele carrega na testa. Ele não é um garoto qualquer, ele sequer é um feiticeiro qualquer; ele é Harry Potter, símbolo de poder, resistência e um líder natural no mundo bruxo.
A fábula criada por J.K. Rowling, recheada de poções, seres e objetos mágicos, não é, entretanto, apenas um passatempo. Harry Potter conduz a discussões metafísicas, aborda o eterno confronto entre o bem e o mal, evidencia mazelas da sociedade, como o preconceito, a divisão de classes, a inveja, o egoísmo, a competitividade exacerbada, a busca pelo ideal – a necessidade de aprender, nem que seja à força, que a vida é feita de derrotas e vitórias, e que isso é importante para a formação básica de um adulto.
Há muito tempo a saga de Harry Potter deixou de ser apenas entretenimento juvenil para se tornar um marco da literatura universal. Agora, a magia está de volta, acrescida das encantadoras ilustrações de Jim Kay, nesta edição primorosa que ultrapassa fronteiras de gênero e idade.

Leia um trecho aqui (Gente, que ilustração fofa!!!)

Nenhum comentário

Postar um comentário