Resenha: Espada de Vidro - Victoria Aveyard

Autor: Victoria Aveyard
Páginas: 496
Ano: 2016
Editora: Seguinte
Adicione: Skoob
 
Sinopse: “Se sou uma espada, sou uma espada de vidro, e já me sinto prestes a estilhaçar.”
O sangue de Mare Barrow é vermelho, da mesma cor da população comum, mas sua habilidade de controlar a eletricidade a torna tão poderosa quanto os membros da elite de sangue prateado. Depois que essa revelação foi feita em rede nacional, Mare se transformou numa arma perigosa que a corte real quer esconder e controlar.
Quando finalmente consegue escapar do palácio e do príncipe Maven, Mare descobre algo surpreendente: ela não era a única vermelha com poderes. Agora, enquanto foge do vingativo Maven, a garota elétrica tenta encontrar e recrutar outros sanguenovos como ela, para formar um exército contra a nobreza opressora. Essa é uma jornada perigosa, e Mare precisará tomar cuidado para não se tornar exatamente o tipo de monstro que ela está tentando deter.



Resenha: O livro começa relatando os detalhes da fuga da Mare e seus aliados da luta no Ossário, palco onde eles quase foram massacrados por prateados sob ordem do rei Maven. Há um pouco de calmaria nesse momento na história, talvez a calma que antecede a tormenta. Mare está feliz por reencontrar Shade, seu amado irmão, satisfeita por ver seu melhor amigo vivo e ileso, apenas desconfortável pelo fato de que Cal está sendo tratado como prisioneiro, porém também feliz por não tê-lo perdido na batalha. Aí o que se segue é uma luta digna de cinema, Maven não dá trégua, já que conhece o caminho que eles tomaram, os túneis, as rotas, o destino ao qual estão indo de encontro. É uma carnificina, muitos Vermelhos morrem, sobrando apenas um contingente mínimo, algo que mais tarde será motivo de muita tristeza e punição para a Mare, Cal e claro para a capitã Farley, já que a missão de resgate era de sua responsabilidade.

Eles conseguem fugir desse novo ataque por um triz, e seguem por mar até uma ilha tida como abandonada, mas que é utilizada pela Guarda Escarlate como uma das bases de apoio. Lá conhecem o Coronel, membro responsável pelas missões naquela região que logo de cara prega uma peça neles aprisionando Cal e fingindo ser amigo da Mare. Nessa ilha ela também reencontra sua família que a muito tempo não via. Isso a deixa menos triste, porém nunca se esquecendo do conselho dado por seu amigo Julian e o seu irmão Shade: nunca confiar em ninguém. E é graças a isso que ela tenta libertar Cal e sair o mais rápido que puder da ilha. O objetivo? Encontrar antes do Maven o máximo que puder de Sanguenovos, essa é a denominação que usam para pessoas com poderes como ela.

Depois de uma reviravolta no processo de resgate de Cal, finalmente ela consegue fugir, só que com a ajuda do Kilorn, Shade e da Farley (tudo que ela menos esperava, mas que a deixou muito mais forte).
A partir daí nada fica fácil, na verdade nada nunca é fácil pra eles, seguindo as pistas para cada  nome na lista vão descobrindo mais e mais sanguenovos, também mais sujeiras por parte da coroa, Mare e Cal descobrem um reino totalmente diferente do que pensavam existir. E são  perseguidos cada vez mais pelo rei, que começa a chegar primeiro aos membros da lista, e com isso armando para eles as armadilhas mais hábeis e perigosas que consegue pensar, tornando sem querer a Mare mais política, mais estrategista, mais esperta, mais Rainha Vermelha.              

Em Espada de Vidro a autora se supera nas tramas políticas, e é impossível não ficar “boaquiaberto” com a destreza em que ela escreve a história. Em um minuto você está com os mocinhos em uma das muitas briguinhas de amor, e no outro, dentro de batalhas dignas de um filme ação e fantasia como “Os Vingarores”, onde há manipuladores de metal, ar, água, luz, fogo, eletricidade, gravidade e de mentes como a Rainha Elara por exemplo.

Pena que nesse interminável processo a mocinha vai perdendo a sua humanidade, não no sentido de querer ver o circo pegar fogo e não estar nem aí, mas do tipo que fica sem sentimentos diante de situações de perdas significantes de amigos, parceiros ou mesmo dos vermelhos que tanto a fez lutar ate aqui. Algo que deixa o leitor meio que sem saber se a odeia ou se sente pena.

A garota é obrigada a crescer e tomar decisões as quais nunca imaginou se ver tomando, decisões essas dignas de reis ou políticos que se prepararam a vida toda para elas, decisões que a faz morrer aos poucos, e que a torna uma pessoa mais pesada, cansada e triste. Mas o sentimento de querer salvar tudo e a todos a faz tomar a decisão pior de todas, que pode levar por água abaixo tudo pelo qual veio lutando e conquistando ao longo de um ano, mas também pode levá-la a vencer a guerra.
“Não sou mais um rato, sou a garota elétrica”    
                                                                           

30 comentários

  1. Já estou maluca por essa continuação.E com essa resenha,fiquei com ainda mais vontade de ler. ♡♡♡♡♡♡♡♡♡ Mar linda da minha vida♡

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não demore muito pra ler essa continuação, se bem te conheço, vais amar, assim como eu :)

      Excluir
  2. Oi Marcinha, ainda não li o primeiro, mas arrisquei passar o olho por alguns spoilers (já que não li o primeiro, tudo é spoiler!!) e você me deixou mais curiosa ainda. Ela perder a sensibilidade das perdas... deve ser triste, mas interessante ver esse amadurecimento. Já quero ler!
    Beijão, Mari

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. È muito interessante sim Mari, eu fiquei estasiada em como ela mudou, e agora não vejo a hora de sair o terceiro pra ver no que isso vai dar.

      Excluir
  3. Olá!

    Li o primeiro e me decepcionei com a história! Dificilmente eu lerei esse, achei a premissa muito vazia, mesmo achando triste a história da Mare e das injustiças... Enfim, uma série que não me cativou nem um pouco.

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que pena Kamila, um dia quem sabe né!? Rsrs

      Excluir
  4. Olá
    Eu estou louca para ler o primeiro volume e essa resenha me deixou ainda mais curiosa. Eu acho esse gênero maravilhoso e essa história tão fantasiosa me deixa muito interessada. Gosto dessa coisa de manipular elementos e tal, acho que dão um toque a mais para a trama

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah e esse livro então vai te deixar super envolvida, por que é ação do início ao fim, e todos os elementos possíveis estão em evidencia aqui. Leia logo, hehehe!!

      Excluir
  5. Hello!
    Ah céus! Eu já estava maluca pelo primeiro volume, agora com a resenha do segundo, estou mais maluca ainda! Quero ler logo essa série! E essa capa, coisa mais linda <3
    Bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Linda a capa né!? Olha o conselho que te dou é, leiaaa logoooo!! kkkkkkkk, livro top amiga, vais amar, tenho certeza.

      Excluir
  6. Ahhhh não acredito que eu li sua resenha!
    Venho fugindo da resenha desse livro pq ainda não li o primeiro livro, e pretendo ler logo!
    Agora vc me deixou surtando para ler imediatamente
    Adorei a resenha
    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha, agora espero que leia logo, e que depois me conte o que achou, vamos trocar figurinhas sobre ele, rsrs, bjuss.

      Excluir
  7. oi
    esse livro é perfeito
    li e amei a trama
    ansiosa para a continuação
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Top né!? Amo muito, e fico feliz por não ser a única :)

      Excluir
  8. Hi baby, tudo bem? que capa linda e a temática parece muito boa também, primeira vez que ouço falar desse livro, parece que estou meio desatualizada hehe vou pesquisar mais sobre ele pois a resenha me deixou muito entusiasmada <3

    Lilian Valentim
    http://speakcinema.blogspot.com.br/
    beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aí sim hein, fico feliz por saber que te deixei curiosa, assim que o ler comente aqui com a gente, rsrs, tenho certeza que vai ter muito o que falar.

      Excluir
  9. Olá,
    Sou super curiosa para ler A Rainha Vermelha, já que vejo muitas resenhas positivas sobre o livro. Adorei a sua resenha e fiquei mega curiosa com esse lançamento, mesmo que sem ler o primeiro.
    Um beijo,
    Delírios Literários da Snow

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amiga não pensa muito sobre quando começar a lê-los não, comece agora, imediatamente, tu não sabe o que está perdendo, hehehe.

      Excluir
  10. Oi..
    Ah, só de olhar p essa capa eu quase infarto aqui..
    Minha vontade de ler tá me matando, mas tô sem tempo.
    Só vejo comentários positivos, isso tá me matando, rsrsrs
    bjjjjjjjjjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou torcer para que você encontre um tempinho logo, logo, pois esses livros são tops.

      Excluir
  11. Olá... Marcinha, tudo bem??
    Adorei a sua resenha e isso só fez reforçar a vontade que estou em começar a ler essa série, porque nossa!!!! Só ouço elogios e não vejo a hora de pegar para ler... espero curti tanto quanto a maioria dos leitores.... deu para perceber que o livro dois segue praticamente o mesmo ritmo do primeiro e isso me anima cada vez mais... Xero!!!

    http://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele é ainda melhor que o primeiro, espero que você comece lê-los assim que puder e vejo por si como são bons. bj

      Excluir
  12. Ola Marcinha estou doida para ler esse livro, amo as capas, distopia bem escrita como essa mexem com o leitor, gostei de saber da diversidade dos protagonistas. Dica mais que anotada. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que curtiu, é um livro muito bem escrito mesmo, assim que puder leia. Tenho certeza que vai amar.

      Excluir
  13. Olá, tudo bem?
    Parece que tudo ótimo depois de uma leitura dessas, eu estou bem curiosa para ler a rainha vermelha, parece ter uma história ótima por trás da capa maravilhosa.
    Parabéns pela resenha fiquei ainda mais com vontade dec fazer logo a leitura.
    Beijos.

    Giuliana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Menina tive uma baita de uma ressaca literária depois desse livro, hehehe, acho que você vai gostar também, assim que der leia-o. Bjuss

      Excluir
  14. Olá,

    Eu preciso ler A Rainha Vermelha e sua continuação. A cada resenha minha curiosidade aumenta mais e mais. Adorei a capa e o plot de A Espada de Vidro.
    Parabéns pela resenha.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Paulo, tenho certeza que quando você os ler vai adorar também, rsrs!! Bjus

      Excluir
  15. Ainda não pude ler nenhum livro dessa autora, mas estou bem curiosa para poder conhecer essa historia, me parece ser muito legal!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vai por mim Jessica você vai adorar quando conhecer essas obras dela. A mulher sabe escrever bem, tenho certeza que tu vais curti. Bjs

      Excluir