Luz, Câmera, Ação!!! A menina Que Matou Os Pais

5 de outubro de 2021

Diretor:
Mauricio Eça
Ano: 2021
Gênero: Drama, crime, fatos reais
Elenco: Carla Diaz, Leonardo Bittencourt,Vera Zimmermann, Leonardo Medeiros
Nota:   
Sinopse: Em 2002, um crime cometido em São Paulo chocou o Brasil. A jovem Suzane Von Richthofen, junto ao seu namorado Daniel Cravinhos e seu irmão Cristian Cravinhos, assassinaram seu pai Manfred von Richthofen e sua mãe Marísia.

Resenha: Após quase 20 anos do assassinato de Manfred e Marisia Richthofen, são lançados dois filmes sobre o caso, cada um contado por um ponto de vista diferente, nesse, iremos revisitar o caso pelos olhos de Daniel Cravinhos, namorado  de Suzane na época e um dos autores do crime junto com seu irmão Cristian Cravinhos, que chocou o país, e até hoje é muito comentado.

O filme inicia com Suzane, Daniel e Andreas (irmão mais novo  de Suzane) na porta da casa esperando uma guarnição da policia chegar para relatarem que houve uma invasão na casa. Os policiais então entram no imóvel e chegando até o quarto dos pais de Suzane, constatam o crime de suposto latrocínio.

E depois nos é mostrado que os principais suspeitos são os irmãos Cravinhos e Suzane. Já no tribunal, Daniel conta o que aconteceu:

Ele conhece Suzane no lugar onde ele trabalha dando instruções de aeromodelismo. A mãe de Suzane havia levado os filhos lá, pra que o seu filho mais novo Andreas, possa aprender mais sobre aeromodelismo como hobby.


Entre as aulas de Andreas nasce um interesse mutuo entre Suzane e Daniel. Um romance bastante inocente no começo, onde ela  frequenta a casa e conhece os pais de Daniel que não são ricos como a sua família mas aparentam ser amorosos, e mais importante: demonstram gostar muito dela.

Como a família de Suzane é de classe média alta, começam os conflitos entre classes por parte de seus pais, já que eles acham que Suzane merece alguém do seu nível social. Mas como todo amor jovem, eles tentam fazer com que dê certo. Viajam juntos, saem, e se divertem como podem nas festas, usando sempre muita bebida alcoólica e drogas. 


Mas logo Daniel começa a notar certo comportamento em Suzane, como não conseguir ter intimidade, ou gostar de toques, logo fica evidente que a vida familiar dela não é tão harmoniosa assim.

Há também um episódio ( ou dois) onde Daniel sofre com  a hostilidade dirigida a ele vindo  do casal Richthofen.

"Imagina, agente livre, sem nada , sem hora pra nada, sem prisão, sem pressão. Imaginar não é crime, né?"

Então Suzane começa a arquitetar o plano para que seus pais morram e ela possa herdar a herança que na época girava em trono de 11 milhões de reais.

Bom, acho que todos sabemos como a história acaba  então agora irei divagar um pouco sobre essa versão da história.

Suzane claramente possui vários transtornos de personalidades, tais como psicopatia, personalidade narcisista entre outros, assim como Daniel.

Nessa versão, ele claramente diz pagar tudo quando saem juntos, já que ele trabalha e tem dinheiro para tal, mas nunca saberemos com certeza se de fato é verdade e isso é importante frisar, já que o fator dinheiro foi o principal motivo dos assassinatos.

O filme e a atuação dos atores em si são muito boas, as expressões que a atriz Carla Diaz dá a personagem são impressionantes, um show a parte mas, e só.


A história para mim já está bem batida, já foi muito esmiuçada e o roteiro que foi dirigido por Ilana Casoy e Raphael Montes, foi muito pobre e  raso, mas imagino que não havia muita coisa a ser retratada ou falada que já não tivéssemos lido ou "ouvido falar".

Como falei, há duas versões do filme , esse foi contado pelo Daniel e o outro é contado pela Suzane, não há ordem para assisti-los e a resenha do outro filme, vocês podem conferir amanhã, com a resenha da Denise contando o que ela achou.

Espero que assistam e me digam se gostaram. Até a próxima.

Fiquem com o trailer do filme que pode ser visto no Prime Vídeo.


8 comentários

  1. Tenho visto muitas críticas quanto a superficialidade dos filmes. Parece que não houve um aprofundamento.
    Já a atuação está perfeita. Especialmente da Carla

    ResponderExcluir
  2. Karla, eu vi as duas versões e super concordo contigo em tudo. Havia muito mais a ser mostrado e o foco ter sido somente no que foi dito por ambos no tribunal deixou bem limitado, bem? Sei lá...pobre?
    A interpretação da Carla está de tirar o chapéu, sem sombra de dúvidas. Nas duas versões, ela arrasa demais, o jeito, até o mexer das mãos. Tudo, ela incorporou a demônia de corpo e alma!!!
    Vamos ver a opinião sobre a outra versão rs
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na flor

    ResponderExcluir
  3. Não tenho vontade de ver pois essa história é muito brutal e absurda, um crime inadmissível.
    Só queria mesmo saber sobre a atuação da Carla Diaz.

    Danielle Medeiros de Souza
    danibsb030501@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  4. Olá
    Não tenho vontade de assistir esse filme .
    Já vi outras resenhas elogiando a atuação de Carla Diaz mas não sou tão curiosa para assistir só para conferir a atuação da atriz .
    Como você escreveu essa história horrorosa já foi bem esmiuçado.

    ResponderExcluir
  5. Karla!
    Acredito que o Raphael e a Ilana, tiveram a intenção apenas de mostrar os dois lados da história e mesmo que seja algo já 'batido', não podemos esquecer jamais da monstruosidade de uma filha ser a mentora intelectual do assassinato dos pais.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  6. Eu quero muito ver o filme. Teve uma discussão se a mulher ia receber algo pelo filme ne? Já vi que foi esclarecido.
    Já vi muita gente dizendo que achou interessante. Ansiosa pra saber a opinião do outro filme.

    ResponderExcluir
  7. Olá! Esse crime até hoje choca, tamanha a frieza da Suzane, eu fiquei curiosa em relação ao filme, não tanto pela história em si, que já é tão conhecida por todos, mas pela maneira em que ela nos é apresentada, espero assistir em breve.

    ResponderExcluir
  8. Olá,

    Quando souber que ia lançar o filme, fiquei com muita vontade de assistir, até porque era muita nova quando lançou.
    Mas quando vi que são dois filmes, me deu preguiça na real. Kkkk
    Não sou muito de assistir filmes

    Beijos

    ResponderExcluir