Príncipe Drácula - Rastro de Sangue, 02 - Kerri Maniscalco

2 de setembro de 2021

Título:
 Príncipe Drácula - Rastro de Sangue, 02
Autor: Kerri Maniscalco
Páginas: 480
Ano: 2019
Editora: Darkside Books 
Gênero: Ficção, Horror, Jovem adulto, Suspense, Mistério, Terror.
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon
Nota:  
Sinopse: Audrey Rose Wadsworth está longe de ser uma típica donzela em perigo da era vitoriana. Com um bisturi em mãos e um olhar clínico para decifrar os segredos dos mortos, ela foi peça-chave na solução do caso de Jack, o Estripador. Agora, um outro assassino em série ameaça espalhar terror — enquanto drena cada gota de sangue de suas vítimas. 
Os leitores apaixonados por mistérios e aventuras percorreram as vielas sombrias de Londres em Rastro de Sangue: Jack, o Estripador. E pediram mais. Afinal, boas histórias costumam deixar qualquer um com sede. Em Rastro de Sangue: Príncipe Drácula, novo lançamento da linha DarkLove, da DarkSide® Books, sede é o ingrediente principal. 
Audrey Rose — acompanhada de Thomas Cresswell, o irritante, porém charmoso, aprendiz de seu tio — embarca em uma viagem ao coração sombrio da Romênia, lar de uma das melhores academias de medicina forense da Europa... e também do terrível Vlad, o Empalador, cuja sede de sangue virou lenda e transformou seu castelo em um antro de horrores. 
Quando corpos surgem completamente drenados dentro da academia, desafiando a lógica e a razão, Audrey Rose precisa enfrentar os fantasmas do passado para seguir seu faro investigativo. Mas o tempo urge, e qualquer um pode ser a próxima vítima. 
O segundo livro da série Rastro de Sangue é a combinação perfeita de ficção histórica, mistério, romance e girl power. Enquanto guia o leitor por mais uma investigação de tirar o fôlego, Kerri Maniscalco apresenta novos personagens cativantes, aprofunda o relacionamento entre os que já conhecemos e deixa pistas do que está por vir nos próximos livros. 
Tudo isso em uma ambientação gótica que honra as obras dos mestres Edgar Allan Poe e Bram Stoker, sem contar as cenas de medicina forense que se aproximam dos livros da linha Crime Scene, como Arquivos Serial Killers e O Segredo dos Corpos. Recomendado também para os amantes de csi, mindhunter e do terror gótico de Penny Dreadful. 
Rastro de Sangue: Príncipe Drácula é o segundo livro de uma série de quatro volumes. E a edição é feita sob medida para os leitores exigentes da DarkSide®, com capa dura, marcador de fita e as doses certas de aventura e romance que só os títulos da linha DarkLove podem proporcionar. Você está pronto para ouvir os ventos uivantes do castelo de Drácula e desvendar os seus segredos?



Resenha:

“O Mundo não é bondoso, tampouco cruel. Ele simplesmente existe, nós temos a capacidade de vê-lo da forma como escolhermos.” 


Olá, hoje estou trazendo a resenha de: Príncipe Drácula, segundo volume da série Rastro de Sangue da autora Kerri Maniscalco que no Brasil, é publicado pela editora Darkside Books.

Eu nem sei por onde começar essa resenha... Vamos como diria o Jack, por partes.

Primeiro, esta resenha pode conter spoilers do primeiro livro, Rastros de Sangue: Jack, O Estripador, cuja resenha já temos aqui e caso queiram conhecer minha experiência literária dele, basta clicar na imagem abaixo:


Segundo: Que livro Lindíssimo! Como já podemos sempre esperar da Darkside Books, ela trouxe um livro com designer gráfico soberbo, capa dura, ilustrações e paleta de cores, que combinam perfeitamente com a história, eu particularmente, amo que nossas edições sigam as originais com poucas mudanças. 


Em terceiro: Me rendi ao Thomas! Não era muito fã dele no primeiro livro, mas agora ele tem a minha atenção!

“Está tudo bem com você, Wadsworth?

Hahaha, vamos relembrar brevemente a história de Audrey Rose Wadsworth? No primeiro livro conhecemos Audrey Rose, uma dama da sociedade Londrina, que diferente das outras jovens de sua época, deseja mais do que um marido e uma casa para governar, seus sonhos vão muito além, e ela desafia a sociedade machista e preconceituosa, para se tornar uma perita forense, sendo protegida pelo status de nobreza de sua família, e sob a tutela de seu tio, um renomado medico forense, ela se dedica ao estudo da medicina, com foco especial, no estudo sombrio dos corpos desprovidos de batimentos cardíacos! Enquanto, luta por suas ambições profissionais no primeiro livro, ela se viu envolvida na investigação de um dos maiores seriais killers que já existiram Jack, O Estripador, as investigações a obrigaram a enfrentar momentos que moldarão sua vida para sempre, e também a aproximaram do jovem Thomas Cresswell, o mais brilhante aluno de se tio.


E é, logo após o final dessa aventura que se inicia o segundo livro. Apenas poucos meses se passaram, e Audrey Rose está lidando ainda com as repercussões do que vivenciou, e se encontra partindo para uma aventura que ela não imaginou ser possível. Está indo para uma das maiores academias de medicina do velho mundo, disputar uma prestigiosa vaga para se especializar em medicina forense. Tendo Thomas como seu companheiro de viagem, ela se dirige a Romênia, pois a academia é no Castelo de Bran, lar ancestral do lendário Vlad, o Empalador.


Obviamente, nada será tão simples para nossa heroína. Como se não bastasse ter que lutar e estudar com muito mais afinco para garantir seu lugar como aluna na academia, afinal, ela é nada menos como a primeira aluna mulher a tentar uma vaga lá, ela acaba se vendo novamente envolvida em uma investigação criminal, já que justamente quando ela chega,alguém ou alguma coisa resolveu que o mundo é um lugar muito sombrio e a vida pode ser frágil... demais... Mortes misteriosas começam a acontecer na cidade e no Castelo de Bran, mortes que fazem ressurgir murmúrios sobrenaturais e trazem a lenda de Vlad, a tona novamente. Afinal, corpos sem sangue ou com estacas perfurando seus corações, parecem ser obras de um vampiro, ou de um caçador de vampiros.

“Os monstros estão nos olhos de quem os observa. E ninguém queria descobrir que seus heróis eram os verdadeiros vilões da história.”

Este livro, é ainda mais interessante que o primeiro, existe um amadurecimento interessante nos protagonistas, gostei principalmente de como Maniscalco, abordou alguns temas fortes com a Audrey Rose, mas eu já adorava a Audrey, continua sendo uma das minhas heroínas preferidas, inteligente, resiliente e sempre busca de seus sonhos, então foi o desenvolvimento do Thomas que chamou minha atenção. 


Ele não mudou muito, até porque poucos meses se passaram entre um livro e outro, mas o que mudou nele, e o que podemos conhecer de seu passado, deu profundidade ao personagem e me fez vê-lo com interesse. Temos outros personagens que chamaram minha atenção e alguns quero que apareçam mais: Dacian, Ileana e Anastácia. Todas personagens femininas, e que vieram para a narrativa de personagens femininas fortes e a frente do seu tempo que Maniscalco gosta tanto de escrever.

“Corações eram coisas belamente ferozes, ainda que frágeis.”

Sobre a escrita da autora, temos um começo de livro mais lento, com Audrey Rose, lidando com seus problemas pessoais, e uma imersão na história local. Para uma segunda parte do livro muito mais dinâmica. Quando a ação e as cenas de investigação começam, posso dizer que o livro fica muito interessante e não consegui parar de ler. Nesse livro a parte da narrativa de suspense não foi muito elaborada ou difícil, ao meu ver, e apesar de eu ter escolhido meu suspeito bem rápido, quando veio a tona, ainda assim gostei! Gostei bastante de como tudo foi encerrado.


Indico esse livro para todos os fãs de historias de suspense, onde a racionalidade confronta o medo do sobrenatural e da maldade elevada a um status demoníaco. Audrey Rose, é uma mulher racional, e se devota a provar que não existe fundamentos para o terror que se alastra entre os moradores romenos com as mortes macabras. Também indico para quem prefere livros onde o romance, apesar de existir (e ser fofo e ter momentos hilários), não é ponto focal da trama e sim, o suspense.

“- Sabe, eu gostava mais de quando você não estava falando.
- Ah, - Thomas recostou-se, suspirando. - de uma forma ou de outra, você gosta de mim.”

Adorei o livro e mal posso esperar para ler o terceiro da série, que já foi lançado aqui para a minha alegria: Rastro de Sangue: Houdini, está me esperando!

Até a próxima.



8 comentários

  1. Audrey é uma personagem a frente do seu tempo!
    Busca uma profissão. E que profissão!
    Feliz que ela tem conseguido alcançar seus objetivos! Ainda que precise lutar não só com os novos crimes mas também e principalmente contra o preconceito.
    Thomas é cativante e vem ganhando mais destaque

    ResponderExcluir
  2. Vivian, sou sua fã! rs
    De novo rs
    Mas oh, eu namoro esses livros faz um tempo. Já li coisas como: deveria ter ficado no primeiro livro.O segundo e terceiro são ruins.
    Como eu ainda não comecei a ler nenhum, fico só na vontade, para mim, devem ser todos ótimos e olha aí a resenha deste segundo para provar isso!!!
    Falar do trabalho da Dark é chover no molhado e as partes de Jack, também rs
    Sei que preciso de todos e já vou ficar ansiosa pela resenha do terceiro.
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na Flor

    ResponderExcluir
  3. Uma mulher que tem coragem de se impor e de usar um bisturi: já tem o meu respeito.
    Lutar para ser aceita num lugar até então de homens, e ainda ter que lutar com o sobrenatural ao mesmo tempo é para as fortes.
    Leitura boa dentro de um livro lindo da Darkside.

    Danielle Medeiros de Souza
    danibsb030501@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  4. Olá. Deve ter sido bem interessante acompanhar a jornada dessa Audrey e sua busca pela sua realização profissional em um ambiente predominantemente masculino .E gostei também que a autora trabalhou bem o personagem Thomas .porque as pessoas mudam .
    O livro parece conter cenas de muita maldade hein .
    Aguardando desde já a resenha do próximo livro .
    BJS

    ResponderExcluir
  5. Que livro lindo, meu pai! Coloquei na minha lista dia 27 de agosto depois de ver um post no twitter kk agora nada me tira da cabeça que eu preciso conhecer esses livros e não preciso nem comentar que fui lá no post do primeiro e li esse segundo com mais desespero ainda. Tudo parece ser muito bom :)

    ResponderExcluir
  6. Vivian!
    Li o primeiro e gostei muito, agora já quero poder ler essa continuação.
    Tão bom quando as personagens crescem de uma livro para o outro.
    E Audrey é uma mulher lutadora e a admiro demais.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  7. Olá,

    Assim que lançou o primeiro livro aqui no Brasil, eu fiquei louca para ler, mas acabei adiando e acabou que nunca li. :/
    A edição é muito bonita mesmo, e a história parece ser muito boa.

    beijos

    ResponderExcluir
  8. Oiii
    Realmente, essa edição é muito linda! Na verdade sou apaixonada por quase todos os livros da darkside 😍
    Eu consegui o primeiro livro dessa série em uma troca no skoob a bastante tempo, mas confesso que o tempo foi passando e a vontade de ler também, e o livro ta aqui parado até hoje hahaha
    Mas agora, lendo a resenha do segundo livro, voltei a ficar com vontade de ler essa série, esse segundo livro parece estar muito bom, mesmo com o começo sendo mais lento, parece ser o tipo de história que vou me apaixonar. Acho que já vou passar o primeiro livro na frente dos outros pra não perder a vontade de novo 😆

    Bjss ^^

    ResponderExcluir