A Traição - A Prometida, 2 - Kiera Cass

20 de agosto de 2021

Título:
A Traição - A Prometida, 2
Autor: Kiera Cass
Páginas: 328
Ano: 2021
Editora: Seguinte
Gênero: Fantasia, Romance
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon
Nota: 
Sinopse: No desfecho da duologia que começou com A prometida, Kiera Cass nos presenteia com mais uma leitura viciante, repleta de reviravoltas e romances de arrancar suspiros.
Hollis Brite perdeu tudo. Depois de fugir de Coroa, a jovem tenta superar o que aconteceu com seu amado Silas e se adaptar à vida em Isolte, seu novo país, o que não está sendo nada fácil. Por mais que receba o carinho da família Eastoffe, todos os demais a enxergam como uma forasteira, sobretudo Etan, filho mais velho dos Northcott, que parece empenhado em dificultar sua vida.
Conforme as tensões políticas aumentam, os Eastoffe seguem determinados a destronar o rei Quinten, tirano responsável pela desgraça da família. E ajudá-los seria a oportunidade perfeita para Hollis provar sua lealdade. Mas, com o coração ainda em pedaços, será que ela vai conseguir reunir forças para lutar pelo futuro de seu novo lar?


Este livro foi cedido pela Editora Seguinte, porém as opiniões são completamente sinceras. Não sofremos nenhum tipo de intervenção por parte da Editora. 


Resenha: Ah gente...é muito triste, mas estava enrolando para fazer esta resenha! Já li o livro a tempo, assim que lançou na verdade, mas deste vez, olha, demorei mesmo viu!

Bom, antes de falar dele, se você quiser ler a resenha do primeiro, clica na imagem:


Eu amei a série A Seleção! De verdade, tanto que reli mais de uma vez! Então quando vi o lançamento desta duologia, imaginei que seguiria a mesma linha, que teríamos um romance legal e tal, quando lançou o primeiro livro, fui correndo ler e...me decepcionei!

Falando rapidamente, o livro foi uma enrolação em mais de dois terços dele e em um terço, lá no finalzinho, aconteceu tudo. Tivemos um romance sem química e que não durou, uma fuga, um casamento, assassinatos, tudo nas últimas páginas!

Então, quando vi que ia sair o segundo eu pensei: "booommm, vão arrumar todo aquele final trágico e sem sentido"! Que nada, o final era aquele mesmo, uma menina que casa com o "amor da sua vida" duas semanas após conhecê-lo só para para perder o cara ( e quase toda a família) de forma violenta e sem sentido.

Pois bem, Hollis agora está sozinha, sobraram ela, a sogra e a cunhada e as duas agora precisam voltar para a sua terra, deixando Hollis sozinha. Claro que o príncipe lá do reino que ela havia fugido pretende dar à ela todo o apoio possível e tal, nunca gostei dele e continuo não gostando, mas enfim, é a vida da garota né...

...Ou não, meio que sem saber bem o que estava fazendo, resolve ir para Isolte com a sogra e a cunhada. Chegando lá é acolhida pela família delas, menos por Etan, primo do Silas (o marido) que não a suporta e assim acaba descobrindo que eles são os próximos da linha de sucessão para a coroa e é por isso que o rei mata todos da família que sabe que existe.

"Se íamos lutar, precisávamos de uma motivação. Lutar pela liberdade de escolher o próprio jantar ou pelo direito de cavalgar tão longe quanto sonhássemos. Pela esperança do amanhã ou pelas flores no nosso cabelo. Pelo grande e pelo pequeno: tudo importava."

Então começa uma busca por provas para tirar o rei do trono, Hollis vai ser fundamental para que isso aconteça e enquanto isso o relacionamento dela e Etan progride para algo mais, devagar e enrolando para de repente acelerar e ficar tudo corrido demais, de novo!

Hollis vai descobrir que quem ela pensava ser o culpado pela morte de Silas não era e quem ela confiava, não é de confiança e eu acho que esta foi a única surpresa que realmente a trama trouxe!

"Como eu estou?
- Absolutamente radiante. Como a lua - ele disse, baixinho. - Segura e determinada, refletindo a luz para todos ao redor, e de uma beleza desesperadora para aqueles que nem se dão conta de que estão no escuro."

Mas aí começam as minha reclamações. A autora criou um romance raso e sem graça que teve um fim trágico em A Prometida só para depois criar um romance mais raso e mais sem graça ainda em A Traição. O casal não tem química nenhuma e as coisas foram acontecendo "por acontecer" sem profundidade, sem explicação convincente e sem me envolver na leitura.


Não sei o que foi, não sei o que aconteceu, mas para mim, não funcionou. Talvez eu tivesse esperando demais, talvez as minhas expectativas estivessem altas depois de ler A Seleção, mas eu não consegui me conectar com a leitura.

"A propósito. Tenho consciência de ter dito que jamais chegaria perto de um altar, e continuo achando você uma mimada irritante ... mas vou te amar até a última batida do meu coração."

Vi os dois extremos na internet, pessoas que amaram e pessoas que odiaram. Estou no meio, não odiei, mas também não amei. Gostei, mas não é algo que eu vá reler algum dia. Se eu recomendaria? Não como uma leitura que eu tenha gostado, mas eu sempre digo gente, esta é a minha opinião e eu não espero influenciar ninguém a não ler. Leiam, descubram qual será a sua opinião, talvez você goste e eu é que não estava no momento para ler a duologia, isso acontece!

Enfim, recomendo que leiam e tirem as suas conclusões, depois venham me contar o que acharam!

10 comentários

  1. Tenho uma relação de amor e ódio com Kiera. Ameiii os 3 livros de A Seleção, odiei os livros da Eadlyn....
    Quando vi A Prometida me empolguei, afinal, apesar de tudo, curto muito a escrita da Kiera....mas vi a sinopse e me lembrou demais A Seleção.... e esfriou a vontade de ler.
    A Traição também parece que não empolgou muito, pelo menos, as resenhas seguem o mesmo padrão da sua

    ResponderExcluir
  2. Então rs
    Quando o primeiro livro foi lançado, a turminha literária não perdoou e caiu matando. Por isso, se existisse em algum momento uma pontinha de ler, ela foi embora rapidamente.
    Por isso, com a chegada do segundo e último livro, eu nem me dei ao trabalho de procurar sobre. Li uma outra "falinha" bem por cima.
    Mas é uma duologia que para mim, só tem as capas bonitas e nada muito além disso.
    Uma pena, mesmo para mim que nunca leu A Seleção(eu sempre corri destes livros e só fui fiquei meio afim nesse ano com a tal falada adaptação)
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na flor

    ResponderExcluir
  3. Ainda não li A prometida, mas como li a série A seleção e gostei, tenho vontade de ler os demais livros da Kiera Cass.
    Pena que para você a duologia foi decepcionante.

    Danielle Medeiros de Souza
    danibsb030501@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  4. Bom, as vezes não rola mesmo as leituras
    Romances então eu sofro se não forem bem escritos!
    Super entendo seu sofrimento hahah

    ResponderExcluir
  5. Olá
    Sempre que ia na biblioteca de minha cidade eu via os livros da Seleção lá mas nunca fiquei com vontade de ler .engraçado que nem procurava saber do que se tratava .mas mesmo depois de conhecer os blogs literários e yuotubers e passando a saber do que se tratava os livros da Seleção eu não tenho vontade de ler.
    E é incrível como o livro A prometida não conseguiu agradar a quase ninguém . A maioria dos comentários que vi a respeito dessa duologia sáo negativos. Fiquei me perguntando como uma autora que fez tanto sucesso com uma trilogia traz uma duologia assim tão rasa .

    ResponderExcluir
  6. Oh mulher, depois da negação que foi A Seleção pra mim, não tenho coragem de chegar perto de outra obra dela, ainda mais quando é tão difícil achar uma resenha que fale bem, infelizmente.
    A escrita dela não me cai bem, uma pena que não funcionou pra você também.

    ResponderExcluir
  7. Denise!
    Não li A Seleção, sempre achei que é uma série muito sem graça e sentido.
    E vendo essas 'continuações', nem me interesso em ler.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  8. Olá,

    Gosto muito da Seleção também, mas ainda não tive coragem de ler essa duologia da autora. Já vi tanta gente dizendo que não gostou que nem quero dar uma chance.
    Que pena, já que a autora escriva muito bem.

    beijos

    ResponderExcluir
  9. Olá! Ai ai são tantas ressalvas em relação a esses livros que sinceramente ainda não surgiu aquela vontade de conferir com os meus próprios olhos, sabe! Acho que por enquanto, vou ficar só com a experiência de A seleção mesmo.

    ResponderExcluir
  10. Oiii
    Olha, eu também amei a trilogia A Seleção. Quando li, eu estava começando de novo nas leituras, e essa foi uma história que me envolveu demais! Mas depois de ler A Herdeira e A Coroa já não gostei tanto. Aí lançou esses livros e já vi bastante gente que não gostou, aí nem tive vontade de ler. Nem coloquei o primeiro livro nos meus desejados. E saber que o romance é bem raso, me deixa com menos vontade ainda.
    Talvez um dia eu até leia, mas não é uma prioridade...

    Bjss ^^

    ResponderExcluir