Quando Chama o Coração - Janette Oke

29 de novembro de 2020

Título: 
Quando chama o Coração
Autor: Janette Oke
Páginas: 263
Ano: 2020
Editora: UPBooks
Gênero: Ficção, História, Religião, Espiritualidade, Romance
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon
Nota:    
Sinopse: Nada em sua privilegiada educação preparou Elizabeth para os desafios da vida na fronteira ...
Elizabeth Thatcher é jovem, bonita, culta e educada. Mas quando viaja para o Oeste para ensinar na escola no sopé das Montanhas Rochosas canadenses, ela está completamente despreparada para as condições que encontra. Ainda assim, ela está determinada a ser bem-sucedida na formidável tarefa de se adaptar aos local e moldar os corações e mentes dos alunos sob seus cuidados.
Ela está igualmente determinada a não entregar seu coração a nenhum dos homens da fronteira local. Até conhecer um membro da Real Polícia Montada do Canadá...


Resenha:  

“É que eu acredito - aprendi- que uma pessoa deve se contentar com o que tem, especialmente sendo tão abençoada quanto eu.”

Provavelmente esse deve ser o segundo livro canadense que leio e tenho que dizer que a leitura é muito fluída e se desenvolve muito bem.

“O que você acha que traz o pássaro de volta a cada primavera? Não é que ele não tenha mais seu ninho, nem sua comida. Ele apenas sabe que é hora de seguir em frente.”


Você leitor que tenha visto ou ouviu viu falar da série e dos filmes feitos pela Hallmark Chanell, pode imaginar que é a mesma história, entretanto a série e os filmes pegaram algumas partes da história. Temos que lembrar que são mídias diferentes e que é uma história e que eles acrescentam e tiram o que quiserem.

“Alguns homens desprezam ser vistos na loja feminina. Meu pai não era um deles.”

Um pouco das personagens... 


Temos Ellizabeth, a protagonista e narradora da história, que é forte, equilibrada, firme, cabeça fria e esperta. Wynn que conhecemos ao desenvolver da narrativa, que é forte, fisicamente, intelectual, gentil, solidário. Jon, irmão da Beth, sua esposa, seus filhos, Ana, sua vizinha, que é uma pessoa carinhosa e esforçada, entre outros personagens.


“Josué 1:9:”Seja forte e corajoso; não temas, nem te assustes; porque o Senhor teu Deus está contigo por onde quer que fores.”

Temos também a família Thatcher que conhecemos logo no começo, que são sua mãe, que na juventude casou-se e teve Jon, porém ficou viúva muito cedo e quando deixou os trajes de luto, o seu atual marido a conquistou e casou-se com ela, e teve quatro filhas, isso mesmo” QUATRO FILHAS! Ele ficou rico e próspero e dava a cada filha a oportunidade no que ela queriam. A mais velha é a maternal e casou-se cedo, a segunda era pianista, mas se apaixonou e casou com um violinista e foi morar em Paris. Nossa querida, Beth tornou-se professora e já leciona a dois anos em uma escola e a caçula Julie que é faladora, espevitada e paqueradora e ainda não tomou rumo.

“Agora, pensei, entendo a palavra “crepúsculo”. Foi criada exatamente para este tempo - neste lugar.”

Um belo dia a mãe de Elizabeth recebe uma carta do seu filho Jon, que sugere que Beth vá lecionar em Calgary pela escassez de professores nesse lugares menos desenvolvidos e já que a necessidade é grande e é um trabalho que precisa ser feito. Em um primeiro momento Beth não entende porque deveria ir, mas vai com a fé e a coragem que ela tem.

“Senhor, eu orei, fiz tudo o que podia fazer. O Senhor terá que assumir o controle agora.”

Quando o representante dos professores a conhece tentar persuadi-la ou entende por si só que ela foi para lá para se casar e não para lecionar que é o que Beth quer. Ele acaba por pedi-la em casamento e por ela não aceitar a envia para lecionar em Pine Spring, um lugar mais remoto que Calgary, pois para chegar lá além de tomar o trem, tem que ir ou de carro, caso alguém tenha ou de carroça, que pela experiência da nossa protagonista é desconfortável e nem ela recomenda.

“Diariamente ficava frustrada com a falta de materiais para ensinar. Se eu tivesse... muitas vezes pensava.”

Como a escritora foi missionária junto com seu marido, o livro tem várias passagens com partes bíblicas ou Beth dizendo que leu a bíblia, orou, conversou com Deus, foi congregar, o que para mim foi tranquilo e é bonito ver que cada um corre atrás do que quer e continuam crendo em Deus e não que eles vão ficar esperando algo acontecer do nada.

“Em comparação com minha educação, eles careciam de refinamento e polidez; mas eram abertos e amigáveis, e eu respeitava o seu espírito aventureiro e senso de humor. Eles eram pessoas amáveis, esses pioneiros. Sabiam rir e, obviamente, também trabalhar.”

Livro mais que recomendado. Um romance mais sem toda aquela melação e é uma leitura suave, fluída. Quando você repara já está na metade do livro. São capítulos rápidos e curtos e a narrativa te envolve e te transporta para dentro da história. Espero que vocês gostem tanto quanto eu. Porque eu já queria os outros 6 livros dessa série traduzidos. Cada capítulo conhecendo cada personagem é encantador e cativante. É uma história que aquece o coração. 

11 comentários

  1. Ola Raquel
    Eu descobri essa serie essa semana na internet e ate salvei na barra de favorito pois muito me chamou a atençáo
    E depois vi que era baseada em um livro .e como ficcáo historica é um dos meus generos preferidos ja quero ler.
    Otima indicaçao de leitura .gosto de tramas ambietadas no Canada .acho as paisagens lindas

    ResponderExcluir
  2. Senti um ar de nostalgia tão gostoso agora. Sabe aqueles livros que cheiram naftalina, amarelados da bibliioteca?
    Sei lá, me remeteu muito a isso. Uma história completa e simples. Simples assim!
    Eu não conhecia o livro ainda, mas gostei muito de tudo que li acima, disso do casal ter sido missionário e ter essas passagens com Deus no meio.
    Com certeza se puder, é um livro que quero muito ler!!!
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na flor

    ResponderExcluir
  3. Ja ouvi falar da serie, se n engano, mas nao tinha visto nada sobre o livro, nem sabia que tinha um pouco do lado da religiosidade na historia. Gostei da capa, mas a historia nao me deixou tao curiosa assim pra fazer uma leitura. Amei as fotos!

    ResponderExcluir
  4. Raquel!
    Acredito que a obra teve ter proporcionado uma experiência muito profunda de leitura, até porque engloba bastante a questão da religião, né?
    Elizabeth com certeza é aquele tipo de protagonista que forte que enfrenta qualquer adversidade para atingir seus objetivos, e quando nos deparamos com personagens assim dá até uma satisfação, principalmente para quem está precisando de ânimo para seguir em frente.
    Há também muito que o refletir sobre o acesso à educação, que à época era um problema muito maior, visto que muitas pessoas não tinham a oportunidade de aprender.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Raquel!
    Uma série até grande.
    Para mim o único problema é ter muitas personagens, geralmente me confundo um pouco quando tem tantas personagens.
    Deve ser uma leitura edificante.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  6. Conheço um pouco do catálogo da Hallmark Channel. Por isso, reconheci o nome.
    Nunca assisti a série mas tem uma fanbase bem ativa.
    Acho que o livro aborda muito bem o papel da mulher e educação no passado

    ResponderExcluir
  7. 🙀🤦‍♀️ Acredita que nunca vi nada desse canal?
    Tem anos que não tenho TV em casa e estou totalmente por fora

    Quando eu li o título me veio à mente um filme, mas a história é totalmente diferente dessa!
    Preciso dizer que é um livro que eu leria fácil fácil !
    Adoro essas jornadas de romances sem ser melosos e cheios de momentos de tocar o coração e foi essa a impressão que tive pela resenha!

    Amei demais!

    Adorei a resenha 😘😘😘

    ResponderExcluir
  8. Me sinto uma idosinha quando não reconheço séries e filmes kkkkkkk não sou muito fã, fico mais nos livros mesmo. Mas gostei muito da resenha, acho que você trouxe os aspectos mais positivos do livro. Eu adoroo um romance, imagina se for daqueles fluidos, aí a gente já fica curioso né?

    ResponderExcluir
  9. Olá! Mas gente, que livro mais bonitinha essa hein, já fiquei aqui curiosa e suspirando com o enredo e com os próximos livros, nunca li nada do Canadá, por isso, a expectativa está alta, espero me encantar com a história.

    ResponderExcluir
  10. Oi, Raquel
    Li ele esse mês também e gostei muito.
    Tãoooo fofo!
    A Beth é uma graça. Adorei ela com seus alunos kkk
    A série apesar de ter várias diferenças é muito linda também, adorei!
    bjs

    ResponderExcluir
  11. Por coincidência terminei de assisti essa série na netflix ontem, porém o título não esta em portugues. Na netflix é When Calls the Heart, e a história tem suas diferenças do livro que quero ler em breve. Mas terminei de assisti e fiquei com muita raiva ao saber que falta a sétima temporada. Não tem como não se apaixonar pela Elizabeth Thatcher.

    ResponderExcluir