Ônix - Saga Lux, 2 - Jennifer L. Armentrout

8 de outubro de 2020

Título:
Ônix - Saga Lux, 2
Autor: Jennifer L. Armentrout
Páginas: 416
Ano: 2016
Editora: Valentina
Gênero: Fantasia, Romance, Suspense
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon
Nota:  
Sinopse: Estar conectada a ele é uma droga!
Graças ao seu abracadabra alienígena, Daemon está determinado a provar que o que sente por mim é mais do que um efeito colateral da nossa bizarra conexão. Em vista disso, fui obrigada a dar um “chega pra lá” nele, ainda que ultimamente nossa relação esteja... esquentando.
Algo pior do que os Arum ronda a cidade.
O Departamento de Defesa está aqui. Se eles descobrirem o que o Daemon pode fazer e que nós estamos conectados, vou me ferrar. Ele também. Além disso, tem um garoto novo na escola que, tal como a gente, guarda um segredo. Ele sabe o que aconteceu comigo e pode ajudar, mas, para fazer isso, preciso mentir para o Daemon e ficar longe dele. Como se isso fosse possível!
Até que, de repente, tudo muda.
Vi alguém que não deveria estar vivo. E tenho que contar ao Daemon, mesmo sabendo que ele não vai parar de investigar até descobrir toda a verdade.
Ninguém é o que parece ser. E nem todo mundo irá sobreviver às mentiras.

 

Resenha: Depois de terminar Obsidiana (resenha na imagem abaixo) quase surtei até conseguir ler o segundo livro, eu sou curiosa, fazer o que né?

                                                       

Nesse segundo volume o que menos importa, assusta ou aparece são os terríveis Arun. Ainda os vemos por aí, porém vamos encontrar inimigos bem piores! E bem mais próximos...e inesperados!!!

O livro começa meio que a partir do fim do segundo...aquela incansável porém divertidíssima briga entre Kat e Daemon ainda está lá, só que desta vez ele está disposto a provar que gosta dela de verdade e não está atrás por causa da ligação ET deles.

"Acho que estou apaixonada por um Alien."

 Bom vou resumir aqui sem estragar a surpresa... porque tudo pode acabar virando spoiler e não quero ser muito xingada! Vamos lá...no final de Obsidiana Katy mata um Arun sozinha...ela "ganhou" poderes do Daemon quando ele a curou, acontece que ela não sabe lidar com isso e, ao matar o Arun, "matou" também um satélite, e todos os olhos agora estão voltados para a pequena cidadezinha.


"Eu não estava pronta para acreditar de repente em Daemon, mas eu não podia continuar fingindo que não havia algo lá. Mesmo que pudesse ser só uma gripe alienígena."

 

Nessa caminhada a Katy conhece um outro menino (precisamos formar um triângulo não é mesmo?) e Dee se envolve com um dos gêmeos Ets, começam a namorar e pouco aparece já que Daemon a protege de tudo, ele não percebeu que isso é pior...mas né...

A mãe de Katy também arranjou um namorado e essa é uma baita surpresa que eu não vou contar.

Com tudo isso, o DOD aparece, claro, e então se mostra o verdadeiro inimigo, ou alguém acredita mesmo que uma organização do governo americano deixaria Ets vivendo aqui...assim...de graça??? Não mesmo né?

A impressão que eu tive no primeiro volume sobre a escrita da autora agora mudou, ela parece que evoluiu para uma escrita só dela! É gostosa e dinâmica. A química entre Daemon e Katy é algo a pontuar...é algo do tipo...meus Deus menina, dá uma chance logo para o cara!!! Ela dá, e volta atrás e dá outra chance, desiste de novo...ai que menina burra viu....mas o que é preciso entender é que romances entre Ets e humanos, além de não levarem à nada, são proibidos...mas então...hehehe

A menina continua com seu blog (é vamos mudar de assunto, antes que eu fale demais.) e seus livros continuam espalhados por todo canto. Adoro esse lado blogueira dela...



"Pegando suco de laranja na geladeira, eu suspirei. Pessoas que não amavam livros não entendiam."

Daemon vira um fofo ao longo da estória, o que eu achei que seria chato pois ia acabar com as brigas, me enganei, não acabou.


" - O quê? - Fiquei chocada, impressionada e um pouco mais chocada. - Você vai se desculpar de novo? Eu nem sei o que dizer. Uau.

 

Enfim, amigos se mostram inimigos, não dá pra confiar assim tão fácil em ninguém mesmo, alguém morre, outro trai. Katy reconhece que sente algo pelo deus-Et, a confusão veio ao encontro deles, e agora não há mais como fugir.


"Eu sabia que, sem dúvida, eu mataria para proteger Daemon e aqueles que eu amava sem um momento de hesitação. A velha Katy não conseguiria entender isso."

"Ele tinha razão. Nesse momento, tudo havia mudado...para melhor e para pior."

 

A capa é linda, eu geralmente não gosto de personagens nas capas, mas achei tudo bem harmônico! Não encontrei erros, assim como no anterior!!!!

Então, bora para o terceiro! tentei não falar demais, nem de menos...espero ter conseguido!!!!

9 comentários

  1. Eu ainda lembro vividamente como detestei as brigas Kat (mimadissíma) e Daemon (😝)
    Mas a história dos Luxen fica casa livro mais divertida mesmo.
    Adorei ler esses Ets!

    Que fotos e resenha linda 💚
    😘😘😘😘

    ResponderExcluir
  2. Ola .
    Lendo a sua resenha penso que a autora cria uma fantasia bem dinamica .onde acocontece de tudo um pouco .o personagem Daemon parece que é bem legal .
    Mas tem triangulo amoroso?vamos esperar o proximo livro porque quero saber como é o está esse casal Kat e Damon

    ResponderExcluir
  3. Como ainda não li nenhum dos livros da saga Lux, amando conhecer cada um e agora nesse segundo livro, há mais humor e mesmo sim,sendo apaixonada num bom romance e tem aí, gosto também do bom humor!
    As capas são lindas demais e com certeza, já preciso muito ler todos!!!
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na Flor

    ResponderExcluir
  4. Denise!
    O segundo volume da serie parece ter um ritmo de leitura ainda mais fluído em relação ao volume anterior! E percebe-se que a autora soube muito bem como fazer a expansão desse universo, inserindo novas elementos e confusões para essa galerinha resolver.
    Confesso que essas brigas soam um tanto irritantes, porém sabemos que é algo da personalidade dos protagonistas. Mas pelo menos aqui há um amadurecimento palpável tanto de Katy quanto de Damon, de modo que no final acaba valendo a pena não surtar com tanta implicância desnecessária e infantil.
    E gostei de saber que teremos um inimigo ainda mais poderoso, quero é treta rsrsrs.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Já vi muuitas resenhas do primeiro livro e as opiniões são muito boas, tanto que resolvi colocar esse livro na minha lista de leitura, até porque nunca li nada relacionado a extraterrestres. Preciso dizer aqui que ODEIO triângulos amorosos e parece que todos as fantasias românticas precisam de um triângulo para sobreviverem kkkk nossa, que ódioooo!!!!! Já deixei MUITAS leituras por causa disso, eu simplesmente não suporto ficar escolhendo lado, dúvidas bestas e tudo mais.
    Espero que pelo menos nesse livro não seja algo tão chato.

    ResponderExcluir
  6. Denise!
    A série está entre meus desejados desde o lançamento, gosto de ficção/romances com seres de outros planetas e aqui, além da química entre eles, tem todos os 'inimigos' rodeando, trazendo surpresas de onde menos se espera e muita expectativa do que irá acontecer. Fiquei intrigada para saber quem é o namorado da mamy...kkk
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  7. Oi, Denise!
    Conheço a série só de vista, mas nunca tinha procurado por alguma resenha. Confesso que estou um pouco perdida, porque até então não sabia nada dos livros, porém estou surpresa que se trata de uma narrativa sobre seres de outros planetas. Acredito que além do romance, tem umas pitadas de humor, o que é realmente ótimo! Nada como se divertir lendo um livro, né?

    ResponderExcluir
  8. Eu adorei esse livro! A história dele eu achei tão boa quanto a do primeiro livro. Eu amo demais esses personagens, também me divirto muito com as brigas da Katy e do Daemon, e gostei mais ainda dele nesse livro.
    Ainda não li o próximo livro, mas estou doida pra ler ele!

    Bjss ^^

    ResponderExcluir
  9. Olá! Eu li o primeiro livro da série há tanto tempo que até desanimei em continuar, quem sabe acompanhando aqui não acabe mudando de ideia, afinal não é sempre que encontramos um romance com extraterrestres (risos).

    ResponderExcluir