Malala, A Menina Que Queria Ir Para a Escola - Adriana Carranca

21 de novembro de 2020

Título: 
Malala, A Menina Que Queria Ir Para a Escola
Autor: Adriana Carranca
Páginas: 96
Ano: 2014
Editora: Companhia das Letrinhas
Gênero: Biografia, Infanto Juvenil
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon
Nota: 
Sinopse: No primeiro livro-reportagem destinado ao público infantil, a jornalista Adriana Carranca relata às crianças a história da adolescente paquistanesa Malala Yousafzai, baleada por membros do Talibã aos catorze anos por defender a educação feminina. Na obra, a repórter traz suas percepções sobre o vale do Swat, a história da região e a definição dos termos mais importantes para entender a vida desta menina tão corajosa.


Resenha:
No Paquistão as mulheres crescem sendo ensinadas desde cedo a se dedicarem totalmente apenas ao trabalho doméstico e a formação familiar. A frequência de meninas em instituições de ensino são muito baixas e tudo se complicou ainda mais quando domínio talibã dificultou o acesso à educação de meninas paquistanesas, é neste contexto que surge uma dos maiores ativistas da atualidade. Malala Yousafzai quase perdeu a vida lutando pelo direito da população feminina à educação, em 2014 essas batalha garantiu o famoso prêmio Nobel da Paz e até hoje essas reflexões feitas por ela percorre todo o mundo.

A história completa e profundamente detalhada está na biografia "Eu sou Malala", mas será que toda essa conscientização não é necessária também ao público infanto juvenil? Pensando nisto surge "Malala, a menina que queria ir para a escola" onde a jornalista e autora Adriana carranca embarca até o Vale do Swat para apresentar de perto as experiências locais de onde Malala vivia.



Em uma linguagem mais apropriada ao público infanto juvenil o livro traz de forma mais simplificada a biografia de Malala. Além disso é narrado toda viagem ao local e a realidade do Paquistão, apresentando suavemente e levando a pensar sobre tais contextos. Ao longo dos 10 capítulos, em que a obra foi construída, é quase impossível não fazer comparação com o próprio panorama do Brasil onde ainda há muitas pessoas sem acesso à educação.

Toda obra ainda conta com as ilustrações de Bruna Assis Brasil, fazendo com que o mergulho na história seja ainda mais profundo. A riqueza não ambientação junto a preciosidade da escrita faz com que este livro-reportagem seja ainda mais especial. A leitura é realmente um presente repleto de lições e aprendizagens ao público infanto-juvenil.

Estou simplesmente apaixonada por toda a obra e consigo imaginar o quão perfeito deve ser a leitura deste livro em salas de aulas. Você já conhecia este livro? Deixe nos comentários sua experiência com ele.

9 comentários

  1. Oi Andressa, esse foi um dos livros que fiz questão de comprar para as crianças aqui lerem, já passou na mão dos afilhados todos e depois debatemos ele. Achei uma leitura muito rica é importante. Gostei demais dele e durante a leitura toda meu coração se sentiu tão triste com toda a realidade e notei também muito as semelhanças com nosso cotidiano em muitos lugares do Brasil

    Adorei a resenha.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Fiquei imaginando a alegria de uma criança em descobrir todo esse universo de Malala. Toda a luta dessa criança que quase tirou sua vida, mas que Deus escolheu que fosse diferente. A sua vida gerou mais vida, mais educação e mais esperança a um povo tão judiado!
    Uma obra tão curtinho e com tantos valores a serem passados.
    Espero sim, aprender muito com essa lição de vida!!!
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na flor

    ResponderExcluir
  3. Que leitura especial e significativa não só para os pequeninos mas também para nós grandinhos.
    Malala é uma mulher única que mesmo jovem logo descobriu seu propósito na vida! Que orgulho dela

    ResponderExcluir
  4. Ainda nao li a biografia "Eu sou Malala" mas quero muito ler ela, depois ver o filme/documentario. E sim, muito valido levar a historia dela pra publico infantil, pois é de um grande exemplo que é ncessario que se veja nesse mundo hoje.

    ResponderExcluir
  5. Andreswa!
    Ese livro não conhecia, mas já li dois livros da Malala e a história dela é tão linda e inspiradora.
    Feliz em ver que a autora colocou uma linguagem infanto juvenil para que as crianças possam apreciar a leitura.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  6. OLA
    Ainda não li mas conheço um pouco da historia de superaçao e inspiraçao da Malala .que bom seria se as crianças tivessem acesso a esse livro que traz tanto ensinamentos importantes .Esse livro poderia estar nas bibliotecas escolares para que as crianças tenham acesso a ele
    desejo ler sim

    ResponderExcluir
  7. Primeiro que eu adoro livros infantis, acho que traz uma leveza e ensinamentos que levamos ora vida toda. Imagina só um livro que fala sobre lutas pelas mulheres, hein? Realmente, parece ser um livro incrível e foi ótimo ler a resenha por aqui. Devemos inspirar as crianças para o futuro ser melhor, não é? 🤩

    ResponderExcluir
  8. Olá Andressa!
    Num ano em que o acesso à educação ficou tão polarizado, essa obra não poderia ser mais pertinente para reflexão, ainda mais pelo fato de ter sido escrita para uma melhor compressão dos mais jovens.
    Malala é um exemplo de mulher batalhadora e resiliente, pois poucas teriam coragem de fazer o que a ganhadora do prêmio Nobel se dispõs para atingir um objetivo e alcancar a igualdade.
    Educação é um direito de todos e devemos garantir o seu acesso, para homens e mulheres, independente da etnia, situação econômica ou religião.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Fátima Menezes23/11/2020 11:02

    Oii. Nunca li o livro, mas imagino que seria mais apropriado para a leitura em sala de aula do que alguns paradidáticos pelos quais passei ao longo do Ensino Fundamental.

    ResponderExcluir