Minha Sombria Vanessa - Kate Elizabeth Russell

2 de setembro de 2020

Título: Minha Sombria Vanessa
Autor: Kate Elizabeth Russell
Páginas: 432
Ano: 2020
Editora: Intrínseca 
Gênero: Drama, Ficção, Literatura Estrangeira, Suspense
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon
Nota:  
Sinopse: Elogiado por Gillian Flynn e considerado um dos grandes livros de 2020, o romance de estreia de Russell explora as dinâmicas psicológicas de um relacionamento entre uma adolescente e seu professor.
Em 2000, Vanessa Wye é uma estudante solitária de ensino médio. Talentosa e com o sonho de ser escritora, Vanessa diz não se importar de ficar sozinha, principalmente quando seu professor de inglês, Jacob Strane, um homem de 42 anos, começa a prestar atenção nela, elogiando seu cabelo, suas roupas e lhe emprestando alguns de seus livros favoritos ― como Lolita, de Nabokov. Antes que Vanessa perceba, os dois embarcam em uma relação e a jovem acredita que o professor a ama e a considera especial.
Mais de uma década depois, uma ex-aluna acusa Strane de abuso sexual, e Vanessa começa a questionar se o que viveu foi realmente uma história de amor ou se não teria sido ela também uma vítima de estupro. Mesmo depois de tantos anos, Strane ainda é uma presença constante em sua vida. Como ela seria capaz de rejeitar o que considera seu primeiro amor?
Alternando entre presente e passado, o livro justapõe memória e trauma ao entusiasmo de uma adolescente descobrindo o poder do próprio corpo. Instigante e impossível de largar, o livro retrata com maestria a adolescência conturbada e suas consequências, para refletir acerca de liberdade, consentimento e abuso. Escrito com intimidade e intensidade assustadoras, Minha Sombria Vanessa capta brilhantemente os costumes culturais em transformação que guiam nossos relacionamentos e a própria sociedade.



Resenha:

“Venha ser venerada, venha ser acariciada,
Minha sombria Vanessa, riscada de carmim, minha abençoada,
Minha Admirável borboleta!”

Minha Sombria Vanessa, é um lançamento da editora Intrínseca. Primeiro livro da autora americana Kate Elizabeth Russell, é um livro com um conteúdo sensível, difícil é importante. 

O livro possui indicações de leitura de autores best-sellers, teve com um dos leitores beta ninguém menos que Stephen King... E se não bastasse isso para me chamar atenção, ele foi escrito ao longo de vários anos com muita pesquisa e sensibilidade pela autora.

Eu não li nenhuma resenha desse livro antes de ler. Porém, já estava ciente do tema.

Então vou começar falando sobre os avisos necessários antes de qualquer um ler esse livro.  
NÃO É UMA HISTÓRIA DE AMOR. 
É um livro que apesar da fluidez da escrita o tema é muito pesado. A autora não romantiza os abusos sexuais, psicológicos que a protagonista vive. Também, não deixa de apontar os horrores de que se trata a história: Pedofilia, abuso de poder, uma vida destruída por causa dos abusos sofridos.
É um livro para maiores de idade, que deveria ser lido e debatido.

Então estejam avisados dos possíveis gatilhos. Mas saibam que apesar deles. A leitura no final foi gratificante. Certas dores precisam ser conhecidas.



Em Minha Sombria Vanessa, temos uma narrativa em primeira pessoa, tendo como ponto de vista a própria Vanessa Wye que está passando por um momento muito vulnerável em sua vida. Ela que sempre se sentiu solitária e sem amigos, se mudou para um conceituada escola em regime de internato. 

Seu sonho é ser escritora. 

No primeiro semestre fez uma grande amiga, porém, não reagiu bem a esta arranjando um namorado e deixando de estar sempre disponível para ela. A amizade acabou e mais do que nunca ela está isolada.

Vanessa, é sensível, inteligente, se considera estranha e sombria. E acha que está tudo bem. Porém, não está ela é desorganizada com tudo em sua vida particular e está ficando para trás nas matérias. Sua orientadora na esperança que ela se enturme e melhores as notas indica que ela faça créditos extras. E entre para o Clube de Escrita Criativa comandado pelo professor de Literatura Jacob Strane.

O que foi definitivamente o início de toda a destruição. 

Strane é Predador Sexual. Um pedófilo. Um ser inteligente e manipulador. Ele logo percebe que Vanessa de quinze anos é a presa que ele estava aguardando. Ele está em uma posição de poder sobre Vanessa e tem 42 anos!

Ele usa as palavras certas, envolve ela em uma teia de pretensa sensualidade, diz que ela que tem poder sobre ele. 
Que são parecidos.

"... éramos parecidos, duas pessoas sombrias, que gostam de coisas sombrias..."

Que ela é única, especial, senhora da relação entre eles.

"Existia algo em mim que fazia o risco valer a pena. Eu tinha o poder de atração que era como um imã."

Mas é sempre ele a destruindo aos poucos.




De forma dolorosa vamos acompanhando a vida de Vanessa. Com linhas temporais flutuantes, temos o presente (2017) onde Vanessa tem uma vida adulta caótica e infeliz, relacionamentos fracassados e emocionalmente distante da mãe. E o começo de tudo em 2000, porém no decorrer dos capítulos vamos vendo sua vida ano a ano, passando pelos traumas e abusos, os capítulos do passado e do presente são postos para podermos ver de forma direta como os traumas que ela passou impactaram diretamente em quem ela é atualmente.


"Eu nunca teria feito aquilo se você não quisesse tanto, dissera ele. Parece uma ilusão. Que menina iria querer o que ele fez comigo?"


Vanessa, lutou por quase 20 anos para lidar com o que houve com ela. Utilizou vários artifícios para isso, inclusive mentir para si mesma e para todos ao redor.

"Mesmo que ele tenha feito alguma coisa, não pode ter sido tão ruim assim, ou O que nós poderíamos ter feito para impedir? As desculpas que inventamos para os outros são absurdas, mas não são nada em comparação com as que criamos para nós mesmos.”

Negar que era uma vítima, se prender a um relacionamento abusivo na esperança de que se ela se esforçasse muito  para dar certo aquilo não seria errado e ela não teria sofrido: Estupros e tudo o mais.

"Será que isso é estupro? Ele está me estuprando?"


Isso tornou a leitura desse livro extremamente impactante para mim. Temos desde o início a certeza de todos os pontos errados e de como Strane a manipulou e usou de forma vil. E temos Vanessa lutando para sobreviver apesar disso! Se apegando ou tentando na maior parte do tempo, no pensamento de que ela era especial para o seu Predador, mesmo que ela não conseguisse não enxergar as evidências do contrário. 

Real! Doloroso! Importante de ser compreendido.

“– Porque se não for uma história de amor, então o que é?.... – É a minha vida – digo. – Isso tem sido a minha vida inteira.”

Que livro importante.

Não somente para as vítimas desses abusos, para verem que elas não estão sozinhas na montanha russa de emoções tristes que elas passam. Mas para todos nós!

A cultura do estupro e da pedofilia encontra no olhos desviados seu maior aliado.

Em muitos momentos Vanessa foi deixada sozinha para lida com tudo. Adultos que deveriam a proteger cerraram os olhos e abandonaram. Foram coniventes. E mesmo aqueles que tentaram a ajudar, encontraram mil obstáculos.

Como pode ver é uma leitura muito intensa. Em muitos momentos fiquei bem mal lendo, pois podemos notar que a autora foi bem minuciosa em suas pesquisas. Estamos lendo algo que aconteceu com inúmeras Vanessas.
Mas certamente foi uma das melhores leituras dentro do gênero que já li.


Como eu disse aqui não tem romantização, mas de forma crua nos faz olhar para o tema de uma forma que vemos muitos lados e toda a sua complexidade. O livro é focado em Vanessa e em sua jornada para superar o que foi feito a ela. Não em Strane. Mas faz excelentes críticas à impunidade que muitos dos predadores sexuais encontram, ainda mais se se escondem atrás de posições de poder ou influência. 

Indico a leitura a todos. Mas só reitero o aviso. Um livro com muitos gatilhos. Recomendo ler em um momento em que sua mente esteja equilibrada e leia no seu tempo. Se sentir que está ficando mal. Converse com alguém busque ajuda. 

E para quem passou por isso e vai encarar a leitura. Espero que veja que você é uma pessoa sobrevivente e com ajuda correta pode superar tudo!

Que esse livro seja debatido muito pelo mundo!

Beijos e até a próxima.

10 comentários

  1. Esse é um dos livros que tenho visto muitos comentários positivos, apesar da temática. Eu ainda não tinha lido nenhuma resenha sobre ele, então não sabia bem do que se tratava. Mas acho muito importante poder debater sobre abuso e pedofilia, ainda mais nesse período que estamos vivendo, onde houve um aumento nos casos. Com certeza um livro que sei que vai ser difícil mas que lerei, até mesmo para prestar mais atenção aos sinais de quem passa por isso.

    ResponderExcluir
  2. Olá Vivian!
    Essa obra causou bastante furor no meio literário quando foi lançada, e pelo visto trata-se de um livro muito bem escrito e com a sensibilidade que o assunto exige (gostei muito de saber que Kate Elizabeth pesquisou tudo com muito cuidado para escrever a história, o que mostra o quão preocupada a autora estava em passar a mensagem correta e da forma correta).
    Como dito na resenha, imagino que exista um momento adequado para ler a obra, pois não se trata de uma experiência fácil, principalmente porque Vanessa é tão bem construída que seus sentimentos, aflições e arrependimentos são palpáveis.
    O dano psicológico que encontramos na protagonista reflete como a sociedade continua a culpar a vítima, sem contar que o agressor possui uma forma de manipulação feita perfeitamente para se safar de qualquer acusação.
    Com o selo de qualidade de Gillian Flyn, com certeza a leitura deve ser muito válida e reflexiva.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. ola
    ja tinha visto resenhas desse livro e em todas elas percebo o quanto a autora foi eficaz ai escrever sobre um assunto tão dolorido
    só de ler a resenha a gente ja se sensibiliza com tantas pessoas que são vitimas de relacionamento abusivo e as vezes nem se dá conta ,não tem apoio de ninguem
    uma leitura dificil mas importante no combate a esse tipo de manipulaçao

    ResponderExcluir
  4. Já vi uma resenha desse livro em outro blog amigo e estava torcendo pra ver outra resenha. Achei esse livro tão importante dentro do seu tema difícil, com uma carga emocional muito pesada e verdadeira, e acabei colocando na lista de leitura. Fiquei feliz de ter visto a nota que você deu, acaba despertando ainda mais a nossa curiosidade.
    Acredito que no final, a leitura traga uma reflexão muito grande!

    ResponderExcluir
  5. Vivian!
    Deve ser uma leitura impactante e dolorosa e o bom é que a autora não romantizou, entretanto, respeitou os fatos.
    Infelizmente a sociedade tende a incriminar as pessoas que são assediadas e as tornam vilãs ao invés de vítima e as próprias vítimas se sentem culpadas e por isso, se permitem continuar com uma atitude de sentirem-se culpadas. Acho que ainda mais grave é o fato de muitas pessoas ao redor, que sabem o que acontecem, fazerem vista grossa. E os abusadores se aproveitarem da fragilidade de suas vítimas, para fazê-las se sentirem ainda mais culpadas e cederem aos desejos dele.
    Quero ler.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  6. Comentei no post ontem, mas infelizmente o comentário sumiu. Havia falado que queria muito conhecer essa história, apesar dos gatilhos, mas olhando pelo lado bom: por coincidência, ganhei o livro hoje!!! Estou muito animada para poder ler quando chegar!
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Um que havia sumido rs
    Eu sou doida para ler esse livro,não consigo imaginar nem de longe o que uma leitura assim pode causar.
    Repulsa, raiva, indignação.
    Mas sei que é um livro que tem causado um burburinho grande no mundo literário. Muitos nem conseguiram terminar a leitura.
    Eu quero muito!!!!
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na flor

    ResponderExcluir
  8. Olá Vivian!
    Li muitas resenhas desse livro nos últimos meses, e cada uma ressaltou justamente a importância de se debater e discutir o tema, mas, principalmente, saber o que fazer para ajudar alguém em situação semelhante a da personagem. A autora pesquisou tanto que fez uma história fictícia parecer muito real. Eu ainda acho que não estou preparada para encarar a leitura, mas espero um dia poder fazê-la.
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Oie Vivian
    Eu nunca tinha ouvido falar desse livro. Mas já percebi que realmente é um livro importante para ser lido. Eu não gosto de livros que romantizam a pedofilia, e é bom saber que isso não aconteceu nesse livro. Parece ser um livro bem pesado mesmo, e provavelmente até incomoda ler ele, mas fiquei interessada em conhecer melhor essa história.

    Bjss ^^

    ResponderExcluir
  10. Se a resenha é impactante, imagine o livro completo. Um assunto polêmico, que ja vi acontecer algumas vezes na época do ensino médio e não víamos a gravidade. Quero muito ler esse livro, acho que conseguirei entender vários assuntos do passado.

    ResponderExcluir