Última Proposta - Melanie Milburne

23 de maio de 2020

Título: Última Proposta
Autor: Melanie Milburne
Páginas: 192
Ano: 2014
Editora: Harlequin Brasil
Gênero: Romance, Hot
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon
Nota:  
Sinopse: Eliza Lincoln fica atônita ao encontrar Leo Valente à sua porta. Quatro anos atrás, o calor apaixonado dos braços dele foi uma fuga momentânea de um noivado sufocante. Até Leo descobrir seu segredo… No entanto, ele não batera à
porta de Eliza como intuito de reacender o caso de amor. Na verdade, Leo apresenta uma proposta irrecusável. Ela é a única pessoa que pode ajudar sua filha pequena e órfã de mãe. Sensibilizada, Eliza é incapaz de ignorar a criança vulnerável. Mas da última vez em que ficou perto de Leo, quase foi consumida pelo desejo. Eliza estará disposta a arriscar novamente, sendo que agora há mais em jogo?

Resenha:

Eliza Lincoln precisava de férias após viver mais de um ano conturbado, assim ela embarca para Itália em busca de um tempo para si mesma. Nesta viagem ela conhecer Leo Valente, um homem irresistivelmente charmoso e determinado. A inteligência do homem, além de sua agradável companhia, cativa Eliza e logo eles embarcam em um eufórico romance.

"Seu corpo reconhecia a química íntima do dele. Era como se estivessem em perfeita sincronia."

Os dois ficam juntos durante poucas semanas e a cada dia eles se apaixonam ainda mais um pelo outro, porém logo ela precisará voltar. Eliza sabia todo o tempo que o relacionamento não poderia ter futuro, mas viveu cada momento como se houvesse essa possibilidade. A experiência em conhecer Leo se torna agridoce quando ele descobre que a mulher com quem se relacionou todo esse tempo não está tão livre, como demonstrou durante o passeio.

"A vida nem sempre é conforme o planejado. Temos de aprender a tirar o melhor que podemos das coisas; a lutar."

Passado quatro anos do ocorrido Leo surpreende ao reencontrá-la, porém desta vez seu objetivo é apenas oferecer uma proposta irrecusável de emprego a mulher. Ele precisa da sabedoria e habilidade de Eliza com crianças para ajudar sua filha, uma pequena de apenas três anos de idade. O homem não deseja se aproximar da mulher que partiu seu coração, mas logo isso se torna mais difícil e ainda menos fácil com tantos segredos envolvidos.

"Eu tive de partir. Meu lugar não era ao seu lado. Não é ao seu lado."

A obra é extremamente curta, suas poucas páginas carregam um enredo simples e leve. Isto faz com que a leitura seja rápida, quando menos se espera o livro que começou a poucas horas está no fim. No entanto a autora não economiza nos detalhes, descrevendo em demasia algumas cenas ou sentimentos e cansando um pouco o leitor.

"O silêncio que se seguiu tinha um sentimento coletivo de desapontamento, desespero e pânico."

A parte mais adorável durante a narrativa é a presença de Alessandra, filha de Leo Valente, uma criança linda e muito inteligente. A menina se mostra bastante obstinada no início da obra, ficando claramente no controle de tudo e todos com tão pouca idade. A chegada de Eliza em sua vida amplia seus horizontes, finalmente a pequena passa a realmente viver sua infância e desenvolveu-se nos mais diversos sentidos.


"Desde o dia que o conheci, senti que você era a única pessoa para mim."

É preciso ressaltar que o romance em si não é o maior atrativo da leitura, a atitude dos personagens despertam até raiva no leitor. O que faz com que o coração se derreta é o lado paternal de Leo, as cenas dele com Alessandra são repletas de amor e fofura. Eliza apenas mantém o entretenimento para descobrir como os dois lados de sua vida irá se desenrolar, afinal ainda há um anel de compromisso em seu dedo.

No mais este livro é ideal para passar o tempo, de forma tranquila e sem quaisquer grandes emoções. É o tipo de romance de banca que você guarda para ler em filas ou transportes, apenas para se manter ocupado. Vejo vocês na próxima resenha, até logo!

12 comentários

  1. ingriD Figueiredo23/05/2020 03:10

    Parece ter uma boa história que envolve culpa,amor,reencontro,chantagem...um pouco de tudo,gostei!

    ResponderExcluir
  2. Tem uma pimentinha ali oh...rs e tem uma criança que parece ser também um elo muito forte desse amor adormecido?
    Já preciso desse livro!
    Ainda não o conhecia, mas gosto muito de enredos assim. Fiquei me perguntando se eu ajudaria um cara que me feriu. E sim, acho que sim..rs(vai entender)
    Já vai pra listinha de desejados com certeza.
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na flor

    ResponderExcluir
  3. Olá Andressa!
    A história não me pareceu muito crível, afinal quase ninguém que levou um fora vai procurar a pessoa pra ajudar num problema pessoal, né? Ainda mais que o envolvimento deles durou tão pouco tempo. Tirando esse fato totalmente desconexo, a história parece ser interessante, principalmente ao focar também na paternidade e na criança que é o elo entre os personagens. Como você disse, é um bom livro para descontrair.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Olá Andressa!
    Com certeza o grande destaque da trama fica para os laços paternais desenvolvidos entre pai e filha, que são muito bem trabalhados e fazem com que o leitor facilmente simpatize com os personagens. Essa descrição exagerada realmente quebra o ritmo de leitura, mas como se trata de um livro bem curtinho dá pra fazer umas pausas para espairecer.
    Só achei meio fraca essa premissa. Tipo, quem pede ajuda a uma mulher que mal conhece e que não vê faz tanto tempo? E não fica muito claro porque exatamente Leo precisa da Eliza para lidar com a filha.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. ola
    eu sempre leio romances de banca
    embora em algumas vezea eu me irrito bastante com eles, mas isso tambem acontece com romances de livraria . li um livro dessa autora que me deixou com muita raiva da mocinha
    Esse que voce resenhou eu tenho mas ainda não li ,estou dando um tempo para ler outro livro dessa autora
    foi uma boa supresa encontrar resenha de livro de banca por aqui ,amei
    gosto de variar entre uma leitura

    ResponderExcluir
  6. Andressa!
    Sou gande fã dos romances de banca e sinto que tenham acabado, agora só dá para comprar nos sebos.
    Não li esse ainda, embora goste da autora.
    Amo quando tem criança no enredo, sempre dá um up na história.
    Anotado.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  7. Nunca li um romance de banca, apesar de ter um na estante.
    Achei o enredo do livro um tanto clichê: o romance foi quebrado por um segredo (nesse caso a mocinha já era compromissada), mas precisam se unir por um bem maior. Mas como adoro clichês isso não é um problema hahaha
    Achei uma pena que a autora focou em certas descrições que acabaram cansando a leitura, já que o livro é um livro relativamente curto e de leitura rápida.

    ResponderExcluir
  8. Oi Andressa,
    Devo dizer que a premissa chama atenção, principalmente pela promessa de uma obra curta, algo que tenho procurado muito nos últimos tempos para intercalar com aqueles livros maiores e mais densos. Eu gosto muito de histórias que tenham crianças e em romances como esses, os pequenos sempre se destacam e se tornam a parte mais interessante da trama. Nesta obra, parece que isso não foi diferente. Durante a leitura da resenha já me vi questionando algumas ações dos protagonistas e ao final você mesma menciona isso, então percebi que não foi só algo que senti. Acho que para um livro curto a autora não precisava de ater tanto a detalhes como descrição de cenas, por exemplo. Ter dado mais atenção ao desenvolvimento pessoal de cada personagem seria bem mais interessante, ainda mais pela história que Eliza e Leo tiveram no passado. Mas gostei da indicação e é bem como falou, se eu estiver atrás de algo leve e sem grandes expectativas, Última Proposta seria uma boa escolha.

    ResponderExcluir
  9. Olá! Ahhh como eu amo esses romances da Harlequin, confesso que passo raiva com os nossos “mocinhos” para lá de ogros e nossas mocinhas “bobinhas”, sim passo, mas também tem suspiros, quase sempre uma criança fofa para derreter nossos corações e é por isso, que continuo firme e forte lendo (risos). É aquela leitura perfeita quando já não se sabe mais o que ler.

    ResponderExcluir
  10. Oi Andressa :)

    Os famosos romance de banca! hahaha

    Não tive acesso a eles na época, e hoje em dia não faz muito meu gosto literário, mas não tem como negar que eles trouxeram muitas pessoas pra esse universo literário.

    Parabéns pela resenha :)

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Gostei pelo fato de ser uma leitura rápida, mas não me parece um livro que desperte muitos sentimentos, bem morno.

    ResponderExcluir
  12. Tchê, mas se ele não deseja se aproximar da mulher que partiu o coração dele, por que diabos ele decide correr atrás dela e "ofertar um emprego"?? Com certeza tem outras pessoas da área. Esse tipo de coisa em alguns romances não faz sentido nenhum pra mim e me deixa meio bodeada

    ResponderExcluir