O Senhor da Chuva - André Vianco

2 de maio de 2020

Título: O Senhor da Chuva
Autor: André Vianco
Páginas: 268
Ano: 2001
Editora: Novo Século 
Gênero: Ficção, Suspense, Terror
Onde Comprar: Amazon
Nota:    
Sinopse: Um anjo perseguido, para não ser destruído, possui o corpo de um ser humano agonizante. Assim, o anjo quebra uma regra sagrada que dá direito aos demônios de evocarem uma guerra desigual que poderá desencadear a destruição de todos os anjos de luz da terra. Agora, os dois exércitos estão furiosos, transformando as tranquilas pastagens de belo verde num funesto campo de batalhas onde espadas que parecem chamas, e olhos que parecem brasas, darão o tom nesta misteriosa aventura sobrenatural, repleta de batalhas, mergulhadas no mundo dos anjos, dos vampiros e dos demônios.





Resenha:

“A trombeta soou por todo o campo: um lamento para alguns, um grito de vitoria para outros. O canto do instrumento levava a mensagem um anjo morreu, um anjo morreu para todos os ouvidos sobrenaturais do planeta.”

O Senhor da Chuva é um dos primeiros livros do autor brasileiro Andre Vianco, eu tive o prazer de conhecer a escrita do autor ainda no inicio da carreira dele, por volta do ano 2002, rapidamente me identifiquei com seus livros, ele como eu era um jogador de RPG, por isso seus livros de fantasias eram repletos de aventuras intensas e um mundo fantástico muito bem elaborado.
E desde então tenho acompanhado sua carreira. Ele que possui séries muito bem estabelecidas e livros únicos de variados temas.

Mas até hoje ainda tenho um carinho especial pelos primeiros livros que li deles, como O Senhor da Chuva, Bento e Os Setes.

E foi O Senhor da Chuva reler para matar as saudades e trazer um pouco da minha experiência com esse livro. Eu gosto tanto dele, que tenho duas edições, a primeira publicada, e uma segunda edição que veio junto ao Box que comprei alguns anos depois. Minhas edições são as da editora Novo Século.



Gregório é um jovem que fez muitas escolhas erradas, e uma delas foi a sua profissão. Ele atua como traficante, contundo está preparando um golpe levantar uma grana alta e poder voltar para a sua pequena cidade natal.

Infelizmente ele acaba se metendo em uma grande confusão e as coisas vão de mal a pior.

Porque apesar dele não ter a mínima ideia, as pessoas que ele pretende enganar são apoiadas por criaturas das trevas, demônios que desejam trazer o caos e a destruição da raça humana.

Thal é um anjo, ele é um protetor de uma senhora, que possui uma alma iluminada pela fé, quando ele a esta protegendo percebe a presença de forças demoníacas, e apesar de não dever intervir, ele não consegue evitar.

Infelizmente, tudo dá muito errado.

“As gotas de chuva bateram no peito do anjo. Não adiantaria mais soprar a trombeta. Quando os irmãos chegassem, o encontrariam morto... Thal cerrou os olhos. O céu gritou. Gritou imensamente. Em forma de trovão. O céu chorou. Chorou imensamente. Em forma de tempestade.” 

É nessa peculiar situação que ambos se encontram. Gregório com as pessoas erradas o caçando e o ferindo gravemente, Thal após milênios de lutas pelo bem está prestes a ser destruído, é quanto ele quebra uma regra sagrada para salvar a si mesmo.



Os demônios então utilizam isso para invocar a batalha negra. Uma batalha extremamente desigual para os anjos.

E é algo que não aconteceu nos últimos séculos e que se eles ganharem, os demônios terão direito a ceifar as almas dos humanos sem que os anjos possam intervir.

Como podem ver é uma trama muito intensa. A narrativa se divide em duas. Vamos seguir acontecimentos ocorrendo no plano espiritual, com os anjos se reunindo para enfrentar uma batalha que pode custar tudo a eles, e os demônios fazendo de tudo para garantir ainda mais vantagens para o lado sombrio deles. De outro lado, no mundo mortal, onde os humanos desconhecem totalmente o que está se desenvolvendo na parte sobrenatural, temos os humanos reagindo mesmo que instintivamente a toda energia que esta ocorrendo.

Gregório, leva a batalha para a sua cidade natal, e acaba envolvendo o seu irmão gêmeo, Samuel nela, já que ao ajudar o irmão ele vai ter sua vida totalmente transformada.

“Meu nome é Anatã! Lutarei até a morte! E juro por meu pai de Luz, meu Deus, que levarei mais de vinte de vocês comigo!” 

O livro tem um estilo de escrita muito fluido, as batalhas que ocorrem são muito bem descritas, e eu não consigo evitar ficar ansiosa lendo tudo o que esta acontecendo.

O autor escreve um livro de fantasia sobrenatural com muito talento e a trama envolvendo anjos, demônios e outras entidades sobrenaturais, não levanta nenhuma bandeira de fé especifica, mas com uma leveza fala muito sobre o delicado equilíbrio entre bem e mal, e na força das pessoas cujas almas são iluminadas pela fé.



Com personagens bem desenvolvidos, podemos nos sentir envolvidos com suas lutas e sacrifícios.

É uma leitura empolgante e com um final que me surpreendeu muito na época que li pela primeira vez, e agora anos depois ainda me senti muito feliz com o modo como tudo foi encerrado.

E para quem gosta de um autor que cria suas obras em um mundo compartilhado. Personagens que surgem aqui pela primeira vez serão vistos em outros livros do autor.

“O anjo juntou as forças remanescentes e moveu-se alguns centímetros, estendeu a mão, tentando alcançar a mão de Gregório...”

Indicação de leitura nacional de ótima qualidade, para quem gosta de fantasias, livros com anjos e demônios e embates épicos pelas almas e destino da humanidade.

Até a próxima, e espero que todos estejam tendo excelentes experiências de leitura esses dias. Tchau...

10 comentários

  1. André Vianco é um dos grandes nomes da nossa literatura nacional e deu uma saudade de Os Sete..rs Aliás, já alguns livros do autor e sou fã assumida dele.
    Por isso, só de ler a resenha acima, me dei conta de que não li este e claro que já quero!!!!
    O senhor dos vampiros..rs
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na Flor

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Essa nova edição está com uma capa lindíssima!
    Me lembrou um pouco a série Supernatural, por todo esse lance de homens, anjos e demônios. Só por lembrar uma das minhas séries favoritas, já fico com vontade de ler O Senhor da Chuva.

    ResponderExcluir
  3. Preciso dar outra chance ao autor hahaha
    Só tentei ler um livro dele, há muito tempo, e não funcionou bem para mim na época. Mas meu gosto literário mudou bastante, quem sabe agora funcione melhor, né.
    Ótima resenha :)

    ResponderExcluir
  4. Olá Vivian!
    Não posso ver uma trama sobrenatural promissora que já coloco na aba "quero ler" do skoob.
    E talvez um dos aspectos mais interessantes é a forma com a qual Vianco vai construindo uma história com vampiros, anjos e outros seres peculiares e enredando-a no cenário contemporâneo, de modo que a colizão dos dois mundos provoca um grande impacto para quem está lendo.
    Além disso, a sacada de inserir personagens que vão aparecer em outros livros é uma ótima forma de atrair o leitor e fidelizá-lo. Sabemos que na maioria das vezes isso funciona, pois é MUITO LEGAL encontrar um personagem querido e matar a saudade.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Vivian!
    Já li também alguns livros do autor e gosto muito de como ele cria suas personagens e toda fantasia em seus livros.
    Esse não li ainda, mas fiquei bem curiosa, porque adoro anjos e quero descobrir como tudo desenrola e termina.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  6. Olá! Confesso que não conhecia o trabalho do autor, mas menina, pelo visto estou perdendo e muito hein! O enredo me empolgou demais e toda essa batalha entre anjos, demônios o bem e o mal me lembrou um pouco Constantine, sem dúvida vai para a lista! E quando o livro é bom assim, sem dúvida vale a pena ter mais de uma edição #sóacho.

    ResponderExcluir
  7. hahahah adorei o coração brasileiro acolá.

    É o melhor livro de terror/suspense brasileiro que já li! A narrativa é muito bem construída e prendeu minha atenção a toda hora. A história se passa em um momento apocalíptico e surpreende ao contar a relação e disputas entre anjos e demônios, e com essa receita toda não consegui deixar de pensar em Constantine. Vc tem razao, vale muito a leitura!

    ResponderExcluir
  8. ingriD Figueiredo09/05/2020 22:21

    hahahahah adorei o coração brasileiro acolá.
    É o melhor livro de terror/suspense brasileiro que já li. A narrativa é muito bem construída e prendeu minha atenção todo momento. A história se passa em um momento apocalíptico e surpreende ao contar a relação e disputas entre anjos e demônios, com essa receita toda não consegui deixar de pensar em Constantine. Vc tem razão, vale muito a pena a leitura!

    ResponderExcluir
  9. Olá Vivian!
    Não conhecia o autor, foi uma ótima indicação pois achei bem bacana o universo que ele criou. Batalhas do bem contra o mal não são novidade, mas como uma boa fã de Lucifer, o que mais gosto é ver os humanos envolvidos nos negócios divinos. Apesar do tom mais sombrio acho que o enredo vai me agradar bastante pios traz também temas atuais como o tráfico e a vontade dessas pessoas em mudar de vida.
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Caramba, tem muito tempo que não vejo falar em André Vianco. Li apenas um livro dele, A casa, e foi muito interessante, porém não deu para ler os outros. Pelo que me lembro, a escrita dele é muito fácil e sem complicações na história. Muito bom relembrar esse autor.

    ResponderExcluir