Em Silêncio - Leddy Harper

3 de fevereiro de 2020

Título: Em Silêncio
Autor: Leddy Harper
Páginas: 351
Ano: 2019
Editora: Cherish Books BR
Gênero: Drama, Erótico, Romance, Literatura Estrangeira
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon
Nota:   
Sinopse: Quando criança, Killian Foster sobreviveu ao inimaginável. Mudo e cheio de cicatrizes, ele passa a maior parte do tempo sozinho, com seu caderno de desenhos, na floresta atrás da casa de sua tia.
Até que surge Rylee Anderson...
Quando Rylee vê Killian pulando a cerca da casa ao lado, ela o segue, despreparada para o garoto que encontra e para a relação que se desdobraria nos próximos sete anos.
Ou o silêncio que se seguiria.
Lutando entre o ódio de seu passado e a promessa de seu futuro, Killian deve fazer escolhas que poderiam afetar mais do que apenas ele. Opções que testariam o limiar entre o certo e o errado. Decisões que poderiam romper o vínculo com o único amor que conheceu.
Ódio ou amor.
Vingança ou perdão.
Silêncio ou sua própria voz.
Este livro foi cedido pela Editora Cherish Books BR, porém as opiniões são completamente sinceras. Não sofremos nenhum tipo de intervenção por parte da Editora. 


Resenha:




“- Não terei nenhuma outra amiga como você.
Eu me derreti em seus lábios suaves...”

Em Silêncio, é um romance da autora Leddy Harper, publicada no Brasil pela Cherish Books BR, em 2019.

Antes de falar do livro em si, darei alguns avisos, o livro possui tramas muito pesadas, e uma grande quantidade de violência: física, sexual, emocional, relacionamentos abusivos e outros elementos que podem causar gatilho.

Eu mesma fui surpreendida com a forma como a história se desenvolveu. Para quem gosta de ler livros com essa temática, ótimo, se não for exatamente a sua praia, fiquem atentos.

A trama começa com uma criança de oito anos chamada Killian, sendo testemunha de um crime bárbaro em sua casa, após este incidente que destruiu sua família e o deixou com profundas cicatrizes físicas e emocionais, ele se isola do mundo e seu trauma o faz se silenciar, antes capaz de falar, agora algo o bloqueia. 

“E bem na minha frente estava uma cena tão irreal que mal pude acreditar. Uma cena da qual eu jamais me esqueceria. Uma cena que iria me perseguir para sempre...”

Após alguns anos da tragédia, ele se muda para viver com a irmã mais nova de sua mãe, e conhece Rylee, uma criança de dez anos que é sua vizinha.

Rylee, é gentil, doce e empática. Sua personalidade é muito calma, e muitos momentos, eu só queria proteger ela de tudo ou sacudir e a fazer acordar para ela se livrar dos relacionamentos em que se enfiou durante o livro.

Killian, é um poço de desejo, solidão, medo, raiva, violência e trauma.

Ela consegue o que ninguém até o momento conseguiu: atravessou a barreira que ele fez e cativou seu coração, a princípio a amizade entre eles vai se fortalecendo aos poucos, porém, logo fica claro uma tensão sexual latente – o que confesso não gostei, porque desde o inicio houve uma fixação física de Killian por ela, que era muito nova. – a amizade logo se torna uma paixão que eles vivem em segredo.

Durante adolescência o casal vai vivenciando as primeiras descobertas, e o elo entre eles fica ainda mais forte. Contudo, a raiva e sede de vingança de Killian, aliado ao fato de que ele se recusa a se deixar se ajudado por especialistas ou adultos, vai se tornando mais profundo.

Uma situação crítica então os separa, e por alguns anos Rylee, precisa lidar com a dor e o abandono, quando ela começa a reconstruir sua vida emocional, o destino os une novamente, e uma verdadeira tormenta de emoções se cria em sua vida.

Será que killian, conseguiu superar seus traumas e raiva incandescente que carregava em si? Rylee, vai conseguir sair do ciclo de violência, e parar de permitir que ele a destrua?

“Meu coração doía por ele. Eu chorei por ele. Mas não sabia o que fazer.”

A jornada de vingança e a busca pela voz perdida do protagonista merece a atenção, apesar de ter achado que a autora deliberadamente levou o livro em uma direção, para no final, ter uma reviravolta, que ao meu ver foi mais para justificar os atos do protagonista do que algo bem desenvolvido, ao conversar sobre um livro com um amigo que leu, ele teve outra interpretação e gostou bastante da leitura e desse ponto no geral.


Eu particularmente, não tive uma boa experiência lendo esse livro, porque como falei, eu não esperava uma carga de relacionamento abusivo e outros problemas que vi no relacionamento dos protagonistas, não gosto de livros que flertam com a romantização de um relacionamento tão volátil e emocionalmente desgastante, estava pensando que seria um romance dramático, uma história de superação de traumas, porém, não o uso do sexo como foi utilizado no livro. Mas, é um risco, ao escolhermos um livro, apenas pela sinopse.

Contudo, o livro tem uma escrita interessante e fluida, mesmo não sendo o que eu esperava do conteúdo, li bem rapidamente, a autora sabe como prender a atenção do leitor, e uma das reviravoltas da trama, foi algo que surpreendeu positivamente, deu novas camadas aos acontecimentos e como compreendemos os personagens antagonistas, para os fãs do gênero, vale muito à pena, e nem preciso falar, um livro que pode não ser uma boa experiência literária, para uma pessoa, para outra será uma grande leitura. Um historia com alto teor emocional.

“- Eu não existia até te conhecer... Não posso te perder, nunca. Você é a minha casa, Rylee”

Indicação de romance adulto que talvez se encaixe em Romance Dark, fica aqui minha dúvida sobre a classificação dele. Quem já leu, o que acham?

Até a próxima.

4 comentários

  1. Puxa...deu um sentimento estranho ao ler a resenha. Tive um amigo mudo. Ele era assim, sozinho, triste, com raiva de Deus e do mundo.
    Ele acabou falecendo tem um tempo por conta de outra doença. Mas deu aquela lembrança de saudade.
    Por isso, com certeza, já quero muito conferir este livro. Mesmo que não seja perfeito, tem uma história carregada de sentimentos.
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na Flor

    ResponderExcluir
  2. Vivian!
    quanto a temática ser forte e trazer assuntos pesados, talvez não me importasse de ler o livro, porque gosto até de dramas que envolvem esses tema, mas quando tem vingança, não gosto muito não, e, fiquei bem na dúvida.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  3. Olá! Primeiro preciso dizer (escrever) que essa editora está com cada lançamento incrível, estou adorando. Quanto ao estilo da história, eu já li um cadinho de história do mesmo estilo, então sempre fica aquela dúvida em ler mais ou não (risos). Fiquei curiosa se serei surpreendida ou não com as cenas e o desfecho, por isso, acho que o jeito é colocar na listinha.

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Eu já tinha visto o livro mas não parei para ler mas sobre a trama. A historia é interessante, apesar de que vai aborda alguns temas que há gatilhos. Gosto de ler livros assim mas de uma forma mais delicada. Talvez eu leia em algum momento.

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir