The Chase - Elle Kennedy

9 de abril de 2019

Título: The Chase (Briar U) - A busca de Summer e Fitz
Autor: Elle Kennedy
Páginas: 378
Ano: 2018
Editora: Paralela
Gênero: New Adult
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon
Nota:   
Sinopse: Todo mundo diz que opostos se atraem. E eles devem estar certos, porque não existe uma razão lógica para eu estar tão atraída por Colin Fitzgerald. Eu normalmente não curto atletas nerds tatuados que jogam hóquei e videogames e que acham que eu sou avoada e superficial. Sua limitada visão de mim é o primeiro ataque contra ele. O fato dele ser amigo do meu irmão não ajuda.E que seu melhor amigo é caidinho por mim.
E que eu acabei de ir morar com eles.
Oh, não comentei que éramos colegas de quarto?
Acho que não importa. Fitz deixou bem claro que ele não está interessado em mim, mesmo que as faíscas entre a gente estejam propensas a queimar a casa toda. Entretanto, eu não sou o tipo de garota que corre atrás dos homens e não vou começar agora. Já estou muito ocupada lidando com a nova faculdade, um professor desprezível e um futuro incerto. Sendo assim, se meu complicado colega de quarto de repente acordar e perceber o que está perdendo?
Ele sabe onde me encontrar.

Resenha: Está resenha é especialmente para os fãs de Amores Improváveis, a série de livros publicado pela editora Paralela. A série infelizmente chegou ao fim mas parece que a autora, assim como os leitores, não estavam prontos para finalizar completamente. Assim Elle Kennedy lança o spin-off, primeiro livro de Briar-U, The Chase.

"Era mais fácil ficar sozinho."

Loira, alta, olhos claros, uma família maravilhosa e com dinheiro, esta é a estereotipada Summer. A protagonista foi criada para apontar a verdadeira realidade de nascer dessa forma, assim é apresenta o preconceito e o assédio que essas mulheres recebem apenas por serem consideradas bonitas. Mais do que isso, a personagem também sofre com uma dificuldade de aprendizagem chamada Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH), sendo taxada como burra por seus colegas de classe.

"Nunca soube que eu era capaz de expressar emoções assim. Não achei que tivesse isso dentro de mim."

Já Fitz possui um corpo escultural, tatuado e definido, além de ser um ótimo jogador de hóquei. O jogador popular, mulherengo e festeiro não se aplica nesta obra, mas sim um estudante brilhante de Artes, que produz games incríveis e se mostra um ser humano extremamente doce durante a obra. Ele é extremamente quieto e difícil de se expressar, ser colocado nos centros das atenções é um verdadeiro pesadelo para o personagem... mas Summer vai colocar ele frente a frente com seu próprio jeito se ser e, talvez, deixá-lo assustado com toda sua intensidade.

Ambos são completamente diferentes um do outro, ambos são personagens extremamente bem construídos de forma isolada e ambos ficam ainda mais incríveis juntos. Sem dúvida a história de vida de Summer sobressai aos aspectos levantados com Fitz, mas a união dos dois tornam-os completos e ainda melhores. A formação do casal leva bastante tempo pra acontecer, porém quando ocorre o leitor não acompanha uma transformação e sim uma evolução em busca de serem melhores pessoas.

"Na faculdade, faço um pouquinho mais de esforço para ser sociável, mas no fundo, ainda quero ser invisível."

Os personagens secundários levam o livro a um nível ainda maior, principalmente Hunter e Brenna. Hunter demonstra desde o início interesse na protagonista e por uns capítulos é colocado um possível triângulo amoroso, a forma como tudo aconteceu deixa o leitor ansioso pra consolar e conhecer realmente ele. Já Brenna é a melhor personagem da obra, uma mulher que não aceita desaforos e não nega uma boa discussão (confesso muitas vezes largar tudo para aplaudir ela de pé). Garret, Hannah, Dean, Allie e Tucker são nomes familiares para vocês? Porque o reencontro, com a galerinha do série anterior, é garantido nesse spin-off.

"Pela primeira vez, realmente sinto que estou vivendo, em vez de me esconder nas sombras."

Para aqueles que já estão familiarizados com o TDAH, talvez também sintam um ponto negativo no enredo. A obra coloca muito em evidência a dificuldade em si e a forma das pessoas se colocarem pra baixo devido a ela. O próprio livro afirma que faz-se necessário mudar a forma de aprender, no entanto não demostra como isso seria realmente feito.

Drogas, estupro, relações abusivas, famílias conflituosas e muitos outros assuntos polêmicos foram abordados na série anterior, nesta os temas reflexivos também marcam presença. Mas nem tudo é tão tenso, afinal "diversão" é a palavra que resume o livro. A autora, como sempre, soube dosar as cenas cômicas, românticas e sexy, deixando o enredo ainda mais suave e envolvente.

Venha conferir mais um sucesso de Elle Kennedy e pegar fogo nesse tórrido romance!!

7 comentários

  1. Não li essa outra série ainda mas já fiquei curiosa com esse livro. Acho que o mais legal vai ser poder reencontrar uns personagens da série aí, mas também pela história que parece ter muita coisa boa. Gostei dos aspectos dos personagens, isso do modo como são bons juntos, bem construídos, isso anima. Legal não ter tanta coisa pesada nesse como parece ter nos outros também. Fica uma leitura gostosa e boa pra matar saudade do jeito da série, de uns personagens e da escrita dela. Gostaria de ler ^^

    ResponderExcluir
  2. Oi Andressa, tô com boas expectativas para esse livro. Li e amei a série anterior de Elle Kennedy e apesar de ter ficado um pouco apreensiva quando você disse que o casal demora a acontecer e esse possível triângulo por alguns capítulos, espero ter uma ótima leitura com The Chase ;)

    ResponderExcluir
  3. Olá! O livro parece ser bem gostoso de ler (principalmente por conta de todo esse clichê), mesmo tratando de alguns assuntos mais tensos, é sempre muito bom poder conhecer melhor personagens derivados de uma série, e é também uma maneira de rever os personagens dessa série principal.

    ResponderExcluir
  4. Andressa!
    Infelizmente não consegui ler nenhum livro da série Amores improváveis e tenho a maior vontade.
    Fiquei bem contente em ver que até as personagens secundárias levam a um nível mais elevado, mesmo com as personagens principais fazendo seus papeis de protagonistas.
    Quero ler.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  5. Eu não li nenhum dos livros da série Amores Improváveis mas gostei bastante lendo esse spin-off. Os personagens são bem reais, tanto os principais quanto os secundários parecem ser bem parecidos com pessoas que podemos ver por aí. Isso é que é uma boa construção de personagens. Gostei. Vou procurar ler a série de livros anterior também.

    ResponderExcluir
  6. Ah estou um tempo longe dos romances nesse estilo. Não li nem a outra série.
    Preciso dar uma chance a essa autora. Uma das minhas melhores amigas é super fã e vive me falando. Vamos ver como fica minha meta de leitura esse semestre para incluir algo dela. 😄

    ResponderExcluir
  7. Olá Andressa!
    Quando vi a primeira resenha desse livro já soube que precisava ler, adoro clichês do tipo mas nessa obra temos um mocinho tímido e nerd, o que diferencia a obra das demais. Porém não sabia que se tratava de um spin off, acredito que dê para ler o livro de forma independente sem perder nada, certo? Já vi que a autora gosta de trazer mensagens sobre temas delicados em suas obras, o que me faz simpatizar ainda mais com ela.
    Beijos

    ResponderExcluir