O Destino das Terras Altas - Os Murrays, 1 - Hannah Howell

1 de abril de 2019

Título: O Destino das Terras Altas - Os Murrays, 1
Autor: Hannah Howell
Páginas: 272
Ano: 2019
Editora: Arqueiro
Gênero: Romance de Época
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon
Nota: 
Sinopse: Em O Destino das Terras Altas, primeiro livro da série Os Murrays, Hannah Howell nos apresenta o esplendor da Escócia medieval com uma saga de guerra entre clãs, lealdades divididas e amor proibido.

Quando o destino coloca Maldie Kirkcaldy na mesma estrada que sir Balfour Murray e seu irmão ferido, ela lhes oferece seus serviços como curandeira. Ao saber que tem em comum com sir Balfour um juramento de vingança, decide seguir com ele para cumprir a sua missão.

Mas ela não pode lhe revelar sua verdadeira identidade, sob o risco de ser acusada como espiã. Enquanto luta para negar o desejo que a dominou assim que viu o belo cavaleiro de olhos negros pela primeira vez, Maldie tenta a todo custo conservar o aliado.

Balfour, por sua vez, sabe que não pode confiar nela, mas também não consegue ignorar a atração que nasceu entre os dois. E, ao mesmo tempo que persegue seu objetivo de destruir Beaton de Dubhlinn, promete descobrir os segredos mais profundos dela e conquistar o seu amor. Para isso, não deixará que nada se interponha em seu caminho.

Resenha: Sabe aquele livro que você decide que precisa ler, somente ao ver a capa? Pois foi isso que aconteceu com O Destino da Terras Altas. Assim que o vi no site da Editora, resolvi que precisava ler e não descansei enquanto não o peguei.

É romance né, de época, o que eu adoro de qualquer forma, ainda que uma época e um lugar diferentes do meu habitual... A leitura se passa na Escócia (sim...mocinhos escoceses, de kilt 😊) na primavera de 1430. E tem início com Balfour Murray sendo comunicado que sequestraram seu irmão caçula, Eric.

O garoto, de seus 13 anos havia sido sequestrado pelos inimigos do clã de Balfour. Um homem completamente sem noção que só vive para maldades. Mas ao contrário do que você pode estar pensando, ele não levou o garoto para fins de vingança. É algo pior.

A esposa de Beaton, teve um caso amoroso com o pai de Balfour e logo engravidou. Tomado pela raiva e pelo ciúme, quando o garoto nasceu, Beaton mandou que abandonassem o garoto numa encosta, recém nascido, para morrer. James, do clã de Balfour encontrou o bebê e sabendo que poderia ser filho do então chefe do clã em que vivia, o levou para casa. Ele foi criado então como um Murray. Acontece que Beaton precisava de um herdeiro, homem, para assumir seu clã. E o cara só fazia filhas mulheres. Resolveu que faria de Eric seu herdeiro, ele querendo ou não.

E aí entra Maldie. Ela está na estrada quando Balfour e seus homens, após uma derrota contra Beaton, voltam pra casa, arrasados e com o irmão, Nigel, ferido. Ela é uma curandeira e os ajuda no caminho. Acaba indo para o clã com eles. Mas ela é cheia de segredos. Filha bastarda de Beaton, está ali para cumprir uma promessa que fez à mãe no leito de morte. Que mataria o pai, que a desgraçou. Só que ela não pode contar isso aos seus novos amigos pois eles jamais acreditarão que ela não está ali para levar informações ao pai.

Quase que imediatamente, surge uma grande atração entre Maldie e Balfour e eles vão ter que passar por poucas e boas se pretendem levar esse romance adiante. Os dois guardam segredos. Ela porque sabe que ele não vai aceitar uma filho do inimigo em sua casa e ele porque não confia nela porque sabe que ela guarda segredos.

E no meio disso tudo, ela tem que tomar conta de Nigel, que também se apaixonou pela garota e eles ainda precisam resgatar Eric das garras do Beaton.

Um leitura rápida e gostosa. Fluída, com um romance bem quente, algumas pimentas e escoceses! Vale a pena!

11 comentários

  1. Parece ter tantas coisas acontecendo que a leitura deve ser super rápida.
    Gostei, principalmente da parte dos escoceses de kilt. kkkkkkk

    ResponderExcluir
  2. Olá! Esse livro também me ganhou pela capa e como bônus é um dos meus gêneros favoritos, daí não tem erro, ainda não iniciei a leitura, mas já estou com o meu aqui (aliás, obrigada ao blog), só esperando um tempinho para devorar a história, afinal tenho uma quedinha pelos escoceses (risos).

    ResponderExcluir
  3. Nossa, também adorei quando vi esse livro e pela ideia da história já me encantou de cara e estou doida pra ler. Parece bem do tipo que imaginei. Uma coisa mais antiga, Escócia, clãs...Mas o que ganha mesmo o interesse são esses personagens e tantos segredos no meio dos dois. Um romance assim já dá pra ver que vai ser difícil e só fico com vontade de conhecer ainda mais. Ver como esses dois vão resolver tudo isso. Ah quero ler!

    ResponderExcluir
  4. Super movimentada é o que parece ser essa história e isso é maravilhoso. Fiquei com a mesmo impressão que você quando vi essa capa, só sossego quando a ler e só tô esperando o pedido que fiz chegar para começar e fiquei mais animada ainda depois de ler sua resenha ;)

    ResponderExcluir
  5. Sei bem como é isso, eu também assim que vi essa capa no facebook da editora ele já foi pra lista de desejados, amo um escoceses de kilts, essa resenha me deixou ainda mais ansiosa em conferi logo essa história.

    ResponderExcluir
  6. Duas coisas estão me impedindo de começar este livro:
    Minha lista de leitura que inclui dois crushes da minha vida (Sendo que você é a culpada de um deles :3)
    O dia que só tem 24 horas e ainda me obriga a dormir para não surtar.

    Preciso dizer que essa capa chama mesmo a atenção, contudo... Escocês de Kilt já me ganharia. <3

    ResponderExcluir
  7. Nunca li nenhum romance de época escoces, mas como foi escrita pela Hannah Howell eu preciso ler.
    Quanta crueldade desse homem em abandonar um bebe assim.
    Já li os quatro livros da serie Wherlocke escrito pela Hannah e amei a escrita dela, ela tem uma forma de escrever que prende a atenção do leitor. Amei essa sua dica e com certeza pretendo ler Terras Altas.
    https://infinitasleituras.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Olá Denise!
    Essa fórmula parece sempre dar certo, não é mesmo? Confesso que achei alguns aspectos muito semelhantes com a série da Gabaldon, o que talvez seja algo incômodo para os leitores já graduados nesses romances de época situados na Escócia. Clichés à parte, Howell não parece ter problemas na condução de sua narrativa, sendo que a leitura flui rapidamente em grande parte pela escrita ágil da autora.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Olá Denise!
    Não falta emoção nesse história! Quando vi a sinopse fique curiosa, também sou viciada em romances de época e justamente esse cenário diferente que me fisgou. A época remete a Era Medieval MESMO, século XV onde várias atrocidades eram cometidas. Esses casais complicados são os que mais dão trabalho para ficar juntos mas uma hora eles vão ter que confiar um no outro.
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Denise!
    Que delícia de livro, hein?
    Gosto muito de romances históricos, ainda mais quando ambientados na Escócia/na Terras Altas do Highlanders.já fico toda derretida.
    Sem contar que amo a autora, já quero.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  11. A capa desse livro parece chamar os fãs de romances de época para a leitura. A resenha ficou legal e bem explicativa, mas sem encher de detalhes. É um livro que eu leria sem reclamar. Curti bastante.

    ResponderExcluir