A Bruxa Não Vai Para a Fogueira Neste Livro - Amanda Lovelace

14 de fevereiro de 2019

Título: A Bruxa Não Vai Para a Fogueira Neste Livro
Autor: Amanda Lovelace
Páginas: 208
Ano: 2018
Editora: Leya
Gênero: Poesia norte-americana. Autorrealização (Psicologia) em Mulheres - Poesia. Mulheres - Poesia.
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon
Nota: 
Sinopse: Aqueles que consideram “bruxa” um xingamento não poderiam estar mais enganados: bruxas são mulheres capazes de incendiar o mundo ao seu redor. Resgatando essa imagem ancestral da figura feminina naturalmente poderosa, independente e, agora, indestrutível, Amanda Lovelace aprofunda a combinação de contundência e lirismo que arrebatou leitores e marcou sua obra de estreia, A princesa salva a si mesma neste livro, cujos poemas se dedicavam principalmente a temas como relacionamentos abusivos, crescimento pessoal e autoestima. Agora, em A bruxa não vai para a fogueira neste livro, ela conclama a união das mulheres contra as mais variadas formas de violência e opressão. Ao lado de Rupi Kaur, de Outros jeitos de usar a boca e O que o sol faz com as flores, Amanda é hoje um dos grandes nomes da nova poesia que surgiu nas redes sociais e, com linguagem direta e temática contemporânea, ganhou as ruas. Seu A bruxa não vai para a fogueira neste livro é mais do que uma obra escrita por uma mulher, sobre mulheres e para mulheres: trata-se de uma mensagem de ser humano para ser humano – um tijolo na construção de um mundo mais justo e igualitário.



"-você é seu próprio farol." 
Resenha: O gênero assim como o primeiro livro, é o mesmo, entretanto, a escritora conta histórias de outras pessoas, ou melhor, de outras mulheres. Esse livro é bem intenso, de uma maneira objetiva, porém com traços de fortalecimento.
"existe uma linha tênue entre ser egoísta e  ser altruísta & na maioria os dias posso dizer de que lado estou & na maioria dos dias? eu não ligo.
-existem algumas coisas que tenho que fazer por mim."
Nesse livro o foco é o empoderamento de nós! Mulheres! Somos muitas, somos fortes e temos que estarmos unidas sempre. Ajudar umas às outras onde quer que estejamos! Temos que nos unir. E podemos sim, ser tudo que qualquer ser humano quiser, pois devemos e temos que ser umas amigas das outras. A todo momento, por onde for.
"as mulheres aprendem a pressentir com o que quem o perigo se parece apenas percebendo o olhar de uma mulher do outro lado de uma sala lotada.
-sobrevivência."
São histórias diversas, mas com o mesmo intuito. Alertar nós mulheres, que devemos cuidar uma das outras. Devemos ser fortes, firmes e aceitar que sejamos unidas a todo momento. A cada prosa ou poema. É incrível como a escritora conseguiu traçar histórias diversas e colocar no mesmo patamar, de uma forma, precisa e que faz sentido e nos faz ficar alerta.
"mais uma vez outro homem se safar de..." 
Na minha opinião, esse livro tem que ser lido por todas nós. TODAS! Vale a pena ler e conhecer o trabalho sutil que a escritora faz.

2 comentários

  1. Mais uma obra linda dessa autora, realmente uma leitura que deveria ser feita por todas a mulheres. Adoro o jeito dela de fazer a poesia fluir facilmente sem perder a real mensagem que pretende passar ao leitor.

    ResponderExcluir
  2. Olá! Só o título do livro já chamou minha atenção. Gosto desse tipo de leitura que meio que exorciza sentimentos guardados dentro da gente, então acredito que esse é o livro certo para mim e sem dúvida de leitura obrigatória para todos!

    ResponderExcluir